Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
04
Jan 16

171120151020-60-CPCBejainstalaes.jpgOs novos orgãos sociais do Centro de Paralisia Cerebral de Beja, para o quadriénio 2016-2019, tomam, hoje, posse. A cerimónia, que vai decorrer no ginásio da instituição, está marcada para as 18.00 horas.
As eleições realizaram-se no passado mês de Dezembro e deram a vitória a Francisca Guerreiro, que até agora desempenhava funções de vice-presidente da instituição numa equipa que era liderada por Ana Baptista.

publicado por Zé LG às 08:50
Oh Sr Lopes Guerreiro, nem você nem o emparvatado do João Espinho fizeram a mais pequena referencia ao sucesso que foi a passagem de ano em Beja! O Sr talvez por andar de costas voltadas ou porque não um pouco de inveja do presidente da câmara, e o João Espinho porque é o bicho mais parvo do Distrito...

"A inveja é a arma dos incompetentes"
Anónimo a 4 de Janeiro de 2016 às 19:41
pelas 1h 30 m era perfeitamente aterrador o numero de miudos ( 12 , 13 , 14 anos) a cair de bebados na zona da praça.OBRIGADO JOÃO ROCHA PELO ESPECTACULO DE VER MIUDOS EM COMA ALCOOLICO.
Anónimo a 4 de Janeiro de 2016 às 20:27
Oh senhor idiota (pessoa que tem ideias, ainda que parvas), então você é dos que pensam que o sucesso de uma política autárquica se mede por praças cheias de povo a delirar com o Ruben Baião, o José Cid e 15 minutos de fogo de artifício e por jovens muito jovens a cair de bêbados? Olhe, sabe como é que isso se chamava no império romano? Pão e circo. E um dia esse império também caíu. E isto não é nenhuma graçola com o presidente da câmara e vereadores vestidos de poderosos durante o desfile romano.
O que é interessante é ver o silêncio dos "intelectuais" afectos à Câmara Municipal perante esta "cultura" imposta por Rocha em Beja e perante o poder pessoal que ele impôs na nossa cidade, que nunca será a dele.
Anónimo a 4 de Janeiro de 2016 às 20:53
Não, senhor inteligente (não sei se sabe o que é o significado de inteligente em termos pejorativos) não penso que o sucesso de uma política autárquica passe por festas com o Ruben Baião ou por Bejas Wine Nights). Mas digo-lhe que penso que também fazem parte desse mesmo sucesso, e que o pouco dinheiro que existe para este tipo de eventos, deve ser para todos, naoapenas para convidados dos amigos dos presidentes ou vereadores.... Quanto aos miúdos de 12 ou 13 anos andarem bebados na festa, não creio que o sr inteligente ache que a culpa é do presidente ou dos vereadores, ou acha? A culpa não será antes dos pais dos respectivos miúdos?
Anónimo a 4 de Janeiro de 2016 às 22:12
Pouco dinheiro? Faça as contas das festas e festinhas e depois tire as suas conclusões.
Anónimo a 4 de Janeiro de 2016 às 22:23
Queria deixar aqui ao defensor do troglodita Rocha algumas palavras de compaixão e de esperança, pois acho que isso se impõe nos tempos que estamos a viver.

Em primeiro lugar queria dizer que se, por acaso, veio aqui defender o arraial da praça só como pirraça, para atiçar as consciências e provocar indignação, conseguiu plenamente o seu objectivo e está de parabéns. Se, por outro lado (caso mais grave), o fez com a intenção de se convencer a si próprio/a de que a máquina de financiar shows ao nível “Portugal em Festa” em que se tornou a Câmara Municipal está a cumprir o seu propósito enquanto autarquia de uma capital de distrito, então os meus sentidos pêsames. Tem a minha compreensão, em parte, pois imagino que não é fácil ver a sua cidade e o seu partido de joelhos, à mercê de um ditadorzeco, ainda por cima ignorante e sem qualquer sensibilidade artística ou cultural. Custa menos viver em negação, eu sei.

E se o povinho estúpido vai ao rubro com os Baiões e companhia, você, que é pelo povo, não ficaria de consciência tranquila se reconhecesse que talvez mesmo as pessoas mais simples mereçam ter acesso a alguma diversidade de oferta cultural (já para não dizer às melhores oportunidades que poderiam existir num concelho com política de desenvolvimento sócio-económico!) para poderem também evoluir como seres pensantes. Pois é, não é isso que diz a doutrina, eu sei.

Mas talvez haja esperança. Um dia até os mais intransigentes defensores da disciplina partidária vão achar que pingou a gota de água que fez transbordar o copo. Aí talvez se mobilizem para inverter o rumo da decadência, restaurar a liberdade de expressão e a possibilidade de um futuro melhor para este concelho. Desconfio que essa consciência já borbulha em alguns círculos comunistas mais intelectualmente honestos. Junte-se a eles, faça serviço público e ajude a derrubar a ditadura, antes que seja tarde!

Melhores cumprimentos,
Catarino
Catarino a 5 de Janeiro de 2016 às 09:46
Não são idiotas, são carneirada imbecil, essas bestas, não há outro nome, que defendem o czar rocha
Anónimo a 4 de Janeiro de 2016 às 23:58
E depois é a água a subir com esta roubalheira. É uma vergonha o preço da água em Beja qualquer dia tomamos banho com perfume como fazem os espanhóis que é mais barato. Tenham vergonha.......
Anónimo a 7 de Janeiro de 2016 às 17:53
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
26
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Camaradas vocemecês não eram para estar reunidos a...
A CIMBAL deveria fazer um esforço para sair do "se...
são mesmo uns tristes...insistem na conversa de me...
chega-lhes roupa, não sejes cagarolas
Esta Câmara de CABELEIREIRAS, ESTETICISTAS, PROFES...
Os "outros" prometeram, "estes" vão fazer... Esper...
A estratégia é disparar em todas as direcções! An...
Deserto de ideias e iniciativas já é.
Mais que o centro do sul esta camara de cabeleirei...
Nã leio o dalentejô. Só veijo a capa! falari, fala...
atã nã fali do que nã sabi
nã sabe leri?
E a ETAR de Vales Mortos? E as não obras na escola...
blogs SAPO