Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
13
Jun 17

img27.jpg

Durante três dias, Évora será a capital nacional da Angiologia e Cirurgia Vascular. Entre 15 e 17 de junho, o Hotel Vila Galé Évora recebe o XVII Congresso da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular, um momento de atualização de conhecimento e troca de experiência clínica para os profissionais de saúde, em que se discute também o futuro da prática desta especialidade.

0001.jpg

 

Com uma programação abrangente, ao longo dos três dias do congresso, vão ser discutidas diferentes áreas que preocupam os cirurgiões vasculares e analisados os resultados clínicos das atuais estratégias de atuação em algumas delas, destacando as: Doença Venosa, Cerebrovascular, Arterial Periférica e da Aorta.

Relativamente à primeira e última das acima referidas e durante o Congresso, serão efetuadas campanhas de divulgação, sensibilização e rastreio da população, chamadas “A Aorta não avisa” e “Alerta Doença Venosa”, dada a sua importância e, ao mesmo tempo, o seu subdiagnóstico. 

publicado por Zé LG às 13:50
28
Mai 17

"É negativo que, em ministérios chave, como o da saúde, se sigam orientações de continuidade com o que vinha do tempo do PSD/CDS e se acentue, na prestação de cuidados de saúde, o retrocesso do Serviço Nacional de Saúde a favor de um capitalismo avassalador. 

Ao eleger o austeritarismo como eixo de orientação na saúde, na ideia de fazer do sector o campeão do controle do défice, de resto objeto de reparo no relatório do Observatório Europeu de Sistemas e Políticas de Saúde, o ministério está a devastar a qualidade dos serviços públicos e a restringir o acesso e os direitos da população, ao mesmo tempo que crescem ofertas privadas, viradas para um consumismo enganador. 

Leia o resto desta posição da Renovação Comunista, AQUI.

publicado por Zé LG às 11:54
27
Mai 17

Neste momento, na área da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulsba), existem 12 médicos a cumprirem o internato na especialidade de Medicina Geral e Familiar. Segundo números disponibilizados pela Ulsba, dos 90 médicos a exercerem nos vários centros de saúde do distrito (exceto Odemira), 34 são estrangeiros (24 de Cuba, três do Brasil e um da Rússia, Moldávia, Moçambique, Espanha, Holanda, Peru, Colômbia e Holanda).

Vasconcelos1-1830.jpg

Cada um dos clínicos é responsável por uma lista de 1 400 doentes, sendo que, “neste momento, há só uma lista [de utentes] no Centro de Saúde de Beja sem médico de família”. No resto do distrito a cobertura é completa, assegura a Ulsba.
Mas para Pedro Vasconcelos, “uma coisa é ter médico, outra é ter médico de família, alguém especializado em Medicina Familiar”. O presidente da Ordem dos Médicos em Beja lembra que “os médicos estrangeiros a exercer em Portugal têm a possibilidade de requerer a especialidade à Ordem dos Médicos. Têm é que fazer as provas exigidas, como já aconteceu, pelo menos, com uma”, mas tal não tem sido prática.

Leia todo o artigo de Aníbal Fernandes AQUI.

publicado por Zé LG às 15:05
19
Mai 17

180520172206-626-DiaMundialMdicoFamilia.jpg

Assinala-se nesta sexta-feira, o Dia Mundial do Médico de Família, uma data para destacar o papel e o contributo destes profissionais, nos sistemas de saúde em todo o mundo e celebrar os progressos em medicina familiar. O lema escolhido, pela Organização Mundial de Médicos de Família, para a celebração deste dia foi “Vencer o sedentarismo... Adeus depressão!”.

A depressão é um problema que afeta cada vez mais as sociedades ditas desenvolvidas e em Portugal, a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar recorda que a par deste problema convive, muitas vezes e na mesma pessoa, o sedentarismo, pelo que faz todo o sentido ajudar os portugueses a encontrar um futuro mais saudável e ativo.

publicado por Zé LG às 08:45
15
Abr 17

O deputado do PS eleito por Beja, Pedro do Carmo, congratula-se com o anuncio feito pelo Governo, na semana passada, sobre a instalação nos municípios de Alvito, de Barrancos e de Cuba de ambulâncias do Instituto Nacional de Emergência Médica

Pedro do Carmo considera que a emergência médica e o acesso a cuidados de saúde fundamentais para a salvaguarda da vida humana assumem uma importância acrescida num território extenso como o do distrito de Beja.
O deputado socialista congratula-se com o reforço dos meios de emergência médica no distrito de Beja e com a eliminação da injustiça que persistia em Alvito, Barrancos e Cuba, três dos vinte concelhos em que não existia esta valência fundamental do Serviço Nacional de Saúde e da Protecção Civil.
Pedro do Carmo afirma que era uma lacuna grave o facto daqueles três concelhos não terem ambulâncias do INEM.

publicado por Zé LG às 15:45
09
Abr 17

Beja recebeu no último fim de semana o III Encontro de Famílias Dravet, uma iniciativa de âmbito nacional que teve a sua primeira edição em 2015, com o objetivo “de promover o convívio entre famílias, o acolhimento aos que ainda não se conheciam e o encontro entre as crianças” com a síndrome rara, classificada como “uma encefalopatia epilética de origem genética, grave, resistente ao tratamento”, que se manifesta no primeiro ano de vida “com o surgimento das primeiras convulsões”. O número de convulsões “pode variar muito de criança para criança e cerca de 15 por cento morrem antes de chegarem à adolescência”.

274.JPG

Neste terceiro encontro, que foi organizado pelas famílias de Beja, foi introduzida a componente de informação/formação, explica ao “Diário do Alentejo” Sofia Monteiro, mãe de um menino com Dravet e uma das organizadoras do evento. “Tivemos palestras com informação atualizada e muito importante para nós”, diz, adiantando que o encontro “correu muito bem”, sendo que estes eventos “implicam uma logística enorme”, como, por exemplo, “hospital e INEM de prevenção” e “um grupo de pessoas com capacidade de reconhecer e lidar com uma convulsão, para acompanhar as crianças nas suas atividades”. O encontro contou com o apoio de várias entidades e voluntários, frisa a organizadora.
A finalizar, Sofia Monteiro salienta que “para além das dificuldades que advêm de uma doença desta natureza que implicam uma vigilância de 24/24 horas, com consequências enormes na qualidade de vida da família”, há outras que estão relacionadas “com a inclusão das pessoas com Dravet na vida diária”: “É preciso que a vida escolar das crianças e jovens com Dravet seja enriquecida; que passem a integrar as turmas às quais pertencem em vez de ficarem remetidos às unidades de apoio à multideficiência; que sejam encarados como pessoas capazes de escolher, de aprender e de se desenvolver; que frequentem campos de férias com os seus pares; que estejam inseridos em atividades desportivas, de lazer e de cultura; que adquiram competências e saberes nas comunidades em que estão e que sejam acolhidos como membros dessa comunidade como efetivamente o são”, diz. 
No distrito de Beja são quatro os casos conhecidos, “três dos quais na cidade, uma frequência demasiado alta para a nossa dimensão”, frisa Sofia Monteiro. “É importante referir que estamos a falar de uma doença rara, com uma incidência estimada de 1/22 000 pessoas”.

NP, in Diário do Alentejo: Foto ZéLG 

publicado por Zé LG às 11:51
03
Abr 17

001 (2).bmp

publicado por Zé LG às 08:47
31
Mar 17

001.bmp

 Amanhã, esperamo-las na Herdade da Diabrória.

publicado por Zé LG às 14:00
28
Mar 17

Diabetes-1822.jpg

Mais de 40 por cento dos portugueses têm diabetes ou estão em risco de contrair a doença. De acordo com dados divulgados na passada semana pelo Observatório Nacional da Diabetes, mais de três milhões de portugueses têm alterações nas análises ao nível da glicémia e estão em risco de vir a sofrer as consequências desta doença. No Baixo Alentejo os dados são ainda mais assustadores, com o registo de mais de 12 mil doentes seguidos na unidade local de saúde. Uma população envelhecida, muito sedentarismo e o excesso de peso, incluindo entre jovens e crianças, estão a ditar um futuro negro para esta população. Mas há pequenos avanços e, a partir do próximo mês de abril, a consulta de diabetes juvenil do hospital de Beja contará com o apoio de um psicólogo clínico com experiência na área da diabetes.

Leia reportagem com texto de Natacha Lemos e foto de José Serrano, no Diário do Alentejo.

publicado por Zé LG às 18:14
27
Mar 17

Atualmente fala-se muito da saúde financeira das empresas e muito pouco da saúde das pessoas. Mas manter os colaboradores saudáveis é uma componente crucial para o sucesso dos negócios. A legislação obriga as empresas e colaboradores a cumprirem regras mas, muitas vezes, por desconhecimento, falta de sensibilização ou foco de uma equipa especializada, os acidentes de trabalho e doenças profissionais acontecem quando poderiam ser evitados.

E, quando se pensa em acidentes, não se trata apenas de ocorrências em profissões conhecidas por comportarem maior risco. Mesmo ao nível de um escritório, há cuidados a ter ao nível da Segurança e Saúde no Trabalho (SST). Medição da intensidade das luzes, ar condicionado ou circulação de ar são apenas alguns dos factores a ter em conta quando um técnico realiza a análise ao espaço, para definir as medidas a tomar com vista à melhoria das condições de trabalho.

O foco dos gestores de uma empresa está, obviamente, na produção e, também por isso, muitos têm dificuldade em gerir a componente de Segurança e Saúde no Trabalho. Em parte porque se trata de uma área específica que implica pessoal especializado e um conhecimento profundo das reais necessidades.

"A Segurança e Saúde no Trabalho atua na prevenção primária dos riscos ocupacionais e promove o desenvolvimento de locais de trabalho saudáveis."

publicado por Zé LG às 00:05
22
Mar 17

DFD4C3114BED41E1B362F4D6AE0B9F0D.png

publicado por Zé LG às 21:00
18
Mar 17

17190579_1496802530371052_3675014827609439440_n.jp

Um momento para encontro e lazer, partilha de informação, formação e reflexão entre familias de pessoas com Síndrome de Dravet.

publicado por Zé LG às 14:30
18
Mar 17

convite_oficial_1.jpg

publicado por Zé LG às 10:02
13
Mar 17

António Serra, doente com leucemia aguda, chega a aguardar mais de 24 horas para que lhe seja feita uma transfusão de plaquetas.

A sobrevivência de António Gaizinho Serra depende da transfusão de plaquetas que faz todas as semanas no Hospital de Beja. O homem de 80 anos sofre de leucemia aguda e todas as terças-feiras se desloca de Pias, concelho de Serpa, onde vive, à capital de distrito para efectuar o tratamento.

A família do doente já participou a situação à Ordem dos Médicos, deixou várias reclamações no Gabinete do Utente e escreveu cartas ao Concelho de Administração (CA) do Hospital, liderado por Margarida Silveira e José Gaspar, solicitando a resolução do problema. “Nunca obtive qualquer resposta, nunca me disseram nada. Sinto que estão a querer vingar-se de mim por eu ter feito estas reclamações”, desabafa Fátima Serra. A mulher não tem dúvidas em afirmar que o pai “tem sido muito mal tratado neste Hospital”.

A família de António Serra sente-se negligenciada e afirma que vai processar a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

Contactada pela Rádio Pax, o CA confirma que o idoso é utente do Hospital mas, “por se tratar de questões de natureza clinica, não fornece qualquer tipo de informação pública”.

publicado por Zé LG às 00:43
06
Mar 17

"Ontem, na FCG, protegido pelo omnipresente e inefável anjo da guarda, MRS, a tutela da Saúde deu conta dos sucessos da sua governação. A saber. O primeiro sucesso foi a defesa da "continuidade das políticas", significando que o que vinha de trás, do governo de Passos Coelho era bom, e que o melhor era ir pelo mesmo caminho. O segundo sucesso foi o grande investimento em hospitais e centros de saúde. O terceiro sucesso foi a contratação de 4 000 profissionais para os serviços de saúde. O quarto sucesso foram os 14 milhões de visitas ao portal da saúde, durante 2016. O quinto sucesso foi o elevado volume de transplantações e doações de órgãos. O sexto sucesso foi o facto de este ter sido "o inverno que melhor correu nos últimos anos", cujo volume de excesso de óbitos em Dezembro e Janeiro, e ainda sem se conhecer a mortalidade de Fevereiro, foi o maior da década 2007-2016. Faltou referir-se ao grande sucesso que constiuiu a inusitada procura das urgências hospitalares, e de no ano de 2016 se ter verificado a maior mortalidade geral desde os anos 50 do século passado. Começam a faltar as palavras para descrever o sonambulismo de um sector que tinha todas as condições políticas para mostrar trabalho inovador mas que está reduzido à apagada e vil tristeza de continuar na continuidade, com um reboco na parede aqui, uma pintura ali, e mais um sofá acolá."
Cipriano Justo

Deixado AQUI, por Anónimo a 5 de Março de 2017 às 15:25

publicado por Zé LG às 17:48
06
Mar 17

280320162235-790-OrdemdosMdicos-Beja.jpg

Miguel Guimarães marca presença na cerimónia de tomada de posse dos dirigentes Sub-Regionais de Beja, eleitos para o triénio 2017/2019. Uma iniciativa marcada, para hoje, as 19.00 horas na sede distrital de Beja da Ordem dos Médicos.
Pedro Vasconcelos, parte para um 4º mandato como presidente do Conselho Distrital, em declarações à Voz da Planície, afirma que a aposta vai para um trabalho de continuidade.
Para além da tomada de posse, realiza-se também, a recepção aos médicos internos, um momento importante que se realiza há já vários anos, como afirma Pedro Vasconcelos.

publicado por Zé LG às 08:49
02
Mar 17

010320171017-293-loffjooramos.jpg

Da audição pública realizada em Beja pelo PCP, no âmbito da campanha de defesa do Serviço Nacional de Saúde, saíram inúmeras preocupações.

De acordo com a Direcção da Organização Regional de Beja (DORBE) do PCP, a municipalização da saúde foi um dos temas abordados e mereceu “recusa generalizada” dos presentes.

A necessidade de atrair profissionais para a região, as desigualdades nas carreiras, o financiamento dos corpos de Bombeiros, a requalificação de equipamentos e a acessibilidade aos cuidados de saúde foram outras das preocupações expressas na sessão, disse à Rádio Pax João Ramos, deputado do PCP eleito por Beja.

Nos trabalhos foi ainda levantada a preocupação com o efeito que o hospital central a construir no Alentejo possa ter. Há quem tema o “esvaziamento de serviços do hospital de Beja”.
Ainda segundo, João Ramos o PCP vai intervir tendo em vista a resolução destes problemas mas, ainda assim, pede que haja uma mobilização dos diversos "actores" em torno das questões da saúde.

publicado por Zé LG às 13:56
27
Fev 17

20170208_160127_Portal_Nacional_dos_Municipios_e_F

Entre janeiro e maio a processionária do pinheiro (também conhecida por lagarta do pinheiro), além de provocar danos nas árvores, pode também originar graves problemas de saúde pública.

Devido à característica urticante dos seus pelos, provoca alergias na pele, no globo ocular e no aparelho respiratório do Homem e de animais domésticos.
EVITE, por isso, o contacto de crianças com locais onde esteja presente esta lagarta e evite passear o seu cão em zonas com pinheiros, sobretudo na altura em que as lagartas descem da árvore.
Em caso de sintomas de alergia, dirija-se imediatamente ao posto de saúde mais próximo. Nos animais, em caso de salivação excessiva e/ou focinho inchado, dirija-se de imediato ao veterinário.
Mais informações sobre métodos de controlo aconselhados para esta praga no site do INCF - Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Saiba mais sobre a processionária do pinheiro aqui

publicado por Zé LG às 15:13
26
Fev 17

033.JPG

021.JPGA Associação Dravet esteve presente no Meeting Internacional de Orientação, realizado este fim-de-semana na Aldeia da Mata, Crato, que contou com a participação de 2.400 atletas de 36 países. A participação da Associação, em parceria com a Sotinco, teve como objectivo a sua divulgação.

012.JPG

006.JPG

publicado por Zé LG às 21:08
23
Fev 17

O sotavento algarvio, o interior do Baixo Alentejo e o arquipélago da Madeira vão ser afetados até sexta-feira (24/02) por poeiras provenientes do norte de África, segundo informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

IMG_1460.JPG

(foto tirada hoje em Beja)

Estas partículas podem entrar no aparelho respiratório e constituem, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), um risco para a saúde ao aumentar a mortalidade nas infeções respiratórias e causar doenças, como cancro do pulmão, ou problemas cardiovasculares.

Durante a ocorrência destes episódios, a Direção-geral da Saúde (DGS) recomenda que sejam evitados esforços prolongados, limitando a atividade física ao ar livre. Crianças, idosos e doentes com problemas respiratórios ou cardiovasculares devem ainda permanecer dentro dos edifícios com as janelas fechadas. 

publicado por Zé LG às 12:40
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
24
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Ser Beja, é ter como bandeira a cidade e os que cá...
A Casa da Cultura esteve à pinha!! Foi um espaço p...
Bom dia. Dizer que o João Rocha anda por cá há 40 ...
Ahahaha esperaste tu até ás 4 da manhã para me dar...
Bonito serviço não haja dúvida. Uma senhora lista ...
Eu sei que é um argumento mesquinho, mas é para as...
Senhor anónimo, no seu lugar dava mais ouvidos à "...
Pensava que iam ter o Cristiano Ronaldo, ou o Salv...
Maria, calada és uma poetisa!Paulo Arsenio, natura...
Caro anónimo:Agradecia contactasse os funcionários...
Reconheço que o Rocha não é simpático. Também por ...
A questão do ser de Évora , Beja ou Lisboa revela ...
Vergonha das vergonhas o que se passa naquela bend...
Quem? Como aquele que veio pela mão do PCP, de Lis...
Maria, e ser de Évora também não é ser de Beja
blogs SAPO