Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
23
Mar 16

A Saúde é o assunto mais político que há! O que é negativo não é esse facto, mas o modo como as disputas entre clientelas partidárias ávidas de poder se realizam. Não seria negativo se os confrontos fossem de ideias, e não de ambições. É como se fosse um pequeno País.

Anónimo a 22 de Março de 2016 às 08:33

 

É verdade. Não é por acaso que este tema atinge elevadas taxas de participação neste blogue. Mas o teor da maioria dos comentários demonstra que se foge de aprofundar razões, alimentando emoções com algo de futebolístico...

Anónimo a 22 de Março de 2016 às 08:49

 

AQUI.

publicado por Zé LG às 00:25
O que acho é que o Sr. Ministro Adalberto Campos Fernandes não está nada convencido com as alternativas ao CA que os anónimos, e outros menos anónimos, nos querem impingir como se fosse a próxima maravilha do mundo.

Deve custar aos boys PS tantos meses de governo PS e o CA continua da cor da laranja.

Será que quer dizer alguma coisa?
Anónimo a 23 de Março de 2016 às 14:04
O Ministro é receptivo mais a outras colaborações do que a pretensões de boys.
Anónimo a 23 de Março de 2016 às 14:58
É de rebentar com a conversada do hospital e dos boys do PS.
Deixem-nos lá ir para o CA a ver se isto aqui varia alguma coisa. E se começa a falar de outros assuntos.
Porque senão, nunca mais param de aqui pôr comentários por mais desinteressantes, monocórdicos e repetitivos que sejam.
Anónimo a 23 de Março de 2016 às 16:25
Parece que há quem se dê ao luxo de estar nas tintas para o Hospital.
Anónimo a 23 de Março de 2016 às 16:30
Não é verdade . Em locais "pequeninos" lá reina a boyada de qualquer partido, ignorando qualquer competência, o que tem conduzido estes hospitais ao que estão já que não vale a pena ao Ministro enfrentar os politicos locais.
Anónimo a 23 de Março de 2016 às 17:10
Diz-se que o CA encontrou na rua um panfleto que diz mal deles...
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 13:14
Foi na João Crisóstomo...
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 13:46
A ser verdade mostra o desespero dos boys PS.

Já que o Ministro não lhes passa cartão tentam de qualquer forma forçar a saída do CA.

Até neste blog já andam incomodados quando se falam neles.
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 13:55
Ah ah ah
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 14:01
Àh, mas são verdes. Ou melhor, rosas e laranginhas.
É mesmo compulsivo. Não param e nem sequer nos deixam descansar um pouco.
Será que ainda não perceberam, caso sejam os boys do PS que aqui escrevem, que quanto mais mostrarem a suas inquietações e desejos quase doentios, menos hipóteses têm de ir para o poleiro?
E que os do PSD + CDS estão a rir da vossa ingénuidade e displicencia.
Amadores.
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 16:10
Tadinhos dos boys. São os suspeitos do costume... Porque não dar nome aos bois? Se calhar são outros bem mais maduros...
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 16:14
Ou dos Verdadeiros boys do PSD que parecem mais do que lapas incomodadas.
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 16:23
Quando os boys estão na oposição movem-se na sombra, nem se ouvem. Quando estão no poder, são arrogantes e excluem qualquer crítica. Apenas das pessoas com percursos independentes se pode esperar comportamento isento.
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 17:21
E também corajoso.
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 18:18
É só esses incomodam os oportunistas dos boys.
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 19:28
Há os boys do PS, há os boys do PSD e há os boys da próxima maravilha do mundo e quiçá do Universo.

Entre todos venha o diabo e escolha...

E o Ministro Adalberto vê que para pior antes assim.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 08:04
Esperem para ver. a maravilha que aí têm nesse CA. O Ministro não forme.O Conde é que pensa que manda toda a vida.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 08:42
Valha-nos o PC!
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 11:21
Os boys do PC e alguns ex-PC vão à boleia da dita grande promessa da gestão hospitalar e próxima maravilha do mundo e quiçá do universo.

Não há boy que dê ponto sem nó. Eles andam aí!
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 12:25
Pois.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 12:38
Uma equipa de gente independente, com ideias próprias.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 13:04
Que já apresentou ao Ministro um plano estratégico para a ULSBA.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 13:43
O que não faltam é boys do PS lá pela urbe hospitalar.So falam no Miguel Góis , e então os outros. Vitor Paixão , MS,CC e por aí.




Anónimo a 28 de Março de 2016 às 22:44
Não valem um caracol.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 22:56
só os boys do PSD que se encontravam instalados nos Serviços de Emprego é que foram corridos. Os outros esperam com calma e resignação
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 13:22
E os do PS rebentam com a espera.
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 21:41
"Quem sabe, faz a hora, não espera acontecer..."
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 22:02
.. não espera acontecer...?
Espera, espera e nunca desespera.
Vai ser difícil ao Adalberto continuar a segurar os boys.
Já António Guterres quando foi primeiro ministro tentou pôr alguma ordem e dignidade no meio desta bagunça e incompetência .. e não conseguiu.
Vai ser curioso ver até onde ele consegue continuar a impor a sua vontade e o seu respeito.
Anónimo a 24 de Março de 2016 às 22:27
Espera-se saber. competência , mudança de atitudes e comportamentos , de modo a sairmos desta bagunça em que se tornou o hospital.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 11:41
O Minidtro Adalberto com vontade de manter o Conde a gerir o hospital? So pode dar vontade de rir.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 18:07
Não, não é vontade de manter o conde a dirigir o hospital. O problema é não ter aqui ninguém do PS que o substitua com o mínimo de confiança e competência para desempenhar o cargo.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 18:52
Mas que conde tão sapiente!...
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 19:13
Mas o Conde não faz nem fez lá nada. Mentira pagamos-lhe carro e estudos de gestão para ele aplicar para o próximo mandato.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 20:17
Ou então que boys do PS tão incapazes...
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 10:31
Há alternativa aos boys, competente.
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 10:41
Sem dúvida. Esperamos que seja essa que o Adalberto tenha na manga.
Mas de certeza que não é essa a que os boys do PS desejam. E é esse o problema.
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 11:05
Cada coisa a seu tempo.O Sr.Ministro da Saúde sabe bem o que fazer. No momento da saída não faltará gente mais competente que este CA nas áreas de gestao, incluindo a clínica e de enfermagem. E o PS também sabe disso , se quiser fazer coisas a sério , e não mais do mesmo.
Até os artigos do Paulo Barriga passarao a por o dedo na ferida no que à saúde do Baixo Alentejo respeita. Nada de bodes expiatórios nos médicos.
JMTB a 26 de Março de 2016 às 17:17
Antes do editorialista do DA se debruçar sobre o assunto, não faltaram opiniões avalizadas que se fizeram ouvir.
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 17:39
Hã! A do Munhoz e pouco mais!...
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 18:25
E por isso sofreu várias perseguições...
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 19:03
Sofreu perseguições?
Quem?
Quem fez perseguições no hospital foi o anterior CA do PS. E que ainda estão bem vivas na pele e na memória de todos que ali trabalham.
Não haja confusões e nem manipulações. Por favor.
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 19:26
As discriminações silenciosas são uma prática bem mais antiga...
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 19:28
Ainda não se apercebeu das perseguições dos actuais ? Olhe, duram hà muito e não são poucas .É porque anda desatento ou desatenta.
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 19:43
Os atuais são de uma grande prepotência.
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 19:59
Prepotência é sinal de incompetência e burrice,de todos.
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 20:48
Os partidos deviam ser forças vivas da sociedade civil. Mas o que temos visto em Beja faz crer que o que mais os leva a mexerem-se são as eleições autárquicas. Problemas estruturais tem sido invocados nas campanhas, mas fora delas há muito silêncio. Veja-se o que se assiste no âmbito da Saúde.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 10:25
O PC ainda vai dizendo alguma coisa. Agora o PS...
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 13:20
O PS adormeceu e vai acordar para as autárquicas.Em Beja o candidato é Miguel Góis.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 13:47
Ganda nóia! E então o Marreiros?
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 15:37
Não sabe? O Marreiros suspendeu o mandato na câmara.
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 18:05
o Marreiros devia estar farto de aturar os craneos da Concelhia de Beja e bateu com a porta
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 18:31
É natural que haja luta politica interna no PS de Beja, e até zangas e bem intestinais.
Já que era regra geral desde há 40 anos, que com a queda de um governo de um partido e a sua substituição por um de outro. Havia de imediato uma limpeza total de tudo o que vinha de trás, e a sua substituição por militantes e simpatizantes do governo recém eleito.
Falava-se até uma reunião máxima das sumidades do ou dos partidos vencedores na região, e aí se decidia quem seriam os sortudos que iriam doravante ocupar esses ditos cargos político-administrativos.
E lugares assim como candidatos não faltavam. Mas vistas bem as coisas, tudo se conseguia arranjar de forma a contemplar todas as sensibilidades e interesses em jogo.

Só que com esta regionalização forçada e a centralização do Alentejo, grande parte desses lugares foram extintos ou voaram para Évora.
E agora é carga dos trabalhos para arranjar lugares para todos. Logo disputas internas e o receio que relações pessoais não azedem dentro da distrital do PS, certamente não faltarão.
Daí que até talvez seja esta a explicação para ainda não ter ocorrido a tão almejada e aqui tão badalada substituição do CA do hospital entre outras.
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 00:27
Vão-se entretendo com essas lutas e depois em 2017 logo veem. Não abram os olhos e deixem se andar
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 10:46
A questão da luta ideológica dentro do PS é um facto pois há um PS de esquerda e um PS de centro-direita. Mas essa não é a explicação que se aplica ao que se discute. Tem mais a ver com o isolacionismo de uma federação teimosa que insiste em não alinhar com a tendência do atual secretário-geral. É pois uma federação sem força, com um deputado que pouco influencia. A constituição de uma equipa para o CA da ULSBA que colha o consenso dos partidos do acordo de Governo tem de ser baseada em critérios diferentes dos ligados às filiações. A consistência técnica encontra resistências nos meios dos aparelhos partidários. Mas já se percebeu que esse quesito é o que o Ministro considera fundamental. É uma questão de aguardar o momento.
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 11:02
Não concordo com esta última análise politica à situação interna do PS de Beja.
Já que embora ligada ao sector minoritário segurista, o que é um facto é que a atual comissão politica foi eleita com 97% dos votos.
Logo os costistas ali pouco valem. Com todas as consequências daí inerentes, que não será alheio o virar de "costas" deste governo para a região.

Mas a nível local, não há nenhum choque ideológico como atrás foi referido e nem tão pouco disputas entre facões. já que a linha maioritária a nível nacional é aqui insignificante ou residual.

O que deve haver sem duvida, é lutas e disputas pelos poucos lugares político-administrativos disponíveis, e os putativos candidatos não contam com a bênção e o aval do governo de António Costa.
Pois embora todos sejam camaradas de partido, aquele não se sente assim com a obrigação de os apoiar e promover. Já que depois os terá como oposição interna.
Pelo que até será melhor manter os que estão do tempo do anterior governo.

Daí que os boys do PS do hospital ainda vão ter que esperar muito tempo, gesticular e escrever aqui muita proza e levar com o conde e a condessa quer queiram quer não.
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 14:38
Então o PS de Beja resume-se ao hospital...não admira que haja muitos a bater à porta
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 15:07
Mas que admiração essa! Então a ULSBA não é a maior empresa empregadora do Distrito. Naturalmente por essa razão e ainda pelo facto de cuidar e tratar da saúde deve ser polo galvanizador de preocupações e soluções..
JMC a 27 de Março de 2016 às 17:32
Bom, na verdade, em Beja, o PS sempre preferiu o centrão. Mas se calhar o Governo do Costa preferirá algum dos 3%...
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 17:31
Os boys do PS do Hospital vêm aqui disfarçados, fazer o frete ao CA que o PSD nomeou. Eles jogam na continuidade, para que lhes sobre umas migalhinhas.
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 18:03
Então o lugar para se o miguelito? Nem câmara nem ulsba nem nada....bem, há a junta e o centro de saúde hihihihi
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 18:13
Esses nem de alinhavar um esboço de proposta estratégica alternativa são capazes. Deixam-se ficar, à espera que reparem nos seus bonitos olhos.
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 18:30
Estranha-se é com tantos PSs que aqui vêm, ainda nenhum teceu considerações em relação ao comentário do Anónimo das 14,38.
É que muito mais importante do que a problemática do CA e dos boys do PS do hospital, é o desinvestimento total do atual governo no distrito de Beja.
E quanto a esse facto tão gritante, a comissão politica socialista do Baixo Alentejo ainda não disse nada. Nem piou.
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 21:38
Afinal, de que servem os 97%?
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 21:58
Então é candidatos à câmara de beja, não há? Tantos para o hospital e nenhum para alí?
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 22:27
Quando há coluna vertebral, nem é preciso tanto.
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 22:51
Isso só pode ser uma piada para ver se alguém se pica?
Anónimo a 26 de Março de 2016 às 22:09
Maestro Vasconcelos à Presidência da Câmara de Beja!
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 15:50
Miranda a uma Presidência!
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 15:52
Pode ser da Assembleia Municipal.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 15:54
Troquem lá isso. Miranda à Câmara e o doutor para a Assembleia.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 16:06
Parece que o Poder é melhor do que pó de crisálida.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 16:11
O PC "vai dizendo" alguma coisa sobre o quê? Refresque-me a memória...
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 16:07
Sobre o que anda mal por cá e a necessidade de mudanças grandes.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 16:42
"(...) não basta assumir o dever de fiscalizar a gestão e os resultados. Os eleitores que apoiam essas forças políticas têm a legítima expectativa de ver defendidos os seus interesses não apenas com discursos e posições partidárias de recorte reivindicativo, mas também com a cooperação e participação, seja na definição de opções estratégicas e no acompanhamento como também na operacionalização das soluções."
(Munhoz Frade, a 2 de Março de 2016)
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 17:14
Fiquei na mesma sobre o que o PC supostamente "diz" e que o PS e outros eventualmente "não dizem"... Mandam-se umas bocas e depois, quando se pede para se esmiuçar um pouco mais o que se escreveu, a montanha limita-se a parir ratos. Esclarecido. Muito obrigado! Feliz Páscoa a todos.
Anónimo a 25 de Março de 2016 às 18:10
Gostava de perceber porquê que gostam de fazer comentarios negativos sobre o Miguel Gois . Será dor de cotovelo !? Olhem que ele é bom moço ! Deixem-no viver a sua vida em paz !
anonimo a 27 de Março de 2016 às 22:51
Quem foi que disse que ele não é um bom moço? He is a fine boy!
Anónimo a 27 de Março de 2016 às 23:08
Uma vez que se trata de lugares políticos, quando muda a área de governação política devem mudar também esses lugares e arranjar gente competente e conhecedora da realidade na área da Saúde no Distrito de Beja, assim julgo que o novo CA deverá ficar assim constituído:
Presidente: Dra. Conceição Margalha;
Vogal: Dr. Manuel Milho;
Director Clínico: Dr. Maurilio Gaspar ou Dr. Munhoz Frade;
Enfermeiro Diretor: a designar (há vários candidatos)
Diretor Clínico dos Cuidados de Saúde Primários: Dr. João Lemos.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 22:59
Proposta coxa.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 23:06
Não há volta a dar. Vão ter de engolir sapos.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 23:38
Com essa presidente não poderiam contemplar a quota do Bloco de Esquerda. O Lemos ficaria de fora.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 23:23
No Hospital querem um presidente hospitalar.
Anónimo a 28 de Março de 2016 às 23:29
No Hospital querem um Presidente do Hospital, só se for alguém já cheio de vícios, já tem o exemplo da actual PC.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 00:52
Esses são todos umas sumidades e para ser melhor do que o que esta não é preciso muito. Os que não estão reformados estão caducos , mas os actuais além de caducos também estão em pre reforma.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 00:24
Querem ver que ainda tem que ir fazer algum a Beringel!
Existe gente muito capaz na área da Saúde para ocupar o lugar de Presidente do Hospital com bastante competência e humanismo, que é o que falta.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 00:55
Sim,é preciso substituir uma PCA que não sabe de gestão e é umá prepotente .Tarefa fácil.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 08:49
Proponho 5 M´s:

Presidente: Dr. Mestre;
Vogal: Dr. Milho;
Director Clínico: Dr. Munhoz;
Enfermeira Diretora: Enfª Margarida
Diretor Clínico dos Cuidados de Saúde Primários: Dra. Margalha
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 15:21
Então aqui vai uma informação "confidencial" de contatos que o ministro já fez:

Presidente: Dr. Monteverde
Vogal: Dr. Mestre
Diretor Clínico dos Cuidados de Saúde Primários: Dra. C. Margalha
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 16:09
ah ah ah
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 16:09
Anda, anda, anda, ainda vamos todos que ter que mamar com o Mestre. Quer queiram, quer não.
Deixam lá estar o conde. Por favor.
CC a 29 de Março de 2016 às 23:10
não abalem Conde e PCA. É pior a emenda que o soneto.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 16:10
Volta Apolino, que estás perdoado!
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 16:11
Eh pá! Esse também não!
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 17:09
Nao têm alguém com eles. So os que beneficiam da teta.Alem de nao saberem de gestão sao más pessoas, especialmente o Conde e a PCA.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 21:19
grandes brincalhões
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 16:09
Ocorreu-me que uma razão de tantos e tão diversos comentários em tudo que diz respeito ao Hospital tem a ver com a história dessa casa e com as memórias de quantos lá trabalharam. É parte importante da vida desta cidade, que não tem outras empresas com tanta gente. Os veteranos levantaram-no, os atuais o mantém. Quem o conduzirá pelo caminho que os futuros percorrerão?
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 18:10
Um recado para o Dr. Frade: apreciamos a sua resiliência em defesa do Hospital de Beja, mas quando a maioria está resignada e aceita a decadência, não vale a pena continuar a fazer sacrifícios para manter uma ilusão. Não vê que os partidos estão calados? Não vê que a luta das massas é uma mentira?
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 22:33
Vale sempre a pena quando a alma não é pequena.
Concerteza existe gente competente dentro da área da Saúde na região, capaz de levantar o Hospital de Beja no banalismo em que entrou. Queremos gente competente e não vaidosa, arrogante e propotente como existe actualmente.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 23:05
Mas é verdade que há muita resignação, muita falta de confiança.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 23:12
É evidente que o Dr. Frade sozinho nada poderia fazer. É determinado e sério mas teria de encontrar colaboradores à altura de enfrentar esse desafio.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 23:29
Ele já tem um núcleo de colaboradores, e um plano estratégico.
Anónimo a 29 de Março de 2016 às 23:34
Vão ter de continuar a trabalhar na sombra, durante dois anos...
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 10:29
Se a clandestinidade é necessária, é porque o sistema democrático está pervertido.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 11:31
Como toleramos que ainda hoje existam mordaças? Sem liberdade não se defende o bem público!
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 12:03
O anónimo das 11:31 é que tem um conceito de Democracia pervertido.

Em Democracia existem regras e existem contratos. Para que sejam quebrados existem também regras que deverão ser cumpridas.

Se a próxima maravilha do mundo e os seus boys que dizem tanto prezar o cumprimento das regras já querem fazer corta-mato revelam bem as suas intenções. Para não falar das volumosas indemnizações que muito provavelmente terão que ser pagas para tirar o actual CA de funções. Mas muito provavelmente para os boys da próxima maravilha do mundo, rigor de contas, neste caso não interessa para nada.

Na clandestinidade trabalha-se quando se prepara um golpe. Neste caso um golpe de CA. Para os boys as regras só interessam aos outros...

O Ministro Adalberto tem revelado, até agora, ter algum bom senso. Independentemente do que irá decidir quero crer que será no cumprimento das regras pelas quais a constituição Portuguesa se rege. Por muito que custe aos vários boys dos vários partidos.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 12:15
Vivam as regras constitucionais!
Anónimo das 11:31 a 30 de Março de 2016 às 12:46
Isso é o que o CONDE quer! Regras são as dele e dinheirinho de indemnização. O prejuízo que causam dá para pagar essa fortuna, que não o é.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 12:48
Quando o ministro vir o descalabro das contas, vão com uma mão atrás e outra à frente.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 13:00
É isso mesmo caros Anónimos, se os outros fazem "nós" também queremos.

O que interessa é ir para o poleiro, ou que os nossos amigos vão.

Realmente não há mesmo diferença absolutamente nenhuma entre os boys das várias facções!

Com atitudes assim nenhuma instituição irá melhorar. Nem agora, nem nunca.

Mas pelo menos revelam as vossas verdadeiras intenções.

Boa sorte a todos pela corrida ao poleiro. Que ganhe o melhor dos piores.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 13:43
Anónimo das 13:43, não está a pescar nada do que se passa...
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 14:55
O que está em causa não é uma luta de boys, mas sim a opção pelo método de escolha dos responsáveis. O antagonismo é entre o velho arranjismo das clientelas e um novo paradigma, baseado em conhecimento técnico aprofundado.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 15:13
É mesmo essa a mensagem que tem que ser passada. Qual boyada! nada disso para a ULSBA. Queremos uma gestão séria e competente. Nada de arranjos do centrão nem de inquilinos politicos que precisam de melhorar o seu ordenadinho mensal. Como diz o Dr. Apolino , gente com "amor à camisola", que goste e saiba do que fala e faz pela casa.
JM a 30 de Março de 2016 às 15:40
É exatamente essa mudança de paradigma que provoca tanto desespero entre os boys de várias colorações. Despejam aqui argumentos formais e falaciosos, para iludir o que verdadeiramente está em causa.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 15:51
Por isso é que os que lutam por uma alternativa construída ao arrepio das clientelas são tão combatidos por ambos os lados. Ambos torcem para que os alvos a abater sejam derrubados.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 17:06
O anterior Ministro da Saúde sabendo que ia haver eleições nesse ano, nunca deveria ter renovado a Comissão de Serviço do actual CA, tinham ficado em gestão corrente durante alguns meses e depois conforme o resultado eleitoral, ou formação de governo assim seria.
Uma coisa é certa, uma vez que são lugares políticos, mudando a política devem também mudar esses lugares, até porque, se formos a ver, por exemplo o Conde nunca teve experiência na Área Hospitalar, é alheio à toda a programática Hospitalar. Portanto queremos agora no nosso Hospital gente conhecedora da casa e com aptidões e sensibilidade, que conduza os destinos da ULSBA.
Quanto a indemnizações, se for caso disso, não lhas paguem, eles que vão trabalhar nos seus lugares de origem, que o Estado não deve servir para mamões.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 15:49
E porque não se demitem os mamões? Não queremos aqui essa estirpe.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 17:38
Os mamões não se demitem porque querem mamar, não tem coerência nenhuma, é o vale tudo, eles não estão lá para Servir a Comunidade, estão lá para se servirem a eles, e os outros que se lixem.
Anónimo a 30 de Março de 2016 às 18:15
E então para os outros mamões que querem para lá ir. Não, vai, nada, nada, nada?
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 18:29
Felizmente há bastantes profissionais que sempre demonstraram desprendimento material e amor à camisola.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 19:28
Bastantes, do atual ou do futuro CA?
Ou só os há de um lado?
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 20:13
Em todos os CA's os houve. Só que isso não é suficiente. Tem de funcionar como equipa, dirigindo com estratégia. Os atuais, mesmo com a colaboração de pessoas bem intencionadas, não sabem do que andam a fazer. Andam ao sabor do vento, de evento em evento, e não se percebe para onde conduzem a casa. O défice é constante e assim não se vê futuro.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 20:31
Amor à camisola ,esta Malta.por amor de Deus, abram os olhos.Infelizmente os que têm amor à camisola são tão poucos, que somos um náufrago da saúde.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 20:55
Tão poucos que não se pode dispensar nenhum.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 21:08
Amor à camisola , à causa pública , o Conde? Desde quando? Na EDIA? Na Câmara de Ourique ou na de Albufeira onde um amigalhaço lhe arranjou à pressa um lugarzito onde ia passear de vez em quando durante a semana?
Qual deles tem grande amor à camisola , desprendido dos proveitos materiais, será o Enfermeiro João Guerreiro, que veio lá de Barrancos para ganhar um mísero ordenadinho como o de Barrancos e ainda não fez outra coisa senão gastar do erário público em estudos?
Será a PCA , que teve a grande experiência Serpense, onde um sítio praticamente familiar, tinha a subserviência de duas ou três funcionários , que mantém hoje, e os restantes não toleram a sua prepotência e não lhe reconhecem qualquer amor à camisola ?

Alem a 31 de Março de 2016 às 21:37
Tal como alguém atrás disse. E para o anterior CA do PS. Não vai nada, nada, nada,....
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 22:09
Vai. vai,,,muito. muito...
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 22:13
Sendo assim, este CA, só se tem servido dos lugares para andarem a estudar nos Altos Cursos da Administração Pública, à conta do erário público, e qualquer profissional dessa Hospital que queria tirar alguma formação na sua área,morara que possa desempenhar cada vez mais as suas funções com mais competência, leva só negas. Eles querem tudo para eles, são uns gulosos, assim sobra mais nas verbas da formação, para eles andarem a caminho de Lisboa.
Nem por isso aprendem a serem mais competentes, e não serem tão arrogantes.
Que venha nova Administração capaz e com conhecimentos da realidade Hospitalar.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 22:11
Depois de um verso que será quente.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 22:14
De um verão quente,assim está correcto.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 22:42
Os adjuntos não são maus tipos. Colaboram com a Diretora Clínica por questões de sobrevivência.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 22:42
Se fosse em Angola, estes comentaristas já estavam na cadeia.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 22:45
O CA atua como se fosse o MPLA.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 22:52
Mas estamos em Beja , em Portugal, por enquanto não vamos presos . Parece que era o que queria , mas não apanha. Ja chega a prepotência do CA Ulsbiano, se pudesse estava tudo engaiolado, a cada piu que não agradasse , gaiola com o pássaro.
Pirolito a 31 de Março de 2016 às 23:00
É proibido ter opiniões diferentes.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 23:02
O único membro do CA que se aproveita é a Directora Clínica, mas tb sozinha não consegue fazer nada e com aquele grupo não vai a lado nenhum, por mais que queira.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 23:06
Veremos até onde levarão a palhaçada.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 23:07
Ostracizam as pessoas com capacidades só porque pensam diferente.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 23:22
Guardem algum do vosso azedume para o próximo CA do PS.
Cá estaremos para ver se fazem o mesmo que com este CA.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 23:40
Depende de como fizerem.
Anónimo a 31 de Março de 2016 às 23:51
E o que achas que farão os boys do PS?
Na melhor das hipóteses, o mesmo que o atual CA.
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 22:24
Este é um CA do PS porque está nomeado com um governo do PS e segue a estratégia do PS, senão sairia.
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 09:59
Nomeado pelo PS??? E pode saber-se que estratégia é essa?
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 10:31
1° de Abril!!!
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 10:49
Leia-se o documento estratégico para a gestão da ULSBA, plano para o próximo triénio-2016,2017,2018- no site da Unidade Local, como ditam as regras do bom governo das empresas públicas imbuídas da prática da transparência nos negócios públicos.
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 11:43
OK, vamos a isso!
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 11:48
Ajudem-me lá! Já andei à procura, mas não encontro o tal do Plano Estratégico. Aí vai o link:

http://www.hbeja.min-saude.pt/Organiza%C3%A7%C3%A3o/Princ%C3%ADpios+do+Bom+Governo/?sm=2_4
Anónimo a 3 de Abril de 2016 às 00:15
Então não percebeu que era 1de Abril! Essa gente não fazia uma coisa dessas.
Anónimo a 3 de Abril de 2016 às 11:27
Ah, mas apesar de não se apresentar um plano para o triénio em curso, há lá outras coisas interessantes.
Anónimo a 3 de Abril de 2016 às 11:58
Estando certo de que os meus concidadãos têm de mim a expectativa de que dê um contributo crítico em relação ao sistema de organização dos serviços de saúde, vou aqui levantar alguns aspectos da análise que me ocorreu fazer sobre um documento disponibilizado na internet pela nossa Unidade Local, de onde se pode extrair algo sobre a visão estratégica do presente Conselho de Administração. Trata-se do designado “Plano de Atividades – Ano 2015”, datado de 30.04.2015. Não dispomos de qualquer documento mais recente, que designadamente desenhasse uma visão estratégica projectada ao triénio seguinte.
Não obstante citar objectivos, acções e medidas de diferente natureza, nesse documento não se percebe em que lógica matricial tais itens conjuntamente se inserem. O modelo de integração de cuidados expresso no documento em análise é o de níveis de cuidados, sobrepostos verticalmente “em pirâmide”. Ora, quer-me parecer que essa concepção não nos ajuda a caminhar no sentido da integração funcional, objectivo declarado da Unidade Local de Saúde. Esse desiderato deveria ser um dos resultados derivados de um modelo organizativo a que sucintamente posso chamar de “sequencial”.
Durante décadas falou-se de “articulação entre níveis”, numa lógica semelhante à dinâmica resultante da oferta/procura no domínio da prestação de serviços. Mas exploremos a extensão do conceito económico de “fileiras” no sector terciário ao nosso contexto organizacional. Se o “negócio” é o mesmo, faz todo o sentido que a estrutura seja única! Sem pôr de lado as “experiências transversais” no âmbito das doenças crónicas (p.ex. Diabetes), talvez a organização derivada do sistema de Unidades Autónomas de Gestão seja a mais adequada para fazer a ligação de áreas de cuidados antes separadas, comprometendo-as aos mesmos objectivos. Talvez seja esse o caminho para a solução do caos crónico do Serviço de Urgência.
Munhoz Frade a 3 de Abril de 2016 às 15:27
Ainda dizem que o PS só tem boys!
Anónimo a 3 de Abril de 2016 às 23:23
Os boys já foram comprados, com lugares...
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 10:19
Não se vê nada , mas que lugares?
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 12:36
Para ser consultor ad hoc do ministro não precisou de nomeação.
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 12:58
Curioso. Ninguém comentou a análise que o Dr. Frade fez do documento do CA.
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 21:04
Mas alguém é capaz de o fazer?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 08:11
Será que ainda não percebeste que o Dr Frade, por mais consideração que por ele se tenha. Não tem assim tantos apoios e projecção dentro do hospital a ponto que seja candidato ao que quer que seja no CA.
E que apenas serve de arma de arremesso ou carne para canhão para outros que não ele, que aspiram e têm os apoios suficientes e necessários para serem poder.
Pena é que ele, devido à sua militancia e espirito de sacrificio, deixe que seja usado desta forma.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 09:05
Será mesmo isso? Ou...?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 09:18
"Apoios suficientes e necessários" da Clínica Privada?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 09:29
Tem mais apoios do que aparenta...
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 09:37
Boys aqui no Alvitrando tem muitos, ou pelo menos pseudónimos.
Já devem ter lugar garantido nos serviços por tanta vassalagem prestada. Ah, mas isso nunca irá acontecer pois caso será uma administração séria. Pois claro...
Vamos ver é se conseguem, os boys, pseudónimos e o próprio, enganar o ministro.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 09:47
Este comentador das 9:17 mostra a ideia que faz do ministro.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 09:54
"Militância", "vassalagem"? Os críticos estão desorientados...
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 09:57
E os boys estão impacientes, preocupados e sedentos.
Escrevam mais duas ou três cartas ao ministro que isso passa.
Já la diz o velho ditado: "Água mole em pedra dura tanto bate até que fura"
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 10:02
Exatamente. Já andam muito incomodados, uns e outros, com o documento estratégico que o ministro acolheu.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 10:06
Então não foi uma carta ao Ministro?
Afinal que quer desvendar aqui esse mistério do que se está pasando na ULSBA?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:08
Um documento de trabalho, que foi oficialmente reencaminhado para o CA da ULSBA.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:14
Passando, foi engano.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:14
O Frade dá-vos de calcanhar, seus parôlos!
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 10:21
Tendo em conta o ímpeto que os apoiantes do Dr. têm aqui no blog, será que ele, caso seja o escolhido, vos consegue também dar de calcanhar?
É que farto de oportunistas estamos nós, da plebe, há muito tempo. E tendo em conta o que se lê aqui nada vai mudar.
Com sorte é apenas um dos muitos pseudónimos a comentar e assim o Dr., caso convença o ministro, não tem que "dar de calcanhar" a muitos.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 10:34
Poucos, mas impetuosos, como reconhecem, mas suficientes para dar no coco dos tais. É lamentável que quem diz estar farto de oportunistas os tolere e com eles colabore há tanto tempo. Porque não agem em conformidade com a dita "fartação"?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:01
Garanto-vos que muita coisa vai mudar e ainda de bem. A próxima equipa , vai ser equipa , e dará de calcanhar à gestão. As pessoas fazem todas falta, precisam de ser bem dirigidas, nada mais.
Agostinho a 5 de Abril de 2016 às 11:05
Se a próxima equipa que tanto falam forem os signatários da famosa carta, transformada em "plano estratégico", estamos bem entregues.
O Dr Frade que abra os olhos e veja quem tem à volta ou quem vai levar no "coco" é ele.
Para ser diferente tem primeiro que se libertar da incompetência e não juntar a ela.
Mais do mesmo... mais do mesmo...
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:16
E se estes "conselhos" fossem transmitidos ao próprio de viva voz e presencialmente?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:20
Sendo o Dr. Frade um ávido frequentador e comentador deste blog a informação chega ao destinatário sem qualquer problema, não se preocupe.
Se ele realmente é verdadeiro naquilo que afirma saberá escolher as pessoas com quem poderá, ou não, formar a equipa.
Caso seja ele o escolhido na sucessão, e ainda é um grande se, dependendo de quem o acompanhar, saberemos ver e analisar para o que vai.
Neste momento já se vai sabendo, e descobrindo, que algumas escolhas deixam muito, mas mesmo muito a desejar.
Lá está, mais do mesmo...
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:29
E quer que lhe transmitamos o recado da parte de quem?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:38
Querem ver que o conselho que dão ao Dr. frade é a escolha do boy Miguel Góis e companhia...nem mais..,também ele ia longe!
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:39
O Conde e sua pseudo equipa não largam o osso , vão roendo , roendo ainda o engolem.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:18
O osso pode ficar atravessado na goela...
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:21
Primeiro começou como sendo uma audiência com o ministro, depois afinal já foi um "plano estratégico" enviado ao ministro, afinal apenas foi uma cartita a fazer queixinhas.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:24
Nada disso seus parolos!
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:40
Uma simples "cartita de queixinhas" não faria correr tanta tinta...
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:41
Qualquer "cartita a fazer queixinhas" sobre um serviço, ou empresa, ou o que quer que seja, vindo do Dr. Frade ou do Manel ou da Maria ou do Zé da esquina ou de um Anónimo fará sempre correr tinta. É um procedimento normal seus parolos.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:48
Continuam a fugir a analisar o conteúdo opinativo do Dr Frade... Não tem argumentos substantivos, apenas reticências quanto à forma?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 11:54
Mas o Dr.Frade sabe , melhor que qualquer outro, que não têm argumentário para isso. Talvez a Sr. PCA ou os politicos do CA possam satisfazer essa vossa pretensão. É questão de prepararem esse desafio que devia ser em praça pública, para todos assistirmos .
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 12:05
O Dr. também deve saber que as entidades que tem de convencer são: a ARS Alentejo, a DGS e por último o Ministro da Saúde. Que se saiba ainda não há eleições para o CA, por muitas campanhas "eleitorais" com promessas que sejam feitas neste blog.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 12:12
Pois, foi isso que os atuais fizeram, não é?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 12:23
Os actuais simplesmente são os mestres do ex deputado Mário Simões.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 12:56
Está mal informado este anónimo. O Sr. MInistro não é verbo de encher...
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 12:44
O dilema da coligação: um não quer porque é renovador, outro não quer porque é demasiado à esquerda... Quem desempatará?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 20:33
O Bloco?
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 21:04
Apelo aos deputados do distrito Pedro do Carmo e João Ramos: entendam-se, para viabilizar uma alternativa de gestão da ULSBA!!!
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 23:03
A" cartita", como lhe querem chamar aqui deve ter sido:
Incómoda para quem governa a ULSBA , conveniente para quem vive à custa das ineficiências do SNS, com factos que são corajosamente apresentados e propostas seriamente discutidas.
É tudo o que se supõe , nesta simples estratégia ou não estratégia.
E tudo o mais a 5 de Abril de 2016 às 12:55
Afinal sempre foi uma carta. Assim fica tudo esclarecido.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 14:00
Não, não foi.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 14:04
Não inventem quando não sabem .Não há cartas nem cartitas,nem queixinhas de ninguém.Há análises e há propostas de trabalho conjuntas,até de cariz politico,o que é proprio de profissionais de saúde conhecedores da realidade e competentes.
JM a 6 de Abril de 2016 às 10:47
Afinal, quais foram as ditas "queixinhas"?
1. As áreas de suporte estão integradas com algumas disfuncionalidades;
2. A integração de cuidados de saúde não está feita;
3. Incumprimento estatutário a vários níveis;
4. O órgão de gestão não funciona como equipa;
5. As direções intermédias suportam a atividade da empresa;
6. Deficiente gestão financeira.
Anónimo a 6 de Abril de 2016 às 19:17
BejaLeaks ou Beja Papers?
Anónimo a 6 de Abril de 2016 às 21:08
Qual carta nem carapuça! Não seja palerma! Também acredita em tudo.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 14:05
Já começam os ataques pessoais e a educação a falhar.
E são estes indivíduos que se dizem melhores que os outros...
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 14:21
Não vejo aqui ataques pessoais.
Mariana Raposo
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 15:02
Parece que o que o anónimo das 14:21 queria dizer é que "já começam os insultos".
Mas se para a equipa "diferente" e "séria" apelidar o próximo de "palerma" não é insulto não sei o que será.
Anónimo a 6 de Abril de 2016 às 09:01
Agradeço que os anonimos nāo utilizem o meu nome indevidamente.
Mariana Raposo a 6 de Abril de 2016 às 14:41
Aí o Conde , a Condessa da ULSBONIA, e restantes marmelos viraram PSs. Essa noticia tem que ser transmitida via Rádio Voz da Planície, ainda hoje.
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 11:52
Transparência? Ah ah ah. O que é real é a grande opacidade da gestão, não fazendo os funcionários qualquer ideia de qual é o rumo em que a casa é conduzida.
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 13:05
Cá estaremos para escrutinar isso.
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 10:54
Poder, poderzinho, poderzeco.
Anónimo a 1 de Abril de 2016 às 11:29
Estão a proceder a mudanças internas,em que sentido as estão a fazer nesta altura do campeonato, em vias de saída.
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 15:12
Estão a arrumar as pedrinhas para a retirada...
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 15:21
Estão a tentar regularizar de atafulho vários imperativos legais.
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 18:02
Deve ser para tentar impedir de serem despedidos sem indemnizações.
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 18:04
O Ministro já os encostou à parede.
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 19:19
É, mas a PCA faz segredo disso, até aos outros membros do CA.
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 19:50
Nem pensar! Conde e enfermeiro são insubstituíveis .
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 18:48
Tanto bufo.
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 18:19
Bufo é quem leva intrigas aos chefinhos pidescos.
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 18:53
Bufos e medrosos, é o que há por lá mais. Mas têm medo do quê?
Anónimo a 4 de Abril de 2016 às 20:19
É por isso que aproveitam aqui o anonimato para insultar e escarnecer cobardemente de quem quer que seja.
Esquecendo-se porém do mais importante, que é o facto de estarem a valorizar as suas presumiveis vítimas. A ponto de os próprios correliginários deles terem vergonha.
Bufos. Sim, bufos é aquilo que são. Independentementeo do partido que forem.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 08:56
Bufo és tu, que tb deves comer do mesmo tacho, oportunista, que vais ficar sem o tacho quando mudar o CA.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 14:03
Tanta falta de espelhos que há por aqui.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 16:12
Os bufos do PS estão também em acção , porque querem um lugarzinho no próximo CA e dão abrigo à PCA lá no Serviço de Recursos Humanos da Iria. Ja está tudo acordado como anteriormente. Era o hábito de Serpa onde essa senhora é que mandava no hospital. Ja lá pôs a filha em três tempos e o Administrador Carlos Gomes é como se não existisse. Aquele Senhor ê assim e está feito bom eles .É um lambe botas do Conde e põe lá quem eles querem .Acorde Dr. Frade que eles estao feitos com a boyada do PS .


. Frade
Anónimo a 6 de Abril de 2016 às 08:28
Esclareço que estou bem acordado, há muitos anos. Disponibilizo as minhas capacidades para contribuir para o bem público. Sempre evitei os grupos de interesses particulares e pretendo manter essa postura. Aguardo serenamente, esperando que prevaleça a razão.
Munhoz Frade a 6 de Abril de 2016 às 08:44
Sinceramente não me parece. Mas enfim, já que assim pensa. Tudo bem.
Anónimo a 6 de Abril de 2016 às 08:52
É evidente que há aqui posturas bem diferentes, direi opostas. A avidez e desespero de uns contrasta, pela linguagem, com a tentativa de outros de dar um conteúdo de ideias a um debate sério. Desse facto muitos já retiram as suas conclusões.
Sesinando a 6 de Abril de 2016 às 09:43
É verdade, vão ver se a PCA, não vai para os Recursos Humanos, já está tudo combinado, a política ainda é uma grande podridão, pois eles devem favores uns aos outros quando muda o Poder das cadeiras, não se esqueçam disto, e depois logo veremos se realmente não é verdade, o que aqui se diz. Acordem.
Anónimo a 7 de Abril de 2016 às 22:47
Esses esquemas e arranjos tem sido feitos e resultam porque os "subordinados" aceitam!
Anónimo a 7 de Abril de 2016 às 23:30
Os que assaltam as empresas públicas com golpes palacianos deviam ser alvo do repúdio dos cidadãos sérios, porque é uma VERGONHA!
Anónimo a 7 de Abril de 2016 às 23:46
A PCA vai levar um puxão de orelhas...
Anónimo a 8 de Abril de 2016 às 16:31
Quem é subsituivel é a raposinha.. O conde já lhe fez a folha! E ha de fazer a outros que se atravessem
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 21:09
O Mundo está cheio de gente insubstituível.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 21:14
Sobretudo os cemitérios.
Anónimo a 6 de Abril de 2016 às 20:12
Não há pessoas insubstituíveis mas sim pessoas mais ou menos competentes que outras.
JM a 6 de Abril de 2016 às 20:50
E de que lado é que estão essas competências?
De que lado?
Diga lá...

DO MEU!!!!!
Anónimo a 6 de Abril de 2016 às 21:55
Araposinha é queixinhas, foi benfeito pode ser que aprenda
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 21:24
O Conde e a PCA, já estão de saída, eles querem é a indemnização e o resto é conversa. São farinha do mesmo saco, é preciso é sacar o máximo ao erário público.
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 22:08
Estão em contagem regressiva...
Anónimo a 5 de Abril de 2016 às 22:37
Ela esta a fazer ao piso para ir para o poleiro.
Pertence à tal equipa "séria" e "diferente". Isto é de rir sem graça nenhuma.
Cada tiro, cada melro. Se esses forem com a deles avante vamos ficar entregues aos bichos. Ainda vão ter saudades do actual CA.
Anónimo a 6 de Abril de 2016 às 08:55
Aos bichos está a ULSBA há muito tempo.Quem lá tem estado tem-se governado e tem pensado pouco na casa. Analisem bem o que se tem e está passando.Pior do que o que está instalado deve ser dificil. É tudo gente muito trabalhadora e incansável.
Anónimo a 6 de Abril de 2016 às 10:38
Março 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É uma empresa com muitas centenas de trabalhadores...
Há muito que essa casa anda sem Rei nem roque. Lam...
Não tem aval do diretor RH??Impossível, ela faz o...
E não é que está mesmo, estes comunas não brincam ...
A CDU está a deixá-los poisar...
Aval do Diretor de Recursos Humanos não tem, a dit...
Alguém sabe explicar o que se passa com as candida...
Escravos. Dos tempos modernos...por: Joana Marques...
Será que não há ninguém que meta um travão a esta ...
...que raio de alentejano és tu que que acha que u...
Se toda a gente sabe porque este dr. JOSE TADEU FR...
Trabalho no Hospital, sou enfermeira e tenho um fa...
Penso que nao a conheço.Nao me conhece e não conhe...
Esta senhora chefe de sessão, é de uma malvadez n...
Então uma chefe de secção tem o poder para recusar...
blogs SAPO