Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
02
Out 17

201710020037051.jpg

O PS garantiu neste domingo, 1 de Outubro, uma vitória histórica nas eleições Autárquicas no distrito de Beja, garantindo a maioria em 10 das 14 câmaras municipais. Além de manter a maioria em Aljustrel, Almodôvar, Ferreira do Alentejo, Mértola, Odemira e Ourique, os socialistas reconquistaram as câmaras de Beja, Moura e Barrancos e fizeram história em Castro Verde, com António José Brito a conquistar à CDU uma autarquia que era gerida pelos comunistas desde 1976.
Entre as vitórias socialistas, destaque para as largas maiorias obtidas em Almodôvar, Ferreira do Alentejo e Ourique (quatro vereadores do PS contra apenas um da oposição), assim como em Odemira (5-2). E em Beja a vitória foi obtida com 1.444 votos de diferença!

publicado por Zé LG às 23:30
Pedro do Carmo fica com maior "poder negocial"...
Anónimo a 2 de Outubro de 2017 às 23:46
Resta saber como o quer,pode ou vai utilizar.
Anónimo a 3 de Outubro de 2017 às 07:55
Esperemos que o use. Quero crer que o queira. Como se tornou evidente no novo "mapa eleitoral", existe como que uma "fronteira" a meio do Alentejo. Não se pode ignorar esse facto nem iludir essa realidade. Julgo haver agora melhores condições políticas para corrigir assimetrias dentro do Alentejo. Penso que ficou patente que os eleitores do distrito de Beja expressaram as expectativas de que o Governo assim faça.
MF a 3 de Outubro de 2017 às 08:23
Na óptica do PCP, os eleitores dos concelhos do norte do distrito de Beja estão "certos" e os do sul do distrito de Évora estão "errados". Pergunta de um milhão: que preconceitos levam a que se forme tal demarcação? Note-se que de idêntica forma de ambos os lados os concelhos periféricos que se "encostam" ao distrito vizinho divergem dos restantes no sentido do voto maioritário.
Anónimo a 3 de Outubro de 2017 às 08:41
Subtilezas de identidade cultural. "A galinha da vizinha..."
Anónimo a 3 de Outubro de 2017 às 09:10
De modo nenhum é uma coincidência "em espelho inverso"!
Anónimo a 3 de Outubro de 2017 às 09:19
Se os políticos tiverem humildade democrática terão de refletir sobre esse tipo de sinais dados pelas populações. Aquilo que alguns há muito sentiam como diferenças subjectivas torna-se evidência real.
Anónimo a 3 de Outubro de 2017 às 09:25
Uma coisa esta expressiva vitória dos socialistas terá demonstrado: que os políticos readquiriram credibilidade.
Anónimo a 3 de Outubro de 2017 às 10:08
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É a mesma pessoa! o eng.º José Velez ex-vereador d...
Excelente debate que já há bastante tempo se impun...
Por muitos ilustres que cite não apaga a força do ...
Expus os meus argumentos com a mesma honestidade q...
Para começar, ter preferências é um luxo que todos...
Já vi que tem preferência pelo consumo de azeite d...
O que o PCP pretende no desenvolvimento agricola d...
Não, não sou a favor desse tipo de culturas.O que ...
Caro anónimo, não sei se é adepto deste tipo de cu...
Não precisa do futuro para estar enganado, já o es...
Estas reivindicações do PCP não são novas, são ali...
Só que nada fizeram até agora e que o engenheiro d...
ETAR de Vales Mortos: https://www.publico.pt/2017/...
qual situação?
A situação da "ETAR" de Vale de Vargo não é notíci...
blogs SAPO