Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Carta Aberta de resposta ao meu amigo Lopes Guerreiro

Envio-te a minha carta aberta de resposta à tua, espero que a publiques.

Agradeço a tua carta aberta, os conselhos que nela me dás e o facto de ma dares a conhecer antes de a publicares no teu blog (o que, diga-se de passagem, não vejo o que me adianta). Lamento, no entanto, que a tenhas escrito, ao contrário do que sempre foi teu apanágio, sem que primeiro tenhas recolhido a informação que te permitisse fazer uma apreciação correcta, rigorosa, objectiva e, sobretudo, justa do trabalho realizado neste primeiro ano de mandato da equipa que tenho o prazer e o privilégio de coordenar.

Depois de leres os anexos que te envio, certamente, que te arrependerás de não teres feito, convenientemente, os “trabalhos de casa” e, em consequência, produzires um conjunto de afirmações tendenciosas e qualificado de forma imprópria e injusta a nossa intervenção neste dificílimo início de mandato.

Se te deres ao incómodo de ler o nosso programa eleitoral para 2 mandatos (conforme se refere clara e explicitamente na introdução) verificarás que não só não fizemos propostas irrealistas e demagógicas, como estamos a conseguir, apesar de todas as dificuldades inesperadas e todos os boicotes, concretizá-las, na sua grande maioria, de acordo com uma visão e uma estratégia que estamos a seguir e cujos resultados irão começar a aparecer, mais visivelmente, como prevíamos, a partir do próximo ano.

É no funcionamento dos serviços da Câmara que têm surgido os problemas mais complicados de resolver, as dificuldades mais difíceis de ultrapassar, tendo, por isso, a nossa acção neste campo ficado aquém dos objectivos que nos propusemos. Mas, para além das nossas próprias limitações, tal facto deveu-se, e muito, à tal pesada herança de que tu e os teus camaradas não querem que se fale, porque é incómoda, mas que é uma realidade incontornável.

Não vou perder tempo a informar-te minuciosamente sobre a pesada herança porque só não a reconhece quem não a quer ver e também aqueles que pretendem branquear a gestão desastrosa do último mandato e, simultaneamente, desresponsabilizar os seus autores e a força política que os elegeu. Quando quiseres e eu tiver a oportunidade, posso fazer-te uma visita guiada para ficares a conhecer o estado verdadeiramente calamitoso em que nos entregaram este concelho e a respectiva autarquia.

Quanto às pretensas alianças anticomunistas, parece que quem vive ensombrado por fantasmas não sou eu…

Finalmente, os meus excessos de linguagem. Provavelmente, seria politicamente mais correcto não denunciar frontalmente aquilo que se passou e continua a passar em termos de comportamentos antidemocráticos dos “campeões e guardiões da democracia”, mas tenho feito essa intervenção sem insultar nem caluniar ninguém. Já os meus adversários, desde reles funcionário a palhaço, tudo me têm chamado e, nessa altura, estranhei que da tua parte não tivesse havido uma denúncia e condenação pública de tais comportamentos inqualificáveis.

Deixo-te uma pergunta. Qual o verdadeiro objectivo desta carta aberta?

Jorge Pulido Valente

 

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Mário David 20.10.2010 00:44

    Mister Joroca , voce é daqueles pessoas infectadas e sem cura. Deve querer daqueles comunistas à distancia, mas nunca viver em tal regime, senão j+a teria emigrado para as monarquias comunistas, claro V.Excª sabe ,falo e Cuba e da Coreia do Norte, já que a China sempre foi um grande problema para os soviéticos. Eu também sofri desse mal e acreditei nas mentiras e nas fantasias com que nos iam convencendo, mas a minha doença não era crónica, como a sua e curei-me, felizmente. Sou formado em economia e por isso leio muito e estudo sobre essas matérias e sobre a evolução económica nos países ex ou probo socialistas e dos outros. Mas vamos ao que interessa, sabe qual o salário mínimo nessas monarquias ? Nem imagina, compadre . Uns míseros 85 euros, não por dia como poderia pensar, mas por mês Greves de protesto, isso nem pensar, manifestações reclamando melhor nível de vida, só em sonho. Que me diz? Não vai certamente deixar este odiável mundo dos vivos sem ter a tentação de viver no paraíso e se conseguir voltar, venha nos contar a sua experiencia paradisiaca.Okay ?
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 20.10.2010 10:19

    Este senhor tem tudo de mau. Mudou para pior, é (diz ser ) ecónomista e esconde ou pensa que os outros são burros ao ponto de pensarem que o nível de ordenado é tudo no que se refere a condições ou qualidade de vida ( Olhe, eu, por mim até podia não ter ordenado nenhum, caso nada me faltasse). Mas você devia era ser um desempregado mesmo em Portugal (não precisava de ir pra fora) e não ter subsídio de desemprego, pagar a renda da casa, o gaz, a electricidade, a água, a alimentação, a saúde, a educação dos filhos e para não andar aí empelote, comprar uma roupita e então sim, pode dizer: VIVA O CAPITALISMO! isto sim, é qualidade de vida! Estou a exagerar? eu não, e você? Como se diz agora, tenha mas é juízo e não seja tão desnecessáriamente provocador.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Falta a apreciação dos verdadeiros adeptos ! Que s...

    • Anónimo

      Em nada melhor que o anterior.Muito fraquito mesmo...

    • Anónimo

      fraco...fraquinho

    • Anónimo

      Um balanço morno. Nem carne nem peixe. Deve ser ve...

    • Anónimo

      Para mim o balanço é francamente negativo. As expe...

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    subscrever feeds