Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
01
Dez 17

23376506_1513846438692146_9064352074260168978_n.jp

publicado por Zé LG às 00:56
30
Nov 17

Na sequência das análises de rotina à qualidade da água, que o município realiza nos equipamentos de utilização pública, foi detetado um valor de legionella no balneário feminino do Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Básica do 2º e 3º Ciclo e Secundária de Ourique.

De imediato, o balneário foi encerrado e contactada a Autoridade de Saúde Pública, tendo-se procedido a mais averiguações que levaram ao desencadear de uma intervenção preventiva e adoção de mecanismos de desinfecção.

publicado por Zé LG às 00:12
03
Out 17

021020171645-847-ConcentraoLiceu.jpg

Os alunos da Diogo de Gouveia fazem hoje, a entrega do abaixo-assinado que tem estado a circular, a reivindicar melhores condições de ensino. O documento é entregue nesta terça-feira, com uma concentração de estudantes, mostrando o seu descontentamento, marcada para as 08.00 horas.

publicado por Zé LG às 08:39
25
Set 17

21686131_1719436378098791_2488651647304035243_n.jp

publicado por Zé LG às 13:41
21
Set 17

Segundo me informaram, foi constituída uma turma do 1º ciclo só por alunos ciganos, a funcionar no edifício do 2ª ciclo de uma escola e com horários desfasados das outras turmas... Admitindo que seja correcta  a informação, parece-me uma situação inadmissível, para não dizer mais nada...

Atendendo à gravidade da situação criada, confirmando-se a sua veracidade, espero que os responsáveis a alterem rapidamente, porque não é criando guetos que se constrói uma escola inclusiva.

Sei quanto é difícil lidar com a diferença, mas também sei quanto é enriquecedora essa viência. Se não for a escola a fomentar a inclusão quem a fará? Tanta e tão justificada preocupação com a preparação dos alunos para a defesa do ambiente, da criação de hábitos de alimentação saudável e outros temas e depois trata-se desta forma a inclusão...

Independentemente da situação em concreto, parece-me que esta é uma questão que deve merecer a mais ampla discussão, porque está em causa a formação das novas gerações, que queremos melhores do que as nossas.

publicado por Zé LG às 08:53
14
Set 17

manifestacao-1.jpg

Os pais e encarregados de Educação dos alunos da Escola Básica de Alfundão protestaram ontem junto ao estabelecimento de ensino.

No arranque de mais um ano lectivo, exigiram a criação de uma nova turma.

O excesso de crianças na sala de aula e a falta de resposta para os alunos com necessidades educativas especiais preocupam Dulce Pereira, Encarregada de Educação.

O presidente da Junta associou-se ao protesto e espera que o Ministério resolva os problemas sentidos através da criação de mais uma turma na escola.

publicado por Zé LG às 08:44
25
Ago 17

220820171645-544-Alvito.jpg

Já se iniciaram as obras de requalificação da Escola Básica e Jardim de Infância de Alvito.

A intervenção consiste na criação de uma área coberta de recreio. A nova zona vai “garantir um espaço protegido para as crianças durante os períodos climatéricos mais agrestes de chuva, vento e frio”, refere a Câmara Municipal de Alvito.

A intervenção está orçada em cerca de 80 mil euros.

António João Valério, presidente da Câmara Municipal de Alvito, fala num investimento há muito aguardado pela comunidade escolar.

As obras devem estar concluídas no início do ano lectivo.

publicado por Zé LG às 18:49
28
Jul 17

270720171749-259-CmaradeMoura.jpg

A Câmara Municipal de Moura e a Subcomissão de Coordenação Regional do Alentejo para o Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância assinam hoje um protocolo de colaboração.

A intervenção precoce é dirigida a crianças até aos 6 anos de idade, “com alterações ou em risco de apresentar alterações nas estruturas ou funções do corpo”.

O Sistema tem como missão garantir a Intervenção Precoce na Infância através de um conjunto de medidas de apoio integrado centradas na criança e na família.  As acções desenvolvidas situam-se na prevenção  e reabilitação.

publicado por Zé LG às 08:48
23
Jul 17

578px_e5967a6c2c3319749542.jpg

In: B NEWSLETTER | 14 de julho de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 13:33
08
Jul 17

Projeto de autonomia e flexibilidade curricular dos ensinos básico e secundário

Foi publicado o Despacho n.º 5908/2017, de 5 de julho, que autoriza, em regime de experiência pedagógica, a implementação do projeto de autonomia e flexibilidade curricular dos ensinos básico e secundário, no ano escolar de 2017-2018

Dos princípios orientadores, consta que a conceção, operacionalização e avaliação das aprendizagens do currículo dos ensinos básico e secundário, no âmbito do presente projeto, subordinam-se, entre outros, à garantia de uma escola inclusiva, cuja diversidade, flexibilidade, inovação e personalização respondem à heterogeneidade dos alunos, eliminando obstáculos de acesso ao currículo e às aprendizagens, adequando estas ao perfil dos alunos. 

 

publicado por Zé LG às 20:25
24
Mai 17

18485346_1889700574630268_5711276334658465132_n -

publicado por Zé LG às 13:50
20
Mai 17

18485346_1889700574630268_5711276334658465132_n -

Foi iniciado um movimento cívico através de um conjunto de pais, mães, educadores, educadoras, professores e professoras, no sentido de trazer a debate público (BEJA) a forma como podemos inovar para uma escola de século XXI.
Este movimento tem ainda como objetivo co-criar um projeto público que dê resposta efetiva às nossas crianças e jovens tornando-as mais sábias e felizes inspirando-as um presente/futuro mais fraterno e solidário com o seu próximo.
Junta-te a nós e seremos muitos. Caminhamos Juntos?

https://youtu.be/J44cQ-nMJZo

publicado por Zé LG às 18:32
25
Abr 17

18009926_1198807256911574_1861405734_n.jpg

 

publicado por Zé LG às 15:00
11
Abr 17

Com objetivo de criar cada vez mais e melhores condições para a prática do desporto nas escolas, tiveram início as obras para construção de um minicampo desportivo na escola do 1.º ciclo de A-do-Pinto, integradas na candidatura “Programa de Requalificação das Infraestruturas Educativas”, apresentada em 2016 no âmbito do Programa Operacional Alentejo 2020.

O minicampo ficará dotado de condições de uso polivalente e que será destinado à prática desportiva, podendo receber diversas modalidades, entre as quais futebol, andebol e basquetebol e deverá ficar concluído no início do 3º período.

publicado por Zé LG às 08:43
25
Mar 17

17359291_1370820642978889_7093017764766849502_o.jp

publicado por Zé LG às 10:00
19
Fev 17

170220171645-250-Berlinde.jpgJogar ao pião, ao berlinde, ao mata ou ao jogo do botão, são agora as novas atividades de recreio para as crianças do 1º ciclo da Escola Básica de Santiago Maior. Semanalmente, um grupo de alunos da Universidade Sénior de Beja promove a troca de saberes entre gerações, revela a autarquia, na sua newsletter.

Promover o papel ativo da população sénior no desenvolvimento social e cultural do concelho é o objetivo do projeto “Viver com Alma Criativa”, que o Município está a desenvolver, em parceria com a ULSBA/UCC – Unidade de Cuidados na Comunidade de Beja e a Universidade Sénior de Beja.

publicado por Zé LG às 10:38
10
Fev 17

060220170924-965-IMG_2578.JPG

Depois dos pais e encarregados de educação dos alunos da Escola de Santiago Maior terem fechado o estabelecimento de ensino na segunda-feira, hoje são os estudantes que querem impedir o acesso e fazer ouvir os seus protestos. Os estudantes da Santiago Maior querem melhores condições de ensino e prometem continuar a lutar até se fazerem ouvir.

Esta manifestação é para denunciar, uma vez mais, que é necessário investimento na escola, que os alunos estão solidários e recordam que contam com o apoio da Direção, da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal. Esta é uma manifestação para dizer ao Governo que os estudantes desta Escola exigem condições para estudar, o objetivo é não deixar ninguém entrar e continuar a lutar até os problemas estarem resolvidos. As declarações são da aluna Sofia Ramos, da Escola de Santiago Maior.

Os alunos também reivindicam mais pessoal auxiliar, mas existem muitas outras necessidades que urgem exigir e Sofia Ramos deixa claro quais são.

publicado por Zé LG às 08:31
07
Fev 17

060220171021-957-20170206_082503.jpg

Dezenas de pais e alunos da Escola C+S de Santiago Maior, em Beja, fecharam, a cadeado, as portas do estabelecimento de ensino em protesto contra a falta de pessoal auxiliar.

No 1º ciclo do ensino básico existem, neste momento, oito funcionários para quatrocentos alunos. “São poucos. É o caos no refeitório e noutros sectores”, afirmou uma mãe à Rádio Pax. “Já houve casos de deixarem alunos fechados na escola”, relatou.

060220170924-369-IMG_2579.JPG

Os pais garantem que, “se a situação não for resolvida por quem de direito, os protestos vão continuar.

A Rádio Pax sabe que já houve várias tentativas para resolver a situação mas, até ao momento, não existiu qualquer resposta do Ministério da Educação e da Direção Regional de Educação do Alentejo.

O PCP já veio a público mostrar-se solidário com os protestos e sublinha os problemas "que se referem aos alunos com Necessidades Educativas Especiais, que continuam sem os técnicos e auxiliares necessários ao seu acompanhamento".

Ler e ouvir Também AQUI.

publicado por Zé LG às 00:11
06
Fev 17

007.JPG

010.JPG

A Escola de Santiago Maior, de Beja, hoje só abriu às 10 horas, porque os portões foram fechados com cadeados como protesto contra a falta de condições existentes - 8 auxiliares para 400 alunos, alunos com NEE fechados na UAM nos intervalos por falta de acompanhamento, falta de professores de substitução, mau fincionamento do refeitório, climatização avariada há muito tempo, ...

publicado por Zé LG às 13:11
06
Fev 17

Todos sabemos a importância que a Escola term na educação, formação e desenvolvimento do ser humano. Por isso desejamos - e para isso pagamos também os nossos impostos -, uma escola inclusiva, com boas condições de funcionamento.

Ora, o que muitas vezes acontece em muitas das escolas não é isso. Neste momento, em escolas de Beja, faltam profissionais, nomeadamente docentes para substituições e auxiliares de educação, o que gera um ambiente de insegurança, não permite que os alunos com necessidades educativas especiais estejam nos intervalos com os outros colegas, por falta do necessário acompanhamento, tendo de ficar na unidade de apoio à multideficiência. Existem também dificuldades em refeitórios escolares, relativamente à organização do seu funcionamento e à quantidade e qualidade de comida. E ainda há outros problemas como a a avaria prolongada na climatização dos edifícios.

Confrontado com estas situações pelas associações de pais e encarregados de educação, o Ministério da Educação, através da DGESTE não se comprometeu com qualquer solução para os problemas apontados. 

Não basta afirmar, como fez o governo, que o ano lectivo começou bem, o que nem sequer se verificou nalgumas escolas, com aqui denunciamos oportunamente. O Ministério da Educação tem a obrigação de resolver os problemas que surgem nas escolas, no início e durante o ano lectivo. Não o fazendo, não pode esperar que os afectados se acomodem, aceitando todas as insuficiências e falta de respostas, como se nada se passasse.

publicado por Zé LG às 00:17
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sim, felizmente há outros exemplos dignos de desta...
Sim, melhor pelos serviços de saúde prestados (ima...
Sim, é melhor irem fazendo alguma coisa.
Sempre se vai lutando e fazendo alguma coisa, cara...
Vamos vendo e assistindo .As vezes podem ,querem o...
Não sejamos injustos. Os profissionais que lá trab...
E aí de nós se precisamos de cair na Urgencia! Pod...
Então agora sigam o ditado...
Quem se dispunha foi afastado.
O pior ê que não se vê quem queira,começando pelo...
Mais vale quem quer do que quem pode.
E não tenha dúvidas que os braços caídos são mais ...
Só na cabeça de quem já desistiu!
Ainda tem dúvidas? No hospital já muitos sabem iss...
Uma causa perdida?
blogs SAPO