Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

Alvitrando

Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.

CTT reabriram loja em Cuba

Zé LG, 26.10.20

201901232245428626 ctt.jpgA Loja CTT de Cuba reabriu, hoje, no mesmo local onde funcionava anteriormente, na Rua Álvaro Castelões, nº41. O espaço estará aberto nos dias úteis das 9 horas às 12h30 e das 14 horas às 17h30.

“Esta é a 20ª Loja em sede de concelho a ser reaberta, no âmbito do compromisso público dos CTT de reabrir Lojas únicas em sede de concelho, tendo em vista o reforço da elevada proximidade às populações e da capilaridade da rede, não procedendo, como já foi tornado público, a novos encerramentos”.

Presidente e vice-presidentes da CCDR do Alentejo já foram designados pelo Governo

Zé LG, 26.10.20

O Governo aprovou a resolução que designa o presidente e os vice-presidentes da CCDRA:

António José Ceia da Silva, presidente, eleito;

Aníbal Sousa Reis Coelho da Costa, vice-presidente, eleito;

Vereadora Carmen Carvalheira (12).jpg

Carmen de Jesus Geraldo Carvalheira, vice-presidente, por proposta da ministra da coesão territorial, após consulta ao presidente e ao vice-presidente designados por processo eleitoral.

Carmen Carvalheira, vereadora do PS da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo, já tinha sido, em 1 de Fevereiro de 2017, nomeada para exercer o cargo de vice-presidente, em regime de substituição, da CCDR do Alentejo.

Vale do Guadiana é onde os linces mais se reproduzem na Península Ibérica

Zé LG, 25.10.20

240120161613-175-Lince001.jpgSegundo os dados dos censos 2019 anunciados, recentemente, pelo Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), a taxa de nascimentos (taxa de produtividade) no Vale do Guadiana é a mais elevada na Península Ibérica. Em 2019, das 13 ninhadas referenciadas, três geraram cinco crias cada uma, quando anteriormente o máximo registado foi de quatro crias por ninhada.
De acordo com o ICNF, esta taxa de nascimentos é “reveladora de abundância de alimento, de disponibilidade e adequabilidade de habitat e de tranquilidade proporcionada pelos proprietários e gestores do território, além de aceitação pela população residente”.
A população do lince ibérico foi reintroduzida no Vale do Guadiana a partir de 2015, no âmbito do projeto ibérico LIFE+Iberlince.

“Existem muitos interesses instalados que fazem com que Beja se mantenha exatamente como está”?

Zé LG, 25.10.20

P1100247.JPG“Existem muitos interesses instalados que fazem com que Beja se mantenha exatamente como está. Muita gentinha acomodada e medíocre vive (bem!) desse marasmo em que Beja se encontra. Sempre foi e sempre será assim, não tenham ilusões.

Não interessa a "certas" pessoas que Beja se desenvolva e seja atrativa para novas pessoas, gente "de fora" como "eles" dizem ...

Os mais jovens não se reveem nesta estranha forma de vida e, à primeira oportunidade, saem da cidade para não mais voltar!

O IPB é, infelizmente, pouco ou nada atrativo e os poucos alunos que se formam vão para outras paragens para não mais voltar!

Há medo de dizer abertamente aquilo que se pensa, de criticar os poderes instalados que sobrevivem à custa disso!

Valia a pena pensar nisto!!!!” Anónimo 23.10.2020, aqui.

Aqui está uma questão pertinente, que recorrententemente é colocada e que, a traduzir de facto a realidade, deve ser debatida, de forma a tirar-se desse debate a melhor forma de a combater, pelas graves e nefastas consequências que terá para o nosso futuro colectivo. Mas, parece-me, que, para que esse debate se possa fazer e dele se tirarem as devidas consequências, é necessário identificar que "interesses instalados" são esses, que "gentinha acomodada e medíocre vive (bem!) desse marasmo", a que "pessoas não interessa que Beja se desenvolva e seja atrativa para novas pessoas, gente "de fora" ". Ficarmos pela generalização parece-me insuficiente e injusto para a maioria das pessoas que certamente não são incluídas nesses grupos. Vamos a isso?

Livro “Fake News na Medicina”, de André Casado, apresentado em Alcácer do Sal

Zé LG, 24.10.20

84611934_3104353932931025_5088016205294338048_o meO livro “Fake News na Medicina” vai ser apresentado no Auditório Municipal de Alcácer, no dia 25 de outubro (domingo), às 16h, pelo seu autor, André Casado.  Natural de Alcácer do Sal, André Casado é médico especialista em Medicina Interna no Hospital da Luz em Lisboa, com 20 anos de experiência de Consulta, e especialista em Medicina Intensiva. É formador em diversos cursos de pós-graduação e instrutor de Simulação Clínica, integrando a coordenação dessa área, no mesmo Hospital. 

Em “Fake News na Medicina”, com chancela da editora Matéria Prima, o autor apresenta um livro de leitura obrigatória para quem privilegia a Ciência como fonte única de informação sobre o seu bem-estar e pretende ver clarificados mitos e falsidades propalados como verdades científicas. Aqui não há fake news. Um livro que cuida da sua saúde.

Nova Unidade de Cuidados Continuados de Convalescença está a ser concluída em Selmes

Zé LG, 24.10.20

Unidade-Selmes-768x576.jpgPara solucionar parte do défice de camas em cuidados continuados existente no Baixo Alentejo, em Selmes, concelho de Vidigueira, vai nascer uma Unidade de Cuidados Continuados de Convalescença com capacidade para cerca de 40 utentes.

Esta nova unidade de cuidados continuados de convalescença “vem colmatar a falha existente” no que diz respeitos a estes tipos de cuidados, explica Manuel Narra, presidente da Associação de Beneficência do Lar de Selmes e Alcaria, a IPSS responsável pelo projeto, informando que a obra está praticamente concluída: “Se tudo correr bem e dentro da normalidade, esperamos que seja possível estar em funcionamento em janeiro do próximo ano”.

Aeronaves ATL-100 vão ser projectadas em Évora e produzidas em Ponte de Sor . E Beja?

Zé LG, 23.10.20

imgLoader2.ashx.jpgO Aeródromo Municipal de Ponte de Sor (Portalegre) vai acolher a produção da primeira aeronave ligeira integralmente feita em Portugal, cujo primeiro protótipo deverá estar concluído em 2023, disse o presidente do município, Hugo Hilário, após o encerramento do primeiro dia da cimeira aeronáutica “Portugal Air Summit”, que decorre até sexta-feira naquela cidade alentejana.

A fábrica está integrada no Programa ATL-100, o primeiro programa aeronáutico completo de Portugal e que envolve o CEiiA - Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto e a empresa brasileira DESAER, fundada por antigos quadros da construtora aeronáutica Embraer, também do Brasil.

“Este projeto vai criar 1.200 postos de trabalho, não todos em Ponte de Sor. O centro de engenharia vai ser em Évora, prevê-se também alguma atividade em Beja no âmbito deste triangulo aeronáutico Ponte de Sor, Évora e Beja, mas desses postos de trabalho, aquilo que eu penso, é que a maior parte vai ser em Ponte de Sor, mas não vou quantificar”, disse o autarca.

Feira da Caça inaugurada hoje em Mértola pela ministra da Agricultura

Zé LG, 23.10.20

202010191234502151 caça.jpgA Câmara Municipal de Mértola realiza a partir de hoje, e durante o fim de semana, no novo Pavilhão Multiusos, a XI Feira da Caça. Este ano, apesar de todas as condicionantes, a Feira da Caça continua a celebrar e a promover o património cinegético do concelho e as suas potencialidades turísticas e económicas”.
Neste primeiro dia de certame, a abertura oficial da Feira conta, na inauguração oficial, marcada para as 18.00 horas, com a presença da ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes e dos dois deputados do PS, eleitos por Beja, Pedro do Carmo e Telma Guerreiro.

João Ferreira, candidato à PR, está de visita ao Distrito de Beja

Zé LG, 23.10.20

joao_ferreira.pngJoão Ferreira, candidato do PCP às Eleições Presidenciais 2021 visita, nesta sexta-feira, o distrito de Beja. A visita surge no âmbito de assuntos relacionados com a defesa do património neste território.

A visita arranca, às 10.00 horas, no concelho de Cuba, nomeadamente, na Ponte Romana sobre a Ribeira de Odivelas, conhecida como Ponte de Vila Ruiva.

Segue-se, às 11.15 horas, a visita ao campo arqueológico, Salvada 10, localizado junto à aldeia da Salvada.

Às 15 horas, realiza-se no Centro UNESCO, em Beja, uma conferência de imprensa.

Daqui e daqui.

Trabalhadores da Administração Local em Luta, marcham até à AR

Zé LG, 23.10.20

202010221943242922 stal.jpgO STAL afirma que o Orçamento do Estado “gora as expetativas dos trabalhadores” e que não “dá resposta às exigências centrais dos trabalhadores da Administração Local”. A marcha nacional que o STAL realiza hoje, tem início às 10.30 horas, na Rua Braamcamp, com destino à Assembleia da República.

AS VÍTIMAS PARA ALÉM DA COVID

Zé LG, 22.10.20

As vítimas para além da COVID 001.jpg

Parece que, finalmente, esta questão, que tantas vezes aqui tenho abordado, está a ser colocada na ordem do dia, porque é tão ou mais importante para as nossas vidas do que a a pandemia do novo coronavirus.. Esperemos que assim seja, antes das consequências serem mais gravosas do que já são, quer no imediato quer no futuro.

PCP refere que “pobreza alastrou na região Alentejo”

Zé LG, 22.10.20

imgLoader2.ashx.jpg"A situação de pandemia em que se vive tem tido impactos significativos na região Alentejo, entre eles o aumento do desemprego, a diminuição de rendimentos e o agudizar da situação dos profissionais da cultura, questões que conduziram ao alastrar da pobreza neste território, onde a campanha do medo também se acentua”, refere Dias Coelho da DRA do PCP, acrescentando que as dificuldades não se ficam por aqui, pois tem tido manifestações bastante negativas, igualmente, nas questões da saúde e da educação.

Património arqueológico destruído em Salvada por ripagens para instalação de culturas intensivas

Zé LG, 22.10.20

202010211730312386 salvada.jpgO Movimento Chão Nosso denuncia “mais um caso de afetação de um sítio arqueológico, desta vez na região de Beja”. “Um sítio arqueológico, identificado como Salvada 10, localizado junto à aldeia, concelho de Beja, correspondente a um grande recinto de fossas pré-histórico, que foi alvo de ripagens para instalação de culturas intensivas, sem que tenha havido qualquer ação de salvaguarda do património aí existente.” 
“Este sítio já havia sido alvo de afetações anteriores, em 2017, assunto que mereceu denúncia na comunicação social e que levou à implementação de medidas de avaliação dos danos decretadas pela Direção Regional de Cultura do Alentejo”, refere, ainda o Movimento, acrescentando que “o povoado da Salvada 10 foi detetado durante a realização de um Estudo de Impacto Ambiental para a empresa EDIA, em 2012, levando inclusivamente a alterações de projeto para evitar causar impactos negativos nos vestígios arqueológicos” e que “é um dos maiores recintos de fossos pré-históricos conhecidos no Baixo Alentejo e encontra-se referenciado no PDM de Beja como tendo elevado valor arqueológico.”