Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

A verdade de hoje não será a de amanhã

Zé LG, 29.09.11

Passos Coelho necessita de organizar os seus discursos com os seus ministros e secretários de Estado. Primeiro, disse na Assembleia da República que antes das eleições na Madeira se conheceria o plano de austeridade. A data: fim de Setembro. Em seguida, Miguel Relvas, o homem da máquina do PSD, veio dizer que nem pensar, que não havia tempo. Hoje, Passos veio dizer que falou demais ou alguém lhe mandou desdizer o que tinha dito. Há dias, Carlos Moedas, secretário de Estado adjunto de Passos, admitia à TSF que o défice em 2012 seria de menos 2,5%. Passos disse hoje que não chegava, ficava três ou dois pontinhos abaixo. Organizem-se. Em qualquer outro governo, noutro momento e noutro político seria totalmente descomposto. Mais vale cair em graça que ser engraçado.

Postado por rafael rodrigues às 23:2, no seu Rente à Relva