Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aminatu Haidar regressou esta madrugada a El Aajun,

num voo proveniente das Canárias, Espanha, onde se manteve em greve de fome por mais de um mês, em protesto por ter sido impedida pelas autoridades marroquinas de entrar na capital do Saara Ocidental, acusada de não querer cumprir as formalidades de chegada, nomeadamente reconhecer a sua nacionalidade marroquina.

O PCP considerou que o regresso da militante à sua terra natal é «uma vitória da luta do povo saarauí» e afirmou que, «Face ao contínuo desrespeito do direito internacional e às deploráveis e constantes tentativas por parte das autoridades marroquinas de bloquear o cumprimento das resoluções da ONU, o PCP reafirma a exigência do pleno respeito do direito do povo saarauí à autodeterminação».

Foi por proposta do PCP que o Parlamento aprovou um voto de solidariedade para com Aminatu Haidar, com a abstenção do PS, PSD e CDS, que já motivou críticas do governo marroquino.

Também o eurodeputado comunista João Ferreira integrou uma delegação que se deslocou a Lanzarote para manifestar solidariedade para com a luta de Aminatu Haidar.

Comentários recentes

  • João Espinho

    @Anónimo 18:49 - isso é um desejo seu, não?

  • Anónimo

    O mais doce,aquele que mais têm contribuído para a...

  • Anónimo

    Até pode acontecer que o BE seja o terceiro partid...

  • Munhoz Frade

    Associo-me ao Lopes Guerreiro no seu lamento. Part...

  • João Espinho

    Ora bem. Pessoa amiga, entendida no método de Hond...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.