Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
26
Nov 17

funcheira-1.jpg

A Câmara Municipal de Castro inicia, hoje, o serviço gratuito de transporte para alunos do concelho que frequentam o ensino superior e outros estabelecimentos de ensino, em Lisboa e no Algarve.

“Esta iniciativa permite aos estudantes o acesso facilitado e gratuito à estação da Funcheira, aos domingos, ao fim-da-tarde, com partida de Castro Verde às 18h30, e o regresso a Castro Verde, às sextas-feiras, com partida da Funcheira, às 19h30”.

Depois de concluído o período de inscrições, que terminou na quarta-feira, dia 22, com um total de 52 alunos do concelho inscritos, a primeira “viagem” será simbólica e com partida às 18h30 na Gare Rodoviária de Castro Verde.

Ver AQUI e AQUI.

publicado por Zé LG às 09:49
25
Nov 17

medway.jpg

Já se realizou a primeira circulação ferroviária entre os portos nacionais (Sines, Lisboa e Setúbal) e o porto seco de Mérida, fruto de uma parceria entre a MEDWAY e a RENFE que passou a assegurar a operação daquele Terminal desde o passado dia 15 de Novembro.

Composto por 22 vagões e com um comprimento de 460 metros, este comboio transportou 1.190 toneladas brutas de produtos estremenhos, nomeadamente concentrado de tomate e vidro, numa viagem de cerca de 9 horas.

Numa primeira fase, este serviço terá duas ligações semanais, que irão alargando com o objetivo de chegar às seis. No futuro, pretende-se também alargar este serviço a outras localidades em Espanha e em Portugal.

Até ao final do ano a MEDWAY e a RENFE esperam atingir as 20 mil toneladas de mercadorias transportadas através deste novo serviço.

publicado por Zé LG às 19:21
17
Nov 17

23621600_1541330699292404_908782362422040177_n.jpg

A ANA Aeroportos de Portugal e a empresa de engenharia e manutenção MESA, do mesmo grupo da companhia aérea Hi Fly, assinaram formalmente uma licença de ocupação de um novo hangar no Terminal Civil de Beja, onde aquela empresa irá desenvolver e expandir a sua atividade de manutenção de aviões, anunciou a ANA. As obras para a construção desta nova infraestrutura deverão ter início em abril de 2018 e espera-se que a conclusão da primeira fase ocorra até ao final desse mesmo ano.
A ANA Aeroportos de Portugal adianta que o investimento “permitirá a construção de um novo hangar, oficinas e arranjos exteriores com uma área total de 9 500 metros quadrados e um centro técnico com capacidade para aviões de grande porte, incluindo os modelos Airbus A330, A340 e A350”.
O novo hangar servirá “para a manutenção de base da frota de aviões Airbus da companhia aérea Hi Fly”, que já utilizava Beja para estacionamento e manutenção de linha há cerca de dois anos, “bem como para outras companhias aéreas com contrato de manutenção com a MESA”.
Ainda de acordo com a ANA, o desenvolvimento e expansão desta atividade conta igualmente com um novo centro logístico de suporte às atividades acrescidas de manutenção, com cerca de 6 000 metros quadrados, “cuja localização será decidida nos próximos meses e que poderá ser em Lisboa, Palmela ou Beja”.

publicado por Zé LG às 08:47
13
Nov 17

Nilza-de-Sena.jpg

No entender da deputada do PSD Nilza de Sena, “o esforço de coesão territorial como desígnio nacional não se compadece com regiões que ficam mais isoladas ou que têm difíceis acessos”.

A deputada do PSD referiu que “o Distrito de Beja não tem auto-estrada, tem uma estrada muito degradada entre Santa Margarida do Sado e Beja e não há notícias sobre a conclusão do IP8”.

Nilza de Sena afirma que há “acessos inaceitáveis” e lamenta que o governo não tenha verbas em Orçamento para avançar com a electrificação da linha ferroviária.

 

 

Migel-Madeira.jpg

O PCP realça, numa alusão a posições do PS, que “alguns aparentes sinais de regozijo e deslumbramento na Região, bem como afirmações de que os problemas se resolvem sem alaridos e em sigilo, pretenderá fazer esquecer que a situação existente deriva de décadas de política de direita da responsabilidade de governos do PS, PSD e CDS”.

Miguel Madeira, membro da DORBE do PCP, exige “medidas que passam pelo restabelecimento da ligação directa Beja/Lisboa, pela electrificação do troço Beja/Casa Branca e pela ligação Beja/Funcheira como importante ligação ao Algarve”.

publicado por Zé LG às 00:05
11
Nov 17

23031166_10156942930883975_4197552025318044260_n.j

O Pax Julia – Teatro Municipal da capital de distrito recebe neste domingo, dia 12, a partir das 16.00 horas, a reunião magna, aberta à população em geral, do movimento Beja Merece+. Neste encontro, o movimento quer definir, com todos, um trajeto para a região. É apresentado também, neste encontro, o vídeo do Beja Merece+.

publicado por Zé LG às 16:00
11
Nov 17

dest.1_500x208.jpg

Ver PROGRAMA.

publicado por Zé LG às 00:50
07
Nov 17

280920152020-123-475551.png

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, anunciou, no debate do Orçamento do Estado para 2018, que vai dar prioridade à aquisição do material circulante para as linhas do Alentejo, Oeste e Douro, o que vai permitir garantir a ligação direta Beja/Lisboa já em 2018.

Este novo material circulante, bi-modo, permite fazer a viagem, diretamente, de Beja para Lisboa, sem eletrificação da linha, evitando assim, as paragens em Casa Branca, a que as pessoas que fazem este trajeto têm estado sujeitas, desde 2011.

Recorde-se que a eletrificação da linha ferroviária Beja/Casa Branca não está contemplada no Plano Ferrovia 2020, porque tinha que ser concretizada através do Orçamento do Estado, segundo o ministro Pedro Marques.

 

Já se conseguiu alguma coisa. É preciso continuar a luta pela concretização desta promessa e pela modernização da linha. Beja e o Baixo Alentejo merecem mais.

Este domingo, DIA 12, REALIZA-SE UMA REUNIÃO MAGNA DO BEJA MERECE+, NO PAX JULIA – Teatro Municipal, para analisar a situação e tomar novas medidas em defesa da região.

publicado por Zé LG às 08:49
01
Nov 17

publicado por Zé LG às 00:50
26
Out 17

Paulo-Arsénio-2.jpg

O presidente da Câmara de Beja considera que “o mais urgente neste momento é corrigir a questão do transporte de passageiros entre Beja e Casa Branca”.

Lembrando que a linha “não será electrificada nos meses mais próximos”, pois tal não está previsto pelo Governo, Paulo Arsénio considera que, para melhorar o serviço, é necessário “substituir o material circulante”, frisando que “Não podemos continuar a permitir que as pessoas do baixo Alentejo, de Beja, de Alvito e de Cuba e das estações servidas por esta linha sejam tratadas da forma como estão a ser tratadas”.

O presidente da Câmara de Beja assegurou que vai exigir junto do Governo a electrificação da linha ferroviária até Beja e defendeu que, até que a linha seja electrificada, sejam colocados novos comboios a circular na linha.

Recorde-se que o Gabinete de Comunicação da CP reconhece que a supressão de horários, a substituição do comboio por autocarros e os atrasos constantes devem-se ao facto, do trajeto Beja/Casa Branca/Beja não estar eletrificado, situação que obriga, segundo este organismo, à utilização de material circulante obsoleto, ou seja de automotoras a diesel com mais de 50 anos. O Gabinete de Comunicação da CP deixou claro, igualmente, que por tudo isto é impossível evitar supressão de horários e atrasos na circulação de comboios.

publicado por Zé LG às 12:47
11
Out 17

IMG_2710.JPG

 Estrada de Pisões (Perto do Penedo Gordo).

publicado por Zé LG às 17:45
08
Out 17

579px_e59d7489e7a2db4241054.JPG

Continuam a decorrer  os trabalhos de repavimentação da estrada entre Quintos e Baleizão. A Câmara Municipal de Beja tem vindo a apostar na melhoria das acassibilidades em todo o concelho.

In: B NEWSLETTER | 06 de outubro de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 10:22
18
Set 17

rua da lavoura.JPG

As obras de requalificação da Rua da Lavoura estão a decorrer conforme previsto. Esta obra visa a alteração de traçado e redimensionamento da via nas ligações à variante de Beja. Está também prevista a requalificação de todas as infraestruturas e consequente repavimentação, numa via identificada como estruturante no âmbito do PARU.
Esta obra, com um custo total elegível de 1.082.651,70€,  financiada pela União Europeia em 920.253,94€, teve início em março deste ano, e prevê-se a sua conclusão em março de 2019.

In: B NEWSLETTER | 15 de setembro de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 12:45
17
Set 17

semana mobilidade.jpg

A 13ª edição da Semana Europeia da Mobilidade e a 15ª edição do Dia Europeu Sem Carros são iniciativas da Comissão Europeia, este ano subordinadas ao tema “As nossas ruas, a nossa escolha”. Em Beja, esta iniciativa irá decorrer entre os dias 18 e 22 de setembro, encerrando com o Dia Europeu sem Carros.
Como é hábito, o Município de Beja irá promover um conjunto de atividades dedicado à temática da Mobilidade. Entre o dia 18 a 22 de Setembro haverá uma exposição de projetos do Município de Beja. No dia 22 de Setembro, Dia Europeu Sem Carros, os transportes Urbanos de Beja serão gratuitos, e haverá uma exposição de viaturas elétricas, bem como uma campanha contra o estacionamento abusivo e um circuito de Prevenção Rodoviária, entre outras atividades.

In: B NEWSLETTER | 15 de setembro de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 20:18
11
Set 17

578px_e59b25f0363eb74251035.JPG

Têm decorrido durante toda esta semana trabalhos de repavimentação da estrada Municipal que liga Albernoa e Mina da Juliana.

In: B NEWSLETTER | 8 de setembro de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 13:53
11
Set 17

110720142353-359-PINELAFERNANDES.jpg

 

O candidato do PSD à Câmara Municipal de Beja, Pinela Fernandes, participa hoje, num debate televisivo, com os candidatos ao concelho nas autárquicas 2017, em Lisboa, e decidiu utilizar, para se deslocar, o comboio, como forma de expor a situação “degradante” em que se encontra.

publicado por Zé LG às 00:27
06
Ago 17

4282306950_3d8b7959ef_b.jpg

Seis anos depois do fim da ligação, os comboios de passageiros vão voltar a ligar a partir de setembro e diariamente a estação do Entrocamento a Elvas. A Linha do Leste volta assim a ligar o Entroncamento a Elvas depois de ter sido suprimida em 2011 por, segundo a CP, registar um prejuízo anual de 1,2 milhões de euros.

Já em setembro de 2015 foi reativada a ligação do Entroncamento a Portalegre. com ligações a Lisboa, Porto e Coimbra, às sextas-feiras e domingos. Dois anos depois chega a vez de Elvas voltar a ter esta ligação.

Imagem de Nuno Mourão.

publicado por Zé LG às 10:14
30
Jul 17

ponte_albardao-360x300.jpg

A variante e a nova ponte do Albardão, na estrada entre Évora e Reguengos de Monsaraz, abre ao trânsito na próxima segunda-feira.

A obra da responsabilidade da empresa pública Infraestruturas de Portugal envolveu um investimento de três milhões de euros.

A variante tem 2,7 quilómetros de extensão e a nova ponte sobre o rio Degebe ficou com 117,5 metros de comprimento.

A inauguração está marcada para segunda-feira, as 11:00, junto à obra, na Estrada Nacional 256, com a presença do ministro das Infraestruturas, Pedro Marques.

publicado por Zé LG às 11:00
27
Jul 17

imgLoader.ashx.jpg

O Instituto Nacional de Emergência Médica-INEM e a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Alvito assinam protocolo, no próximo dia 28,  para constituição de um Posto de Emergência Médica.

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alvito em breve passará a dispor de uma nova Ambulância de Socorro, que integra o PEM (Posto de Emergência Médica) de Alvito, que será tripulada por elementos formados em técnicas de emergência, certificada pelo INEM.

Este veículo permitirá uma deslocação mais rápida e eficiente ao local da ocorrência, possibilitando auxílio mais célere e, eventualmente, um transporte mais rápido da vítima para as unidades de saúde.

O presidente da autarquia destaca o reforço da segurança das comunidades com este serviço que constitui uma melhoria no socorro que os bombeiros prestam no concelho.

publicado por Zé LG às 13:52
26
Jul 17

20265098_1844398655587384_4447702591939927749_n.jpVamos encolher os ombros?

Escreve Bruno Ferreira:

Em 2013 a Estradas de Portugal anunciou que a A26, entre Sines-Beja (inicialmente prevista até à fronteira com Espanha), era um “equívoco técnico”, e que os 35 milhões gastos até então, não eram significativos (?!?), e que parando as obras ainda se conseguiam poupar 60 milhões. Pelas contas do governo ficamos a saber que esta importante Auto-estrada A26 (apenas até Beja) custaria 95 milhões de euros – cerca de metade já gastos – entre outros, com expropriações (com validade de 15 anos, faltando 5 para expirarem e regressem aos seus antigos proprietários sem estes terem de indemnizar o Estado); com o abate de montado e de espécies protegidas; com material que apodrece nas bermas do IP8.

O concelho de Beja, há 10 anos exportava apenas 875 mil euros, mas depois de apostar fortemente nos sectores agrícola, agro-industrial e agro-alimentar, potenciando o investimento de Alqueva, exporta hoje mais de 113 milhões, concorrendo de sobremaneira para a competitividade do Alentejo e do todo nacional. Mas… onde está a retribuição do Estado para com este concelho? Estas condições rodoviárias conferem competitividade à economia regional? E à nacional? São seguras? Quantas pessoas ali perderam a vida? Quantos ficaram feridos? São cómodas e confortáveis? Que prejuízos provocam nos veículos? Quanto tempo faz perder no transporte de mercadorias? E para as necessidades das pessoas? Como podemos pensar no Aeroporto de Beja sem uma estrada, sequer, digna desse nome?

 

 

publicado por Zé LG às 13:51
19
Jul 17

autocarro_vn-720x430.jpg

Vendas Novas tem, desde ontem, uma rede urbana de transportes públicos.

Trata-se de um projeto experimental, que disponibiliza, para já, três rotas.

Os autocarro vão assegurar as ligações entre o centro da cidade e Afeiteira, Campos da Rainha e Bombel.

“Vendas Novas tem agora e finalmente uma rede urbana de transportes”, que “vai permitir a todos os cidadãos mobilizarem-se dentro da cidade, andarem de um lado para o outro e estarem mais próximos uns dos outros e dos serviços públicos”, destaca o presidente da Câmara, Luís Dias.

Denominada “Mais perto”, a rede de transportes foi a ideia vencedora da edição de 2016 do Orçamento Participativo.

O projeto resultou de uma parceria do município com a empresa Rodoviária do Alentejo.

publicado por Zé LG às 12:39
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sim, felizmente há outros exemplos dignos de desta...
Sim, melhor pelos serviços de saúde prestados (ima...
Sim, é melhor irem fazendo alguma coisa.
Sempre se vai lutando e fazendo alguma coisa, cara...
Vamos vendo e assistindo .As vezes podem ,querem o...
Não sejamos injustos. Os profissionais que lá trab...
E aí de nós se precisamos de cair na Urgencia! Pod...
Então agora sigam o ditado...
Quem se dispunha foi afastado.
O pior ê que não se vê quem queira,começando pelo...
Mais vale quem quer do que quem pode.
E não tenha dúvidas que os braços caídos são mais ...
Só na cabeça de quem já desistiu!
Ainda tem dúvidas? No hospital já muitos sabem iss...
Uma causa perdida?
blogs SAPO