Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
24
Out 17

20170911_162642 B.jpg

A ACOS reativou a campanha solidária de entrega de bens alimentares para o gado destinados principalmente a ovinicultores afetados pelos incêndios.

A Raça Ovina da Serra da Estrela, é um dos patrimónios com perdas inestimáveis, das quais se contabilizam 3000 ovelhas mortas pelos incêndios. Além dos animais, também ficaram destruídas infraestruturas agrícolas, ovis, cercas, pastagens, palha, e outras reservas de alimentação. Este importante património que foi seriamente afetado, põe ainda em causa a produção do Queijo Serra da Estrela, cujo leite, proveniente desta raça autóctone, determina a pureza do queijo regional com a Denominação de Origem Protegida (DOP).

A ACOS, particularmente consternada com a situação que agora enfrenta a sua associação congénere, está a conjugar a entrega de palha, cereais e rações aos seus parceiros de Oliveira do Hospital, com a ANCOSE. Estas duas associações partilham desde a sua génese a defesa das raças autóctones, a Campaniça no Alentejo e a Serra da Estrela na região centro, bem como de todo o património que delas advém, genético, cultural e da produção.

publicado por Zé LG às 13:55
02
Ago 17

2048_incendio-alto-s-bento-18-07-2016-33.jpg

Através da Comissão de Trabalho de Fisiopatologia Respiratória e DPOC, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) divulgou um conjunto de medidas que ajudam a minimizar os riscos de complicações respiratórias, especialmente dirigida às pessoas que sofrem de patologias crónicas.

“A exposição prolongada a temperaturas elevadas é prejudicial à saúde, em geral, e, em particular, ao aparecimento ou descompensação das doenças respiratórias. A agudização de doenças respiratórias crónicas é frequente neste período, constatando-se também o aparecimento de doenças agudas, como as broncopneumonias, que não acontecem somente no Inverno”, esclarece a coordenação da Comissão de Trabalho de Fisiopatologia Respiratória e DPOC.

Leia as RECOMENDAÇÕES.

publicado por Zé LG às 17:46
tags: ,
17
Jul 17

578px_e5967a8f906820755609.jpg 

In: B NEWSLETTER | 14 de julho de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 13:30
12
Jul 17

ALTERAES%20CLIMTICAS.jpg

publicado por Zé LG às 00:06
27
Jun 17

Campanha de recolha de alimentos para gado visa auxiliar os agricultores do centro do país

A ACOS inicia hoje até ao final do mês de Julho, junto dos seus associados, uma campanha solidária com os agricultores da região Centro do País, cujas explorações foram totalmente devastadas pelos incêndios dos últimos dias.

A campanha consiste na angariação de alimentos para gado - palha, feno, sementes, rações, entre outros -, que são concentrados nas instalações da ACOS, que se encarregará pelo seu armazenamento, transporte e entrega.

Os incêndios destruíram por completo largos hectares de zonas de pastoreio e também muitas reservas de alimentos que os agricultores tinham para alimentar o gado. Com esta iniciativa apelamos à solidariedade dos nossos associados que queiram contribuir. É um gesto simbólico que pode fazer diferença na vida dos nossos colegas que têm o seu sustento totalmente destruído, e no caso das explorações agrícolas e pecuárias, a sua recuperação pode levar anos, para não dizer décadas”, afirma Rui Garrido, Presidente da ACOS.

Quem pretender colaborar deve contactar com a ACOS, através do telefone nº 284310350.

publicado por Zé LG às 16:55
11
Fev 17

024.JPG

 Parece mentira, mas de vez em quando acontece...

publicado por Zé LG às 19:09
04
Fev 17

018.JPG

Há dias no meu trajeto habitual para Beja, dei conta que algumas culturas estavam a ser regadas com “pivots” em pleno Inverno, o que significa que a humidade e retenção de água no solo é diminuta, logo, comprometedora para a normal germinação das plantas semeadas e plantadas. O ano de 2016 já foi um ano considerado de pouca pluviosidade e agora entrámos no atual com uma situação semelhante. Esta constatação provoca a recorrente discussão pública sobre a gestão dos recursos hídricos, a qual deverá de ser feita de acordo com os princípios da racionalidade. São desoladoras as imagens das albufeiras da nossa região com o registo das suas escassas reservas, perigando a qualidade no abastecimento público de água às populações e também para o normal funcionamento de alguns perímetros de rega.
Os efeitos nefastos das alterações climáticas são sintomáticos e começam a fazer-se sentir, paralelamente, começam a haver registos deveras preocupantes.

...

Concluiremos que este tema merece uma atenção redobrada, porque se enquadra de forma muito nítida, na própria sobrevivência da raça humana.
No Alentejo, apesar do cenário de penúria hidrológica (leia-se seca), existe um instrumento infraestrutural estratégico que pode nestas circunstâncias amenizar os efeitos gravosos que a seca impõe. Essa infraestrutura é a Albufeira de Alqueva, que possibilita municiar os outros reservatórios disponíveis e com operacionalidade para cumprir a sua missão. Para tal, importa que as diferentes entidades intervenientes na gestão da água pública na região, se entendam e definam com sentido de responsabilidade as formas mais eficazes para que, sobretudo a agricultura e o abastecimento público de água às populações não sofram os indesejáveis constrangimentos que a mãe natureza ciclicamente impõe.

Manuel Camacho, in: Diário do Alenejo, edição de ontem.

publicado por Zé LG às 12:33
04
Jan 17

025.JPG

publicado por Zé LG às 22:38
17
Nov 16

161120161614-52-MauTempoapoios.JPG

O Ministério da Agricultura abriu novas candidaturas a apoios para “restabelecimento do potencial produtivo” nas localidades afectadas pelos tornados.

Em causa estão territórios integrados em 5 municípios do Alentejo que, no passado mês de Outubro foram varridos por ventos de intensidade extrema.

Os apoios, a fundo perdido, atingem os 80% da despesa elegível, no caso dos produtores detentores de seguro, e os 50% da despesa elegível no caso das restantes explorações agrícolas.

São abrangidas as Freguesias de Salvada e Quintos (Beja); Faro do Alentejo (Cuba); Alcaria Ruiva (Mértola); Brinches, Pias, Salvador, Santa Maria, Vila Nova de São Bento, Vale de Vargo, Vila Verde de Ficalho (Serpa) e Pedrogão (Vidigueira).

publicado por Zé LG às 08:45
29
Out 16

271020161634-603-MauTempo.JPG

A Câmara Municipal de Serpa solicitou ao Ministro da Agricultura uma reunião, com “carácter de urgência”, devido à intempérie que se abateu sobre o concelho de Serpa.

A autarquia já pediu a todos os empresários agrícolas o valor dos prejuízos causados pela passagem de um mini-tornado pelo concelho, no início desta semana.

Quais as verbas a que as explorações agrícolas afectadas se podem candidatar e que apoios podem ser dados para a replantação e reconstrução de propriedades são alguns dos temas que o autarca pretende levar à reunião com Capoulas Santos.

Tomé Pires frisa que o mau tempo provocou estragos em armazéns, arrancou árvores em olivais novos e destruiu alguns pivôts de rega.

publicado por Zé LG às 16:08
24
Out 16

002.JPG

publicado por Zé LG às 21:55
22
Out 16

012.JPG

publicado por Zé LG às 19:00
28
Set 16

004.JPG

Esta tade.

publicado por Zé LG às 18:07
tags: ,
19
Set 16

160920161747-479-Seca.jpg

O Boletim Climatológico do IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera indica que no final do mês passado a região do Baixo Alentejo estava em “seca fraca”, frisando que “no final do mês de Agosto verificou-se, em relação ao final de Julho, um aumento da área em situação de seca fraca na região sul”.

Segundo o IPMA, o mês de Agosto foi “extremamente quente e seco”, “com a temperatura máxima mais alta desde 1931, igualando Agosto de 2003”. Em Beja, a média da temperatura mínima foi de 17,2 Graus Celsius. A média da temperatura máxima atingiu os 35,7 Graus Celsius. O dia 8 de Agosto foi o mais quente do mês com os termómetros a atingirem os 40,6 Graus Celsius, em Beja.

publicado por Zé LG às 08:49
17
Ago 16

160820161746-853-METEO.jpg

Seis das sete estações da Rede MeteoAlentejo foram distinguidas com o título de “Estações Estrela de Ouro” pelo Weather Underground.

Serpa, Beja, Mértola, Amareleja, Moura e Marvão foram as estações galardoadas.

Esta entidade gestora mundial das estações meteorológicas automáticas, decidiu atribuir este título às estações MeteoAlentejo, “por considerar que são equipamentos de elevada qualidade, isto depois de uma rigorosa avaliação”, explica Luís Mestre, promotor do projecto.

publicado por Zé LG às 01:11
09
Jul 16

2016-07-09 003.jpg

publicado por Zé LG às 23:50
07
Jul 16

7.7 014.jpg

 ... foi tirada no Penedo Gordo, ao fim da tarde, onde choveu.

publicado por Zé LG às 01:00
10
Jan 16

DSC_0007.jpg

publicado por Zé LG às 23:47
14
Set 15

Baixo Alentejo em seca severa 

130920152053-752-Seca.JPG

O boletim climatológico de Agosto do IPMA- Instituto Português do Mar e da Atmosfera, coloca o Baixo Alentejo em seca severa.
O documento agora publicado indica que, no final do mês passado 24% do território estava em situação de seca fraca a moderada e 74 % do território estava em situação de seca severa a extrema. É, segundo o Instituto, a segunda seca mais grave dos últimos 70 anos.

publicado por Zé LG às 00:47
20
Jul 15

DSC_0002.jpg

publicado por Zé LG às 19:41
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sempre se vai lutando e fazendo alguma coisa, cara...
Vamos vendo e assistindo .As vezes podem ,querem o...
Não sejamos injustos. Os profissionais que lá trab...
E aí de nós se precisamos de cair na Urgencia! Pod...
Então agora sigam o ditado...
Quem se dispunha foi afastado.
O pior ê que não se vê quem queira,começando pelo...
Mais vale quem quer do que quem pode.
E não tenha dúvidas que os braços caídos são mais ...
Só na cabeça de quem já desistiu!
Ainda tem dúvidas? No hospital já muitos sabem iss...
Uma causa perdida?
Morte muitas vezes aqui anunciada.Depois de “porta...
Eles não estão lá para dar essas respostas.
Sim. Os seguros pagam e os médicos da Urgencia tam...
blogs SAPO