Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

José Sócrates foi hoje a Sines

Zé LG Zé LG, 14.05.10

e, entre as várias coisas que disse, afirmou que existe um clima de confiança na economia e no país. Disse Sócrates que "Portugal foi um dos primeiros países a sair da condição de recessão técnica depois da eclosão da crise mundial; foi também um dos países que melhor resistiu à crise em toda a Europa e finalmente, Portugal teve este trimestre o maior crescimento da Europa", acrescentando que "isto são factos, não são opiniões nem pontos de vista".

Terá sido este o mesmo primeiro-ministro que ouvi ontem depois da reunião do Conselho de Ministros  a anunciar uma série de medidas penalizadoras dos rendimentos e da qualidade de vida de milhões de portugueses, criando uma taxa especial de 1 e 1,5% sobre os salários, aumentando o IVA, congelando as admissões na Função Pública e retirando verbas às autarquias, como forma de arranjar dinheiro para respeitar os compromissos da dívida externa? Com tanta confiança na economia portuguesa para quê tantos sacrifícios que vão penalizar tantos portugueses? E sobre estas medidas nem uma palavra. É um espanto assistir a momentos assim. E que cada vez são em maior número.  Momentos de puro nonsense.

Escreveu Carlos Júlio aqui, com grande pertinência.