Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
24
Set 17

220920171722-853-festadooutono.jpg

Ao longo de todo o fim de semana tem lugar um atelier de buinho, conduzido pelo Mestre Manuel Pica e um atelier de cante alentejano, conduzido por Paulo Colaço. Destaque ainda para as atuações dos Cantadores do Desassossego e do Grupo Juvenil Coral e Etnográfico Rouxinóis do Alentejo. 

publicado por Zé LG às 09:52
29
Ago 17

Barrancos.jpg

publicado por Zé LG às 23:45
25
Ago 17

2017_festa_avante_cartaz.jpg

 Ver em: http://www.festadoavante.pcp.pt/2017/artistas#

publicado por Zé LG às 15:54
tags: ,
24
Ago 17

20374628_10210292559773491_6745465675235115771_n.j

publicado por Zé LG às 18:30
10
Ago 17

578px_e59847499bd3b8597225.jpg

578px_16e91501238144423497fb.jpg

publicado por Zé LG às 22:04
09
Ago 17

0001 (7).jpg

Ver PROGRAMA.

publicado por Zé LG às 12:56
08
Ago 17

baroniaamexer_VNBaronia2017.jpg

festadofrango2017_VNBaronia.jpg

publicado por Zé LG às 22:59
29
Jul 17

19905155_1370107923043612_4070897555752251283_n.jp

publicado por Zé LG às 00:21
03
Jun 17

010620171027-657-festariosado.jpgA Freguesia retomou este evento em 2014 e assegura que está a trabalhar para que a edição deste ano seja novamente um sucesso na afirmação da identidade de Santa Margarida do Sado.
A edição deste ano, conta com a boa gastronomia à base do peixe do rio, mostra de artesanato e produtos locais, assim como, como muita animação.
Juvenália Salgado, presidente da Junta de Freguesia de Figueira de Cavaleiros, afirma que a zona ribeirinha é o local privilegiado para a realização do evento.

publicado por Zé LG às 09:21
16
Mai 17

18.5.jpg

publicado por Zé LG às 12:39
05
Mai 17

120520151909-126-FESTADASMAIASBEJA.jpg

A festa das Maias regressa a Beja, hoje amanhã, por iniciativa da Associação para a Defesa do Património Cultural da Região de Beja (adpBeja).

Nesta sexta-feira, nas Portas de Mértola de Beja, o dia é das escolas e as crianças sobem às ruas do centro histórico para mostrarem a beleza do seu trabalho escolar e coletivo. Neste sábado, no mesmo local, é dia dos avós, dos pais e dos netos, numa festa, com muita música, alegria, cor e sorrisos.

publicado por Zé LG às 08:49
20
Abr 17

17952726_769347826564741_1357890779021103814_n.jpg

publicado por Zé LG às 22:00
11
Abr 17

guadalupe.jpg

publicado por Zé LG às 23:30
29
Dez 16

271220161031-735-minipequena1000.jpg

publicado por Zé LG às 00:15
24
Dez 16

211220161509-838-lumebarrancos.jpg

Na vila de Barrancos, o Natal é vivido de uma forma muito tradicional.

Na parte principal da vila, a Praça da Liberdade, acende-se uma fogueira gigante, para aquecer os barranquenhos que se juntam, para festejar o nascimento do menino.
Nesta noite de Natal, todos juntos, novos e velhos, residentes e naturais que estão fora, mas que aproveitam estes dias para regressar à terra que os viu nascer, partilham momentos de reencontro, convívio e confraternização. Para além do acender o lume, um momento de grande tradição na vila raiana, está ainda prevista a visita do Pai Natal e uma concentração “zambombas”.
O cante alentejano e os “sons” da vizinha Espanha certamente também marcam presença num Natal comunitário que é festejado num clima de muita festa e convívio.

publicado por Zé LG às 10:26
25
Nov 16

imgLoader.ashx.jpg

Ver PROGRAMA.

publicado por Zé LG às 13:50
13
Nov 16

De vez em quando, há quem desenvolva teorias abstrusas, que divulga como se de verdades indesmentíveis se tratassem.

Há umas semanas atrás, li incrédulo um texto que dizia, mais ou menos, que as câmaras municipais estão condenadas a fazer festas e festarolas porque o Programa 2020 tem dinheiro à farta para isso. Ou, seja – seguindo esta teoria à letra -, as câmaras municipais não abusam das festas porque querem “com festas e bolos enganar os tolos”, mas porque têm à disposição fundos comunitários, que não aproveitam se não gastarem nelas.

18709279_zv8nD.jpeg

Ora, as coisas não são bem assim. Primeiro, porque os fundos comunitários não foram disponibilizados para festas porque os tontos da Comissão Europeia assim o entenderam, mas porque foram reclamados pelos beneficiários (governo, autarquias e outros) e inscritos no PDR. Segundo, porque os programas podem ser revistos e se não houvesse interesse nas festas e festarolas o dinheiro poderia ser canalizado para outros investimentos. Terceiro, porque por maior que seja a comparticipação comunitária há sempre uma fatia que é suportada pelos orçamentos dos promotores. Quarto e talvez mais importante, muitas das festas e festarolas têm enquadramento muito duvidoso nos programas que as financiam, porque o retorno das mesmas é praticamente nulo, pelo impacto que (não) têm na valorização do património, na dinamização da economia local e na atração turística.

Ou seja, as autarquias que gastam muito dinheiro em festas e festarolas fazem-no por opção e não porque a isso sejam obrigadas. Era bom que assumissem essa opção, que é legítima mas também muito discutível.

publicado por Zé LG às 23:14
30
Ago 16

20160829_074430.jpg

Ver AQUI.

publicado por Zé LG às 01:19
18
Ago 16

al.jpg

 

publicado por Zé LG às 18:01
18
Ago 16

1452370_10200689050697919_2058770835_n.jpg«É uma estupidez atacar as festas de Santa Maria em Beja. Pode-se criticar o modelo, pode-se brincar com a obsessão romana e de réplica do que acontece noutros concelhos. Mas atacar, gratuitamente, com o objectivo parolo de retirar dividendos políticos é redutor das competências próprias e ofensivo às pessoas que voluntariamente se empenham na sua concretização. 

Podem-se defender diferentes soluções para os problemas estruturais da nossa terra mas não se devem ignorar os aspectos positivos da realização desta e de outras festas.
Tão pouco se deve colocar tudo no mesmo prato da balança. Isso é injusto e demagogo. Não é este o caminho. Não é!
Beja não tem um excesso de festas e de eventos, tem défice de políticas de desenvolvimento e de visão governativa para alcançar desígnios mobilizadores dos cidadãos. A Câmara de Beja peca por essa deficiência, por cansaço do seu presidente. E tudo isto é bem diferente do pouco - para não ter que dizer o único - que têm concretizado.
Criticar é uma coisa, atacar é outra. Atirar a tudo o que se mexe é um erro crasso que apenas revela o estado deprimente da oposição e as movimentações que - vaticino - conduzirão ao sentido oposto da sua razão de ser: a vitória de João Rocha. Garantidamente não é este o caminho!
Ser alternativa é ser sério. É ter a consciência de que se critica e se defende aquilo que no poder somos capazes de concretizar ou de alterar.
E quanto a festas não há partido que governe que não as promova... nos concelhos onde é poder. E isso não é atacavel, nem poderia ser, claro...» 

Jorge Barnabé, AQUI.

publicado por Zé LG às 08:45
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sim, felizmente há outros exemplos dignos de desta...
Sim, melhor pelos serviços de saúde prestados (ima...
Sim, é melhor irem fazendo alguma coisa.
Sempre se vai lutando e fazendo alguma coisa, cara...
Vamos vendo e assistindo .As vezes podem ,querem o...
Não sejamos injustos. Os profissionais que lá trab...
E aí de nós se precisamos de cair na Urgencia! Pod...
Então agora sigam o ditado...
Quem se dispunha foi afastado.
O pior ê que não se vê quem queira,começando pelo...
Mais vale quem quer do que quem pode.
E não tenha dúvidas que os braços caídos são mais ...
Só na cabeça de quem já desistiu!
Ainda tem dúvidas? No hospital já muitos sabem iss...
Uma causa perdida?
blogs SAPO