Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
26
Ago 17

240820171713-583-Pises.jpg

Plano de Acção para a Vila Romana de Pisões assenta em três eixos de acção.

Investigação e desenvolvimento, valorização patrimonial e divulgação e formação são as premissas do protocolo assinado ontem pela Câmara de Beja, a Universidade de Évora e a Direcção Regional de Cultura.

Depois da fase de recuperação e da prevista reabertura ao público, está equacionada a criação naquele local de um Campo Experimental para as Arqueociências e Ciências do Património.

João Rocha, presidente da Câmara de Beja, mostrou-se surpreendido pelo trabalho realizado nos últimos meses em Pisões e sublinhou a “firme vontade” da autarquia em valorizar o património do concelho.

O autarca revelou que vão ser também desenvolvidos trabalhos arqueológicos na Praça da Republica.

A Directora Regional de Cultura fala “num novo ciclo” para este Monumento de Interesse Público. Ana Paula Amendoeira considera que o Plano de Acção “cumpre aquilo que é essencial para Pisões”, nomeadamente o seu estudo “sistemático e rigoroso”.

O financiamento do Plano de Acção está a ser alvo de várias candidaturas. Uma delas já foi aprovada, revela Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora. 

Ler e ouvir também em: 

http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=13079

publicado por Zé LG às 10:12
24
Ago 17

230820171710-670-runas-romanas-pises-peristilo.jpg

O Salão Nobre da Câmara Municipal de Beja recebe, às 10.30 horas, a cerimónia de assinatura de um Protocolo de Colaboração para a Salvaguarda e Gestão da Vila Romana de Pisões.

O documento vai ser assinado pelo Presidente da Câmara Municipal de Beja, Reitora da Universidade de Évora e Directora Regional de Cultura do Alentejo.
A cerimónia inclui também uma sessão de apresentação do projecto de conservação e gestão para Pisões, por Bento Caldeira, da Universidade de Évora.

 

Mais vale do que nunca. Só faltam cinco semanas… Porque não passam a realizar eleições todos os os anos?...

publicado por Zé LG às 08:53
18
Ago 17

 

publicado por Zé LG às 08:49
08
Ago 17

fgvcc.jpg

A PELCOR, marca portuguesa de moda e acessórios de luxo, que utiliza a cortiça como principal matéria-prima, desafiou os alunos da Universidade de Évora a desenharem um produto inovador em cortiça para a sua linha de decoração Home. Os projectos submetidos a concurso teriam de complementar os acessórios Pelcor já existentes, recorrendo ao aglomerado de cortiça como material principal. E foram 82 as propostas apresentadas, recaindo a escolha da PELCOR no trabalho da aluna do 3.º ano do curso de design daquela universidade alentejana, Inês Gonçalves, que foi orientada pela professora Inês Secca Ruivo.

A ideia vencedora vai agora ser produzida pela Pelcor, lançada no primero semestre do próximo ano e vendida, já na sua forma final, nos diferentes canais da marca portuguesa, sendo que o nome da aluna sempre associado ao produto. E mais detalhes não são fornecidos pela empresa. Pelo menos até Setembro.

publicado por Zé LG às 00:24
13
Jul 17

DSC04208.JPG

O presidente da Câmara Municipal de Barrancos (CMB), António Tereno, e a Reitora Universidade de Évora (UE), Ana Costa Freitas, assinaram o protocolo de cooperação que institui a criação da Universidade Popular Túlio Espanca - Polo de Barrancos (UPTE-Barrancos).

O Polo de Barrancos da UPTE/UÉ junta-se a outros cinco polos desta instituição (Alandroal, Canaviais/Évora, Portel, São Miguel de Machede/Évora e Viana do Alentejo). 

Univ Pop Tulio Espanca_Barrancos %281%29 (1).jpg

 

No âmbito deste protocolo, o Município de Barrancos e a Universidade de Evora, pretendem desenvolver um projeto de cooperação com a Universidade Popular Túlio Espanca, no âmbito das suas atividades, tendo como finalidade reforçar o carater pedagógico e institucional do projeto de alfabetização e de formação de adultos que vem sendo desenvolvido em Barrancos, há cerca de duas décadas.

publicado por Zé LG às 13:59
20
Fev 17

Desde Janeiro de 2017 que os doutorados do CEBAL passaram a integrar a Unidade de Investigação do ICAAM – da Universidade de Évora http://www.icaam.uevora.pt/

16105882_701160860064681_2667404642906728659_n.jpg

Trata-se de uma associação que se esprera que traga vantagens para o CEBAL, na medida em que os seus investigadores passam a estar integrados numa unidade de investigação classificada pela FCT com BOM e que alberga 105 investigadores. Durante o ano, será preparado o novo ciclo de avaliação que decorrerá no final de 2017.

logotipo_site.jpg

 

Os doutorados do CEBAL deslocaram-se ao ICAAM no sentido de se apresentarem e apresentarem o Centro, onde ouviram que é notável o que o CEBAL conseguiu alcançar até ao presente.

É importante que a região tenha consciência que o rigor imprimido às atividades que o CEBAL desenvolve é altamente reconhecido como diferenciador entre os seus pares, para que saiba valorizar e apoiar, porque se trata de uma mais-valia importante para o desenvolvimento da região.

publicado por Zé LG às 08:56
11
Set 14

«Apresenta-se aqui uma Denúncia referente a situações muito sérias, gravíssimas e preocupantes que se estão a passar dentro da universidade de Évora e que ultrapassam largamente o princípio da autonomia administrativa e financeira das universidades portuguesas.

● O caso que aqui se denuncia é muito grave e tem que ser investigado a fundo pela Inspecção Geral da Educação e da Ciência e pela Procuradoria-Geral da República. Pagar a pessoas para não trabalhar, falsificar horários e manter pessoas em postos de trabalho já extintos e arranjar postos de trabalho para familiares, constitui crime p. e p. pelo Código Penal.

● A reitora da universidade de Évora não é pessoa de bem. A IGEC tem que vir obrigatoriamente à universidade de Évora investigar tudo isto. Não podem fazer investigações à distância através de ofícios. Têm que vir consultar os dossiês, ler documentos e inquirir pessoas. Os inspectores têm que aparecer de surpresa.

● Dado que o senhor Ministro da Educação e Ciência não é pessoa de confiança, seguirão à parte duas Queixas, uma a Procuradoria-Geral da República e outra para a Polícia Judiciária.

Maria de Fátima Albergaria»

Ler toda a denúncia em: http://www.cincotons.com/2014/09/denuncia-sobre-corrupcao-na.html

publicado por Zé LG às 00:14
25
Abr 14

publicado por Zé LG às 00:32
14
Fev 14

publicado por Zé LG às 00:18
13
Fev 14

O projecto arqueológico do Outeiro do Circo, que tem como principal objectivo o estudo e divulgação do povoado fortificado da Idade do Bronze do referido outeiro, em Mombeja/Beringel, anunciou uma nova parceria de investigação com o Centro Hércules, da Universidade de Évora, para o desenvolvimento de diversos estudos de arqueometria ao longo de 2014.

Os trabalhos analíticos incidirão sobre materiais líticos e cerâmicos recolhidos nas escavações efectuadas no Outeiro do Circo, entre 2008 e 2013, para além de outras acções relacionadas com a investigação no terreno, explicou um dos coordenadores do projecto, Miguel Serra.

In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=2179

publicado por Zé LG às 00:37
31
Jan 14

publicado por Zé LG às 23:14
11
Jan 14

No seguimento da reunião da Comissão Eleitoral havida a 6 de janeiro de 2014, e dando cumprimento ao disposto no n.º 4 do artigo 7.º do Regulamento Eleitoral, divulga-se, a lista de candidaturas admitidas ao cargo de Reitor da Universidade de Évora:
Prof.ª Doutora Ana Maria Ferreira Silva Costa Freitas, de 59 anos, é professora do departamento de Fitotecnia e, entre 2006 e 2010, foi vice-reitora da universidade (http://home.dfit.uevora.pt/~afreitas/);
Professor Doutor Carlos Alberto Falcão Marques, de 56 anos, já desempenhou igualmente as funções de vice-reitor da UÉ, entre 2006 e 2008, e é professor do departamento de Gestão (http://home.dges.uevora.pt/~cmarques/);
Professor Doutor Carlos Alberto dos Santos Braumann, o actual reitor, de 62 anos, é docente da área de Matemática e está a cumprir o primeiro mandato;
Professor Doutor Manuel Pedro Ivens Collares-Pereira, de 62 anos, da área da Física, é investigador e titular da cátedra em Energias Renováveis, criada pela academia alentejana (http://www.uevora.pt/pessoas/%28id%29/37608).

 (aqui) e http://www.correioalentejo.com/?diaria=10732&page_id=36

publicado por Zé LG às 20:51
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
26
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
Alvitres mais comentados
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Ao lado do PM, PA aparentava algum entusiasmo. Mas...
Na SIC viu-se que o Costa não achou graça ao cante...
Se calhar o Rocha será mais firme a bater o pé ao ...
Querelas
O movimento Beja Merece + já se perdeu em querê-la...
Veio cá oferecer a vitória ao Rocha. Pobre Paulo A...
Somos tratados assim porque deixamos.
Se chamam a isto vir ajudar, mais valia ter ido di...
O que PA disse significou a resignação. Por isso C...
Pedindo de uma forma "encolhida", era bem de ver q...
Será que vai chegar?
Maior apoio do que o de ontem deve ser impossível ...
Eheheeh este das 00h23 bebeu alguma coisa ?
Os candidatos às Câmaras do distrito juntaram os b...
por mim podem meter os cavalos na cavalariça mais ...
blogs SAPO