Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

DRA do PCP considera que OE, PEC e PROT prejudicam o Alentejo

Zé LG Zé LG, 19.03.10

A Direcção Regional do Alentejo (DRA) do PCP considera que o Orçamento de Estado (OE) “terá graves consequências no desenvolvimento da região e na vida concreta dos trabalhadores e das populações”, porque estabelece “cortes no investimento público, particularmente nas áreas sociais, na saúde e educação; o congelamento dos salários e pensões; a suspensão das chamadas medidas anti-crise, designadamente no que concerne ao apoio aos desempregados; entre outras medidas (...) como a redução e mesmo ausência em muitos concelhos de verbas no PIDDAC que possibilitariam a resolução de muitos problemas e a melhoria da qualidade de vida das populações”. O Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC) do governo perspectiva “novos avanços no ataque aos direitos de quem trabalha, constituindo um autêntico programa de instabilidade económica, social e nacional” e falta “investimento no aparelho produtivo” e na criação de “mais e melhor emprego”. O Plano Regional de Ordenamento do Território – Alentejo (PROT-A), “invade as competências municipais, beneficia os grandes contra os pequenos e prejudica o desenvolvimento regional”.

Ver todo o comunicado aqui.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.