Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
04
Set 17

Os posts mais comentados no fim-de-semana

Estes foram os 10 posts mais comentados no SAPO durante o fim-de-semana. Boa semana!

  1. Adeus e boa sorte Adrien ! (83)
    Camarote Leonino
  2. One smile a day... com a Anita (82)
    Chic'Ana
  3. Os papagaios (50)
    És a nossa Fé!
  4. Quando o amigo faz o jantar! (39)
    1SimplesDesconhecido
  5. Meias de Frozen com partículas cancerígenas... inteiras? (36)
    Hetero Doméstico
  6. Pão à Mesa (34)
    Triptofano
  7. Também há Tempestades dos Pobres: A " Ocultação" das Cheias no Sul da Ásia! (33)
    Não É Que Não Houvesse...
  8. AFINAL ULSBA "RESOLVE" E OBSTETRÍCIA JÁ NÃO FECHA  (33)
    Alvitrando
  9. 4. Coisas parvas (que eu penso) (26)
    há mar em mim
  10. Pensamento da semana #2 (25)
    Língua Afiada
publicado por Zé LG às 17:52
tags:
Uma Fantasia Política
(por: O Salamandra)
Os protagonistas:
O Imperador: velha raposa, homem experiente e conhecedor dos meandros do poder. Conhece-lhe os corredores e os bastidores; as avenidas e os esconderijos; os burocratas e os decisores; os bobos e os espertos. Sabe negociar, usar, bajular, desprezar ou comprar qualquer actor, dependendo do contexto, pesados os ganhos e os prejuízos. Pragmático, rústico, parco de vocabulário, tanto apela ao homem comum que não tem paciência para falinhas mansas como à ternura (oh, como o poder é afrodisíaco...) das pós-adolescentes. Exerce o poder há décadas, com punho firme e decisão segura, custe o que custar (e tantas vezes custou, sobretudo aos súbditos...). Prepara-se para mais uns anos de reinado, antes da reforma dourada.
Até lá, alimenta o povo com pão e circo.
O Pretendente: oposto do Imperador, a outra face da moeda. O genro-sonho de qualquer sogra; o neto-sonho de qualquer avó.
Mestre na arte da falinha mansa, da conclusão que agrada a todos e a nenhum, um especialista do politicamente correcto. Opõe uma moleza pegajosa à rudeza crua do Imperador. Vive rodeado de caras femininas de variável beleza mas, ao contrário do rival, parece não lograr obter o seu carinho.
Um outro:
O Bobo: foi correligionário do Pretendente durante muito tempo, viveu em estado de graça e foi generosamente recompensado pela Corte. Algo se terá passado, pois há algum tempo resolveu divergir do Pretendente e convergir com o Imperador. No dia, esperado há muito, em que abandonou a Corte de pretendentes, houve alívio e festa por aquelas bandas!
Por falar em bandas, o Bobo cultiva um estilo de vida tribal que reúne em eventos onde brilham bandas filarmónicas que aliam às animalescas vocalizações arranjos musicais deveras cacofônicos. Ainda não se sabe se o Imperador partilha deste prazer, mas há quem diga que simpatiza...
O Bobo assumiu uma construtiva postura de Senador, dando conselhos aos mais novos e contando historietas auto-elogiosas sobre a sua experiência política. Só que a experiência política não é acompanhada por um sólido conhecimento doutrinal, pois num dos enternecedores relatos, onde nos contava sobre uma aula acerca de ideologia que deu à sua pequenita, demonstrou saber tanto sobre Ciência Política como aqui O Salamandra sabe de Física Nuclear. Lá se foi a postura de Senador, foi coisa breve. Nas veias do Bobo corre o sangue do guerreiro e hoje é um dos mais aguerridos defensores do imperador!
Se se voluntariou ou se corre a pedido do Imperador, ainda não se sabe. O que é certo é que mostra grande brio na luta, pronta reação na defesa da honra do Imperador e seu séquito e entusiasmado ataque ao Pretendente e seus soldados.
O futuro do Bobo é incerto, mas isso não lhe interessa nem incomoda, pois está acima de tudo e de todos.

O Salamandra fica hoje por aqui.
Pode ser que um dia destes surja mais imaginação para continuar a fantasia política.
O Salamandra a 4 de Setembro de 2017 às 18:24
Oh,Salamandra!que divertida crónica de política local! adorei!
Veja se arranja inspiração para o segundo capitulo.Poderia ser sobre os ambientes do palácio do imperador e do pretendente, não acha que pode dar um bom folhetim?
Anónimo a 4 de Setembro de 2017 às 20:12
O que confirma - mais uma vez - que esse é o assunto que sempre motiva mais comentários no Alvitrando. Confirma-se assim também que as tais forças políticas eleitoralistas andam afastadas dos reais interesses dos cidadãos, pois não tomam posição sobre o que tanto interessa o público. Mais depressa aqui aparecem os politiqueiros a desmentir fofoquices do que a comentar esta séria matéria.
Anónimo a 5 de Setembro de 2017 às 17:42
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
24
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Esse tacho já ele agarrou. Deve querer voar mais a...
Então há novidades sobre a manifestação dos Beja m...
O que esse quer é um tacho de Director de serviço ...
O PS tem que encarar a luta como luta contra a máq...
O VP pode usar os nomes que quiser e escrever o qu...
Apoio o Paulo Arsénio porque acho que ele é a pess...
Pois sim, a escrita é quase uma impressão digital....
Para quem está a tempo parcial na cidade mostra um...
E quando não lhe dão nada para fazer, nem acordam ...
O resto do tempo está lá para cima, para o norte?!...
hahahahaha, ai ai, apetecia-me escrever umas coisa...
Bem, pela primeira vez passo por aqui e, uma desil...
Não sei se foram encostados ou despedidos. Como no...
Estou apenas parcialmente em Beja no entanto parec...
blogs SAPO