Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Wikileaks: a globalização da denúncia

 

O que mais surpreende nas revelações de documentos trazidos pela Wikileaks à opinião pública mundial é o volume. São milhares e milhares de documentos, de dados, de páginas, de diversas origens e proveniências. Depois, a sua qualidade que, sendo muito variável, é regra geral muito comprometedora para os envolvidos: sejam governos, embaixadas, serviços secretos, empresas. É a constatação de que há uma verdade "oficial e oficiosa" para consumo das opiniões públicas e outra, essa sim real, que transparece destes documentos: o cidadão comum é para ser enganado e não tem direito a qualquer tipo de informação correcta ou  sequer completa. Os grandes estados e complexos militar-industriais - sobretudo, na actualidade, os Estados Unidos da América -  (vê-se por estes documentos), não têm o mínimo pejo em enganar, ludibriar, esconder factos da opinião pública e das populações que dizem servir.

As revelações de hoje da Wikileaks vão nesse sentido. Muitas já eram conhecidas. Mas a dimensão do engano e da mentira colectivas é o que mais surpreende. Ver AQUI ou  AQUI ou AQUI ou AQUI

Publicada por Carlos Júlio às 12:31, de ontem, no A Cinco Tons.

 

Comentários recentes

  • Anónimo

    Até parece que o anónimo das 20:46 conhece a situa...

  • Anónimo

    No máximo dentro de cinco anos, a ULSBA será apena...

  • Anónimo

    Gerida por incompetentes, a ULSBA vai a caminho da...

  • Anónimo

    Naturalmente porque tem condições de dar resposta ...

  • Anónimo

    Um comentário de quem não é gestor e quem não sabe...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.