Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Recolha de resíduos no ramal de Aljustrel nas malhas da “Face Oculta”

Zé LG, 09.11.09

 De acordo com informações a que a Voz da Planície teve acesso, existem referências a telefonemas feitos entre dois arguidos do processo "Face Oculta", o empresário Manuel Godinho e o quadro da Refer, Manuel Guiomar, onde este informa que foram adjudicados trabalhos no ramal ferroviário de Aljustrel”, embora este “ramal ferroviário que liga a estação do Carregueiro, na Linha do Alentejo, às minas de Aljustrel, numa extensão total de 11,6 quilómetros, e que era apenas usado por comboios de mercadorias, não era gerido pela Refer, já que é propriedade das Pirites Alentejanas.”