Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CP quer isolar ainda mais o Alentejo?

Beja deixa de ter ligação do comboio Intercidades para e de Lisboa. Os autocarros já foram suspensos e a ligação ferroviária vai desaparecer. A CP, através da direcção de comunicação, diz que “no futuro”, depois do fim das obras na Linha do Alentejo “não existe nenhuma configuração sobre a oferta de transporte ferroviário”.

Esta notícia levanta muitas dúvidas que a CP parece não querer esclarecer:

- O Plano de Actividades da Empresa é para levar a sério ou não passa de um pró-forma?

- Os responsáveis disseram a verdade aos autarcas e a sua “direcção de Imagem e Comunicação Corporativa” não sabe o que se passa ou esta é que sabe mas não quer esclarecer para não desmentir aqueles?

- A CP ainda tem como missão prestar serviço público ou isso já passou à história?

- E o governo, o Ministério das Obras Públicas e Comunicações ou, porque está cá, o governador civil não podiam esclarecer “qualquer coisinha” ou, como agora está mais na moda, isso é com a empresa?

8 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    Há espaço para todos com certeza! Que o digam as c...

  • Anónimo

    Tenho todo o gosto em lhe responder de modo claro!...

  • Anónimo

    Muito bem! Exemplo de como uma ideia simples pode ...

  • Anónimo

    Devemos viver num planeta diferente, porque neste ...

  • Anónimo

    Alguém que nem sequer tem coragem para se mostrar ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.