Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Incoerência ou competência?

Zé LG, 09.09.11

Com frequência são feitas críticas aos que estando agora na oposição, depois de terem deixado o poder, exigem aos novos detentores do poder informações, transparência, cumprimento de programas e promessas e outros procedimentos como não procederam quando estiveram no poder. E, frequentemente também, são classificados de incoerentes por exigirem a outros o que não fizeram enquanto puderam.

Mas poder-se-ão reduzir esses procedimentos a incoerência comportamental ou eles não significarão (também) competência? O que está (mais) errado é o elevado grau de exigências que os antigos detentores do poder apresentam, quando na oposição, aos detentores do poder ou o baixo nível de exigências que os actuais detentores do poder apresentavam quando na oposição?

Não serão a correcta prestação de informações, a transparência nos procedimentos, o cumprimento de programas e promessas obrigações de qualquer poder e a exigência do seu cumprimento um direito / dever da oposição e de cidadania?