Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

E não havia necessidade...

Ontem, o célebre comentador (Marcelo Rebelo de Sousa) comunicou ao mundo que não fará greve no próximo dia 24. Não havia necessidade: o mundo sabe que o professor Marcelo só fará greves quando Cristo voltar à terra. É assim desde os tempos em que o aluno Marcelo furava as greves académicas de 1969 e, abraçado ao seu colega Braga de Macedo, entrava, protegido pela polícia de choque do capitão Maltez e por uns paisanos de mau aspecto vindos expressamente da António Maria Cardoso, na Faculdade de Direito para assistir às aulas e tratar da vidinha.

E temos assim que o anúncio não foi notícia nem foi comentário - foi um apelo. E não havia necessidade...

Publicada por Pedro Martins em aqui.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Muitos funcionarios da Camara comentam que no temp...

  • Anónimo

    Arsenio e companhia nao se inibem de perseguir aqu...

  • Anónimo

    Não há nada melhor que o anonimato para dar tintin...

  • Zé LG

    Em momento algum coloquei em causa a competência d...

  • Anónimo

    Queiram ler o ultimo post de Paulo Arsênio no Face...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.