Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
18
Jan 15

160120151944-341-IP2.JPGO Baixo Alentejo volta a sair à rua, a 30 de Janeiro, sexta-feira, para exigir a conclusão das obras nos itinerários principais.
João Rocha, Presidente da CIMBAL; Filipe Pombeiro, Presidente do NERBE/AEBAL e Ceia da Silva, Presidente da ERT, representantes da Comissão Organizadora do Dia de Luta denominado “Nós existimos, Nós exigimos”, apelam à participação do distrito.
Empresários e autarcas exigem a retoma e conclusão das obras do projecto de construção do IP8 e do IP2 e reparação das estradas regionais.
In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=6086

publicado por Zé LG às 13:23
MANIFESTAÇÕES tudo bem. No entanto penso que isto só avançará com outras medidas mais directas. Talvez lançar uma portagem a quem entra e sai do Alentejo e não reside cá. teria jeito? j.amaro
j.amaro a 18 de Janeiro de 2015 às 22:03
Isto vai ter o mesmo resultado que o caminho de ferro, vai servir para os mesmos de sempre capitalizarem dividendos políticos, nada mais.
anonimo a 19 de Janeiro de 2015 às 19:16
Para quando a revelação das intenções da CP em relação ao ramal de Beja?
É viável sob o ponto de vista económico?
JÁ QUE EM RELAÇÃO AO SOCIAL, NÃO HÁ A MINIMA DÚVIDA!
É para continuar e manter?
Há expectativas que a linha possa vir a ser electrificada, ou não?
Qual o resultado das conversações entretatnto tidas com a CP?

Perguntas para as quais todos gostaríamos de ter respostas, mas enfim...
Sabemos apenas que há autarquias e concelhias de partidos que se vão reunindo com a CP, mas nickles. Nada depois nos é dito ou transparece cá para fora dessas conversas.
Porquê?
Anónimo a 19 de Janeiro de 2015 às 19:57
No que respeita à Concelhia do PS, - e uma vez que foram citadas "concelhias de partidos" -, desenvolvemos com assinalável sucesso uma ação em março de 2014, em que fomos em grande número a Lisboa, às sedes da REFER e da CP, entregar missivas com perguntas concretas sobre o transporte de passageiros entre Lisboa e Beja. Da parte das duas empresas obtivemos, passadas semanas, respostas escritas. Em março deste ano, quando se completar um ano sobre a iniciativa, tencionamos fazer um balanço acerca do que foi ou não foi cumprido e concretizado quer pela REFER , quer pela CP, face aos compromissos assumidos nas respostas. Nunca "guardamos" as respostas, nem as escondemos. Não é de todo verdade. Para além de terem tido ampla divulgação na Comunicação Social local e regional na altura das mesmas, estão em permanência disponíveis para consulta - as perguntas das cartas entregues pelo PS e as respostas das empresas -, no site da Concelhia de Beja, em www.psbeja.pt .
Fica também o esclarecimento que a CP tinha prometido, quando tomou conhecimento da nossa ação , de agendar uma reunião connosco, que se realizaria provavelmente em Beja (por sugestão da própria CP), mas que infelizmente nunca se chegou a concretizar. Com a REFER a questão de uma hipotética reunião nem chegou a estar sobre a mesa.
Fica apenas o esclarecimento de que da parte da Concelhia do PS, nada foi escondido de ninguém em momento nenhum e que conduzimos o nossa iniciativa sempre com total transparência para o público e para os utentes do serviço ferroviário de e para Beja.

Paulo Arsénio - Presidente da Concelhia de Beja do PS
Anónimo a 21 de Janeiro de 2015 às 00:45
OK. P.A.
Já agora importa-se de nos transmitir o que é de concreto lhe foi dito ou prometido.
Ou até mesmo, quais foram as suas impressões, após as demarges realizadas.
Anónimo a 21 de Janeiro de 2015 às 15:59
Não sendo o blogue o melhor local para tão exaustiva exposição e comentário, direi porém que questionámos a CP sobre a qualidade do material circulante, nomeadamente entre Beja e Casa Branca - não existindo nesta fase ligação direta a Lisboa -, e sobre a manutenção de 4 comboios diários em dias úteis e questionámos a REFER acerca da melhoria das condições de espera nas várias estações da linha e na plataforma de espera em Casa Branca, bem como claro - sobre a possibilidade de eletrificação da via.
A CP adiantou que não tem condições para substituir o material circulante atualmente em uso, preferindo fazer manutenções e reparações nas composições que utiliza. Disse-nos também que não prevê diminuir a oferta ferroviária que atualmente serve Beja.
A REFER foi bastante mais lacónica. Disse-nos que previa fazer pequenos melhoramentos nas estações entre Beja e Casa Branca sem especificar que tipo de melhoramentos seriam e que prevê ter toda a rede nacional eletrificada até ao ano de... 2050, sendo que o troço Beja-Casa Branca será eletrificado algures entre 2020 e 2050!!!
Não foram as respostas que mais gostaríamos de ter tido, mas foi o que tivemos.
A sensação com que fiquei foi a seguinte: se os cidadãos e os utentes da linha, descuidarem a atenção sobre a CP e sobre a REFER , defendendo intransigentemente o serviço ferroviário público que nos liga a Lisboa, não só não conquistaremos nada de melhor a médio prazo, como ainda corremos algum risco de perder comboios (cenário que piorará - e muito - se a CP/Passageiros algum dia for privatizada).
É por isso fundamental que a sociedade civil mantenha a vigilância e uma atenção permanente sobre esta matéria. E que os partidos e as autarquias não deixem cair no esquecimento este assunto, juntando-se aos cidadãos sempre que as circunstâncias o exijam. O comboio é absolutamente fundamental para Beja!

Com os melhores cumprimentos,
Paulo Arsénio
Anónimo a 22 de Janeiro de 2015 às 23:17
Entretenham-se com outra matéria que os comboios para Lisboa já foi chão que deu uvas.
Anónimo a 23 de Janeiro de 2015 às 01:43
Embora eu até não desgoste da personagem, aqui estão sempre os Velhos do Restelo a tentarem desmoralizar e perturbar a nossa vida.
Obrigado pelo esclarecimento P.A. e os meus parabéns pela sua postura e atitude na defesa dos interesses da população de Beja e da sua região.
Anónimo a 23 de Janeiro de 2015 às 08:09
Janeiro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
O Oliveira foi sacudido ainda antes das eleicoes.
Só espero que tem dinheiro para receber não veja i...
O acolhimento politico e pessoal do executivo às i...
Como foi possível proceder a um aumento salarial c...
O vereador que não fazia parte do CA da EMAS é que...
P'ra parceiros até que não se dão mal!
O novo executivo tomou posse há um mês, depara-se ...
Isso foi já com a máquina do alcatrão ou essa foi ...
Então o picado assume que usam a Emas para fazer r...
O vitor, se optasse pelo silêncio ganhava mais.
Estava tão bem que a dias das eleições ...
Então mas não estava tudo bem?
Por cá temos uma colecção de personagens que conse...
É a mesma pessoa! o eng.º José Velez ex-vereador d...
Excelente debate que já há bastante tempo se impun...
blogs SAPO