Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

PRESIDENTE DA CÂMARA CENSURADO

Na última reunião de Câmara compareceram os pais das crianças que frequentam o Jardim de Infância de Alvito. Do grupo de pessoas presentes faziam parte representantes da Associação de Pais.
No essencial pretendiam saber quando a Câmara Municipal transfere o Jardim de Infância das actuais instalações, que não oferecem condições de segurança, para outras e se já tinha tratado da situação dos técnicos que exercem funções no ATL e cujos contractos terminam no final de Julho.
Da discussão então travada entre o Presidente da Câmara e a Associação de Pais e pais das crianças e dos documentos a que entretanto tivemos acesso, apurou-se o seguinte:
- Em 12 de Maio, a Comissão de Vistorias da Câmara Municipal elaborou um relatório técnico onde concluiu, depois de duas vistorias efectuadas, que o edifício onde funciona o Jardim de Infância “não oferece condições de segurança”.
- Nesse mesmo dia, o vereador Eliseu despachou o referido relatório para o presidente da Câmara, escrevendo: “Pelo teor do presente relatório técnico, pedido pela Associação de Pais, é necessário serem tomadas medidas urgentes, em especial ao nível da cobertura por apresentar sinais de acentuada deterioração c/ eventual perigo de derrocada. É de salientar que neste edifício funciona tb. o ATL”.
- No dia 25 de Junho, deu entrada na Câmara Municipal um ofício da Associação de Pais considerando “inadmissível que até ao momento, e já lá vão cerca de 45 dias..., nada tenha sido feito...” e sugerindo “o edifício da Escola n.º 2” como “espaço alternativo onde possa continuar a funcionar o ATL”. Manifestava ainda a sua preocupação por não se vislumbrar alguma solução para a saída dos técnicos no final de Julho.
- No dia 5 de Julho, o presidente da Câmara enviou à presidente do Conselho Directivo do Agrupamento de Escolas o ofício da Associação de Pais, solicitando-lhe que se pronunciasse sobre as questões nele apresentadas.
- A presidente do Conselho Directivo do Agrupamento de Escolas respondeu no dia seguinte (6), afirmando que a Escola André Bermudes precisa de intervenção urgente e que a Escola n.º 2 pode ser uma alternativa para o funcionamento do Jardim de Infância desde que fique livre e limpa no dia 8 de Setembro. Lembrava ainda o próximo fim dos contratos dos técnicos do ATL.
Os vereadores que não estão a tempo inteiro só tomaram conhecimento da situação a partir da presença dos Pais e respectiva Associação na última reunião, em que as intervenções intempestivas, incorrectas e nem sempre verdadeiras do presidente da Câmara mostraram, à semelhança de outras situações, a sua prepotência e falta de respeito pelas crianças, pelos pais, pela Associação de Pais, pela Comissão de Vistorias, pelo seu vice-presidente e vereador do pelouro e pela Câmara Municipal.
Tal como escreveu a Associação de Pais, no seu ofício, a situação é insustentável e configura negligência por parte do presidente da Câmara a quem responsabilizamos por todos e quaisquer danos que resultem da sua intervenção neste processo, por si avocado.
Perante um comportamento insensível e negligente que conduziu a uma situação insustentável, pelos perigos que oferece às crianças, técnicos e demais pessoas que utilizam o edifício e pelas dificuldades criadas aos pais, MANIFESTAMOS A NOSSA CENSURA AO PRESIDENTE DA CÂMARA pela forma como tem conduzido e arrastado este processo.
Alvito, 21 de Julho de 2004
Os Vereadores da CDU

Comentários recentes

  • Anónimo

    Já temos uma das águas mais caras do país e não pá...

  • Anónimo

    Já temos uma das águas mais caras do país e não pá...

  • Anónimo

    Os invejosos são os menos capazes. É preciso uma e...

  • Anónimo

    As elites e também as que as invejam. É a cultura ...

  • Anónimo

    Quanto mesquinhas são as elites da cidadezinha...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.