Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
12
Dez 17

280420141255-245-REGADIODOALQUEVAIMAGEM.jpg

Estas jornadas, com início marcado, para as 10.00 horas, no auditório da EDIA, pretendem ser um fórum de divulgação de projectos de investigação em curso e os novos avanços técnicos das empresas, bem como perceber as necessidades dos produtores ao mesmo tempo que se proporciona um momento de contacto entre utilizadores, empresas e a investigação.
A EDIA afirma que agricultura de regadio é hoje uma actividade complexa que requer informação e ferramentas de apoio que permitam ao regante realizar a sua actividade de forma sustentável e que estas jornadas decorrem num contexto de constante inovação tecnológica e de alterações climáticas que afectam a produção agrícola.

publicado por Zé LG às 08:49
05
Dez 17

CEBAL-768x512.jpg

“Tecnologia de membranas: a realidade da gestão da água no sector agro.alimentar” é o mote ara um seminário que o CEBAL- Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo vai promover, esta tarde, no auditório do NERBE/AEBAL.

Ler e ouvir AQUI e AQUI.

publicado por Zé LG às 00:22
21
Nov 17

201120171800-111-SIMBOLOACT1.jpg

Na passada semana, a ACT realizou uma ação inspetiva conjunta com a GNR, o SEF e a Delegada de Saúde, numa herdade no Alentejo, no âmbito da apanha da azeitona, com o objetivo de combater o trabalho não declarado no setor agrícola. No decorrer da visita os inspetores do trabalho analisaram a situação de 154 trabalhadores, dos quais 97 se encontravam não declarados. Imediatamente as várias empresas envolvidas foram notificadas para proceder à respetiva regularização, avança a Autoridade para as Condições do Trabalho na nota de imprensa enviada à nossa redação.

A ACT refere ainda, que vai acompanhar estas situações para que seja reposta por completo a legalidade das relações laborais e promovido o cumprimento das regras legais.

publicado por Zé LG às 13:50
20
Nov 17

IMG_3534.JPG

Fotografia de um "quadro" do Museu da Ruralidade de Entradas.

publicado por Zé LG às 21:06
06
Nov 17

031120171013-542-EDIAagricultura.jpg

Durante esta primeira quinzena de Novembro, realiza-se um conjunto de sessões para apresentação do Modelo Participativo dos Perímetros de Rega de Alqueva aos agricultores dos perímetros de rega geridos pela EDIA.

No total foram convocados cerca de 6 mil agricultores abrangidos por estas infraestruturas. As sessões estão abertas a todos os agricultores e proprietários, e pretendem abordar, para além das informações gerais de apoio ao agricultor, também a avaliação de satisfação do serviço prestado pela EDIA e o novo tarifário da água.
A primeira sessão, realiza-se, hoje, às 11.00 horas, no auditório da EDIA, em Beja, à tarde, às 15.00 horas, em Ferreira do Alentejo.

Estas sessões surgem numa altura em que a campanha de rega se aproxima do fim, sendo possível desta forma fazer um balanço do serviço prestado aos agricultores.

publicado por Zé LG às 08:45
30
Out 17

210720171649-409-CatarinaMartins.jpg

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) esteve de visita a uma exploração, situada perto de Beja, onde uma empresa espanhola terá destruído uma ponte romana e quase duas dezenas de sítios arqueológicos assinalados no Plano Director Municipal para plantar 3 mil hectares de amendoal.
A líder do BE falou do Alqueva e da necessidade da água para “haver agricultura, emprego, desenvolvimento”, acrescentando que “o que estamos a assistir é que o terreno está todo a ser ocupado, nomeadamente o melhor terreno agrícola, por culturas intensivas”, que “não criam emprego propriamente na região, ... e têm tido danos a vários níveis, ambientais desde logo”.
Catarina Martins não tem dúvidas “que é preciso novas regras para o ordenamento dos nossos recursos hídricos, porque Portugal precisa de água, tem de a proteger, tem de a saber usar”.

publicado por Zé LG às 08:48
28
Out 17

015.JPG

publicado por Zé LG às 17:55
24
Out 17

170220162230-650-CEBAL.jpg

O auditório da Escola Superior de Educação recebe, hoje, a partir das 11.30 horas mais uma sessão da iniciativa “Um dia Com....” promovida pelo CEBAL, desta vez com Jaime Ferreira, presidente da Associação Portuguesa de Agricultura Biológica-AGROBIO, que vai apresentar a palestra intitulada “Agricultura Biológica, hoje em Portugal. Que desafios?”.
Nesta palestra vão ser apresentados os objectivo e a actividade da AGROBIO, em destaque vão estar ainda “A Agricultura Biológica: os seus fundamentos; Situação em Portugal”, “A Estratégia e Plano de Acção Nacional (2017-2027)”, “Que desafios? O caso da exploração de Arroz Biológico” e “Quarta de Castro”, em Alcácer do Sal.

publicado por Zé LG às 00:27
22
Out 17

043.JPG

publicado por Zé LG às 16:29
22
Out 17

020.JPG

publicado por Zé LG às 12:32
21
Out 17

054.JPG

publicado por Zé LG às 09:27
11
Out 17

IMG_2710.JPG

 Estrada de Pisões (Perto do Penedo Gordo).

publicado por Zé LG às 17:45
10
Out 17

IMG_2716.JPG

A intromissão do regadio intensivo em áreas da rede de protecção e de valorização dos ecossistemas naturais constitui uma preocupação enorme, e que tem sido expressada por vários agentes da administração e das universidades!...E salvo melhor opinião, assiste-se de modo quase irreversível ao empobrecimento dos solos agrícolas de maior potencialidade, destruindo-se áreas vastas de montado de sobro e de azinho, e respectivos ecossistemas! Há muita coisa errada nesta quase ausência de planeamento e de ordenamento agrícola e territorial, e iremos muito em breve pagar a factura desse descontrolo! Hoje é quase um lugar comum, que os solos de culturas intensivas, ficam saturados em poucos anos, irreversivelmente contaminados, esqueléticos e improdutivos!...e isto não é pouco, nem menosprezável pelos agentes com responsabilidades sobre a área, em Portugal!...é olhar para os elementos cartográficos e comparar o resultado nos últimos anos, dessas práticas agrícolas...No terreno ainda é mais notório o efeito nocivo!...Muito haverá a dizer sobre o assunto, mas não faz sentido, assobiarmos para o lado e encolher os ombros!

Ecce homo a 9 de Outubro de 2017 às 09:31, AQUI.

publicado por Zé LG às 13:56
08
Out 17

078.JPG

publicado por Zé LG às 16:21
08
Set 17

cartaz_net.jpg

Veja PROGRAMA.

publicado por Zé LG às 08:50
14
Ago 17

IMG_2704.JPG

O estado em que se encontra a Estação Arqueológica de Pisões e a estrada que lhe dá acesso mostra bem o abandono a que foi votada.

IMG_2708.JPG

O estado da estrada que, além de dar acesso à referida Estação Arqueológica, dá igualmente acesso a uma zona agrícola rica e onde estão a ser feitos diversos investimentos no regadio para aproveitar a água de Alqueva, não facilita o desenvolvimento de um e outros projectos.

IMG_2716.JPG

Será de fundamental importância para o esclarecimento dos eleitores que as diversas candidaturas ao Município de Beja esclareçam se a Estação Arqueológica de Pisões e o apoio à agricultura e ao mundo rural integram a sua estratégia para o desenvolvimento do Concelho de Beja e que propostas têm para pôr cobro à situação que se arrasta há demasiado tempo.

A aposta (ou não) na recuperação e valorização de Pisões e na agricultura como motor do desenvolvimento do Concelho e factor determinante da sua ruralidade será, só por si, talvez o que melhor distinguirá a bondade das candidaturas em presença.IMG_2718.JPG

publicado por Zé LG às 08:46
02
Ago 17

tapada_chaves1-360x300.jpeg

A Fundação Eugénio de Almeida (FEA), de Évora, anunciou a aquisição da propriedade e da marca de vinhos Tapada do Chaves, que mantém a mesma designação.

A Tapada do Chaves, localizada em Frangoneiro, nos arredores de Portalegre, dá origem a vinhos há quase 100 anos e possui duas das mais velhas parcelas de vinha do Alentejo.

Com 60 hectares de terra e 32 de património vitícola, 23 dos quais de castas de uva tinta e nove hectares de castas de uva branca, a Tapada do Chaves localiza-se numa zona fortemente influenciada pela orografia (Serra de São Mamede) e pela cobertura agro-florestal que lhe confere um microclima específico e decisivo para a qualidade e tipicidade dos vinhos aí produzidos.

 

publicado por Zé LG às 12:45
11
Jul 17

No final de Junho cerca de 80% do território português encontrava-se em seca severa ou extrema.

Nesta altura, das 60 barragens existentes em Portugal continental, há 18 que registam menos de metade do nível de água que conseguem armazenar, o que levou já o Governo a activar a Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Efeitos da Seca, criada há cerca de 1 mês.

O Alentejo é uma das regiões do país que mais está a preocupar o Governo, uma vez que pode chegar a Agosto sem água, uma situação idêntica à da região da Beira interior.

 

A EDIA garante que a reserva de água que hoje existe em Alqueva é suficiente para mais dois anos sem afluências significativas e capazes de responder às necessidades agrícolas e de abastecimento público na sua área de influência, tendo capacidade para satisfazer todas as necessidades de água para a agricultura na região equipada pelo sistema, 120 mil hectares actualmente, estando apenas limitado pela capacidade dos adutores às diferentes albufeiras, tal como acontece em qualquer sistema de distribuição de água.

Relembra que se alguma Associação que gere outras barragens receptoras de água de Alqueva necessita de 20, 30 ou 40 milhões de metros cúbicos, e se sabe que o sistema tem capacidade para debitar cerca de 7 milhões por mês, então esse volume de água terá de ser solicitado à EDIA vários meses antes.

publicado por Zé LG às 08:47
02
Jul 17

IMG_2418.JPG

publicado por Zé LG às 01:15
28
Jun 17

image001.jpg

A FAABA - Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo, enviou ao Ministro da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural, uma carta alertando para a necessidade de implementação de medidas imediatas, de modo a contrariar os impactos negativos da seca prolongada que já se estão a fazer sentir por todo o Alentejo. Os prejuízos ao nível das culturas de sequeiro, como os cereais, as oleaginosas, as pastagens e forragens e ao esgotamento das reservas hídricas, quer para abeberamento dos efectivos pecuários, quer para o regadio, são visíveis e muito preocupantes.

 

 

publicado por Zé LG às 15:01
Dezembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Sim, felizmente há outros exemplos dignos de desta...
Sim, melhor pelos serviços de saúde prestados (ima...
Sim, é melhor irem fazendo alguma coisa.
Sempre se vai lutando e fazendo alguma coisa, cara...
Vamos vendo e assistindo .As vezes podem ,querem o...
Não sejamos injustos. Os profissionais que lá trab...
E aí de nós se precisamos de cair na Urgencia! Pod...
Então agora sigam o ditado...
Quem se dispunha foi afastado.
O pior ê que não se vê quem queira,começando pelo...
Mais vale quem quer do que quem pode.
E não tenha dúvidas que os braços caídos são mais ...
Só na cabeça de quem já desistiu!
Ainda tem dúvidas? No hospital já muitos sabem iss...
Uma causa perdida?
blogs SAPO