Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
23
Mar 17

por: Joana Marques

Amigo de longa data.
Conheço-o há mais de 20 anos.
Trabalhava numa empresa há 17 anos. Uma média empresa.
Era diretor de um departamento.
Trabalhava de dia e de noite. Não tinha férias como deve ser. Feriados só às vezes. Fins de semana só quando calhava
Tinha um horário de trabalho. 8 horas por dia. Nunca era cumprido. Dava todos os dias mais horas à empresa.
Dedicado. Muito dedicado.

Este meu amigo é casado e tem dois filhos.
O Afonso tem 13 anos e o António tem 5.
Os fins de semana, feriados e férias que dedicou à empresa tirou-os à família. Aos filhos.

Um dos poucos fins de semana que não trabalhou foi passá-lo com a família.
Escolheu a casa que herdou dos pais.
Perto da barragem de Montargil.

Não tinha rede de telemóvel.
Na empresa houve um stress qualquer.
Ligaram-lhe. Não atendeu. Porque não tinha rede.

Quando se apresentou na segunda-feira para trabalhar foi despedido.


Deixado por Anónimo a 22 de Março de 2017 às 13:40, AQUI.
publicado por Zé LG às 08:50
16
Mar 17

Esse "mediático" Director de Recursos Humanos, que entre tantas outras coisas já foi Auxiliar, Assistente Técnico, Chefe de Divisão, Formador, interlocutor da IGAS para a área disciplinar (e que continua com a área disciplinar) e democraticamente eleito presidente de uma Junta de Freguesia entre 2009 e 2013 pelo PS e que NÃO DEVE ABSOLUTAMENTE NADA À POLITICA encontra-se disponível para, dentro dos princípios que norteiam o segredo profissional, disponível para prestar todos os esclarecimentos que entendam por necessários e desmentir o rol de mentiras que aqui é proferido. Encontra-se também disponível e convida quem escreveu o post anterior a fazer uma denúncia ao IGAS para que dessa forma possa explicar não apenas o que não se encontra abrangido pelo dever de sigilo como tudo o que a IGAS entender. Quem não deve não teme. Estão desde já convidados a fazê-lo e quem escreveu isto decerto que me conhece, se não querem dar a cara podem mandar algum emissário que explicar-lhes-ei por A + B e com respeito pelo dever de sigilo, todos os actos praticados. Até porque sempre foi um acérrimo defensor dos princípios da administração aberta e transparência como tal força, saberão com certeza onde o encontrar, se calhar até têm o contacto telefónico.
Fiz este post agora, em serviço, única e exclusivamente em defesa da minha própria honra, e porque me vieram contar o que estava escrito.

Vitor Paixão a 16 de Março de 2017 às 09:55, AQUI.

publicado por Zé LG às 22:28
06
Mar 17

inacio.jpgFaleceu ontem, dia 5, no hospital de Beja, António Inácio, de 63 anos de idade, natural de Ourique.

Trabalhou, de 1989 a 2008, na gráfica da Associação de Municípios do Distrito de Beja (AMDB)/”Diário do Alentejo” como impressor de artes gráficas. Atualmente exercia as funções de assistente operacional na Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (Cimbal). Exerceu, sempre, a sua profissão com extremo profissionalismo e dedicação.

O funeral de António Inácio está marcado para amanhã, Terça-Feira, pelas 9 e 30 horas, para o cemitério do Penedo Gordo, onde residia.

À família enlutada apresento as mais sinceras condolências.

publicado por Zé LG às 21:53
06
Mar 17

280320162235-790-OrdemdosMdicos-Beja.jpg

Miguel Guimarães marca presença na cerimónia de tomada de posse dos dirigentes Sub-Regionais de Beja, eleitos para o triénio 2017/2019. Uma iniciativa marcada, para hoje, as 19.00 horas na sede distrital de Beja da Ordem dos Médicos.
Pedro Vasconcelos, parte para um 4º mandato como presidente do Conselho Distrital, em declarações à Voz da Planície, afirma que a aposta vai para um trabalho de continuidade.
Para além da tomada de posse, realiza-se também, a recepção aos médicos internos, um momento importante que se realiza há já vários anos, como afirma Pedro Vasconcelos.

publicado por Zé LG às 08:49
03
Fev 17

16299489_10154595421114580_4938717082847275108_n.j

publicado por Zé LG às 12:50
03
Fev 17

020220171124-332-grevepessoalnodocente.jpg

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, a Federação dos Sindicatos da Administração Pública e a FNE-Federação Nacional da Educação, marcaram para, hoje, uma greve dos trabalhadores não docentes das escolas e jardins-de-infância em protesto contra a precariedade laboral.

O protesto surge para reivindicar o fim da precariedade e a dignificação dos direitos dos trabalhadores. Uma dignificação que passa por colocar os trabalhadores sem termos nos locais de trabalho, por dar uma especificidade às suas funções e pela valorização dos seus salários.

As Juntas de Freguesia da cidade de Beja e três Associações de Pais reuniram esta semana com a DGEstE – Direcção Geral dos Estabelecimentos Escolares, a quem foi exposta a necessidade de pessoal não docente nas escolas da cidade.

Miguel Ramalho, presidente da União de Freguesias de Santiago Maior e São João Baptista, lamenta a falta de resultados práticos saídos da reunião com a DGEstE, pelo que as freguesias da cidade vão solicitar agora reuniões com as direcções dos Agrupamentos de Escolas.

publicado por Zé LG às 08:45
31
Jan 17

Capturar.PNG

In edição nº 1814, de 27-01-2017 do Diário do Alentejo.

publicado por Zé LG às 18:45
27
Jan 17

Cruz-1813.jpg

A Cruz Vermelha Portuguesa de Beja vai reduzir o subsídio de refeição a todos os trabalhadores. José Tadeu de Freitas, diretor do Centro Humanitário, justifica a medida com a não obrigatoriedade desta remuneração à luz do Código do Trabalho.

No final do mês de janeiro, quando receberem os ordenados, os trabalhadores do Centro Comunitário de Beja da Cruz Vermelha Portuguesa levarão para casa apenas 1,75 euros de subsídio de refeição, um valor menor do que auferiam em 2016.
José Tadeu Freitas, numa diretiva interna para “especificar a relação laboral” na instituição, refere, no ponto quatro do documento, que não sendo o subsídio de refeição “referido no Código do Trabalho não é uma remuneração obrigatória”, não obstante o Centro Humanitário ter garantido até ao fim do ano “a alimentação dos seus colaboradores e complementar com o subsídio de alimentação”.
Determina, pois, que “para o ano de 2017” seja pago a todos os trabalhadores, e por cada dia de trabalho, o valor de 1,75 euros.
Numa carta recebida na redação do “Diário do Alentejo” um trabalhador do centro afirma haver “medo e um descontentamento generalizado”, pondo em causa o caráter “humanitário” da instituição onde trabalha.
O mesmo trabalhador acusa ainda a Cruz Vermelha de Beja de impor “um regime de voluntariado à força” e mostra-se apreensivo com a “ameaça de fecho dos dois lares”.
O “DA” tentou, por várias vezes, contactar José Tadeu de Freitas, mas foi impossível chegar à fala com o responsável da instituição.AF

publicado por Zé LG às 08:53
24
Jan 17

200120171716-117-ORDEMEDICOS.jpg

O Conselho Sub-Regional de Beja da Ordem dos Médicos denuncia a existência de “problemas recorrentes e frequentemente graves” com a climatização do Centro de Saúde de Beja.

Em causa está a “inactividade” dos sistemas de ar condicionado “o que só não se torna mais dramático pelo facto de em alguns espaços haver uns (poucos) aquecedores, alguns dos quais comprados por profissionais do Centro de Saúde do seu próprio bolso, em anteriores anos”.

A Ordem fala “de más condições de espera e atendimento dos utentes e de trabalho para os profissionais, ora sujeitos ao calor, ora ao frio, sem qualquer respeito pelo conforto e dignidade de uns e de outros”.

Numa altura em que se multiplicam alertas, torna-se “verdadeiramente caricato que num Serviço de Saúde se divulguem tais alertas, e simultaneamente seja aí que as mesmas medidas sejam negligenciadas, ano após ano”.

publicado por Zé LG às 08:47
18
Jan 17

170120171514-669-IMG_2563.JPG

Vidigueira realizou uma reunião, com diversas entidades com responsabilidades/competências nas áreas da segurança, saúde e condições de trabalho, sobre a situação dos trabalhadores imigrantes no concelho, com o objetivo de discutir a criação de mecanismos que defendam as condições de vida e de trabalho destes imigrantes.

São muitas as pessoas, de diferentes nacionalidades que chegam ao país e aos concelhos onde a mão-de-obra é mais precisa, em determinadas alturas do ano e que são sujeitas a exploração e situações de tráfico humano, assegurou Carlos Graça, responsável pela Unidade Local do Litoral e Baixo Alentejo da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), durante a sua participação na conferência realizada em Vidigueira. Carlos Graça frisou mesmo, que a parte negra dos fluxos migratórios é a exploração e o tráfico humano.

publicado por Zé LG às 12:45
06
Jan 17

201120141234-46-concentraoenfermeirosII.jpg

De acordo com o sindicato há carência de enfermeiros nas diversas unidades de saúde e os que lá trabalham estão exaustos.
Edgar Santos, coordenador do SEP no Alentejo, afirma que esta carência de profissionais está a levar à acumulação de horas extraordinárias e, nalguns casos, impede o gozo de feriados.
Ainda segundo, Edgar Santos, a solução passa naturalmente por integrar mais enfermeiros no sistema, porque eles existem só falta é vontade por parte da tutela para os contratar.

publicado por Zé LG às 12:46
06
Jan 17

060520141742-108-mdicos.jpg

A ARS Alentejo deu as boas vindas aos médicos que escolheram o Alentejo para fazer os seus internatos.

Iniciam internato em 16 especialidades, 51 médicos. Estes internatos decorrem nas três unidades locais de Saúde, do Alentejo, Baixo Alentejo e Alentejo Litoral, destes 51, 11 médicos internos já fizeram o internato de ano comum, em algum dos serviços da região Alentejo. Vão iniciar ainda, o internato de ano comum, 52 médicos que ficarão dispersos pelos quatro hospitais da região Alentejo, informa a Administração Regional de Saúde (ARSA), em nota de imprensa.

A ARSA revela ainda, que ao todo foram abertas 103 vagas para este internato. Neste grupo, 39 escolheram o Alentejo como 1ª ou 2ª opção, 9 tinham outras opções e 4 não referiram nenhuma instituição para realizar o estágio e aceitaram as vagas do Alentejo.

publicado por Zé LG às 00:22
26
Dez 16

aid6725om-sul-75.jpg

Uma jovem médica de medicina interna do Hospital Espírito Santo de Évora foi galardoada com o Prémio Professor Jorge da Silva Horta, um prémio que pretende distinguir os melhores trabalhos publicados sobre investigação clínica de jovens médicos e que teve, em 2016, a sua primeira edição.

Vera Sarmento foi premiada por um artigo - “Past trends and projections of hospital deaths to inform the integration of palliative care in one of the most ageing countries in the world” – que incide na nas mortes em hospitais e nos cuidados paliativos prestados em Portugal.

publicado por Zé LG às 00:06
30
Nov 16

Na sequência da intervenção que expressei no debate promovido ontem pela Ordem dos Médicos em Beja, importa clarificar aqui a minha posição. É de todos conhecida a situação de carência de recursos - humanos, materiais e financeiros - que sendo antiga na nossa Região se tem no entanto vindo a agravar nos últimos anos. Quero manifestar publicamente a minha convicção de que a solução para ultrapassar essas dificuldades passa por uma profunda reorganização da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo. A deixar perder-se a oportunidade governativa atual, mantendo-se inalterados hábitos de ineficiência, estruturas estagnadas, profissionais desmotivados e aceitação do 'status quo', tudo na ULSBA definhará e o Baixo Alentejo perderá o seu SNS. É este o desafio que os profissionais da gestão da ULSBA têm de saber superar. É este também o desafio a que a Comunidade Intermunicipal terá de responder.

Munhoz Frade a 30 de Novembro de 2016 às 14:06, AQUI.

publicado por Zé LG às 13:41
18
Nov 16

171120161615-415-manifestacao.jpg

 

publicado por Zé LG às 12:35
27
Out 16

261020161627-148-pacemakers.jpg

Foi o médico cardiologista Luís Moura Duarte que tornou esta área uma realidade no Hospital de Beja e que lidera aequipa multidisciplinar que colabora na implantação e seguimento dos doentes com pacemakers. A colocação de pacemakers começou em 2003 e atualmente trata e acompanha 1500 doentes, a que se juntam outros, que não tendo implantado os seus dispositivos em Beja são seguidos neste Hospital por viverem nas suas proximidades.

Esta técnica em que o Hospital José Joaquim Fernandes foi pioneiro na região Alentejo – é o centro de Pacing mais antigo, em funcionamento - já beneficiou 1500 doentes, que se mantêm em follow-upna consulta de Programação de Pacemakers.

É de salientar ainda, a diferenciação técnica do Serviço de Cardiologia do Hospital de Beja, ao longo dos últimos 13 anos, pois permite manter, na proximidade, a prestação de cuidados de saúde com elevada qualidade e evitando que os utentes do distrito de Beja façam deslocações para a implantação e seguimento destes dispositivos, frisou, igualmente, o médico cardiologista Luís Moura Duarte.

publicado por Zé LG às 18:09
20
Out 16

O primeiro-ministro afirmou que é preciso pagar bem (centenas de milhares de euros por ano) aos administradores da CGD para que não se repitam os problemas do passado. 

Para antónio Costa, os problemas da CGD e da banca em geral resultam das baixas remunerações dos administradores bancários, que atingem várias dezenas de salários mínimos. E depois pretende que estes - os trabalhadores que recebem o salário mínimo ou menos -, tenham brio profissional, trabalhem com empenhamento e aumentem a produtividade... 

publicado por Zé LG às 21:23
18
Out 16

Mais de um mês depois da abertura do novo ano lectivo, podíamos escrever de novo o que escrevemos aqui há um ano. Ainda não foram colocados os professores de ensino especial nem os terapeutas de apoio ao alunos que deles necessitam. Continua a saga da dificuldade de substituição dos professores que faltam, o que obriga à distribuição dos alunos dessas turmas por outras, com a perturbação que isso gera. Ainda há falta de pessoal auxiliar em muitas escolas, o que levou a que os trabalhadores ao serviço fizessem greve hoje numa escola, devido à sobrecarga de trabalho.

E perante esta “nova normalidade” o governo e os responsáveis do Ministério da Educação, que afirmaram que o novo ano lectivo tinha começado com normalidade, não aparecem a pedir desculpa por estas faltas, nem a informarem quando elas vão ser ultrapassadas.

E nós, os pais e encarregados de educação, que em anos anteriores nos mobilizámos para reivindicar a resolução rápida destes problemas, parece que nos habituámos a esta “nova normalidade”, talvez anestesiados pela “geringonça”… Mas isso não pode acontecer! Não podemos aceitar o que sempre contestámos. Não podemos calar a nossa indignação perante o mau funcionamento dos serviços públicos, designadamente os de Educação, que ano após ano, repetem as mesmas falhas, que mais penalizam os alunos que mais necessidades têm. Não nos podemos acomodar quando estão a lixar o futuro dos nossos filhos!

publicado por Zé LG às 09:57
07
Out 16

061020162110-732-DSC_0053.JPG

Proporcionar momentos de partilha de informação, entre os Médicos Internos das 4 regiões do Alentejo, de diversas especialidades e de diversos níveis de aprendizagem, com os seus orientadores e em articulação com os respectivos Conselhos de Administração é o principal objectivo.

O Alentejo conta, este ano, com um total de 227 Médicos Internos, alguns em estágio noutras Unidades de Saúde Nacionais, bem como em Unidades de Saúde Internacionais, acreditadas pela Ordem dos Médicos.
O internato médico realiza-se após a licenciatura em Medicina e corresponde a um processo único de formação médica especializada, teórica e prática, tendo como objectivo habilitar o médico ao exercício tecnicamente diferenciado na respectiva área profissional de especialização.

publicado por Zé LG às 08:46
03
Out 16

transferir.jpg

Mário Wilson morreu hoje, aos 86 anos, anunciou o Benfica, clube que levou ao triunfo na Taça de Portugal de futebol como treinador em 1979/80 e 1995/96.

Natural de Maputo, em Moçambique, o 'velho capitão' foi o primeiro técnico português a ganhar o campeonato nacional com o Sport Lisboa e Benfica.

No Sporting, como jogador, chegou para substituir Fernando Peyroteo. No entanto, foi na Académica de Coimbra que fez a sua carreira, foram 16 anos ao serviço dos estudantes.

Como treinador, orientou o Benfica em três ocasiões, em 1975/76, 1979/80 e 1995/95, mas também emblemas como Académica, Belenenses, Vitória de Guimarães e Boavista, entre outros, assim como a seleção portuguesa na qualificação para o Europeu de 1980.

publicado por Zé LG às 23:40
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Bardamerda para quem não é doutor ou inginhero.
Não seja palerma, quer lá comprar o Dr. Anibal Cos...
Os anónimos que estão a criticar, quem ousa ter op...
Vejam nas folhas de presença, quem foi a assisten...
Já agora vejam lá de quem é a empresa que está a o...
Sim.Era obrigado a atender o telefone ao Domingo é...
Então esse senhor era obrigado a atender no seu te...
Então esse senhor era obrigado a atender no seu te...
Então os xuxialistas de Beja, principalmente o rui...
Então os xuxialistas de Beja, principalmente o rui...
Então os xuxialistas de Beja, principalmente o rui...
E quem consegue falar com esta senhora???Segundo ...
Já agora, quem foi essa assistente técnica?
O armazém do hospital não tem material de uso clín...
Pois não se percebe. E se ainda não percebeu que h...
blogs SAPO