Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
19
Dez 14

A Comissão Política Distrital de Beja do PSD “congratula-se” com o plano de proximidade de médio prazo-2015/2019, apresentado pela “Estradas de Portugal”.
In: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=5845

 

2014-04-13 005.jpgDepois do governo ter parado as obras do IP 2 e IP8, de não executar os projectos que tinham sido adjudicados e de não se dizer quando “os buracos” nestas estradas vão ser tapados, vem a Comissão Política Distrital de Beja do PSD congratular-se com um plano que vai (?) começar para o ano?!
Julgam que andamos todos distraídos? Não brinquem mais com coisas demasiado sérias. Se há áreas em que o PSD devia não falar esta é uma delas, tal é o prejuízo que causou à região. Basta circular por qualquer uma das estradas para nos lembrarmos das malfeitorias do seu governo. Basta observar os inúmeros “monumentos” que nelas estão patentes…

publicado por Zé LG às 08:50
a Distrital do PSD preocupa-se unicamente em não afrontar o Governo de forma a que a maior parte dos seus elementos mantenha os tachos actuais . Entre os membros da Distrital encontram-se o Deputado , um Administrador da USLBA , o Director Regional de Educação , o Sub-Director Regional de Educação , tudo rapaziada que há muito abdicou de defender os Alentejanos e o Baixo-Alentejo preocupados unicamente em defender o tacho.
Anónimo a 19 de Dezembro de 2014 às 17:39
E são só eles/estes?
CÁ'DÉ DOS OUTROS?
Anónimo a 19 de Dezembro de 2014 às 22:07
não será Director Regional dos Desportos em vez de Director Regional de Educação ? parece-me que sim.
Estes funcionários publicos/politicos utilizam os seus dias normais de trabalho , obviamente pagos por todos nós , para andarem a acompanhar o Mário Simões nessa coisa pomposamente batizada de " Roteiro Social ". É uma situação de total promiscuidade entre o PSD e a "Coisa Publica ".
anonimo a 20 de Dezembro de 2014 às 17:16
o deputado mais o vogal estão apenas preocupados com o manter do tacho, não se largam por nada, até constrange!
trolaró a 21 de Dezembro de 2014 às 22:52
E vocês a dar-lhe, hem...
Não tenho nada contra ou pró Mário Simões, mas irrita esta teimosia.
Então é só ele e sus muchachos que andam na lufa lufa dos tachos?
E o espetáculo que foram as primárias do PS em Beja?
Já ninguém se lembra?
Anónimo a 20 de Dezembro de 2014 às 18:57
Que espetáculo?
Anónimo a 20 de Dezembro de 2014 às 21:14
Espectáculo das primárias do PS em Beja? Quase 600 votantes, só na cidade, entre as 9h. e as 19h. de um normal domingo, talvez seja esse o espectáculo...
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 00:02
Por consideração com muitos socialistas meus amigos, não vou aqui relatar ao que assisti durante as primárias do PS em Beja.
Até porque o motivo é só um, há muitos tachos quando António Costa e o PS voltarem ao governo. Embora com um pequeno pormenor, não vão chegar para todos os candidatos aos mesmos.
Logo temos que aceitar como um facto normal as cambalhotas da passagem de Seguro para Costa e os "empurrões" de uns aos outros para se chegar ao líder, confesso que até a mim me perturbaram.

Pelo que a estratégia para os atingir, passa por uma primeira fase, que é destituir os PSD & friends da sua posse. E a seguir, logo se verá.

Daí que até aqui mesmo neste blog, sem dúvida frequentado por pessoas que já têm as suas visões muito próprias e inamovíveis sobre o seu sentido de voto.
Não perdem um minuto, nem descartam uma oportunidade de fazer panfletismo e maledicência, no sentido de destituir uns para se colocarem lá, e fazerem exatamente o mesmo daqueles.

Como é que Beja e o seu concelho irão a algum lado, a não ser a continua decadência em que se encontra desde há décadas, e que essas mesmas pessoas, ora uns ora outros, contribuíram de forma significativa.
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 13:19
Meu caro porque é que os seguidores do Simões vivem obsecados em colar ao PS todos aqueles que são contra a actual liderança do PSD-Beja ? É que o vosso problema é que a grande maioria daqueles que aparecem a criticar a actuação dos "jagunços " que assaltaram o poder do PSD-Beja pertencem á " base social de apoio " do PSD.
Mas esses seguidores do Simões também devem ficar assustados quando souberem que o Simões num dia destes , com a sua voz de falsete , no restaurante VOVO , saudava EFUSIVAMENTE um conhecido cidadão de Beja , como o " candidato do Bloco Central á CMB " o SIMÕES NÃO QUER LARGAR O OSSO COM OU SEM PS.
zeze a 21 de Dezembro de 2014 às 00:27
Mas contém lá que restaurante é esse e quem é a personagem para candidato do centrao?
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 10:02
VÓVO JOAQUINA
zeze a 21 de Dezembro de 2014 às 15:02
Ficamos na mesma .Essa linguagem é só para políticos.
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 15:44
Ou será para caciques?
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 15:49
Sim, caciques locais...desses do centrao e não sei se mais alguns, que não editou a par desses estudos,
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 19:28
Para a ULSBA,EPE 16 500 000 , é o valor que receberemos , o que implica um plano para Ebitda nulo em 2015.
Alensul a 21 de Dezembro de 2014 às 20:47
Em troca deste reforço de capital, estes 18 hospitais ficam agora sujeitos a uma espécie de "plano de ajustamento". Logo à partida, ficam proibidos de acumular novas dívidas a fornecedores e novos pagamentos em atraso em 2015; têm de reduzir os gastos operacionais e aumentar os rendimentos próprios de modo alcançar um EBITDA nulo no final de 2015. Estes hospitais devem "tomar novas medidas de gestão" que possibilitem atingir resultados equilibrados no final do próximo ano, refere o despacho
e como se vai fazer isso com aqueles bandalhos no C. A. é a questão ?
Cacique local a 21 de Dezembro de 2014 às 21:51
Com estes, se calhar não. Mas sim com aqueles que lhes seguirão.
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 22:51
o problema é que estes se preparam para serem reconduzidos, e vão ser eles a iniciar o processo de delapidação... sim porque gestão eles não são capazes
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 22:54
Não. Estes, os que os antecederam e os outros que certamente lhes sucederão num futuro próximo, têm ao seu dispor um sem número de gestores profissionais que lhes irão pôr em cima da mesa aquilo que terão de fazer.
Pelo que não, não é difícil ser gestor na ULSBA. E nem sequer é necessário ser-se muito competente.
Basta só saber assinar.
O problema é depois explicar essas decisões à população e em especial aos funcionários e trabalhadores que irão sofrer essas medidas na pele.
Foi assim no passado, é no presente e será no futuro.

O que aqui se diz é apenas politicar, e sem ponta por onde se lhe pegue.
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 23:10
Não é assim. Pensar como aqui está retratado ,e dizer que sempre assim foi,está errado. Um gestor de topo não pode e nem deve assinar de cruz, embora saibamos que alguns deles o fazem.A um gestor do topo compete-lhe traçar um plano estratégico , definir quais são as orientações estratégicas que pretende immprimir à organização que dirige,definir metas em colaboração com as suas chefias intermédias, monitorizar esse plano e avaliar os resultados que todos empreenderam. Como vê não é tarefa fácil.Exige pensamento estratégico, acção,dinamismo,profundo conhecimento das matérias em todas a s áreas e capacidade de decisão
gestor profissional a 22 de Dezembro de 2014 às 10:58
Olhe que se calhar até é mesmo assim.
E a situação não se passa apenas ao nível dos CA dos hospitais.
Senão como é que se entende que não tenha sido a primeira vez, antes pelo contrário, colocado como Ministro da Saúde um gestor, que apenas teve um contacto e marginal com a saúde através de uma seguradora. que os projectos estruturantes e não só, passem de governo para governo, independentemente da sua cor politica.
E que no caso atual ainda por cima está fazer um trabalho muito acima da média, e em que ele próprio assume que não toma decisão alguma que não tenha sido bem estudada pelos técnicos do ministério.
Anónimo a 22 de Dezembro de 2014 às 21:42
O Sr. ministro da Saúde é um profissional de gestão ,conhecedor profundo daquilo que lidera, razão pela qual ele refere que não toma decisão alguns sem que os seus técnicos a tenham estudado em pleno.Uma diferença , e por isso totalmente em consonância com o que referi, ele sabe apreciar, avaliar os estudos que lhe fazem e por isso cimenta as suas decisões na avaliação que deles faz.Digamos que não é uma cópia deste ou daquele. Comparar o que aqui se discutia com o trabalho do Sr Ministro é uma péssima comparacao, aliás o que afirmei e o trabalho do MInistro da Saúde,a quem o considera positivo, justifica o meu argumento ,que volto a reforçar:um gestor do topo de organizações de saúde tem que saber muito bem o que faz,não lhe basta vir assinar os trabalhos que os gestores profissionais lhe fazem.
Anónimo a 22 de Dezembro de 2014 às 22:55
O mesmo é dizer que o Senhor Ministro não olha para os estudos que lhe fazem como "boi para palácio" o que acontece por aí é o contrário.
Alensul a 23 de Dezembro de 2014 às 00:35
Já que teve a amabilidade de responder a uma parte das questões que coloquei, por favor diga lá a sua opinião sobre a outra que se esqueceu, porque é que "...os projectos estruturantes e não só, passam de governo para governo, independentemente da sua cor politica." Ou seja, são aprovadas independente a maior ou menor competência do ministro. E até lhe lembro que um dos melhores que a saúde teve, era electricista de formação e na altura sindicalista; chamava-se Maldonado Gonelha.
Por último, lembra-se daquela série televisiva inglesa chamada " Sim, senhor ministro." Ou até mesmo de quem eram as responsabilidades sob o ponto de vista ecológico em relação às dúvidas aqui levantadas, que foi dada por pessoas ligadas ao anterior executivo camarário de Beja em relação à mais polémica das suas obras, a recuperação da ciclovia?
Eu respondo-lhe, a responsabilidade era dos serviços técnicos, já que foram estes que a conceberam assim.
Anónimo a 23 de Dezembro de 2014 às 07:57
Os processos estruturantes, precisamente porque são como o próprio nome indica , passam de ciclo para ciclo politico.
Quanto à gestão do topo e os gestores profissionais, há que acrescentar que a competência tem que existir de ambos os lados.Significa que os gestores profissionais "que fazem a papa toda" ,na sua optica,também têm que ser muito competentes e os gestores do topo que os devem liderar, também têm que ter ,entre outras e já referidas, as competências de liderança suficientes para tal. Competências, a cada um dos níveis ,é uma exigência para não ficarmos reduzidos à mediocridade com impacto nos cuidados de saúde que prestamos.
gestor profissional a 23 de Dezembro de 2014 às 15:07
OK. Ganhaste, meu.
Anónimo a 23 de Dezembro de 2014 às 21:10
Faltam ainda quase 3 anos para as próximas autárquicas mas não me parece que venha a haver candidato ou candidatura de "Bloco Central" à CM Beja. Seria necessário que os 2 partidos (PS e PSD) aceitassem (e o que faria M.Simões ao CDS?), o que me parece pouco provável, e que M.Simões não fosse unha com carne com J.Rocha . E nas Juntas de Freguesia da Cidade uma decisão dessas seria o Carmo e a Trindade, tão bem que se está em coligação. Terá sido uma forma de engraxar e cortejar simpaticamente o dito figurão da sociedade bejense. Apenas isso.
Anónimo a 21 de Dezembro de 2014 às 23:56
Pra aí sim,isso acredito!
Anónimo a 22 de Dezembro de 2014 às 00:55
A única forma de apear J Rocha do poder em Beja, será apenas esperar que ele decida de vez ir-se embora da Câmara ou então uma aliança oficial ou tácita, como ocorreu há cinco anos entre PS, PSD e CDS.
Infelizmente nas últimas eleições, JPV e os seus colaboradores diretos deitaram tudo a perder com a sua arrogância e autocracia. Que pelos vistos ainda hoje não perceberam, que foram eles é que perderam as eleições, e não J Rocha que as ganhou.

Pelo que a segunda hipótese, dado o estado a que chegaram as relações entre os anteriores dirigentes camarários do PS e os atuais lideres do PSD. De que é exemplo o que aqui escrevem os primeiros neste blog. Só poderá ser feito após uma limpeza de balneário de tudo a que cheire a anterior elenco do PS (JPV, Velez e Cia).
Anónimo a 22 de Dezembro de 2014 às 10:46
"... Criticou os que ficam demasiado presos à burocracia, os que recusando abandonar as suas tarefas “se esquecem que o mais importante é sentar-se aos pés de Jesus”, ou aqueles que, pelo cargo que atingiram se julgam essenciais e a quem convidou a visitarem os cemitérios “onde estão tantas pessoas que se consideravam indispensáveis”. Foi mais duro, quando denunciou o “Alzheimer espiritual” dos que se afastaram de Deus e “vivem dependentes das suas paixões, caprichos ou obsessões”, ou quando criticou os que se tornaram “vítimas do carreirismo e do oportunismo”, os que protegem os interesses de um círculo fechado e os que “tentam preencher o seu vazio existencial arrebanhando bens materiais”.

Denunciou uma vez mais a cultura da má-língua, mas com palavras duríssimas para um Papa: trata-se, afirmou, da “doença dos cobardes”, dos “semeadores da discórdia” e “assassinos a sangue-frio” da reputação dos seus irmãos.
....
Papa Francisco, dixit.
Anónimo a 23 de Dezembro de 2014 às 08:41
Grande HOMEM , este PAPA!

Rita a 23 de Dezembro de 2014 às 12:39
Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
O Oliveira foi sacudido ainda antes das eleicoes.
Só espero que tem dinheiro para receber não veja i...
O acolhimento politico e pessoal do executivo às i...
Como foi possível proceder a um aumento salarial c...
O vereador que não fazia parte do CA da EMAS é que...
P'ra parceiros até que não se dão mal!
O novo executivo tomou posse há um mês, depara-se ...
Isso foi já com a máquina do alcatrão ou essa foi ...
Então o picado assume que usam a Emas para fazer r...
O vitor, se optasse pelo silêncio ganhava mais.
Estava tão bem que a dias das eleições ...
Então mas não estava tudo bem?
Por cá temos uma colecção de personagens que conse...
É a mesma pessoa! o eng.º José Velez ex-vereador d...
Excelente debate que já há bastante tempo se impun...
blogs SAPO