Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Afinal quem defende o intercidades Beja-Lisboa-Beja?

Zé LG, 18.01.11

 

Elaborar uma petição que exija da CP a manutenção das ligações directas de Beja para Lisboa e vice-versa, através dos comboios intercidades, a divulgação do documento junto de outros cidadãos e forças vivas da cidade e da região, como forma de ganhar mais pessoas para a luta e o agendamento de acções de protesto, foram as decisões tomadas ontem à noite num encontro (na foto), que teve como aglutinador a Associação para a Defesa do Património de Beja e que decorreu na Biblioteca Municipal.

Florival Baiôa, presidente da Associação, garante que há “muita vontade de lutar” para “fazer ver à CP e ao Governo” a importância de continuar a existir um comboio directo entre Beja e Lisboa.

Entretanto, na passada sexta-feira na Assembleia da República, os votos contra do PS e as abstenções do PSD e do CDS rejeitaram um Projecto de Resolução apresentado pelo Grupo Parlamentar do PCP que “defende a manutenção do serviço intercidades, Lisboa-Beja e Lisboa-Évora e reclama a sua qualificação em termos de oferta e adequação de horários”.

João Ramos, deputado do PCP eleito por Beja e um dos autores do projecto de resolução, acusa o governo de ter a “intenção de piorar a oferta de acesso de transporte público, nomeadamente ferroviário ao distrito de Beja”.

 

5 comentários

Comentar alvitre