Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

ELES FAZEM QUASE TUDO MAS QUASE TUDO É QUASE NADA

O PS prometeu quase tudo, tudo ia ser resolvido com a sua gestão na Câmara Municipal. Não faltariam projectos, não faltaria dinheiro, não faltariam obras e actividades. Quem os ouvisse diria que tinham encontrado a varinha mágica...
Garantiram ainda que nunca se desculpariam com os outros para justificar atrasos ou a não concretização de promessas.
Quase dois anos e meio depois de terem assumido a gestão da Câmara Municipal, ainda nenhum projecto nem quase nenhuma das principais obras, que estavam a ser feitos quando tomaram posse, foram capazes de acabar. E desculpas não faltam: a culpa é da CDU, do Governo, dos colaboradores e trabalhadores municipais...
No edifício da Câmara as obras começaram e pararam várias vezes, não se sabendo as que ainda vão ser feitas, nem quanto vão custar, nem quando vão acabar. E as pessoas continuam à espera de melhores condições para serem atendidas...
A Biblioteca Municipal continua por abrir. Nem mesmo a promessa de ser inaugurada no dia 10 de Junho, Dia de Camões - o patrono que para ela escolheram - foram capazes de cumprir. Agora já nem se atrevem a dizer quando vai abrir... É caso para dizer: Camões, perdoa-lhes que eles não sabem o que dizem;...
O Pavilhão Desportivo, depois de ter servido de armazém durante alguns meses, foi inaugurado com pompa e circunstância há seis meses. Finalmente abriu, depois de terem passado mais dois anos escolares e duas épocas desportivas com os alunos e atletas ao relento...
O Centro de Saúde continua por abrir. O governo recomeçou as obras, há umas semanas. Quando vai abrir? Vai ter o quadro de pessoal necessário? Vai funcionar até às 20 horas? Vai haver assistência médica durante as férias dos médicos, nas duas freguesias? Tudo isto é da responsabilidade do governo. Mas o que fez a Câmara para garantir tudo isso? Ou, apesar das boas relações que diziam ir manter com o governo, nada disso conseguem?
A estrada Alvito - Viana do Alentejo está muito perigosa, devido ao péssimo estado em que se encontra. A responsabilidade é do governo, por se tratar de uma estrada nacional. - O que fez a Câmara para conseguir que fosse conservada no troço pior, urgentemente, e reconstruida, proximamente, conforme prometido? Porque não informam os eleitos e as populações e não os mobilizam para reclamar que estas obras sejam feitas?
O que fizeram para acabar os projectos do Parque de Feiras e Exposições, da Circular a Alvito, da Reabilitação da Zona da Casa do Povo e o Plano de Salvaguarda da Zona Antiga de Vila Nova da Baronia? O que é feito dos Planos de Ordenamento e Sinalização do Trânsito e Estacionamento nas duas vilas? - Nada, que se saiba...
Por tudo isto não é de admirar que, nas eleições para o Parlamento Europeu, o PS tenha tido no concelho de Alvito o seu 2ª pior resultado no distrito de Beja e o 6º pior no Alentejo! As pessoas não estão só descontentes com a política do governo...








Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • Anónimo

    Com tanta agro-industria de capital exclusivamente...

  • Anónimo

    Falar de obscurantismo quando se fala de maçonaria...

  • Coiso

    É o melho k o DA tem... A pattir da pag 2 é só m.....

  • João Espinho

    @Anónimo19.09.2019 21:40 - Está bem.

  • Anónimo

    Não preveja reforço da votação no PS porque isso s...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds