Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
13
Set 16

201020150942-520-PSPradar (1).jpgA Polícia de Segurança Pública continua a realizar, em várias cidades, uma operação de controlo de velocidade através de radar. 

Hoje, os agentes da autoridade vão estar, com radares, entre as 9.00 e as 12.00 horas, na Avenida Salgueiro Maia, em Beja.

Segundo a PSP, o aviso prévio da instalação de radares permite a redução de velocidade e garante maior segurança.
A ideia é que os radares não tenham um efeito repressivo, mas sim preventivo, alertando os automobilistas para a prática de uma condução mais cautelosa e levando os mesmos, a pensar, um pouco mais, sobre a velocidade que atingem dentro da cidade.

publicado por Zé LG às 08:53
Como não tem mais nada para fazer, vão sacar uns euros para a avenida.
O tempo que passam com o radar ligado, vão fazer policiamento de proximidade junto dos idosos.
carlos a 13 de Setembro de 2016 às 10:42
Porra Carlos, tu não gostas de ninguém. Vê bem que até te dizem que vai haver pre-sinalizacao dos radares, para que o efeito seja preventivo, e não repressivo como habitualmente, mas mesmo assim atacas ferozmente. Dasssssseeeeee
Anónimo a 13 de Setembro de 2016 às 11:16
Não estou a atacar a informação em si, mas apenas o que a policia está a fazer. Até concordo que sejamos informados.
carlos a 13 de Setembro de 2016 às 11:37
"Quem tem medo de Virgínia Woolf?", peça de teatro de Edward Albee.
Quem tem medo da Polícia?
Ui!
Qualquer bandido...
Luís Tavares a 13 de Setembro de 2016 às 15:19
Cada um fala por si, se se sente bandido isso já não me interessa, o que interessa é sacar € para cumprir objetivos com as multas.
Carlos a 13 de Setembro de 2016 às 18:42
Nem todas as leis são justas, na ótica daquele que a deve cumprir. É básico.
Vivendo nós inseridos numa sociedade ou aceitamos as suas leis - discordando, obviamente, quando não estamos de acordo, mas acatando-as - ou, por força das leis que regem a sociedade à qual pertencemos, seremos considerados marginais. A opção cabe a cada um com as óbvias consequências.
Atacar tudo e todos, em especial não a lei ou quem legisla, mas quem tem o dever e a obrigação de fazer cumprir a lei, é, em minha modesta opinião, um ato criminoso.
É bem mais honesto dizer qual a redação que a lei deverá ter, ou não?!
Luís Tavares a 13 de Setembro de 2016 às 21:02
Então dá-me a razão, nem todas as leis são justas, logo sacar multas para mim não é justo, fica a ideia que passei em cima, acho que seria mais justo. Policiamento de proximidade. Mas os objetivos pelo numero de multas continua ou nao?
Carlos a 14 de Setembro de 2016 às 09:31
Quem não deve náo teme
Anónimo a 14 de Setembro de 2016 às 22:28
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Não estão à altura da dignidade do cargo de Presid...
Não seja assim..Vá lá. .
Substância=conteúdo.
Olhe que não. Olhe que não.Sempre aqui se teceram ...
Passámos da noite para o dia... em termos de gente...
Pelo menos numa coisa já temos de dar mérito a est...
A pior coisa que se pode fazer aos políticos que e...
Deixem as pessoas trabalhar á vontade! Podem não f...
Parabéns à Câmara de Castro Verde pela decisão.Vam...
No Facebook não há anonimato. Mas podem haver fals...
Pois, era bom que fosse assim, só que o que se ver...
Temos de habituar-nos. As redes sociais proporcion...
António, o pior é que o que se passa ai passa-se e...
“Alta resolução” onde???
Também o Hospital de Serpa foi transformado numa c...
blogs SAPO