Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
20
Fev 17

A cerimónia organizada pela Revista de Vinhos, decorreu no Centro de Congressos e Exposições da Alfândega do Porto, e premiou os melhores do ano no panorama vitivínicola.
CVRA - Comissão Vitivinícola Regional Alentejana foi premiada Melhor Organização Vitivinícola do Ano em Portugal e recebeu rasgados elogios deste grupo de especialistas:

cvra-logo.png

"A Natureza deu o seu melhor e o esforço de técnicos e investidores nas últimas décadas elevou o Alentejo ao topo da produção de vinho em Portugal. Mas para este sucesso muito tem contribuído também uma CVRA dinâmica e sempre aberta à inovação."
Francisco Mateus, presidente da Direcção da CVRA afirmou estar "Orgulhoso por ver premiado o trabalho efectuado pela Comissão, sabendo que o reconhecimento nos dá ainda mais ânimo para continuar".

 

Outros prémios para o Alentejo:

PRODUTOR - Malhadinha Nova

COOPERATIVA - Adega Cooperativa de Borba

CAMPANHA PUBLICITÁRIA - EA, a inspiração bebe-se

 

Consulte a lista com todos os premiados aqui.

publicado por Zé LG às 12:52
03
Fev 17

020220171124-332-grevepessoalnodocente.jpg

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, a Federação dos Sindicatos da Administração Pública e a FNE-Federação Nacional da Educação, marcaram para, hoje, uma greve dos trabalhadores não docentes das escolas e jardins-de-infância em protesto contra a precariedade laboral.

O protesto surge para reivindicar o fim da precariedade e a dignificação dos direitos dos trabalhadores. Uma dignificação que passa por colocar os trabalhadores sem termos nos locais de trabalho, por dar uma especificidade às suas funções e pela valorização dos seus salários.

As Juntas de Freguesia da cidade de Beja e três Associações de Pais reuniram esta semana com a DGEstE – Direcção Geral dos Estabelecimentos Escolares, a quem foi exposta a necessidade de pessoal não docente nas escolas da cidade.

Miguel Ramalho, presidente da União de Freguesias de Santiago Maior e São João Baptista, lamenta a falta de resultados práticos saídos da reunião com a DGEstE, pelo que as freguesias da cidade vão solicitar agora reuniões com as direcções dos Agrupamentos de Escolas.

publicado por Zé LG às 08:45
31
Jan 17

Capturar.PNG

In edição nº 1814, de 27-01-2017 do Diário do Alentejo.

publicado por Zé LG às 18:45
28
Jan 17

250120171518-717-ASSESTA.jpg

É assinado neste sábado, dia 28, nas instalações da Direção Regional de Cultura do Alentejo, entre esta entidade e a Direção da ASSESTA, o protocolo de colaboração que visa a criação/apresentação do Prémio Literário da Associação de Escritores do Alentejo que vai adotar o nome de Prémio Joaquim Mestre.

Este Prémio é instituído pela ASSESTA com o objetivo de promover, defender e valorizar a língua portuguesa e a identidade e diversidade cultural da região Alentejo, suas tradições, de promover e incentivar a criação literária nas modalidades de conto e romance, o gosto pela leitura e pela escrita e ainda, simultaneamente, homenagear o romancista e contista alentejano Joaquim Mestre.

O Prémio será lançado em 2017 e é instituído em parceria com a Direção Regional de Cultura do Alentejo, que irá assegurar o montante financeiro atribuído ao vencedor, e com apoio do Município de Beja.

A sessão decorre em Évora, na sede da Direção Regional de Cultura do Alentejo, pelas 16 horas e conta com a participação de Joaninha Duarte, Contadora de histórias, Napoleão Mira e a sua performance de Spoken work, Marta d'Almeida e o seu Jazz Alentejano, e de Fernando Évora, com leitura de um texto de Joaquim Mestre.

publicado por Zé LG às 00:59
27
Jan 17

16142719_978579658952756_1018718999985834686_n.jpg

publicado por Zé LG às 19:00
27
Jan 17

Cruz-1813.jpg

A Cruz Vermelha Portuguesa de Beja vai reduzir o subsídio de refeição a todos os trabalhadores. José Tadeu de Freitas, diretor do Centro Humanitário, justifica a medida com a não obrigatoriedade desta remuneração à luz do Código do Trabalho.

No final do mês de janeiro, quando receberem os ordenados, os trabalhadores do Centro Comunitário de Beja da Cruz Vermelha Portuguesa levarão para casa apenas 1,75 euros de subsídio de refeição, um valor menor do que auferiam em 2016.
José Tadeu Freitas, numa diretiva interna para “especificar a relação laboral” na instituição, refere, no ponto quatro do documento, que não sendo o subsídio de refeição “referido no Código do Trabalho não é uma remuneração obrigatória”, não obstante o Centro Humanitário ter garantido até ao fim do ano “a alimentação dos seus colaboradores e complementar com o subsídio de alimentação”.
Determina, pois, que “para o ano de 2017” seja pago a todos os trabalhadores, e por cada dia de trabalho, o valor de 1,75 euros.
Numa carta recebida na redação do “Diário do Alentejo” um trabalhador do centro afirma haver “medo e um descontentamento generalizado”, pondo em causa o caráter “humanitário” da instituição onde trabalha.
O mesmo trabalhador acusa ainda a Cruz Vermelha de Beja de impor “um regime de voluntariado à força” e mostra-se apreensivo com a “ameaça de fecho dos dois lares”.
O “DA” tentou, por várias vezes, contactar José Tadeu de Freitas, mas foi impossível chegar à fala com o responsável da instituição.AF

publicado por Zé LG às 08:53
20
Dez 16

191220161747-24-AFBeja.jpg

A distinção foi atribuída pela Federação Portuguesa de Futebol durante a cerimónia de entrega de Prémios de Mérito e Excelência.

A Associação considera que o prémio é o “reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo Gabinete Técnico e pelos Clubes envolvidos”.

Pedro Xavier, presidente da AFBeja, realça que na última época foram criados três Centros de Treino de Futebol Feminino (Beja, Vila Nova de Milfontes e Amareleja) que se têm desenvolvido e diz que a Associação vai prosseguir com a aposta do futebol e no futsal feminino.

publicado por Zé LG às 13:47
20
Dez 16

191220161752-92-JosAntnioFalco03.png

É a primeira vez que um português exerce estas funções.

Conservador de museus e professor universitário, José António Falcão é técnico superior do Ministério da Cultura e está à frente, desde 1984, do Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja. Especialista em arquitectura e arte cristãs, tem assumido a defesa da abertura do património religioso à sociedade, assim como a valorização do seu papel no desenvolvimento dos territórios de baixa densidade e uma estratégia conjunta para a salvaguarda dos lugares de culto do Cristianismo, do Judaísmo e do Islão.
José António Falcão revela à Voz da Planície alguns dos desafios do trabalho que pretende desenvolver à frente da Europae Thesauri.

José António Falcão apresentou à Rádio Pax a Comissão realçando a dimensão internacional das questões que afectam o património religioso.

publicado por Zé LG às 12:43
15
Dez 16

15284037_1346213635410049_5043215037752190172_n.jp

publicado por Zé LG às 21:30
01
Dez 16

2013-04-24 038.jpg

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, atribui, a título póstumo, a insígnia de Grande Oficial da Ordem de Mérito a Manuel de Castro e Brito, hoje, às 14h30, no Palácio de Belém, tal como anunciou na edição da OVIBEJA deste ano. 

Castro e Brito foi presidente da FAABA, da ACOS e da OVIBEJA e integrou os corpos sociais da CAP e da AIP, para além de ter desempenhado outras funções a nível regional, nacional e internacional. Faleceu repentinamente a 29 de Março do corrente ano.
publicado por Zé LG às 09:38
30
Nov 16

15036439_1773354772916857_6093510471213870157_n.jp

Ver INFORMAÇÕES:

publicado por Zé LG às 09:00
27
Nov 16

003 (2).JPG

Ainda antes de ser criada formalmente a Região de Turismo da Planície Dourada, a AMDB, promotora da sua criação, produziu estes sacos de papel, com imagem concebida pela Arqtª Maria João Gonçalves, para a sua divulgação.

(peço desculpa pela má qualidade da foto - o amarelo é ocre e o bordo branco)

publicado por Zé LG às 10:29
09
Nov 16

O Alentejo tem sido tradicionalmente maltratado pelo poder central, mas talvez nunca tenha sido tão desprezado como agora.

Repare-se nesta situação, que, não se percebe muito bem porquê, não tem sido denunciada nem reclamada a sua rápida resolução.

ccdra_new.jpg

Pouco tempo antes das últimas eleições legislativas, a CCDRA ficou sem presidente, porque António Dieb foi presidir à ADC - Agência para o Desenvolvimento e a Coesão. A seguir, com a eleição de Costa da Silva para deputado à AR, ficou sem gestor do PORA. Julgo que também o Secretário Técnico desta estrutura saiu para a ADC. 

alentejo2020.jpg

Há portanto mais de um ano que a CCDRA e a Gestão regional dos fundos comunitários se encontram sem os respectivos líderes, o que revela bem a importância que o governo atribui ao Alentejo…

E nós – os alentejanos e, principalmente os nossos representantes -, o que fazemos? - Amochamos. Aceitamos que esta anómala e prejudicial situação para a região se perpetue como se nada de grave se passasse.

Onde andam e o que andam a fazer os autarcas e os representantes das organizações empresariais e sociais do Alentejo? Costuma-se dizer que “temos o que merecemos” mas neste caso acho que devíamos ter um pouco mais...

publicado por Zé LG às 13:55
25
Out 16

convite.jpg

publicado por Zé LG às 17:50
04
Out 16

racacampanica.png

A ACOS – Associação de Agricultores do SUL informa que o serviço de recolha de cadáveres, no âmbito do SIRCA, interrompido no dia 24 de Agosto por decisão do Ministério da Agricultura, foi reiniciado hoje, a partir das oito horas, conforme disposto no AVISO Nº 2/ DGAV 2016.

publicado por Zé LG às 09:53
20
Set 16

190920161724-902-ALVITO.JPG

A Câmara de Alvito tem em consulta pública o Projecto de Regulamento Municipal de Apoio ao Movimento Associativo – RAMA.

O regulamento define “os programas, tipos e critérios de apoio a prestar às Entidades/Associações de cariz desportivo, cultural e recreativo no Concelho de Alvito, assim como regula as condições da sua atribuição a entidades legalmente existentes”.

De acordo com a Câmara, “o associativismo no concelho de Alvito, pela  diversidade das actividades desenvolvidas, pela sua dimensão, pela prática de voluntariado, pelo número de pessoas envolvidas e pelos projectos que concretiza, constitui um vector fundamental do desenvolvimento desportivo e cultural do município”.

O Regulamento está em consulta pública nos próximos 30 dias.

publicado por Zé LG às 17:40
20
Set 16

logo.png

O Conselho Intermunicipal da CIMBAL – Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo reuniu-se e a questão das acessibilidades voltou a estar em cima da mesa e, tal como foi defendido na reunião da ANMP, reafirmou a necessidade de integração das mesmas no PACTO 2020, assim como o reforço de dotação para os pactos, para que “não fiquem projetos na gaveta”.

Nesta reunião ficou definida ainda, a estratégia que a CIMBAL vai utilizar na elaboração das Grandes Opções do Plano, Orçamento e Mapa de Pessoal para 2017.

publicado por Zé LG às 13:54
17
Set 16

160920161654-802-FIG.jpg

 Ler notícia AQUI.

publicado por Zé LG às 09:51
29
Ago 16

Câmara Municipal de Beja pretende oferecer 100.000 € à Fundação de Serralves preterindo clubes, associações e demais agentes culturais e desportivos locais

Algo vai mal em Beja quando este valor é praticamente idêntico ao total do apoio dado pelo executivo CDU ao Programa de Apoio ao Movimento Associativo na área do Desporto durante 2016 a 34 clubes do concelho de Beja e que foi de de 114.784 €

A intenção de atribuir 100.000 € (cem mil euros) de mão beijada em troca de "uma exposição anual ou de outra iniciativa de Serralves no espaço da autarquia" é uma afronta clara a todas as organizações sem fins lucrativos e demais agentes culturais e desportivos da cidade e do concelho de Beja.

Quando falta dinheiro em muitos destes agentes culturais e desportivos que servem Beja e os seus munícipes para fardas (pagas muitas vezes do próprio bolso), equipamentos de apoio à atividade desportiva (bolas e equipamento de treino em várias modalidades amadoras) , instrumentos musicais, pequenas reparações em instalações (lâmpadas, chuveiros e bancos), deslocações (para representar o nome de Beja), apoio para a realização de exposições ou outras iniciativas de artistas locais, entre tantos outros problemas, é lamentável que esta política tenha acolhimento em Beja.

 

 

publicado por Zé LG às 13:55
04
Ago 16

130320141758-335-SIMBOLOALENTEJOXXI.jpg

A Alentejo XXI - Associação de Desenvolvimento Integrado do Meio Rural promove, a partir de hoje, um conjunto de sessões de divulgação sobre o PDR-Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020.

Com a realização destas sessões pretende-se prestar esclarecimentos a potenciais investidores. Em destaque vão estar as candidaturas para “Pequenos investimentos na exploração agrícola” e “Pequenos investimentos na Transformação e comercialização de produtos agrícolas”.

A primeira sessão realiza-se, esta tarde, às 18.00 horas, na Cooperativa Agrícola de Vidigueira.

publicado por Zé LG às 08:50
Fevereiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
25
26
27
28
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Não tenho certezas nenhumas.A única que tenho é qu...
Como é que Vocês têm acesso a informação confidenc...
Se ele fizer na ULSBA o mesmo que tem feito na CIM...
Dinheiro bem gasto? Tem a certeza disso? Não havia...
Há sempre quem rapidamente se disponha a ir ao bei...
São estreantes que passam na cresap pelo reconheci...
Tanto dinheiro bem gasto e gerador de valor para a...
Não,não vai arder pode crer.Estao todos sem forças...
O Rocha vai preparar o comando da saúde.Viva a des...
Não se percebe a confusão do seu ponto de vista!.....
Não acredito!...Ou as ideias dentro do PCP estarão...
Neste dia é que o PCP vai anunciar Pos de mina com...
Parece que o circo vai continuar a arder e o Alvit...
"DOIS REGRESSOS E DUAS ESTRELAS".Os regressos sao...
Mas isso é normal na ULSBA.Desde há muito que os P...
blogs SAPO