Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

(des)acordos

Em democracia os acordos entre partidos são uma prática normal. Naturalmente discutíveis, em termos políticos.
Nenhum partido pode pretender o exclusivo desses acordos para si.
Isto vem a propósito das acusações que o PS faz à CDU, ou ao PCP, de fazer acordos com o PSD.
Embora, pessoalmente, ache que os acordos naturais do PCP são com o PS e com o BE, entendo que não podem ser de rejeitar outros acordos, designadamente com o PSD, se aqueles não forem possíveis e de os superiores interesses das populações a isso obrigarem.
Recordo o que se passou depois das últimas autárquicas em Alvito. Como não houve maioria absoluta em nenhum dos órgãos autárquicos, a CDU propôs ao PS acordos para todos os órgãos. O PS aceitou esse acordo na Freguesia de Vila Nova da Baronia, ganha pela CDU, e fez acordos com o PSD na freguesia de Alvito e na Assembleia Municipal, de maioria PS.
Recordo ainda que o PS já fez acordos com todos os partidos.
Será que, apesar disso, ainda se sente com autoridade para pretender evitar acordos entre os outros partidos, quando se recusa a participar nesses acordos?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Comentários recentes

  • João Espinho

    @Anónimo 18:49 - isso é um desejo seu, não?

  • Anónimo

    O mais doce,aquele que mais têm contribuído para a...

  • Anónimo

    Até pode acontecer que o BE seja o terceiro partid...

  • Munhoz Frade

    Associo-me ao Lopes Guerreiro no seu lamento. Part...

  • João Espinho

    Ora bem. Pessoa amiga, entendida no método de Hond...

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds