Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

A festa da participação

Ontem à noite a Câmara Municipal de Alvito reuniu mais uma vez com os munícipes, cerca de trinta, para procurar as melhores soluções para o mercado e a feira.

A discussão foi animada, muito participada e esclarecedora. Naturalmente que nem todos têm a mesma postura. Enquanto uns expressam livremente as suas opiniões sem outro objectivo que não seja o de contribuir para ajudar a decisões mais acertadas, outros ainda estão de pé atrás, desconfiados, e outros ainda não disfarçam o seu desagrado pelo processo.

A gestão participada é a melhor solução para a tomada de decisões mais acertadas. É um processo que exige convicção e persistência de quem o promove. Exige um modelo e uma estratégia de comunicação para a mobilização da participação.

Uma vez assegurada a participação e ouvidas as diversas opiniões sobre o assunto em discussão a Câmara deve decidir em tempo oportuno. Não deve atrasar a decisão com justificação/desculpa da participação, porque dessa forma está a acabar com ela.

11 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Comentários recentes

  • Anónimo

    O Hospital de Beja entrou numa fase de desinvestim...

  • Anónimo

    E agora, a quem vão pedir batatinhas?

  • Anónimo

    Concordo em absoluto LG.Mas parece-me que já não é...

  • Anónimo

    inteiramente de acordo e sem qualquer discussão!.....

  • Zé LG

    O título e este alvitre foram publicados não por s...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.