Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
13
Mar 06

Em 12 de Outubro de 2005 enviei uma carta à Comissão Concelhia de Alvito do PCP em que, entre outras, apontei as críticas e solicitei as respostas seguintes:

“…
Assim, com o pouco tempo de preparação, o desrespeito pelas orientações do Partido, a falta de democracia interna…, a exclusão dos militantes e dos activistas da CDU do processo de escolha e composição das listas e, principalmente, da elaboração do programa eleitoral, não é de admirar que os resultados eleitorais tenham sido os verificados – os piores de sempre a nível autárquico… E isto aconteceu quando a nível geral a CDU conseguiu manter os seus níveis de votação.
O responsável da DORBE conduziu e dirigiu directamente todo este processo.
A Comissão Concelhia aceitou este caminho e participou activamente nele.
… Lembro que as reuniões do Organismo Distrital de Autarquias deixou de integrar os eleitos das câmaras em minoria e que só se realizou uma única reunião destes…
Lembro ainda, entre outras situações, que:
1 – No Alentejo a CDU perdeu 3 câmaras (Estremoz, Redondo e Alcácer do Sal) e ganhou 2 (Barrancos, com Tereno que a DORBE rejeitou para a Região de Turismo, e Vidigueira);
2 – Não recuperou Alvito e Ferreira do Alentejo, onde havia boas condições de o conseguir;
3 – Perdeu posições (nalguns casos a maioria) em associações de municípios e regiões de turismo;
4 – No distrito de Beja as listas encabeçadas por alguns membros da DORBE tiveram os piores resultados eleitorais;
Que conclusões tiram de tudo isto?
Quem assume, agora, a responsabilidade desta pesada derrota?
Quem assume a responsabilidade pelas dificuldades que a organização partidária vai enfrentar no Concelho?
Ou vão, mais uma vez, acomodar-se, “enterrar a cabeça na areia” e culpar os “outros”?
Ou será que algumas vitórias perfeitamente conjunturais ou mais que naturais vão, mais uma vez, ser utilizadas para “tapar o sol com a peneira”?
Camaradas,
Gostaria de ter a resposta às questões que coloco.
Peço-lhes, por isso, a vossa resposta e que enviem esta minha carta à DORBE e ao Secretário-Geral do PCP para que eles, igualmente, me possam responder.
Espero que me respondam no prazo de um mês.”

Seis meses passados e continuo sem qualquer resposta. Foi isso que me levou a tornar públicos estes trechos da carta que escrevi. Mais uma vez vou ser acusado de tratar na praça pública o que devia ser tratado internamente. Espero que não se esqueçam de que para que tal aconteça é preciso que se realizem reuniões…
publicado por Zé LG às 23:26
LG: Irei responder e com todo o gosto ás tuas questões, mas não aqui. Primeiro, porque até prezo este local, mas considero-o não ser o indicado para o efeito. Depois, porque de certeza que no futuro voltaremos a trocar impressões sobre o tema, pois pelo que depreendo, tu estás rejuvenescido e de novo com objectivos muito concretos. Um abraço.Atento2
(http://Atento2)
(mailto:atento@sada.fafa)
Anónimo a 18 de Março de 2006 às 01:07
Atento2: 1. O que pretendo é que o PCP discuta os seus problemas e os seus (in)sucessos, de forma a tirar consequências das conclusões a que chegar, que não se conforme nem se acomode. 2. Apoiei as candidaturas da CDU, apesar de ter criticado o tempo e a forma como foram preparadas. Apesar disso também me sinto derrotado. Por isso é que não me sinto bem e quero fazer alguma coisa para que estas situações não se repitam. 3. Acho que estes assuntos devem ser discutidos. Primeiro, internamente e por isso escrevi a carta há 6 meses. Se dirigentes do Partido recusam a discussão sem darem quaisquer explicações não me sinto na obrigação de me calar. Repara que só agora trouxe este assunto a público, 6 meses depois de o ter colocado por escrito e depois das eleições... 4. Já respondi às tuas questões. Gostava que respondessem às minhas... LG
(http://alvitrando.blogs.sapo.pt)
(mailto:jlopesguerreiro@sapo.pt)
Anónimo a 17 de Março de 2006 às 23:59
LG:Tal como tu, também eu aguardo as respostas ás questões atrás e por mim formuldadas.Atento2
(http://Atento2)
(mailto:atento@dsfs.jhdsjh)
Anónimo a 17 de Março de 2006 às 20:01
Fantástico! (Ou melhor, que tristeza!)
Como vai o meu partido? Para seguir as regras desses mesmos “cinzentões” que fazem comentários de basófia, mandam palpites e… no final fazem-no sob “nicknames” não me identifico. Também, porque creio que muito seguramente viria a fazer parte do grupos dos proscritos. Creio que entendemos o que estou a referir!
O que é feito das reuniões nos Centros de Trabalho e do sentido de luta sistemática?
Por mais que tentem argumentar os "cinzentões", o LG tem toda a razão. Se a direcção do PCP não gosta dele, porque não o expulsa formalmente? Talvez porque ainda haja gente cá dentro (por enquanto) que sabe distinguir o que é ter um cartão e o que é ser militante, não é assim? O LG é militante de uma causa, tanto faz ter “cartão” ou não. Ser-se militante é isso mesmo... lutar por ideias e por princípios estabelecidos (neste caso, o programa do partido). Lamentávelmente o partido está a passar por um momento menos bom… apesar dos resultados eleitorais. Não se equivoquem os autores dos comentários anteriores: - Ter mais um ou outro voto é “quase nada!”. Será que já se esqueceram que as grandes vitórias do PCP foram conseguidas em tempos em que não havia votos? A luta militante faz-se com ou sem eleições. Caso não fosse assim, estaríamos a discutir o mérito da militância para as alternadas votações no PS e do PSD. Será que esses votos resultam de militância? Ou da inépcia dos (des)governos que antecedem as eleições?
Eu continuo a acreditar que a militância é isso mesmo (“militância”) - lutar com as armas que temos na mão… e na alma! Viva o PCP e militantes como o Lopes Guerreiro.
Noite clara para cinzentões
</a>
(mailto:madrugada@abril.pt)
Anónimo a 15 de Março de 2006 às 23:52
O que te devia ter acontecido era a expulsão do Partido. Afinal que objectivo tem esta discussão na praça pública? Para que são essas cartas que sabes não teram resposta? O Partido não responde a provocações. Nunca respondeu e estou a lembrar-me de outros tempos em que eras o mais radical no tratamento de situações como a que andas a provocar. Já te esqueceste? Se não estás bem tens a porta há muito tempo aberta.Como o saudoso camarada Alvaro Cunhal dizia "é preciso extrair as ervas daninhas que só corroem as boas sementeiras". Comunista
</a>
(mailto:comunista@sapo.pt)
Anónimo a 15 de Março de 2006 às 17:56
Ó LG, explica-nos lá o que é que pretendes com tudo isto? Tu que até apoiaste por escrito a Lista da CDU que concorreu á Cãmara Municipal de Alvito. Não te sintes também derrotado? E sobretudo, não achas que este é um assunto para ser discutido em outro local, que não neste blog? Ora responde lá a estas questões.Atento2
(http://Atento2)
(mailto:atento@sada.jhsj)
Anónimo a 15 de Março de 2006 às 16:56
LG: Desiste; que o burro também desistiu...Atento
(http://Atento)
(mailto:atento@clix.pt)
Anónimo a 15 de Março de 2006 às 16:22
Desculpe o diálogo, apesar do blog ser para isso mesmo. Algo está mal ou as regras são ultrapassadas pela maioria. Ou pelo status?
Encontrará por certo, dentro do seu partido, a solução.apache
</a>
(mailto:apache@iol.pt)
Anónimo a 15 de Março de 2006 às 14:19
"Os partidos têm estruturas que decidem de acordo com essas regras (por elas próprias definidas)", escreve e bem "apache". O problema é quando as estruturas não cumprem as regras por elas próprias definidas... LG
(http://alvitrando.blogs.sapo.pt)
(mailto:jlopesguerreiro@sapo.pt)
Anónimo a 15 de Março de 2006 às 13:09
É difícil comentar este alvitre. Os partidos foram e são indispensáveis no sistema político vigente. As pessoas sem partido também são indispensáveis. os partidos têm regras e só adere quem quer. Os partidos tem estruturas que decidem de acordo com essas regras (por elas próprias definidas). No entanto, o HOMEM é livreapache
</a>
(mailto:apache@iol.pt)
Anónimo a 15 de Março de 2006 às 12:02
Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
19
28
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
“Meter a cabeça na areia” é mais fácil pensamento!
Ora aqui está uma excelente ideia.Parece que a per...
Afinal a máquina que o Rocha adquiriu já está a fa...
Tens razão João, agora é mais Flamingos...
Podias era responder às questões que se colocam e ...
Bares de "Flamengo"? Asneira, pois claro.
https://entreasbrumasdamemoria.blogspot.com/2018/0...
Porra até que enfim! Ainda falta a marcação no pav...
Ena tanta gente preocupada que Beja venha a ser no...
É só fumaça.
Desculpe?? Debater com seriedade??Chamando aos out...
Falta assumirmos nós uma atitude pedagógica.
Só há problema quando há teimosa tenacidade “cultu...
Badamerda com o Hitler. E não tenho duvida alguma ...
blogs SAPO