Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
24
Jan 18

080820131531-328-manuel-maria-barroso-.jpg

“Atraso na contratação de auxiliares dita a exoneração do delegado do Alentejo”, Manuel Maria Barroso. “Processos disciplinares por comportamento indevido e por uso indevido de viatura vão levar à saída do dirigente do Algarve”, Francisco Marques. A Voz da Planície não conseguiu falar com Manuel Maria Barroso e Francisco Marques diz tratar-se de “atentado ao seu bom nome”.

Os dois delegados regionais de Educação em causa estão a exercer funções de “forma ilegal há um ano e 9 meses, depois do concurso que os selecionou ter sido anulado”. Contudo, não é este o motivo que leva a “secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, a afastar os dois responsáveis.”

publicado por Zé LG às 12:54
Já deviam ter saído há muito.
O tempo que foi à delegação não fez nada. Dias e dias de politiqueiro em almocaradas e jantaradas e respectivas bebedeiras.E para que serve aquela delegaçao? Extinta , já devia estar há muito.Serve para uns boys do PSD e do PS fazerem que sabem e são importantes.
Uma vergonha.Deem autonomia à gestão das escolas e responsabilização pela sua actividade de gestão.Nao há lugares cativos e façam avaliações. Seria um grande favor ao erário público que tivessem capacidade para extinguir serviços inúteis, como estas célebres delegações de boys.O PS já tem sucessores, já que estes estão ilegais há mais de um ano?
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 18:24
Ah, o Francisco Marques andava a utilizar um carro do estado para as suas deslocações? E quem autorizou isso e lhe deu um carro para viajar? Então ele nao sabe e ninguém o instruiu nesse sentido de saber que o lugar que tem ocupado não é de dirigente superior dos quadros da administração pública?
Um dirigente intermédio não tem direito a utilização de viatura para deslocações.Ate mesmo os quadros dirigentes do topo têm que ter cuidado com a leitura e interpretação abusiva da lei. São estes os gestores que os partidos políticos nos oferecem.Alem de não o serem, são abusadores,incompetentes e manifestam comportamentos indevidos ou fora da lei.
E repetem-se as situações período após período, área seguida de área.Para a próxima o PSD logo vai repescá-los.E o PS irá agora repescar algum do mesmo calibre que já está à espera das mordomias que não existem? Não seria a primeira vez e o PS no Distrito também é useiro e vezeiro nessa prática.
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 18:44
Alguns diretores vão perder o colinho.
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 18:46
O sucessor está no bolso do Pedro do Carmo,não?
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 18:48
No do passos coelho ou assunção cristas, talvez não!
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 21:02
Dois oportunistas que só estão interessados nos lugares que lhes dão algumas mordomias. Tanto serviram o PSD de Crato ontem como o PS do Tiago hoje ou o CDS da Cristas amanhã. Gente sem princípios que não se importam de ser a voz do dono e de defender as suas malfeitorias e incompetência.
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 21:22
Para começar a notícia é "meia falsa", porque o delegado de Évora foi demitido e o do Algarve não.
Quanto ao processo de que fala a noticia, é verdade. Foi instaurado pelas entidades competentes e NADA FOI PROVADO. Ah... este processo teve origem numa DENUNCIA ANÓNIMA.
E vejam bem a rapidez com que os amigos da Voz da Planície dão a noticia, sem saberem a veracidade da mesma (pois o Chico é PS e a Rua Ancha não deixa passar nada).
E nós andamos todos dormindo!!!
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 21:24
O Chico é PS ? E foi servir o Crato no governo PSD/CDS? Haja coerência.
https://dre.pt/application/file/66879250
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 21:37
Sim, é PS. E não foi servir o Crato, foi servir o Ministério da Educação.
Quantas pessoas conhecemos que pela sua competência são convidadas a desempenhar cargos por "cores" diferentes???
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 21:51
Ah Ah Ah.
Isso é anedota, não é?
O Ministério da Educação é apolítico?
As políticas educativas são todas iguais?
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 22:04
Não foi a Voz da Planície que divulgou a notícia primeiro, foi o jornal I. Também obedecem à Rua Ancha?
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 22:11
Nós conhecemos o I (jornal idóneo)
Anónimo a 24 de Janeiro de 2018 às 22:17
A calúnia é uma arma dos cobardes. E, neste processo, tem havido muita cobardia e mentira.

Conhecendo, como conheço, o Manuel Barroso, «Homem com eles no lugar», seguramente que não se deixará intimidar por uns quantos palhaços que querem denegrir o seu bom Nome.

A sua postura ética, profissional e cívica, não me deixa qualquer dúvida de que nunca irá alinhar nesta javardice.

Estará, como sempre esteve, acima de tudo isto.
Estas manobras para o envolver em questões de gestão duvidosa, sem fundamento, caluniosas e mentirosas, à partida poderia configurar-se como um cheque-mate na sua vida pública. Pelos vistos, esta pode ser uma estratégia de distrair as pessoas com coisas alheias ao que realmente importa, por exemplo, o concurso em que está envolvido e, que seguramente e em condições limpas, vencerá, ou questiúnculas sobre a incapacidade do ME em resolver os reais problemas das escolas, como é o caso da Esc Sec André de Gouveia, em Évora, Serpa ou Castro Verde.

Tirem o cavalinho da chuva. Conheço a sua fibra e a sua Honradez.
Os cobardes que se cuidem!

Se nunca teve medo de enfrentar as coisas da vida, por mais complexas que se lhe apresentassem, não terá, agora, a falta de engenho e arte para se deixar enredar em calúnias.

Ao longo da sua vida tem dado provas suficientes para que acredite nele, em todos as dimensões.

Para que não fiquem dúvidas sobre o que estou a referir quero dizer que nunca trabalhei com o Manuel Barroso. Conheço-o na minha condição de amigo. Não preciso de pedir qualquer tipo de crédito para a sua imagem, a qual é de enorme valentia e dignidade. Tem dado provas públicas do que aqui refiro.

O despacho em DR que trata da cessação da comissão serviços do, agora, ex-Delegado Regional do Alentejo, que estava em regime de substituição, nem sequer fundamenta a decisão (e por isso, carece de leaglidade!), tendo sido feito, de forma «sacana» sem aviso prévio e quando estava fora do país, a meio de férias autorizadas.

Também, de acordo com fontes muitíssimo bem informadas e sérias (sublinhando que, após contactado por mim próprio, se recusa a falar sobre o assunto, tal é a distância que quer manter deste tema), a saída do Dr. Manuel Barroso daquelas funções não se deveu às razões (atoardas) que têm surgido em diferentes órgãos de comunicação social. Pelo contrário, decorrem da enorme falta de ética e sentido de interesse público de pessoas que estão na cúpula decisória do ME, as quais não conseguiram, até agora, solucionar as questões relacionadas com a dignificação das escolas, como são os casos das obras na escola de Évora (ESAG) ou nos casos dos lamentáveis casos das escolas de Serpa ou Castro Verde.

Tudo parece estar associado à preocupação de afetar militantes (ou «boys») socialistas em lugares de penacho.

Ainda me questiono que tipo de gente é esta!

Essas pessoas que têm vindo a público tentar relacionar a saída do Manuel Barroso com as situações vividas na Escola Secundária André de Gouveia, em Évora, bem poderiam ser mais prudentes e procurar junto dos serviços da DGEstE, em Évora, ou onde quiserem, a verdade dos factos.Verão que é bem mais interessante e verdadeiro!
Talvez descubram algumas surpresas!
Fica aqui o desafio!
Pelo que sei, e isto que digo pode ser contrastado com a realidade, este meu bom Amigo tem recebido fortes ondas de solidariedade dos seus ex-colegas de trabalho ou outros (onde me encontro também, os quais estão, também, profundamente, indignados com o processo em que está a ser enxovalha a sua Honra.

Força, Manel!

Os cães ladram… tentam morder, mas tua sabes lidar com tudo isto.

Viva a Liberdade e a Democracia.
Fim às cobardias fascistas que te estão a provocar.

PS: Porque gosto de olhar para a frente e não tenho medo de sombras, deixo aqui o meu endereço de e-mail para poder contestar a quem quiser:
liberacivitatedonatos@gmail.com
(já agora, quer dizer «cidadania livre»; redundante, para reforçar!)
Pedro a 25 de Janeiro de 2018 às 15:12
Tudo o que afirma pode ser verdade.
O problema é a politização de cargos públicos e as nomeações encapotadas que passar a apresentar como legitimação os concursos cresap (com regras e critérios feitas à medida do que "queremos" nomear). Penso que tem conhecimento de uma entrevista dada pelo anterior presidente da cresap: só chegavam ao fim do concurso (3 "nomes"), em 99,9% dos casos, militantes e simpatizantes do psd e do cds (mérito, mérito e mais mérito do cartão.).
Mas mais do que isso, o que é que o delegado regional fez durante os anos em que este nesse cargo para melhorar as escolas do Alentejo (uma só ação). Pergunte aos professores das escolas alentejanas o que foi feito durante o seu mandato?Quietude? Indiferença? Seguidismo? Que ética é esta?
Eu ainda sou do tempo que as diretoras regionais (e sublinho diretoras) vinham com regularidade às escolas e falavam com os professores sobre os seus problemas e os da escola. Este delegado nunca o vi e já tenho 33 anos de serviço.
Sei que os diretores de escola, em especial os da mesma cor política, se davam muito bem com ele!
Pergunto: para que serve o delegado regional?
Tudo isto me lembra um poema, dito pelo enorme Mário Viegas:

Uma nêspera
estava na cama
deitada
muito calada
a ver
o que acontecia

chegou a Velha
e disse
olha uma nêspera
e zás comeu-a

é o que acontece
às nêsperas
que ficam deitadas
caladas
a esperar
o que acontece.

É isto!
Anónimo a 26 de Janeiro de 2018 às 11:20
Muito bem , anónimo das 11:20.
Só quero afirmar que a cresap seleciona , por concurso, e muito bem tudo o que refere é verdade,cargos dirigente do topo da administração pública, que não são empresas públicas.
O caso da educação, figura de delegado regional , não é um cargo do topo e como tal não é objecto de seleccção pela cresap. Já em outras áreas como a da saúde ou Emprego temos um Presidente e dois vogais que são cargos do topo selecionados pela cresap.
No caso das instituições de estatuto empresarial , os cargos dirigentes da administração pública são puramente de cariz politico , cuja cresap se limita a dizer "amém" à proposta apresentada..
Anónimo a 26 de Janeiro de 2018 às 11:46
Obrigado.
Eu sei, só sublinhei que tudo está politizado (e a cresap foi criada para legitimar) e o mérito é o cartão e, por outro lado, o que este delegado regional (porque é dele que estamos a falar) fez durante os anos em que exerceu o cargo para tornar as escolas do Alentejo melhores? Só isso, porque de conspirações estou farto! E a ética também é isto e deve ser isto em primeiro lugar. Lutas, mas lutas por melhores escolas no Alentejo: mais democráticas, mais livres, mais críticas, mais cidadãs... e em prol disto, que eu tenha conhecimento, nada foi feito. Portanto, é uma luta por lugares e mordomias de uns quantos em relação a outros e isso, na verdade, pouco me interessa. Importa-me que se coloquem estas situações como referência em vez das escola. Só isso!
Anónimo a 26 de Janeiro de 2018 às 12:41
Estou totalmentede acordo consigo.Alias a Cresap, acrescento-lhe, agora só faz concursos depois de estarem colocados em regime de substituição,É uma vergonha porque depois concorrem e o partido coloca os mesmos que já tinha colocado em regime de substituição.
Tudo o resto tem muita razão.Esses delegados escolares, então nem vale a pena comentar da sua utilidade funcional!
Anónimo a 26 de Janeiro de 2018 às 13:32
E são também os viúvos e viúvas do ex delegado regional a lamentarem-se (lá saberão porquê), chorando e apontando o dedo, como se o governo anterior não tivesse feito o mesmo: a anterior diretora/delegada é um bom exemplo do que não deve ser feito!
Falar em interesse público e ética, por favor! Onde fica isso?
Anónimo a 26 de Janeiro de 2018 às 14:11
"Pelo contrário, decorrem da enorme falta de ética e sentido de interesse público de pessoas que estão na cúpula decisória do ME, as quais não conseguiram, até agora, solucionar as questões relacionadas com a dignificação das escolas, como são os casos das obras na escola de Évora (ESAG) ou nos casos dos lamentáveis casos das escolas de Serpa ou Castro Verde."

E o que é que o ex-delegado regional fez para solucionar estes problemas? Fico a aguardar informação!
Anónimo a 26 de Janeiro de 2018 às 14:06
Para que conste: Sou amigo de ambos, que conheço há muitos anos. Nada me move contra eles, antes pelo contrário. Publiquei aqui, como tantas vezes faço, trechos da notícia publicada na RVP. Acompanhei muito à distância os problemas levantados a propósito das suas nomeações e percebi que geraram muita polémica e controvérsia. Curiosamente um é conotado com a direita e outro com o PS. Foram nomeados pelo anterior governo da direita e afastados pelo actual do PS.
Zé LG a 25 de Janeiro de 2018 às 17:23
Baixa politica , com demissoes a pressao, para contentar Boys do Algarve e Alentejo que pretendem "montar-se " nos lugares dos demitidos.
Anónimo a 25 de Janeiro de 2018 às 22:07
Mas do Algarve ninguém foi demitido. Telefonem para DRE Algarve,sff
Anónimo a 25 de Janeiro de 2018 às 23:16
quase que aposto que o Manuel Barroso sera substituido pela Dra Teigao , quadro da DRE ,e que unicanente por acaso ,foi a candidata derrotado do PS a Camara Municipal de Evora. Quem aposta ???????
Anónimo a 26 de Janeiro de 2018 às 13:30
Pois será...
Anónimo a 26 de Janeiro de 2018 às 13:33
Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É verdade que destruiram a barragem? É, espero que...
Eclipsaram-se, com a mudança da autarquia,será?
aonde andam os Beja Merece +?
não me diga que arrebentaram com a barragem romana...
Já corrigi. Obrigado pela chamada de atenção.
Estava a fazer-me confusão não ter percebido o seu...
interviu?
Não percebi o que me queria dizer, desculpe.
Dr Ana , e se for informada que a UNIVERSIDADE de ...
Não, não opino sobre temas que não conheço com sol...
Ana Matos Pires tem opiniao acerca deste assunto ?
Efectivamente esta "enorme negociata" realizada en...
o post do anonimo daz 22h23m , colocado na noticia...
A bloquista Catarina Martins anda preocupada com a...
Oxalá que as conclusões cheguem à Assembleia da Re...
blogs SAPO