Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
22
Mai 17

210520171718-916-HospitalBeja1(1).jpgComeçam hoje os trabalhos de beneficiação na Urgência Pediátrica do  Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja.

A intervenção, com um prazo máximo previsto de 60 dias, obriga a alterações.

Durante este período o acesso e zonas de espera à Urgência Pediátrica estarão condicionados e serão feitos a partir da entrada principal do Hospital de Beja durante as  24 horas, excepto doentes  emergentes  e em maca, cujo acesso será efectuado pela Urgência Geral.

O Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde informa que após a inscrição no local habitual, o acesso será feito pela entrada principal do Hospital. A zona de espera para triagem ficará em área delimitada no hall da entrada principal do Hospital. O encaminhamento para Urgência Pediátrica será feito pelo corredor central, seguindo a “linha azul” até ao hall do elevador central. Durante o decorrer das obras, e para maior comodidade das crianças, apenas é permitida a permanência de um acompanhante.

publicado por Zé LG às 08:53
30
Mar 17

João Manoel Moura dos Reis, Vera Maria Escoto, Joaquim Duarte Araújo, Ana Amélia Ceia da Silva e Artur Manuel Caretas Lopes, respetivamente, para os cargos de presidente e vogais executivos do conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano;
Luís Manuel de Sousa Matias, Horácio Carlos de Figueiredo Santos Feiteiro, Alda Maria Figueiredo Machado Pinto Dinis da Fonseca, Miguel Ângelo Madeira Rodrigues e Amaro Silva Pinto, respetivamente, para os cargos de presidente e vogais executivos do conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano.
Todas as nomeações receberam parecer favorável da CRESAP. De destacar que nestas nomeações para Unidades Locais de Saúde são feitas ao abrigo do Regime Jurídico e os Estatutos aplicáveis às unidades de saúde do Serviço Nacional de Saúde, aprovado por este Governo, tendo passado um dos vogais a ser proposto pela respetiva Comunidade Intermunicipal.

Do comunicado do Conselho de Ministros, de hoje.

publicado por Zé LG às 23:00
30
Mar 17

2_2_Margalha.jpg

Na sequência da reunião do conselho de ministros de hoje, dia 30, o Governo aprovou, sob proposta do ministro das Finanças e da Saúde, os nomes propostos para o conselho de administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulsba). Maria da Conceição Lopes Baptista Margalha, José Aníbal Fernandes Soares, José Manuel Lourenço Mestre, António Sousa Duarte e Joaquim Manuel Brissos foram nomeados para os cargos de presidente e vogais executivos, respetivamente. Todas as nomeações receberam parecer favorável da Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (Cresap), faltando ainda um nome a juntar a este grupo, o de um dos vogais, que deve ser proposto pela Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (Cimbal).

publicado por Zé LG às 22:40
28
Mar 17

Diabetes-1822.jpg

Mais de 40 por cento dos portugueses têm diabetes ou estão em risco de contrair a doença. De acordo com dados divulgados na passada semana pelo Observatório Nacional da Diabetes, mais de três milhões de portugueses têm alterações nas análises ao nível da glicémia e estão em risco de vir a sofrer as consequências desta doença. No Baixo Alentejo os dados são ainda mais assustadores, com o registo de mais de 12 mil doentes seguidos na unidade local de saúde. Uma população envelhecida, muito sedentarismo e o excesso de peso, incluindo entre jovens e crianças, estão a ditar um futuro negro para esta população. Mas há pequenos avanços e, a partir do próximo mês de abril, a consulta de diabetes juvenil do hospital de Beja contará com o apoio de um psicólogo clínico com experiência na área da diabetes.

Leia reportagem com texto de Natacha Lemos e foto de José Serrano, no Diário do Alentejo.

publicado por Zé LG às 18:14
28
Mar 17

gaspar-ameaça.jpgos serviços têm levantado sucessivas dúvidas quer em relação ao montante dos dias em causa, quer ao método de tributação e quer, essencialmente, à licitude do ato.

Texto Paulo Barriga 

 

 

publicado por Zé LG às 00:05
03
Mar 17

O Hospital passou a ter apenas um serviço de medicina.

O esvaziamento já começou há muito. Em 2013 fecharam as camas dos oncológicos e só houve um médico que protestou alto e bom som.

E daqui a 4 ou 5 anos como será a Cirurgia? Inexistente.

Mais um fator para fuga das novas gerações...

Ficaremos com um Centro de Saúde que acolherá idosos doentes nos corredores da Urgencia e no Internamento da Medicina.

Não basta que os habituais "atores" se mobilizem. Era preciso que as pessoas do público em geral, utentes e familiares, deixassem a sua tradicional passividade. Se não se incomodarem um pouco agora, quando derem por nada ter já é demasiado tarde.

Comentários deixados AQUI.

publicado por Zé LG às 10:43
02
Mar 17

010320171017-293-loffjooramos.jpg

Da audição pública realizada em Beja pelo PCP, no âmbito da campanha de defesa do Serviço Nacional de Saúde, saíram inúmeras preocupações.

De acordo com a Direcção da Organização Regional de Beja (DORBE) do PCP, a municipalização da saúde foi um dos temas abordados e mereceu “recusa generalizada” dos presentes.

A necessidade de atrair profissionais para a região, as desigualdades nas carreiras, o financiamento dos corpos de Bombeiros, a requalificação de equipamentos e a acessibilidade aos cuidados de saúde foram outras das preocupações expressas na sessão, disse à Rádio Pax João Ramos, deputado do PCP eleito por Beja.

Nos trabalhos foi ainda levantada a preocupação com o efeito que o hospital central a construir no Alentejo possa ter. Há quem tema o “esvaziamento de serviços do hospital de Beja”.
Ainda segundo, João Ramos o PCP vai intervir tendo em vista a resolução destes problemas mas, ainda assim, pede que haja uma mobilização dos diversos "actores" em torno das questões da saúde.

publicado por Zé LG às 13:56
11
Fev 17

Foi hoje publicado em Diário da República o Decreto-Lei que regula o novo Regime Jurídico e os Estatutos aplicáveis às unidades de saúde.

O diploma estabelece as novas normas para o sector da saúde e introduz, como novidade, nas Administrações das Unidades Locais de Saúde, “um vogal proposto pela respectiva Comunidade Intermunicipal”.

O documento determina que “os mandatos dos membros dos conselhos de administração das ULS, E. P. E., cessam na data da entrada em vigor do presente decreto-lei, mantendo -se os titulares em funções até à sua substituição”.

140720162300-538-HospitalBeja.jpg

Assinala-se neste sábado, o Dia Mundial do Doente, este ano com o tema "Contribuir para a Difusão de uma Cultura Respeitadora da Vida, da Saúde e do Meio Ambiente". Uma data que é celebrada também, no Hospital de Beja, com um conjunto de iniciativas.

publicado por Zé LG às 10:11
16
Jan 17

2017011615375414.jpg

Fui agora mesmo surpreendido pela notícia do falecimento da Dra. Maria da Conceição Caeiro Galó, médica, de 61 anos, natural de Cuba.Desconheço a causa da sua morte.

Morreu no Hospital de Beja e o funeral sai da Casa Funerária de Cuba para o Cemitério da localidade, às 12h15.

A Conceição Galó foi minha contemporânea no Liceu de Beja e, nas últimas eleições autárquicas, integrou a lista do movimento independente e plural Por Beja com Todos candidata à Câmara Municipal de Beja.

À família apresento os meus sentidos pêsames.

publicado por Zé LG às 23:22
26
Dez 16

aid6725om-sul-75.jpg

Uma jovem médica de medicina interna do Hospital Espírito Santo de Évora foi galardoada com o Prémio Professor Jorge da Silva Horta, um prémio que pretende distinguir os melhores trabalhos publicados sobre investigação clínica de jovens médicos e que teve, em 2016, a sua primeira edição.

Vera Sarmento foi premiada por um artigo - “Past trends and projections of hospital deaths to inform the integration of palliative care in one of the most ageing countries in the world” – que incide na nas mortes em hospitais e nos cuidados paliativos prestados em Portugal.

publicado por Zé LG às 00:06
30
Nov 16

Na sequência da intervenção que expressei no debate promovido ontem pela Ordem dos Médicos em Beja, importa clarificar aqui a minha posição. É de todos conhecida a situação de carência de recursos - humanos, materiais e financeiros - que sendo antiga na nossa Região se tem no entanto vindo a agravar nos últimos anos. Quero manifestar publicamente a minha convicção de que a solução para ultrapassar essas dificuldades passa por uma profunda reorganização da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo. A deixar perder-se a oportunidade governativa atual, mantendo-se inalterados hábitos de ineficiência, estruturas estagnadas, profissionais desmotivados e aceitação do 'status quo', tudo na ULSBA definhará e o Baixo Alentejo perderá o seu SNS. É este o desafio que os profissionais da gestão da ULSBA têm de saber superar. É este também o desafio a que a Comunidade Intermunicipal terá de responder.

Munhoz Frade a 30 de Novembro de 2016 às 14:06, AQUI.

publicado por Zé LG às 13:41
28
Nov 16

Então questionar essas opções estratégicas relativamente ao futuro do Hospital de Beja é oportunismo? E não dizer nada, o que é? Como se defende o interesse dos utentes? Com o silêncio? Com a passividade? Com a aceitação de decisões que favorecem clientelas? Parece que se anatemiza quem luta! Parece que se entende adequado ficar quieto à espera que a morte venha! Quem assim acha não deve supor que pode precisar de ser assistido no Hospital. Quem despreza a sorte dos seus concidadãos também despreza a sua família. Pagamos impostos como todos os cidadãos de outras regiões do país. Porque não havemos de ter acessibilidade garantida aos cuidados do SNS? Não é verdade que o destino é indiferente de quem esteja na liderança da ULSBA. A história demonstra que quando houve gente interessada e motivada entre os profissionais a qualidade era boa.

Comentário de Anónimo a 27 de Novembro de 2016 às 11:50, AQUI.

publicado por Zé LG às 22:16
15
Nov 16

PCP questiona Governo sobre vínculo laboral de psicólogos clínicos da ULSBA

Pedro do Carmo quer melhores condições para utentes da ferrovia em Beja

publicado por Zé LG às 08:45
08
Nov 16

... isto não é uma luta de cliques. As águas separam-se: ou a ULSBA continua como instrumento para negócios de alguns ou muda a estratégia virando-se para um serviço público de qualidade.

Comentário de Anónimo a 8 de Novembro às 21:13, AQUI.

publicado por Zé LG às 23:20
27
Out 16

261020161627-148-pacemakers.jpg

Foi o médico cardiologista Luís Moura Duarte que tornou esta área uma realidade no Hospital de Beja e que lidera aequipa multidisciplinar que colabora na implantação e seguimento dos doentes com pacemakers. A colocação de pacemakers começou em 2003 e atualmente trata e acompanha 1500 doentes, a que se juntam outros, que não tendo implantado os seus dispositivos em Beja são seguidos neste Hospital por viverem nas suas proximidades.

Esta técnica em que o Hospital José Joaquim Fernandes foi pioneiro na região Alentejo – é o centro de Pacing mais antigo, em funcionamento - já beneficiou 1500 doentes, que se mantêm em follow-upna consulta de Programação de Pacemakers.

É de salientar ainda, a diferenciação técnica do Serviço de Cardiologia do Hospital de Beja, ao longo dos últimos 13 anos, pois permite manter, na proximidade, a prestação de cuidados de saúde com elevada qualidade e evitando que os utentes do distrito de Beja façam deslocações para a implantação e seguimento destes dispositivos, frisou, igualmente, o médico cardiologista Luís Moura Duarte.

publicado por Zé LG às 18:09
09
Ago 16

Anabela Mota Ribeiro, no FB:
"Um amigo chileno veio passar férias a Portugal e acabou no hospital de Beja, onde foi operado de urgência (uma situação que, mais umas horas, seria fatal). A maneira como tudo se passou no hospital público, o cuidado, profissionalismo, a competência da equipa deixaram o meu amigo profundamente grato, e admirador do nosso Sistema Nacional de Saúde. Pessoalmente, senti-me orgulhosa da nossa jóia da coroa e a pensar: para isto, eu quero pagar impostos. Claro que há falhas tremendas, há sempre, claro que o sistema não é perfeito. Mas que uma pessoa possa vir do outro lado do mundo, ter um azar, ser atendido sem que lhe peçam, antes de mais, o cartão de crédito ou um seguro de saúde internacional…, dá-nos a ideia de que temos de lutar infatigavelmente para que continue a ser assim. Cada vez mais, na saúde, mas também na educação, lutarei pela canalização de recursos para o sector público. O meu sentido de humanidade passa por aqui."

Deixado por Ana Matos Pires a 8 de Agosto de 2016 às 22:55, AQUI:

publicado por Zé LG às 18:30
18
Jul 16

Os posts do SAPO Blogs mais comentados no fim-de-semana:

  1. One smile a Day.. com a Fashion (176)
    Chic'Ana
  2. CAPA DO DIÁRIO DO ALENTEJO DESTA SEMANA (63)
    Alvitrando
publicado por Zé LG às 19:36
15
Jul 16

Os posts mais comentados ontem no SAPO Blogs

  1. Férias: As ondas (167)
    Chic'Ana
  2. De como alguém que gostava de ser plagiado transforma isto numa novela gira (84)
    Dúvidas Cor de Rosa
  3. EU TERIA TRISTEZA SE ESCREVESSE ISTO E NÃO ASSINASSE COM O MEU NOME (42)
    Alvitrando

Compreendo que isto incomode algumas pessoas, tal como acho que alguns dos comentários estão abaixo do nível mínimo da razoabilidade. Mas também entendo que se as pessoas recorrem ao Alvitrando para expressar as suas opiniões é porque não têm outro espaço onde o possam fazer e porque a situação vivida na ULSBA a tal os obriga.

publicado por Zé LG às 19:32
14
Jul 16

«Há 5 anos, o que a Sra. Administradora Hospitalar Mariana Raposo (com mais dois ou três administradores que subscreveram o documento) fez foi considerado quase por unanimidade falta de lealdade; faz o mesmo com este CA e eis que de repente invertem-se os papeis. Quem fez queixas e violou o dever de lealdade eis que de repente passam a herois e perseguidos politicos! Sinceramente, abram os olhos, tentem informar-se de forma idónea, sejam coerentes e acima de tudo respeitem-se. Eu teria tristeza se fosse mentor de um blog em que me arrogava de estar no top 10 à custa de maldicência e lavar de roupa suja onde a ofensa pessoal é a matriz dominante no que concerne aos temas da ULSBA. Sinceramente nem parece do Lopes Guerreiro, passo de quando em vez por aqui e é mau de mais. Mas alguém no seu perfeito juizo acredita que essas duas pessoas pretendem tão só e unicamente alertar para supostas irregularidades que se passam ou passaram na ULSBA? Mas alguém no seu perfeito juizo pensa que o fazem (exclusivamente) em prol do serviço púplico? Portalegre, Portimão, Beja, essa senhora por onde tem passado tem sido um foco de problemas e desestabilização. E o Dr. Munhoz Frade cujas capacidades e competências técnicas, garanto-vos, não são assim tão reconhecidas pelos seus pares. É pá, não sejam ridiculos e não vão atrás de tudo o que contam e mais vos digo. O Pedro do Carmo dá com cada tiro nos pés que nem vos conto. Que queiram questionar medidas e o rumo adoptado na gestão da ULSBA é uma coisa, ao ponto de contestarem a permanência do actual Conselho de Administração mas apoiarem-se nessas duas pessoas e nas mentiras que têm sido publicadas é de bradar aos céus e revela uma terrivel falta de argumentação! Passem bem...»

Comentário de o que assiste e ri a 14 de Julho de 2016 às 01:58, AQUI.

publicado por Zé LG às 12:49
13
Jul 16

mf.jpg

«Uma vez que aqui foi abordado o contexto de perseguição envolvendo a minha pessoa, entendo ter o direito de esclarecer a comunidade em que vivo e para a qual trabalho da existência de um conjunto de ações há muito levadas a cabo pelo CA da ULSBA, que em meu entender configuram objectivo prejuízo profissional:

1. Bloqueio de progressão profissional, não abrindo procedimento concursal para vaga em categoria superior (desde o início do mandato anterior até aos dias de hoje);
2. Tentativa de imposição forçada e inexplicada de mudança de Serviço (fevereiro de 2012);
3. Inexplicada retirada da Chefia de Equipa de Urgência, contra a opinião do então Director desse Serviço (novembro de 2012);
4. Encerramento de Fórum profissional na intranet, sem prévio aviso nem justificação (julho de 2013);
5. Afirmações difamatórias não fundamentadas em Conferência de Imprensa (setembro de 2013).
Que fique assim ao juízo dos leitores a veracidade da afirmação do CA que "não perseguiu qualquer trabalhador"...»

Munhoz Frade a 13 de Julho de 2016 às 16:52, AQUI.

publicado por Zé LG às 19:45
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
28
29
30
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Estive e gostei da apresentação do PS de Beja! Gos...
Isso é que vai ser! Além disso o PS ganhar a junta...
Baixeza política? Veja a perseguição que o Francis...
Mas o que é que este comentário tem a ver com o Bl...
O espelho do país que temos:Vítor Ferreira, antigo...
Depende daquilo que é negociado... não faço ideia ...
E quando se nomeiam assessores isso inclui ceder c...
E são muitas as vezes que o PS não paga e até igno...
O PS às vezes não paga, fica devendo...
O Paulo é bom moço e esta a mostrar isso. Sabendo ...
Assessores por ajuste directo? Então queria que fo...
Concordo com a apreciação ao trabalho da RVP, que ...
Mobilizar convencidos não adianta nada, o importan...
Em serpa também era assim, havia assessores, por a...
Sou de cá e do PS. Há mais de trinta anos. Não me ...
blogs SAPO