Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Muito bem

esteve Jerónimo de Sousa, no, talvez, melhor debate televisivo, hoje com Paulo Portas. Hoje, esteve solto, alardeando à vontade e vincando bem o que, no essencial, separa a esquerda da direita – a redistribuição da riqueza, ao ponto de, apesar das suas insistências, Paulo Portas nunca ter reconhecido que os grandes rendimentos, lucros e fortunas deveriam pagar mais impostos e, dessa forma, permitir ao Estado arrecadar mais receitas.

Esteve também muito bem na defesa das suas posições relativas à saúde, à agricultura e pescas, às micro, pequenas e médias empresas, no quadro da defesa da Constituição da República. Recordou ainda as responsabilidades de quem negociou a adesão à antiga CEE, actual União Europeia, na deficiente defesa da agricultura e aparelho produtivo portugueses, cujas consequências estão hoje bem à vista.

4 comentários

Comentar post

Comentários recentes

  • Anónimo

    Cruz credo! Se assim é o k é.... Fdx

  • Anónimo

    O cartaz faz jus ao nome do evento! No entanto o...

  • Anónimo

    Não podes estar mais longe. O eterno e sempre à mã...

  • Anónimo

    Se há tanta clarividência acerca da geringonça com...

  • Anónimo

    Sem dúvida, sobretudo os grandes interesses capita...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.