Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
18
Jun 17

134.JPG

... vê-se a imagem desfocada e deformada.

publicado por Zé LG às 11:05
17
Jun 17

Porque é que a crítica ao poder é política e as manifestações de apoio a esse mesmo poder não são política?

Durante o fascismo, os que o combatiam eram políticos. Os da situação não eram.

O político que mais tempo esteve no poder no pós 25 de Abril - Cavaco Silva -, também não era político. Políticos eram os que o criticavam.

Pelo que se vê, a escola mantém-se...

 

publicado por Zé LG às 20:48
17
Jun 17

«Lá para os lados da praça ... andam ... ufanos com o 2° lugar de Beja num ranking dos municípios do Alentejo. Mas os rankings são tramados e podem ter outras leituras. E não é que a nível nacional ... Beja fica em 40° e apenas três capitais de distrito ficam atrás? Portalegre, Santarém e Guarda. As outras 14 ficam à frente e muitas delas no ranking das melhores 25. E esta? Vão ao site da empresa que fez o estudo e está lá escarrapachado. E será que a empresa foi à Câmara de Évora entregar o 1° prémio do Alentejo?»

Comentário de Júlio César a 16 de Junho de 2017 às 12:46, AQUI.

publicado por Zé LG às 10:16
16
Jun 17

3261374.jpg

Para uma correcta avaliação do espectáculo que se realiza esta noite na Praça da República de Beja é importante ter presente os seguintes números relativos ao mesmo, que devem ser divulgados: 1 - Custo total; 2 - Número de pessoas que vão poder assistir; 3 – Valor total de receitas; 4 – Outros retornos.

Também importa conhecer: a) Custo total de outros festivais e respectivos números de assistentes; b) Valor total dos apoios concedidos pelo Município ao movimento associativo, de cultura e desporto; c) Valor total da comparticipação do Município às Freguesias.

E ainda é pertinente saber se estão suficientemente asseguradas as condições de segurança necessárias ao público que se prevê encher por completo a Praça da República e os diversos acessos.

Não questiono o interesse do espectáculo. Mas acho que importa apreciar a bondade das opções tomadas, porque sempre que o Executivo Camarário decide investir num projecto está a deixar para trás outro(s), porque a capacidade de investimento da Autarquia não é ilimitado.

publicado por Zé LG às 18:06
08
Jun 17

1578653-cristiano-ronaldo-comemora-gol-de-portug-9

Cristiano Ronaldo, para além da habilidade natural que tem, é fruto do seu trabalho, do seu esforço, da sua perseverança, do seu empenhamento, da sua dedicação, da sua responsabilidade, do seu brio profissional, que o leva a treinar, para além dos treinos da sua equipa. Tudo características que nem sempre são muito valorizadas por alguns, que valorizam mais o jeito natural, o desenrascanço e, às vezes o “chico espertismo”.

Por tudo isso Cristiano Ronaldo é o melhor do mundo e deve constituir um enorme orgulho para todos nós, portugueses, que o devemos ter sempre presente como um dos melhores exemplos para todos os profissionais. 

Foto DAQUI.

publicado por Zé LG às 13:49
07
Jun 17

Mas é DINHEIRO PÚBLICO para um grupo restrito de cidadãos:

04_1065.JPG

"A Força Aérea e o município de Beja estabeleceram um protocolo que permitiu, na quinta-feira (1 de junho), a inauguração de um Parque Infantil e Campo de Jogos no Bairro Residencial da Base Aérea N.º 11 (BA11).
...
Além da revitalização de um espaço verde, onde outrora existiu um equipamento similar, esta valência irá permitir a realização de atividades desportivas e recreativas aos utentes do Jardim Infantil e às famílias dos militares e funcionários civis da Força Aérea."
utiliza-se dinheiro do erário público e vai ter fins privados? Alguém que esclareça isto... e bem.

Anónimo a 5 de Junho de 2017 às 19:18, AQUI.


… trata-se de um investimento feito a 100% pela CM Beja, previsto para um parque público e pelo que sei, após exigências das chefias da BA 11, o parque vai estar fechado e apenas disponível para as crianças da creche (Avião) e filhos de militares.
Há outros bairros na cidade carentes deste tipo de infraestruturas e a CM Beja (mais uma vez) ignorou por completo o interesse público.
O Sr. Rocha e o edil responsável pelo pelouro das infraestruturas deveriam explicar o porquê deste investimento e da sua localização, e também porque cederam ao interesse privado em detrimento do público.

Cidadão Atento a 6 de Junho de 2017 às 09:40, AQUI.

publicado por Zé LG às 08:51
31
Mai 17

1506595_606253139469483_1729830225_n.png

O movimento independente e plural Por Beja Com Todos reuniu em Plenário e, apesar de considerar que se mantêm os pressupostos que determinaram a sua candidatura ao Município de Beja há quatro anos, concluiu não estarem reunidas as condições necessárias à apresentação de nova candidatura nas próximas eleições autárquicas, por falta de participação.

O movimento Por Beja Com Todos decidiu também apoiar candidaturas a órgãos autárquicos, designadamente à Freguesia de São Matias, que se inspirem nas linhas programáticas que apresentou há quatro anos, que considera manterem-se actuais no essencial.

O movimento Por Beja Com Todos decidiu ainda criar um grupo de trabalho que elabore um livro com a retrospectiva da sua experiência, que possa ser lançado antes das próximas eleições autárquicas e inspirar outras candidaturas no respeitante a algumas das suas propostas.

O movimento Por Beja Com Todos decidiu finalmente avaliar melhor do interesse e das condições de promover a realização de alguns debates sobre questões consideradas pertinentes a ter em conta nas próximas eleições autárquicas.

Nota Informativa de 30 de Maio de 2017.

publicado por Zé LG às 08:43
28
Mai 17

"É negativo que, em ministérios chave, como o da saúde, se sigam orientações de continuidade com o que vinha do tempo do PSD/CDS e se acentue, na prestação de cuidados de saúde, o retrocesso do Serviço Nacional de Saúde a favor de um capitalismo avassalador. 

Ao eleger o austeritarismo como eixo de orientação na saúde, na ideia de fazer do sector o campeão do controle do défice, de resto objeto de reparo no relatório do Observatório Europeu de Sistemas e Políticas de Saúde, o ministério está a devastar a qualidade dos serviços públicos e a restringir o acesso e os direitos da população, ao mesmo tempo que crescem ofertas privadas, viradas para um consumismo enganador. 

Leia o resto desta posição da Renovação Comunista, AQUI.

publicado por Zé LG às 11:54
28
Mai 17

“… aqui neste blog faz-se política. E creio ser dos meios mais importantes ao nível da região para o efeito.”

Anónimo a 25 de Maio de 2017 às 10:33, AQUI.

publicado por Zé LG às 09:45
27
Mai 17

Neste momento, na área da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulsba), existem 12 médicos a cumprirem o internato na especialidade de Medicina Geral e Familiar. Segundo números disponibilizados pela Ulsba, dos 90 médicos a exercerem nos vários centros de saúde do distrito (exceto Odemira), 34 são estrangeiros (24 de Cuba, três do Brasil e um da Rússia, Moldávia, Moçambique, Espanha, Holanda, Peru, Colômbia e Holanda).

Vasconcelos1-1830.jpg

Cada um dos clínicos é responsável por uma lista de 1 400 doentes, sendo que, “neste momento, há só uma lista [de utentes] no Centro de Saúde de Beja sem médico de família”. No resto do distrito a cobertura é completa, assegura a Ulsba.
Mas para Pedro Vasconcelos, “uma coisa é ter médico, outra é ter médico de família, alguém especializado em Medicina Familiar”. O presidente da Ordem dos Médicos em Beja lembra que “os médicos estrangeiros a exercer em Portugal têm a possibilidade de requerer a especialidade à Ordem dos Médicos. Têm é que fazer as provas exigidas, como já aconteceu, pelo menos, com uma”, mas tal não tem sido prática.

Leia todo o artigo de Aníbal Fernandes AQUI.

publicado por Zé LG às 15:05
21
Mai 17

Em tempo de eleições autárquicas muito se fala das personalidades dos presidentes de câmara. Mas isso é apenas um aspecto da questão. O mais importante órgão, em que as escolhas dos munícipes estão representadas, é a Assembleia Municipal. Ora, tem-se visto que o potencial valor político desse órgão autárquico é subestimado e reduzido a um mero papel ratificatório das decisões do executivo. Na nossa região as AAMM não têm tido papel de relevância nem iniciativa própria. Até as comissões específicas criadas com objetivos de acompanhamento e trabalho morrem sem deixar rasto.

Comentário de Anónimo a 19 de Maio de 2017 às 09:24, AQUI.

publicado por Zé LG às 10:19
18
Mai 17

O Deputado José Luís Ferreira, do Grupo Parlamentar Os Verdes, entregou na Assembleia da República uma pergunta em que questiona o Governo, através do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, sobre o ponto de situação das obras de Requalificação do IP2, nomeadamente da requalificação e obras da via no concelho de Castro Verde e acessos à freguesia de Entradas, pois são vários os locais existentes com as passagens para caminhos e estradas rurais simplesmente cortados, por decisão da concessionária, impedindo o acesso dos proprietários aos seus terrenos, condicionando de forma grave as atividades agrícolas e económicas da região.

publicado por Zé LG às 00:17
tags: , , ,
17
Mai 17

… olhe-se para a cidade e faça-se uma comparação, fale-se com os comerciantes da zona histórica, fale-se com as associações, fale-se com as empresas de Beja e perguntem se acham que vai tudo para as empresas do norte... O que conta é a resposta que as pessoas vão dar no dia das eleições, elas é que vão decidir se querem um presidente que embora seja rotulado de (porque não é) arrogante, antipático, mas que fez mais obra em 4 anos que os anteriores 8 anos, e não quer saber de cores políticas...

Comentário de Anónimo a 16 de Maio de 2017 às 09:36, AQUI.

publicado por Zé LG às 13:49
15
Mai 17

Defendo que o debate político se deve fazer com base em ideias, projectos, programas, políticas.

Sem ignorar a importância que as pessoas têm na concretização das ideias, dos projectos, dos programas e das políticas, parece-me que uma excessiva concentração do debate político nos protagonistas pode contaminar o debate.

A argumentação, tão frequentemente usada, de que o que defendemos pode não ser o melhor mas porque os outros defendem algo ainda pior não nos devem criticar, parece-me que não tem outro objectivo que não o de travar ou impedir o debate.

A crítica e a autocrítica são fundamentais para uma melhor avaliação e correcção do que defendemos. Nem todos e nem sempre estamos preparados e disponíveis para uma e outra. E disso ressente-se muito o debate político, que deveria ser mais elevado e construtivo.

publicado por Zé LG às 08:44
09
Mai 17

Não conheço o funcionamento institucional dos órgãos autárquicos por estas terras mas qualquer postura do tipo "não tomei conhecimento, que se lixem" ou "eu é que sou o presidente da junta e não tenho de dar cavaco" me parece muito pequeno, eticamente reprovável e antagónico daquilo que é o poder local democraticamente eleito, que se arvora - e bem - no principal representante das populações junto do poder central e que, por isso, tem um dever acrescido de prestar contas a quem o elege.
Fico zangada e, sobretudo, muito triste com este tipo de exercício de poder que, como todos os exercícios de poder pq sim, é medíocre.
Em ano de eleições autárquicas, mesmo não sendo eleitora por aqui, julgo que estas questões assumem particular importância.

Ana Matos Pires a 8 de Maio de 2017 às 15:28, AQUI.

publicado por Zé LG às 08:44
08
Mai 17

C_QlAsvXkAA5qmY.jpg

Foi uma vitória - esta, na segunda volta -, que não surpreendeu. Pessoalmente, esperava um pouco menos de Marine Le Pen. Não surpreendeu, nem entusiasma, principalmente à Esquerda.

Os franceses deixaram claro que estão fartos do que têm tido. Mas não sei se sabem bem o que querem. Nas eleições legislativas do mês que vem vão ter opotunidade de manifestarem melhor o que querem.

publicado por Zé LG às 00:12
07
Mai 17

Pela pertinência e com a devida vénia, transcrevo aqui um post do Blogue Mais Beja:

Boletim municipal de Abril 2017 - Trabalho realizado ou eleitoralismo?

14619350_QEz2B.gif

Este mês, os bejenses, receberam em suas casas o boletim municipal, "BEJA INFORMAÇÃO", onde a câmara divulga os seus projetos, eventos ou obras. Lendo as suas 28 páginas, fico na dúvida se é um boletim informativo sobre o que foi realizado ou um boletim eleitoralista, promovendo o programa para o mandato 2017-2021 do actual executivo.

Nele, é possível ver vários anúncios de arruamentos, edifícios e requalificações um pouco por toda a cidade. Mas quais encontram-se realmente concluídos ou prestes a concluir visto que o atual mandato termina daqui 5 meses? Para entender melhor, irei dividir a propaganda, perdão, a informação contida no boletim em 2 grupos: "obras concluídas ou prestes a concluir" e "obras não iniciadas".

 

 

 

publicado por Zé LG às 17:37
06
Mai 17

18058094_10211114452689790_3889576017923442499_n(2

Divórcio consumado...

Vinte anos depois de entrar pela porta da política enquanto autarca de freguesia sempre pela mesma força política, chegou hoje o dia de romper com um casamento de fachada. Nestes vinte anos, ligados principalmente à causa pública na Junta de Freguesia de Vila de Frades e em todos os órgãos inerentemente ligados, sempre ajudei e liderei as equipas que deram o nome e o rosto pelas vitórias, valorizadas por uns e desvalorizadas por outros, mas tenho a certeza que a política é nobre e o poder local ainda está acima da política e dos partidos políticos, e mais, a política é nobre para aqueles que a utilizam para as comunidades, pelo seu desenvolvimento. Hoje divorciei-me e estou aliviado, porque aqui, em Vila de Frades, onde todos os dias trabalhamos, nunca permiti a influência daqueles que se derem a cara para ganhar votos, perderiam sempre e mais, no dia 25 de Abril disse à minha população que estou farto de políticas e políticos e daqueles que mandam nisto escondidos. A política é nobre mas está descredibilizada e as pessoas têm razão, tal como eu, estão fartas de farsas, de casamentos políticos por conveniência, amanhã serei o mesmo de hoje, com a mesma vontade, com o mesmo empenho, mas amanhã, nos corredores do conversio, lá vêm a terreno aqueles que me vêm apontar o dedo, como se de um judas me tratasse, é assim, sou imperfeito, cometi erros, mas tenho a consciência que a minha decisão vem de encontro aquilo que acho melhor para mim, para a minha família e para as pessoas para quem sempre trabalhei. Quanto àqueles que jogam sujo, mais tarde falamos, não vou jogar com o mesmo jogo, mas não me vou esquecer deles, nem que seja para os pendurar como porcos acabados de matar. Hoje, como amanhã continuarei a desempenhar as minhas funções e quanto ao futuro, pois, aí reservo para outros episódios.
Viva a democracia, viva a liberdade e vivam os corajosos.
NN.

Luís Amado, in: https://www.facebook.com/luis.amado.92?fref=ts

publicado por Zé LG às 17:35
02
Mai 17

O ALENTEJO REFORÇA APOSTA NA INTERNACIONALIZAÇÃO DA AGRICULTURA

"A afirmação e o reconhecimento da importância da internacionalização do Alentejo agroalimentar, quer por parte do poder político, quer por todos os que estão direta ou indiretamente ligados ao setor e à região", é a grande marca da feira deste ano, afirmou Rui Garrido, presidente da ACOS, a entidade organizadora.

IMG_0032.JPG

Maior procura de espaços de participação na OVIBEJA 2017 por parte de novas empresas e participantes, continuando a contar com os que fazem esta feira desde as suas primeiras edições, é outro registo destacado pela entidade organizadora.

As melhorias no Parque e no Campo da Feira foram investimentos também reconhecidos pelos visitantes e expositores.

IMG_0228.JPG

As exposições temáticas que nesta OVIBEJA evidenciaram a Internacionalização da Agricultura mas também o "Saber Fazer no Alentejo" e o "Saber Ser Alentejano", apresentados no Pavilhão do Cante das Artes e dos Ofícios, foram outras apostas ganhas.

"A diversidade, enquanto característica fundadora da OVIBEJA, saíu reforçada na edição deste ano. O Alentejo projeta-se neste grande espaço com tecnologias avançadas em várias àreas. Aposta-se aqui em mais e melhor produção, na comercialização, na investigação e desenvolvimento experimental da Agricultura" garante Claudino Matos, girector-geral da ACOS.

IMG_0054.JPG

Nesta senda, o tema da Internacionalização deverá continuar a concentar as atenções no próximo ano. Toda a produção agrícola, e nomeadamente a agro florestal, são focos que antecipam a próxima edição da feira que começa a preparar-se já nos próximos dias.

A 35ª edição da OVIBEJA vai decorrer entre 27 de Abril e 1 de Maio de 2018.

publicado por Zé LG às 17:48
02
Mai 17

photo.jpg

A decisão de não continuar, comunicada em carta ao PCP no passado dia 2 de março, coloca ponto final neste percurso político. 

 

A ligação a Moura continuará. Disso não tenho dúvidas.

publicado por Zé LG às 08:49
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
24
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Ser Beja, é ter como bandeira a cidade e os que cá...
A Casa da Cultura esteve à pinha!! Foi um espaço p...
Bom dia. Dizer que o João Rocha anda por cá há 40 ...
Ahahaha esperaste tu até ás 4 da manhã para me dar...
Bonito serviço não haja dúvida. Uma senhora lista ...
Eu sei que é um argumento mesquinho, mas é para as...
Senhor anónimo, no seu lugar dava mais ouvidos à "...
Pensava que iam ter o Cristiano Ronaldo, ou o Salv...
Maria, calada és uma poetisa!Paulo Arsenio, natura...
Caro anónimo:Agradecia contactasse os funcionários...
Reconheço que o Rocha não é simpático. Também por ...
A questão do ser de Évora , Beja ou Lisboa revela ...
Vergonha das vergonhas o que se passa naquela bend...
Quem? Como aquele que veio pela mão do PCP, de Lis...
Maria, e ser de Évora também não é ser de Beja
blogs SAPO