Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
13
Dez 17

Somincor-1859.jpg

O Sindicato dos Trabalha-dores da Indústria Mineira (STIM) apresentou um novo pré-aviso de greve para as minas de Neves-Corvo, para os dias 22, 27 e 28 deste mês, o terceiro apresentado nos últimos três meses, após um período de 14 anos de paz social na empresa.
Os trabalhadores reivindicam o “fim do regime de laboração contínua no fundo da mina” e a “humanização dos horários de trabalho”, o “estabelecimento de um protocolo entre a empresa e a Segurança Social que permita a antecipação da idade da reforma dos trabalhadores das lavarias, pastefill e backfill e central de betão” e a “progressão nas carreiras”.

publicado por Zé LG às 17:54
29
Nov 17

montagem-feira-montado-2017-artigo.jpg

Ver PROGRAMA.

publicado por Zé LG às 17:45
23
Nov 17

FCM17_WEB.jpg

publicado por Zé LG às 12:47
22
Nov 17

manchete_text_311020171052-183-aljustrelmina.jpg

O protesto que surge, por melhores salários, horários e condições de segurança no trabalho, abrange todos os trabalhadores nomeadamente os da empresa concessionária das minas, a Almina-Minas do Alentejo, e das outras duas empresas que prestam serviços no complexo mineiro, a EPDM-Empresa de Perfuração e Desenvolvimento Mineiro e Urmáquinas.

Jacinto Anacleto, dirigente do STIM-Sindicato dos Trabalhadores da Industria Mineira, critica o facto de grande parte dos trabalhadores terem um vencimento mensal de 600 euros, com horários diários de 10 horas. Jacinto Anacleto, aponta ainda o dedo às administrações das três empresas porque até agora têm recusado dialogar com o sindicato que representa os trabalhadores.
A realização da greve foi decidida no plenário geral de trabalhadores das minas, que decorreu no dia 18 de Outubro.

publicado por Zé LG às 00:10
20
Nov 17

0001 (1).jpg

O evento contará com a participação dos restaurantes “Flor do Campo” (Sabóia), “O Tarro” (Odemira), “O Jaime” (Boavista dos Pinheiros) e “Mar e Sol” (Vila Nova de Milfontes). Nas ementas estarão diversos pratos ou petiscos bem como sobremesas aromatizados com medronho.

O concelho de Odemira tem bastante tradição na produção de medronho e de aguardente à base de medronho, sendo um dos produtos estratégicos para o desenvolvimento e dinamismo económico do interior do concelho.

 

publicado por Zé LG às 13:48
19
Nov 17

SOMINCOR-1.jpg

A iniciativa é dirigida a jovens estudantes, entre os 16 e os 25 anos, dos ensinos secundário, profissional ou universitário ou jovens desempregados inscritos no Centro de Emprego e Formação Profissional de Beja. Os candidatos têm obrigatoriamente ser residentes em Castro Verde, Almodôvar, Aljustrel, Mértola ou Ourique.

“Promover a criatividade dos jovens e simultaneamente aproximarmo-nos da comunidade, abrindo novas formas de interação com todas as gerações, é um dos nossos objetivos. Queremos uma SOMINCOR cada vez mais integrada nas comunidades, e ter connosco um trabalho artístico de qualidade, criado por jovens da nossa região, será um enorme motivo de orgulho”, salienta Dina Diogo, do Departamento de Comunicação e Responsabilidade Social Empresarial da SOMINCOR.

Os jovens interessados podem candidatar o projecto de reabilitação até dia 28 de Fevereiro de 2018.

publicado por Zé LG às 16:38
09
Nov 17

201711080755241.jpg

O Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) critica a presença da GNR na mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, nos últimos dois dias, acusando-a de estar a "interferir na greve em curso na Somincor" e a Unidade de Intervenção da GNR de se colocar "do lado patronal e contra a luta dos mineiros". "Trata-se de uma inaceitável interferência, que tem como propósito limitar o normal funcionamento do piquete de greve. Mas o recurso à força policial é também revelador de uma postura anti-democrática da administração da Somincor e da multinacional Lundin Mining".
O sindicato acrescenta ainda que "os mineiros contribuem com o seu árduo trabalho para a riqueza nacional e para os lucros da multinacional". "São trabalhadores e não podem ser tratados como criminosos".
O STIM anunciou que na sexta-feira, 10, os trabalhadores de Neves-Corvo vão deslocar-se a Lisboa, para manifestar o seu descontentamento face à situação na Somincor junto do Ministério do Trabalho.

publicado por Zé LG às 08:45
06
Nov 17

201711031222261.jpg

Os trabalhadores da Somincor, empresa concessionária da mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, iniciam às 6h00 desta segunda-feira, 6 de Novembro, uma nova greve de cinco dias.
A paralisação vai prolongar-se até ao dia 11 de Novembro e segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) tem por base o facto de a administração da empresa não dar resposta às revindicações dos trabalhadores.
Segundo o STIM, as greves servem para os trabalhadores reivindicarem o fim do regime de laboração contínua no fundo da mina, a "humanização" dos horários de trabalho, a antecipação da idade da reforma para os funcionários das lavarias, a progressão nas carreiras, a revogação das alterações unilaterais na política de prémios e o "fim da pressão e da repressão sobre os trabalhadores".

publicado por Zé LG às 00:13
03
Nov 17

22885884_1578026962259077_5739418698613663780_n.jp

Ver PROGRAMA.

publicado por Zé LG às 13:51
22
Out 17

191020171546-731-SOMINCOR.jpg

Ler AQUI.

publicado por Zé LG às 00:07
18
Out 17

603f66f8-d7fd-44de-85c2-eba08d8171f6.jpg

Ver PROGRAMA.

publicado por Zé LG às 18:30
03
Out 17

Minas.jpg

Os trabalhadores exigem o fim do regime de laboração contínua no fundo da mina, a humanização dos horários de trabalho, a antecipação da idade de reforma dos trabalhadores adstritos às lavarias, a progressão nas carreiras e a revogação das alterações na política de prémios.

Luís Cavaco, coordenador da Direcção do Sindicato dos Trabalhadores da Industria Mineira (STIM), afirma que os mineiros não aceitam os horários da laboração continua que prevêem 3 dias de descanso a cada 17 dias de trabalho.

De acordo com o Sindicato, os mineiros das lavarias trabalham em regime de laboração continua, estão sujeitos a uma actividade de elevada penosidade, mas têm direitos inferiores aos trabalhadores do fundo da mina.

Os trabalhadores decidiram ainda que, caso as respostas da administração continuem a não ser favoráveis, realizarão mais cinco dias de greve no mês de Novembro e outros cinco dias de greve no mês de Dezembro, em datas a definir.

publicado por Zé LG às 12:41
25
Set 17

151020131317-398-NevesCorvo.jpg

Os trabalhadores das minas de Neves-Corvo vão estar em greve entre 3 e 7 de Outubro.

A realização deste protesto, para reivindicar o fim do regime de laboração contínua no fundo da mina e pela humanização dos horários de trabalho, foi decidido pelos trabalhadores que reuniram em plenário.
A greve surge depois de analisadas as respostas que a administração da Somincor apresentou ao Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira, em meados deste mês, sobre os horários de trabalho no fundo mina, a antecipação da idade da reforma dos trabalhadores das lavarias, a progressão nas carreiras, a política de prémios e ainda a “pressão e repressão” sobre os trabalhadores.

publicado por Zé LG às 08:48
02
Set 17

230820171121-920-feira2caaepesca.jpg

Ler e ouvir AQUI.

publicado por Zé LG às 10:09
01
Jul 17

A Lundin Mining, dona da Somincor, Sociedade Mineira Neves-Corvo, de Castro Verde, Beja, através do seu CEO Paul Conibear, apresentou ontem no Ministério da Economia os planos de investimento de cerca de 250 milhões de euros para duplicar a produção de zinco naquela região.

Num debate que contou com a moderação do jornalista Ricardo Costa e com a participação do secretário de estado do Ambiente foi apresentado o projecto de alargamento da exploração deste mineral, que deverá estar pronto em dois anos - em meados de 2019 - para duplicar a produção de concentrado de zinco. A expansão empregará 300 a 350 pessoas na construção e mais de 200 postos de trabalho em laboração, numa mina que concentra já cerca de 2 mil postos de trabalho.

A Lundin Mining prevê passar dos actuais 1,1 milhões de toneladas de zinco extraídas por ano para 2,5 milhões de toneladas, permitindo à mina operar pelo menos por mais 10 anos e compensando a redução de recursos de cobre na mina ao longo dos últimos anos.

publicado por Zé LG às 09:52
09
Jun 17

080620171624-796-Mineiro.jpg

Ver AQUI.

publicado por Zé LG às 00:45
25
Mai 17

240520171606-280-montado.jpg

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas realiza durante esta quinta-feira um seminário no Cine-Teatro Sousa Teles, em Ourique .

Os desafios do montado dão o pontapé de saída do encontro.

“A iniciativa dirige-se principalmente aos produtores florestais, agricultores e técnicos com actividades relacionadas com o montado”, refere a organização.

Pedro Silva, do Instituto de Conservação da Natureza, enumera alguns dos temas que vão estar em cima da mesa como as boas práticas na gestão do montado, o problema do declínio e da sanidade e as mais recentes formas de combate a pragas e doenças, a adaptação às alterações climáticas e a prevenção contra incêndios.

publicado por Zé LG às 08:50
16
Mai 17

18.5.jpg

publicado por Zé LG às 12:39
11
Mai 17

maio2017.jpg

Ver em: http://www.feirasdemoura.pt/

 

publicado por Zé LG às 13:53
10
Abr 17

16105882_701160860064681_2667404642906728659_n.jpg

O convidado é Carlos Fonseca, Professor Associado do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro.

“A valorização dos recursos endógenos” é o tema da palestra agendada para hoje, as 15h30 no auditório da Escola Superior Agrária de Beja

O investigador vem falar da sua experiência e das suas investigações na área cinegética e produção de medronho, explica Liliana Marum, Investigadora principal do CEBAL.

publicado por Zé LG às 08:56
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Mas isso nao são lapsos na prestação de serviços.O...
Chamem os reformados que ainda por lá andam uma me...
Inda agora nasceu mais um bebé na ambulância.
Vão para Evora que a estrada é boa.
Oh,ainda agora a procissão vai no adro.
Pois claro!...no more comments.
Sim, felizmente há outros exemplos dignos de desta...
Sim, melhor pelos serviços de saúde prestados (ima...
Sim, é melhor irem fazendo alguma coisa.
Sempre se vai lutando e fazendo alguma coisa, cara...
Vamos vendo e assistindo .As vezes podem ,querem o...
Não sejamos injustos. Os profissionais que lá trab...
E aí de nós se precisamos de cair na Urgencia! Pod...
Então agora sigam o ditado...
Quem se dispunha foi afastado.
blogs SAPO