Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
13
Set 17

Em muitas alturas li este blog, sem nunca o comentar. Talvez porque repugne a ideia daqueles que sob o anonimato "insultam gratuitamente" (devia ser acrescido de valor acrescentado: ou em opiniões/comentários válidos e construtivos, ou de IVA mesmo...estávamos mais ricos e talvez a derrama e o IMI não fossem questão).
Entendo porque o fazem, todos usamos "máscaras" para sermos socialmente aceites. Mas são efectivamente poucos os que são sinceros (principalmente com eles mesmos), dão a cara, o nome, dão o corpo às balas, pegam o touro de frente...como queiram designar.
Sou filha, neta e irmã de "Comunas" como são designados por aqui. No entanto fui criada em Liberdade, permitiram-me ter a minha própria opinião, a formatar-me enquanto pessoa.
Não sou nem militante, nem apoiante, nem tão pouco simpatizante de nenhum partido em particular. Talvez seja porque nunca me permiti a grandes amarras ideológicas: políticas, religiosas, filosóficas. Existem grandes homens e mulheres de todos os quadrantes políticos.
A sério, que algum de vós está por e com Beja?
Essa Cegueira, que vos consome, nem vos permite fazer uma análise concreta do que viram e ouviram.
Nenhum candidato apresentou um Programa especifico para Beja no programa emitido na RTP, nem explicou como o executaria.

Que o João Rocha não é um bom orador, não é novidade. Novidade, é que o único que segue um discurso em linha recta sem se atabalhoar é o candidato do BE.
Na minha avaliação, todos os outros candidatos não conseguem ser directos e concisos, fazendo com que a ideia se perca.
De grosso modo, todos os candidatos concordam que as grandes problemáticas da cidade, estão associadas à falta de acessibilidades e a um denominador comum no País que é o desemprego.
Gostei da forma como os candidatos do PSD e CDS, concordaram que, de algum modo foram penalizados devido ao anterior Governo.
Não gostei da postura do candidato do PS, começou por designar o executivo como sendo da Coligação Democrática Unitária, depressa passou a ser Comunista (está demasiado enraizado), o modo como trata os colegas como "estimado" qualquer coisa...Mas trata o candidato da CDU como excelentíssimo!
Foi o próprio candidato da CDU que se enterrou em duas ocasiões:
1.º Falar da regularização das contas. Candidato do PS, foi preparado e todos os Bejenses sabem que essa herança pesada não cabe ao PS (executivo do Dr. Pulido Valente). Foi inteligente a demonstração do gráfico, é sempre ilustrativo.
2.º Foi falar da Praça da República, quando se fala em obra pública. Depressa os outros candidatos aproveitaram para relembrar o programa Polis.
Sem grandes contra-ataques, candidato da CDU deixa cair a frase "que foi com o PS na frente que a acessibilidade ferroviária se perdeu".
Concordo plenamente com o candidato do CDS, quando afirma, que temos de desmistificar esse conceito de pessoa...porque pessoa, pode ser pessoal ou colectiva. E qualquer empresa, organização depende de pessoas.
Foi um debate muito abaixo das minhas expectativas enquanto cidadã.
Mas como citei em cima, é sempre de louvar quem dá a cara. E são os 5 candidatos que temos!
Não se ofendam, isto seria muito mais simples...se a Palavrinha Poder (não tivesse associada), se fosse efectivamente por e para Beja. Existirá muita gente dos diversos quadrantes habilitadas.
Façam lá é o favor de votar!

Ana Lúcia Serafim a 12 de Setembro de 2017 às 01:27, AQUI.

 

publicado por Zé LG às 08:44
Bom comentario. Com poucas excepções,poderia ser feito tambem por mim.
Luis a 13 de Setembro de 2017 às 11:44
Ponte de Lima é mais bonita do que Beja. Com o que tem sido feito, a diferença aumenta.
Anónimo a 13 de Setembro de 2017 às 12:25
Ponte de Lima, a do orçamento do queijo limiano...,tenha dó...
Anónimo a 13 de Setembro de 2017 às 21:43
Mas houve tempo para isso?
Que eu saiba de todos os candidatos que foram ao debate o único que já tem programa e apresentou algumas das suas linhas em conferência de imprensa foi o do PS como ele frisou e explicou dois ou três pontos quando questionado pelo jornalista.
Além disso este debate foi um pouco atípico pois não foi muito debate de ideias foi mais pergunta /resposta e o tempo foi curto pelo que não deu para explorar.
O Rocha da CDU também falou da fruta desidratada e dos caminhos que ainda haviam por fazer creio eu mas confundiu um pouco as pessoas porque andou sempre à volta do mesmo..
Anónimo a 13 de Setembro de 2017 às 12:26
Bom mas com o Rocha não há muito que fazer confusão..o homem é sempre igual a ele próprio.Zero em comunicação e zero em ideias. Resumindo: vazio e pobreza de discurso total e constrangedora para os seus apoiantes.
Já o tinha ouvido falar outras vezes e também não estava à espera de que fosse melhor desta vez mas realmente é de uma vergonha extrema ter um Presidente de Câmara assim a representar os bejenses.
Eu senti—me mesmo alcançado principalmente quando dois amigos do norte que me acompanhavam na mesa do café me questionaram se eu não estava arrependido de há quatro anos atrás ter votado CDU e que nunca tinham visto uma pessoa tão mal preparada a nível de comunicação para estar à frente de um municipio!
Anónimo a 13 de Setembro de 2017 às 12:37
O que aqui é exposto, sendo real, não tem em si nada de novo!...Em todas eleições autárquicas é assim, e assim continuará de modo irreversível!...Não que isso seja uma fatalidade, constituindo-se mais como um modus vivendi da política local, um verdadeiro vazio, de ideias, de projectos e de estruturação do pensamento em matéria político-partidária, ou ideológica se se quiser!...Á semelhança de muitos eleitores, também assisti ao pseudo-debate, e fiquei com a mesma impressão, que infelizmente não me surpreendeu, antes pelo contrário, só serviu para constatar uma das principais razões de alheamento da política relativamente aos cidadãos!...um distanciamento que se reforça pela inacção, pela ausência de valores democráticos em alguns momentos, e sobretudo pelo próprio alheamento dos protagonistas pelos verdadeiros problemas das populações, pela insensibilidade para ouvir, em suma, pela "não existência"...num estado vegetativo, rotineiro, aborrecido muitas vezes, que não transporta em si qualquer vislumbre de alternativa política, na verdadeira acepção da palavra!...depois de alguns bocejos inevitáveis, o que fica é um conjunto de banalidades mais ou menos convencionais, socialmente conformadas, e carregadas de tiques partidários ultrapassados!...Infelizmente é muito pouco e mete pena!
No entanto temos a classe política que merecemos, ou no limite, a possível!...o esclarecimento é tal, que sou bem capaz de votar em branco!
Ecce homo a 13 de Setembro de 2017 às 14:16
E eu estou quase ma mesma, Ecce homo."Bocejos inevitáveis",diz bem!
Alerta a 13 de Setembro de 2017 às 19:22
Mas alguém tem a ilusão, de que os debates são para discutir programas..,tirem dai o sentido, é só uma feira de vaidades a ver quem melhor se desenrasca...a discussão dos programas exige tempo , e seriedade , e não se capadece com o tempo televisivo.
Anónimo a 13 de Setembro de 2017 às 21:47
Haverá uma abstenção monstra.
Anónimo a 14 de Setembro de 2017 às 12:12
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
24
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Estúpido é que ele não é! Carreira política meteór...
Esta ganhando muito acima de chefe de divisão.E o ...
Com a ajuda de muitas bocas.
O Paulo Arsénio já conseguiu uma coisa que o Pedro...
Esse tacho já ele agarrou. Deve querer voar mais a...
Então há novidades sobre a manifestação dos Beja m...
O que esse quer é um tacho de Director de serviço ...
O PS tem que encarar a luta como luta contra a máq...
O VP pode usar os nomes que quiser e escrever o qu...
Apoio o Paulo Arsénio porque acho que ele é a pess...
Pois sim, a escrita é quase uma impressão digital....
Para quem está a tempo parcial na cidade mostra um...
E quando não lhe dão nada para fazer, nem acordam ...
O resto do tempo está lá para cima, para o norte?!...
hahahahaha, ai ai, apetecia-me escrever umas coisa...
blogs SAPO