Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Porque é que o PCP não me acompanhou?

Esta foi a pergunta que alguém lançou para o ar, um dia destes, quando um grupo de amigos discutia em torno do PCP. Disse ele, mais ou menos, o seguinte:

"Os meus tios foram presos e maltratados antes do 25 de Abril, a minha família é do PCP, votei sempre nele até há uns anos, quando deixou de corresponder às minhas expectativas. Porque é que o PCP não me acompanhou? Hoje voto no Bloco de Esquerda, embora me mereça algumas reservas, voto em branco, como defende José Saramago, ou nem sequer voto."

Aqui está uma questão actual e pertinente. Actual, porque tratando-se de uma pessoa da área do PCP deixou de nele se rever. Pertinente, porque coloca a questão ao contrário do que é habitual, ou seja, não se pergunta porque deixou de se rever no PCP mas porque é que este não evoluiu como ele.

Quem quer tentar responder à questão colocada por mais este desiludido com o PCP?

8 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    No próximo mês vai outra delegação a convite de um...

  • José Dores

    Realmente e infelizmente Beja tem cada vez mais pe...

  • Anónimo

    Caro Vitor, é a tal cegueira da razão, que impele ...

  • Anónimo

    Sim, isso foi feito, mas ao que parece com poucos ...

  • Zé LG

    As questões "poderiam e deveriam ser travadas em p...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.