Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

“É hora de mudar”

Amanhã, pelas 14h30, a União dos Sindicatos do Distrito de Beja (USDB) leva a cabo, em frente à sua sede distrital (junto à Casa da Cultura, em Beja), um plenário de dirigentes, delegados e activistas sindicais, em que participa um responsável da comissão executiva da CGTP/IN, integrado na acção nacional descentralizada da CGTP/IN sob o lema «É hora de mudar, + emprego, salários e direitos, contra a precariedade e o desemprego».

Após a reunião, os sindicalistas procedem à entrega no Governo Civil de Beja de um documento aprovado no plenário, «com as preocupações dos trabalhadores do distrito face à situação social actual, bem como às políticas negativas que continuam a ser prosseguidas pelo Governo PS/Sócrates, que mais não são do que o adiar das medidas e dos investimentos fundamentais para a região e para o País».

A USDB estima que a taxa de desemprego no distrito de Beja se situe actualmente acima dos 12%, para uma taxa nacional de desemprego de 10,5% (em 31 de Janeiro).

 

1 comentário

Comentar post

Comentários recentes

  • João Espinho

    Bem escrito, Lopes Guerreiro. Destaquei lá na minh...

  • Anónimo

    Há espaço para todos com certeza! Que o digam as c...

  • Anónimo

    Tenho todo o gosto em lhe responder de modo claro!...

  • Anónimo

    Muito bem! Exemplo de como uma ideia simples pode ...

  • Anónimo

    Devemos viver num planeta diferente, porque neste ...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.