Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
07
Mar 15

180220151617-868-manifestao7MaroBeja.jpgA concentração está marcada para as 10.30 horas junto à Casa da Cultura, os participantes seguem depois a pé em direcção ao Jardim do Bacalhau.
Esta manifestação está integrada num protesto decretado pela CGTP-IN que inclui a realização de manifestações em todas as capitais de distrito, pela defesa dos serviços públicos e pela reposição dos direitos sociais e laborais dos portugueses.
Casimiro Santos, coordenador da União de Sindicatos do Distrito de Beja, afirma que esta é uma iniciativa importante que dá continuidade à luta que tem sido travada contra as políticas deste governo.
In: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=5270

publicado por Zé LG às 00:36
Desculpem a temática não ser a do post mas peço ajuda para divulgação no blog: http://jugular.blogs.sapo.pt/va-gentes-preciso-ajuda-3856628

Obrigada.
ana
Ana Matos Pires a 7 de Março de 2015 às 10:52
A Dra. não conseguiu convencer a Administração da ULSBA a comprar uma carrinha, mais barata do que o que desperdiçaram a limpar os vidros do dito departamento?
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 11:32
A desconversa é sempre tonta e só envergonha e desautoriza quem a tem, vá lá.
Apesar da desconversa sempre lhe digo que não entendo essa do "desperdiçar dinheiro a limpar vidros". Então os piolhos dos pombos, ou lá o que foi, resultado da merda dos ditos acumulada noutros locais físicos do complexo hospitalar foram uma desgraça e uma vergonha, limpar as instalações psiquiátricas é desperdício?
Minha cara, não desconverse. Os vidros poderiam ter sido limpos por muito menos.
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 13:04
eheheheheheheh e quem desconversa sou eu? Por curiosidade de cidadã (nada tenho que ver com o assunto enquanto directora do serviço, como é óbvio), quanto custou a limpeza e quanto poderia ter custado?
Sendo uma mulher de esquerda, com a barricada ideológica completamente assumida publicamente, tenho obrigações acrescidas de frontalidade e ética, valores que tantas vezes vejo faltar (à direita mas tb, lamentavelmente, à esquerda, o que me encanita e entristece pq são "dos meus")
Somos livres, somos livres, somos livres, de voar...
Começou a campanha eleitoral?
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 14:11
Começou? Não dei por nada.

Somos livres, pois, felizmente, até somos livres de sermos independentes nas listas do LIVRE, imagine.
E até de não sermos, por independência...
É tempo de avançar.
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 15:20
Óbvio. E é sempre tempo de avançar, sempre.
Oh Srª Drª , então antes de ser psiquiatraa srª é médica, ou não?
è verdade que já já la vão uns anitos, mas algo devia ter ficado na sua cabeçinha, lembra-sde de ter ouvido falar de saude publica? ou faltou para ir a algum comicio?
Pois, a merda dos pmbos como lhe chama , nessa sua linguagem de berloque ou similar, poderia ter constituido um serio problema de saude do proletariado... é sempre bom manter em dia algumas luzes sobre outras tematicas, para nnão dizer asneiras, a que rapidamente ficareois imunes, dada a rapidez com que as emite!
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 20:48
Vexa tem dificuldade em interpretar textos, 'tá visto.
olhe drª fui reler o seu post, devo ter mesmo dificuldades, dou-me mal com a prosa mais há esquerda :):):
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 22:00
E as dificuldades não se ficam por aí, a coisa na ortografia também não é brilhante ("há" é o verbo haver)
só peqou por ter levado tanto tempo,... tão previsivel :):)
Anónimo a 9 de Março de 2015 às 18:02
Sou uma pecadora nata.

(pronto, agora não me apetece continuar com conversa da treta, passe bem)
começo a gostar desse seu "mau feitio" ... fetiche ? Será?
Anónimo a 10 de Março de 2015 às 09:28
O exibicionismo tem variantes. Às vezes, por défice de sociabilidade ou timidez, expressa-se sob esta forma. Isto não é psiquiatrizar, apenas sociologizar...
Anónimo a 10 de Março de 2015 às 09:53
ui, 'tá feito(a) ao bife
Ameaça?
Anónimo a 10 de Março de 2015 às 13:00
Credo, qu'é lá isso? Não sou rapariga de ameaças. É um aviso, sou quiduxa.
Então ficamos de sobreaviso.
Anónimo a 10 de Março de 2015 às 15:31
eu cá tinha o meu " fellingue", adoro kiduchas !
Anónimo a 11 de Março de 2015 às 15:09
Então a ULSBA tem viaturas para levar e trazer VIP's a Lisboa e não disponibiliza uma para essa finalidade?
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 11:35
E desde quando o deputado Simões é VIP? Ele até vai de boleia...
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 12:07
o Deputado Simões tem que ir á boleia do carro do Conde para ver se não é apanhado pela Brigada de Transito .Estou para ver quando sair de Deputado o acerto de contas com a Policia da Estrada
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 13:09
explique la isso ao people
policia do estado a 11 de Março de 2015 às 15:10
Interessa-me, para além da melhoria da resposta clínica, o exercício de cidadania. Quem quiser ajudar be my guest
O exercício de cidadania é muito bonito, e denunciar a gestão danosa também faz parte dele.
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 12:23
Naturalmente, e deve ser feito pragmática e objectivamente, com factos e números - e com nome, já agora. Neste momento é este o exercício de cidadania que me parece mais importante fazer, ajudar no que puder a melhorar os cuidados psiquiátricos na região, e é para isso que estou a pedir ajuda.
Dra., os factos e os números são a grande despesa que se tem feito no Serviço de que é Diretora. Naturalmente, esse dinheiro não veio do céu, mas sim dos bolsos dos cidadãos. Mesmo dos muitos que "não tem nome".
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 12:36
factos, meus caro(a) anónimo(a), factos. Todos nós, cidadãos contribuintes, temos nome. Se quiser fazer o favor de ajudar no pedido que fiz agradeço antecipadamente, para falar sem dados não estou disponível. A abertura de um internamento psiquiátrico no único distrito do país que não o tem é uma mais valia inquestionável, no que depender de mim é um facto para ontem. Ser internado é sempre um percalço e um acontecimento de vida negativo, isso acontecer e ser-se desterrado e privado da família, como tem acontecido à população que a ULSBA serve, é algo que urge mudar, e isso implica gastos. Venham eles, a bem da população, é para estes e outros do mesmo tipo que os meus impostos servem.
A Dra. tem traquejo. Reapondo-lhe com o lógica dos piolhos.
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 13:14
Sim, normalmente não falo de assuntos sem traquejo, se não os domino não opino, é burrice.
(agora fiquei aqui curiosa, explique-me lá essa da "lógica dos piolhos, pf)

Ps: Vê?, quando não sei ou não percebo pergunto, parece-me sempre um bom princípio
Dra., lógica. A do exemplo que deu. Se disse que tendo havido dinheiro para limpar os piolhos tinha de haver para limpar os vidros, pode dizer-se que havendo dinheiro para transportar vips tem de haver para transportar doentes.
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 14:10
Tudo ao lado, nessa lógica.

Antes de mais deixe-me contar-lhe uma história pessoal. Era a minha criança pequena e vá de me pedir que definisse "a mesma coisa". Lá fiz o melhor que pude, dei 500.000 definições e a rapariga sempre a abanar a cabeça em sinal de discordância. Desisti e pedi-lhe a dita definição... "a mesma coisa é meter dois dedos no cu, no mesmo cu, e cheirar um de cada vez", disse-me.

O exemplo que deu incorre numa "inverdade" (adoro o termo, adoro) - eu não disse "que tendo havido dinheiro para limpar os piolhos tinha de haver para limpar os vidros", antes que se limpar a merda num local por causa dos piolhos era importante não percebia pq limpar a merda noutro não é - e num exercício de, chamemos-lhe assim, demagogia e populismo barato - o dinheiro dos carros "dos vips", como lhe chama, não pode ser deslocado para o transporte de doentes, não vale a pena misturar alhos com bugalhos e enganar os menos esclarecidos, é feio e desonesto, para além de um profundo erro lógico (e uma adulteração da definição infantil da "mesma coisa", claro)
Dra., a linguagem escatológica pode parecer muito "porreiraça". Para rir, não para esclarecer. Só o Brecht foi exceção. Para quem descortina alguma coisa de gestão da coisa pública, é evidente que certas verbas não podem ser deslocadas da sua alocação determinada. Não é isso que se propõe ou se critica, mas sim os critérios e as prioridades por trás das opções gestionárias, ou da sua inexistência. Do amadorismo e irresponsabilidade na decisão dos gastos dos nossos impostos. Nossos, como bem disse. Assim como decidir pôr vidros inquebráveis a substituir outros igualmente inquebráveis, por ignorância ou pressa de inaugurar.
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 14:42
"Linguagem escatológica"? ahahahahahahhahahahahahahah adoro a postura de "dama - ou cavalheiro - ofendido", é delicioso. Isso e a falta de humor - já o tio Freud apontava o humor como um mecanismo de defesa maduro, veja só. Também gosto da pitada de erudição, armado(a) ao pingarelho, fez-me lembrar o meu amigo Sócrates sempre com os filósofos na boca.

Enfim, adiante. Dá-se o caso de que, até ao momento, não tinha visto nesta cx de comentários nenhuma discussão objectiva e clara de "critérios e as prioridades por trás das opções gestionárias, ou da sua inexistência", que seguramente existirão, apenas generalidades. Vi agora, no último comentário, uma crítica que não corresponde à verdade: nas futuras instalações do internamento psiquiátrico não foram substituídos nenhuns vidros inquebráveis por outros inquebráveis.

Ps: vejo, com agrado, que o exercício pedagógico que fiz no comentário anterior valeu a pena
Dra., continue a sua proveitosa missão de grande educadora das brutas gentes da província. Só que humor, por cá não falta. Já cá andava antes do Freud e do Jung.
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 15:00
Ora já cá faltava a tentativa de ganho secundário com a vitimização. Chama-se projecção - colocar no outro aquilo que, de facto, somos nós que fazemos ou pensamos. Agora foi a vez de me recordar do Seguro, com a cena das "cortes de Lisboa".

Tenho a certeza que o humor é antigo por estas paragens, tenho-o no meu sangue e nos meus genes alentejanos.
Ora, então parece que estamos numa consulta!
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 15:18
Consulta? Distorção cognitiva, chama-se a isso.
Então! Não me patologize. Fazer isso também tem nome.
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 15:27
Nunca patologizo ninguém, tão pouco diagnostico ou exerço actividade clínica psiquiátrica sem ser em contexto clínico. Trata-se de uma questão ética e deontológica.
Bem me queria parecer: na linha da antipsiquiatria. Também vou ali e já volto. A Dra., agora que descobriu o Alvitrando, não vai querer outra coisa.
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 15:47
Euuuuuuu, "linha antipsiquiatria"? Nunnnnnnnca. Cruzes canhoto.
Bom fds

(Sou, há muito, uma bloguista)
(lá resposta a negar a cena dos vidros inquebráveis 'tá quieto)
Bom, como dizia o outro "gostei muito deste bocadinho, especialmente por ser curto", agora vou ali comer qq coisita.

Se alguém tiver alguma ideia que ajude a "sacar" uma carripana para o transporte dos doentes do hospital de dia do serviço de psiquiatria diga, pf, seria excelente.
Mas de onde saiu este cromo?
Quem é?
Quer 1 carrinha? Mas o hospício não foi dotado de 1 carrinha?
Carrinha..., mas os doentes agora vão andar de carro para? Mas que linguagem..., coisa de esquerda, má educação sob 1 capa de verniz revolucionário? Apenas? Ou só?
Anónimo a 7 de Março de 2015 às 23:30
Adoro estas saídas dos armários da estupidez para as quais nem os "hospícios" têm resposta, são mesmo um traço de carácter.
Dra., espero que tenha percebido, pelas amostras - seja a ofensiva seja a elogiosa - que existe o risco de se estar a fazer o frete exatamente àqueles que não gostam do contraditório, que não gostam dos intelectuais. A Dra., intelectual que se assume bloguista, deve saber que a Administração da ULSBA não gosta de blogs, de opinião independente livremente expressa. Geralmente, os competentes não a receiam.
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 13:52
Não há qualquer risco de eu fazer fretes a quem quer que seja pela simples razão de que não sou uma mulher de fretes. Se concordo digo que concordo, se discordo digo que discordo, sempre de um modo claro e frontal (não há muito tempo mandei o secretário de estado da saúde à merda, p ex, http://jugular.blogs.sapo.pt/va-a-merda-senhor-secretario-de-estado-3839694).

Não sei, nem me interessa, quem gosta ou não de blogs. Eu gosto e participo sempre que me apetece, ponto. Ando pela blogosfera política há já alguns anos, parece-me, apesar dos riscos inerentes e das muitas palermices a que já assisti, uma boa fonte de discussão, com a vantagem de ser uma relação de cabeça contra cabeça, sem a poluição da linguagem verbal e do contacto directo. Sem obrigações e sem agenda vou continuar a andar por aí se - e quando - me apetecer.
e acha essa linguagem apropriada, um must..., e ainda se gaba do feito? Devia era ter tento na lingua, isso sim, ficava-lhe bem.
Uma 1/2 diretora a gabar-se de ser malcriada, vamos longe !
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 22:05
eheheheheeh isto diverte-me mesmo
Ah, e na estrada da cabeça gorda para albernoa a Drª arranja a viatura a condizer..) e barata :)
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 17:14
Boa. Contacto, pf.
can i be your guest ?
Anónimo a 11 de Março de 2015 às 15:11
iép.
olha Toutaver temos ká a kiducha da Drª :)
Anónimo a 11 de Março de 2015 às 19:58
Sempre, sempre ao lado do povo.
Ora ainda bem que aparece aqui alguém com arcaboiço para por os intelectuais da saúde aqui do blog na ordem.
Os mesmos que resolvem todos os problemas do Hospital de Beja e da saúde da população do distrito dizendo mal do CA, dos médicos que lá trabalham, da aliança PSD-PCP, do João Rocha, etc..
Prometendo mundos e fundos, embora nunca dizendo onde é que irão buscar o dinheiro e os recursos para aquilo que prometem.
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 11:27
Parece que o CA estava a precisar de um reforço destes.
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 11:37
CA, médicos, aliança PSD-PCP; João Rocha e etc...
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 12:07
Está-se mesmo a ver donde vem esta segregação frustrada dos intelectuais. É uma dicotomia muito cara ao stalinismo. Os trabalhadores, mesmo que o seu trabalho seja manual, também têm intelecto. E quando expressam a sua opinião, manifestam o seu pensamento. Não se tem visto aqui nenhumas promessas de mundos e fundos. Nem aqui se disse generalizadamente mal dos profissionais que trabalham na ULSBA. O que aqui se tem feito é exercício de cidadania critica. Quando os resultados apercebidos pelos utentes não geram satisfação, então é legítimo questionar a organização, ou a atuação dos responsáveis. O que parece é que alguns preferiam o silêncio sepulcral.
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 12:10
Não, não é bem isso o que se passa.
O que realmente se passa tem a ver com a dança de cadeiras que se avizinha.
E nada mais.

O resto, em relação à saúde das populações, iremos ficar pouco melhor ou até pior do que já estamos neste momento.
Vai uma apostinha?
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 17:03
quem é esse alguem? a blogue de esquerda que surgiu do nada há procura de uma "carripana" ? tenham dó , li , tá!

Onde já se viu vir pra um blog pedir que lhe arranjem uma "carripana", mas estamos aonde? então uma instituição como a ulsbs não arranja uma viatura, se fizer falta, ?

O C-A- na verdade precisava destra ajuda, vái ajudar a enterralos bem fundo de preferencia ::)):)
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 17:12
ihihihihihih carradas de absolutamente tem este comentário.
Pessoal do Hospital , que tal irem tratar dos vossos doentes com competência , com profissionalismo e COM MUITA HUMANIDADE ?
O Hospital tem muitas deficiências , a começar por uma Administração inapta , mas se vocês dessem um pouco mais de vocês , principalmente tratando DOENTES E COLEGAS COM RESPEITO E HUMANISMO , talvez o amanhã seja um pouco melhor.
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 22:12
olha, olha , mais um entendido, metido a xico expert
Anónimo a 8 de Março de 2015 às 22:53
De facto 48 anos de obscurantismo moldam cabeças. "Pobrezinhos mas honrados e lavadinhos", dizia no livro de 3ª classe pré abril de 74.
As pretensas certezas ideológicas deformam ainda mais, levando à arrogância de julgar os outros e toda a gente.
Anónimo a 9 de Março de 2015 às 13:19
Se a "boca" é para mim sempre lhe digo que não há qualquer juízo, apenas constatação. E mal seria não ter certezas ideológicas, como poderia defender a ideologia? Isto dito, mudo de opinião quando as provas são suficientes e sustentáveis, não mudar é prova de burrice.
Mudar por mudar também não comprova inteligência. As constatações são retiradas do real pelo sensório e interpretadas, portanto passíveis de subjectividade, portanto "contamináveis" por vivências, conceitos e afetos do sujeito. "Boca" por "boca" se vão trocando preconceitos. Próprio de quem ainda não (se) questionou séria e profundamente. Mas não se melindre, só quem lhe serve enfia a carapuça.
Anónimo a 9 de Março de 2015 às 15:52
eh lá, isto tem um nome: discurso digressivo.
A Dra. é muito rápida a pôr rótulos às coisas! Pensava eu que estávamos a conversar, e arma-se de análise literária...
Anónimo a 9 de Março de 2015 às 16:13
ehehehehheheheh análise literária é muito bom

(Conversa redonda, de ir ao dito, já se esgotou. Inté)
Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
O Oliveira foi sacudido ainda antes das eleicoes.
Só espero que tem dinheiro para receber não veja i...
O acolhimento politico e pessoal do executivo às i...
Como foi possível proceder a um aumento salarial c...
O vereador que não fazia parte do CA da EMAS é que...
P'ra parceiros até que não se dão mal!
O novo executivo tomou posse há um mês, depara-se ...
Isso foi já com a máquina do alcatrão ou essa foi ...
Então o picado assume que usam a Emas para fazer r...
O vitor, se optasse pelo silêncio ganhava mais.
Estava tão bem que a dias das eleições ...
Então mas não estava tudo bem?
Por cá temos uma colecção de personagens que conse...
É a mesma pessoa! o eng.º José Velez ex-vereador d...
Excelente debate que já há bastante tempo se impun...
blogs SAPO