Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
10
Fev 16

Torre Menagem.jpg

publicado por Zé LG às 21:59
Até quando?
João Espinho a 11 de Fevereiro de 2016 às 10:28
A culpa será mais uma vez e como é hábito de JR?
Ou da empresa responsável pela obra?
Anónimo a 11 de Fevereiro de 2016 às 16:08
Anónimo das 16.08, deixe-se de tretas. Não tente tapar o sol com a peneira e desculpar o homem. Até porque ninguém disse de quem é a culpa, se a obra está atrasada ou parada. Agora sei bem quem é o responsável, é quem assina os cheques e esse é o JR, por isso é ele que tem de fazer para que a obra avance e a torre seja destapada e visitável. E se for preciso, rescinda com a empresa se esta não tiver capacidade para fazer a obra e contrate outra. E olhe que não é uma obra barata, nem sei sequer se estará bem orçamentado o custo, é bem alto.
Anónimo a 11 de Fevereiro de 2016 às 21:41
Anónimo das 21:41: Deixe-se é de tretas você.
Se quiser combater JR, faça-o de forma corajosa e assuma-se como tal, propondo alternativas e discutindo assuntos importantes e estruturantes para a cidade. E não, não assuntos, com o é o caso.
Anónimo a 11 de Fevereiro de 2016 às 22:12
E se um dia o não assunto passar a assunto? Continua a não ser importante?
Anónimo a 11 de Fevereiro de 2016 às 22:21
Os ânimos andam quentes e hipersensíveis. O que alvitrei como uma brincadeira gerou acalorada troca de "argumentos".
Enfim, é bom que as pessoas estejam atentas e interessadas com o que se passa na nossa terra.
Zé LG a 12 de Fevereiro de 2016 às 00:08
LG: Concordo a 300% consigo.
Agora era bom que "que as pessoas estejam atentas e interessadas com o que se passa na nossa terra".
Mas sobretudo nos assuntos importantes e estruturantes da nossa cidade.
E não perdessem tempo em não assuntos, como foi comprovado.
Que apenas servem para os instigadores darem tiros de pólvora seca ou até nos seus próprios pés.
Anónimo a 12 de Fevereiro de 2016 às 09:20
Quais os assuntos estruturantes da nossa terra a analisar e discutir?
O Distrito de Beja perde por dia 8 pessoas.Conduz-nos a um gravíssimo problema demográfico.É complexo , bem sei,em termos de soluções , mas é um problema que tem impactos grandes nas várias respostas estruturantes que temos que dar a vários níveis, concretamente no social, saúde, emprego .
E por aqui por diante...
As obras por fazer ou inacabadas não são problemas estruturantes , mas sim de manutenção .
Anónimo a 14 de Fevereiro de 2016 às 08:34
Muito bem. Concordo com o seu diagnóstico da situação do concelho de Beja.
Agora vá. Proponha soluções e critique ao mesmo tempo o atual executivo por não as tomar. Desenvolva aqui visões estratégicas e avance com grupos de trabalho que pensem, analisem e criem uma dinâmica diferente da atual.
Aliás tal como o PS fez a nível nacional com um grupo de economistas liderados por Mário Centeno, antes das eleições.

Agora deixe-se de inventar problemas com coisas de lana caprina ou sem sentido, só para criticar por criticar.
JR até se farta de rir com tamanhas banalidades e falta de senso comum.
Anónimo a 14 de Fevereiro de 2016 às 10:15
Proponho um debate tipo reservatório da praça sobre as obras no castelo
Anónimo a 12 de Fevereiro de 2016 às 23:29
Não tens mais nada que fazer?
Vai mas é trabalhar.
Anónimo a 13 de Fevereiro de 2016 às 10:39
Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Isto é o lado perverso.
A tradição já não é o que foi...
Temos deputado.O PCP depois candidata-o à Câmara ...
E não será assim sempre? Os anteriores e anteriore...
“ISTO É O ALVITRANDO”
Pobreza e torpeza.
Aí que pobreza de comentarios!É o conhecimento bej...
O Coxo até vai começar a andar melhor quando se ap...
Esse velho agora comenta os post's dos outros no f...
A pouca vergonha que se passou na Cooperativa do P...
"Pode nascer um país do ventre de uma chaimite." (...
A chaimite era peça fundamental para o desenvolvim...
Sei o que se passa mas não digo.
Corrijam aí o "gato", senhores da RVP, não é "Inte...
Brindemos à saúde dos amigos!
blogs SAPO