Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
29
Dez 16

271220161031-735-minipequena1000.jpg

publicado por Zé LG às 00:15
24
Dez 16

211220161509-838-lumebarrancos.jpg

Na vila de Barrancos, o Natal é vivido de uma forma muito tradicional.

Na parte principal da vila, a Praça da Liberdade, acende-se uma fogueira gigante, para aquecer os barranquenhos que se juntam, para festejar o nascimento do menino.
Nesta noite de Natal, todos juntos, novos e velhos, residentes e naturais que estão fora, mas que aproveitam estes dias para regressar à terra que os viu nascer, partilham momentos de reencontro, convívio e confraternização. Para além do acender o lume, um momento de grande tradição na vila raiana, está ainda prevista a visita do Pai Natal e uma concentração “zambombas”.
O cante alentejano e os “sons” da vizinha Espanha certamente também marcam presença num Natal comunitário que é festejado num clima de muita festa e convívio.

publicado por Zé LG às 10:26
25
Nov 16

imgLoader.ashx.jpg

Ver PROGRAMA.

publicado por Zé LG às 13:50
13
Nov 16

De vez em quando, há quem desenvolva teorias abstrusas, que divulga como se de verdades indesmentíveis se tratassem.

Há umas semanas atrás, li incrédulo um texto que dizia, mais ou menos, que as câmaras municipais estão condenadas a fazer festas e festarolas porque o Programa 2020 tem dinheiro à farta para isso. Ou, seja – seguindo esta teoria à letra -, as câmaras municipais não abusam das festas porque querem “com festas e bolos enganar os tolos”, mas porque têm à disposição fundos comunitários, que não aproveitam se não gastarem nelas.

18709279_zv8nD.jpeg

Ora, as coisas não são bem assim. Primeiro, porque os fundos comunitários não foram disponibilizados para festas porque os tontos da Comissão Europeia assim o entenderam, mas porque foram reclamados pelos beneficiários (governo, autarquias e outros) e inscritos no PDR. Segundo, porque os programas podem ser revistos e se não houvesse interesse nas festas e festarolas o dinheiro poderia ser canalizado para outros investimentos. Terceiro, porque por maior que seja a comparticipação comunitária há sempre uma fatia que é suportada pelos orçamentos dos promotores. Quarto e talvez mais importante, muitas das festas e festarolas têm enquadramento muito duvidoso nos programas que as financiam, porque o retorno das mesmas é praticamente nulo, pelo impacto que (não) têm na valorização do património, na dinamização da economia local e na atração turística.

Ou seja, as autarquias que gastam muito dinheiro em festas e festarolas fazem-no por opção e não porque a isso sejam obrigadas. Era bom que assumissem essa opção, que é legítima mas também muito discutível.

publicado por Zé LG às 23:14
30
Ago 16

20160829_074430.jpg

Ver AQUI.

publicado por Zé LG às 01:19
18
Ago 16

al.jpg

 

publicado por Zé LG às 18:01
18
Ago 16

1452370_10200689050697919_2058770835_n.jpg«É uma estupidez atacar as festas de Santa Maria em Beja. Pode-se criticar o modelo, pode-se brincar com a obsessão romana e de réplica do que acontece noutros concelhos. Mas atacar, gratuitamente, com o objectivo parolo de retirar dividendos políticos é redutor das competências próprias e ofensivo às pessoas que voluntariamente se empenham na sua concretização. 

Podem-se defender diferentes soluções para os problemas estruturais da nossa terra mas não se devem ignorar os aspectos positivos da realização desta e de outras festas.
Tão pouco se deve colocar tudo no mesmo prato da balança. Isso é injusto e demagogo. Não é este o caminho. Não é!
Beja não tem um excesso de festas e de eventos, tem défice de políticas de desenvolvimento e de visão governativa para alcançar desígnios mobilizadores dos cidadãos. A Câmara de Beja peca por essa deficiência, por cansaço do seu presidente. E tudo isto é bem diferente do pouco - para não ter que dizer o único - que têm concretizado.
Criticar é uma coisa, atacar é outra. Atirar a tudo o que se mexe é um erro crasso que apenas revela o estado deprimente da oposição e as movimentações que - vaticino - conduzirão ao sentido oposto da sua razão de ser: a vitória de João Rocha. Garantidamente não é este o caminho!
Ser alternativa é ser sério. É ter a consciência de que se critica e se defende aquilo que no poder somos capazes de concretizar ou de alterar.
E quanto a festas não há partido que governe que não as promova... nos concelhos onde é poder. E isso não é atacavel, nem poderia ser, claro...» 

Jorge Barnabé, AQUI.

publicado por Zé LG às 08:45
16
Ago 16

Pela pertinência e pela oportunidade, transcrevo a conclusão do texto de Rui Marreiros, vereador da Câmara de Beja, que pode ser lido na íntegra AQUI:

13087418_1045586602185445_2508282189681394997_n.jp

“Qual o retorno direto e indireto no curto e médio prazo para Beja?

Principalmente: qual a estratégia para Beja que vá para além deste furor (furorzinho) mediático?

Trata-se de um Investimento reprodutivo?
Então qual o retorno e o valor acrescentado por cada euro gasto nestas iniciativas?

Festas e divertimento claro que sim, na medida, na conta certa e dentro das reais possibilidades das entidades que as promovem.

Claro que antes deve haver um árduo trabalho, os primeiros resultados, e só depois então, comemora-se!

Sejam quais forem as respostas, o desenvolvimento sustentável, o combate à desertificação, o contrariar da estagnação, o fomentar o progresso não pode passar só por isto!

Simultaneamente precisam-se também, claro que sim, de eventos e iniciativas mas que sejam consubstanciados numa estratégia integrada, consistente, que vá para além do objetivo único de nos entreter e adormecer, que envolva (verdadeiramente) os agentes locais, direcionados para nossa população e que simultaneamente sirvam de suporte à promoção e divulgação da nossa cultura.

Beja quer mais e precisa de mais, de muito mais!”

publicado por Zé LG às 08:53
15
Ago 16

13901394_1108634132535228_866329014594621916_n.jpg

 DAQUI.

 

publicado por Zé LG às 22:47
13
Ago 16

582px_06a014690923162879fad6.jpg

 

DSC_0008.jpg

AQUI E AQUI.

 

publicado por Zé LG às 10:06
11
Ago 16

festas de santa maria 20162.jpg

publicado por Zé LG às 21:30
11
Ago 16

583px_a9881470391304868700ab.jpg

publicado por Zé LG às 01:00
17
Jun 16

USALv.jpg

publicado por Zé LG às 08:55
17
Jun 16

13335858_1013837248663727_7164745537953212868_n.jp

publicado por Zé LG às 01:03
03
Jun 16

13240557_1746032918974486_3604126088918058581_n.jp

A APEE de Santiago Maior convida a estarem presentes no Arraial de Fim de Ano lectivo! A festa será no recinto exterior da escola EB 2/3 ciclo, esta tarde, a partir das 18:00! Teremos   animação, musica, comes e bebes! Os meninos da 1ª à 4ª, e do pré-escolar irão alegrar neste fim de tarde com actuações, esperamos poder contar convosco para os aplaudir! Os meninos do pré-escolar e 4º ano subirão ao palco para receber as capas de finalistas!

publicado por Zé LG às 08:10
13
Mai 16

583px_bac8146305029424074cce.jpg

publicado por Zé LG às 00:40
02
Mai 16

290420161528-228-festaazulejo2016.jpg

Exposições, concursos, puzzles, concertos, jogos e visitas guiadas são as principais propostas da Festa do Azulejo de Beja agendada para a próxima 4ª feira e organizada por: Associação para a Defesa do Património Cultural de Beja, Câmara Municipal de Beja e Projecto SOS Azulejo. 

Florival Baiôa, presidente da ADPBeja, destaca o envolvimento que os estabelecimentos de ensino têm neste projecto que tem, a Praça da República, como local privilegiado, e desvenda ainda algumas das iniciativas que vão acontecer ao longo do dia.

publicado por Zé LG às 08:46
01
Abr 16

trl.jpg

publicado por Zé LG às 00:30
24
Mar 16

festaserpa2016.jpg

 Ver PROGRAMA.

publicado por Zé LG às 12:41
20
Fev 16

avaranda.jpg

publicado por Zé LG às 10:00
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Bardamerda para quem não é doutor ou inginhero.
Não seja palerma, quer lá comprar o Dr. Anibal Cos...
Os anónimos que estão a criticar, quem ousa ter op...
Vejam nas folhas de presença, quem foi a assisten...
Já agora vejam lá de quem é a empresa que está a o...
Sim.Era obrigado a atender o telefone ao Domingo é...
Então esse senhor era obrigado a atender no seu te...
Então esse senhor era obrigado a atender no seu te...
Então os xuxialistas de Beja, principalmente o rui...
Então os xuxialistas de Beja, principalmente o rui...
Então os xuxialistas de Beja, principalmente o rui...
E quem consegue falar com esta senhora???Segundo ...
Já agora, quem foi essa assistente técnica?
O armazém do hospital não tem material de uso clín...
Pois não se percebe. E se ainda não percebeu que h...
blogs SAPO