Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
14
Jul 16

«Há 5 anos, o que a Sra. Administradora Hospitalar Mariana Raposo (com mais dois ou três administradores que subscreveram o documento) fez foi considerado quase por unanimidade falta de lealdade; faz o mesmo com este CA e eis que de repente invertem-se os papeis. Quem fez queixas e violou o dever de lealdade eis que de repente passam a herois e perseguidos politicos! Sinceramente, abram os olhos, tentem informar-se de forma idónea, sejam coerentes e acima de tudo respeitem-se. Eu teria tristeza se fosse mentor de um blog em que me arrogava de estar no top 10 à custa de maldicência e lavar de roupa suja onde a ofensa pessoal é a matriz dominante no que concerne aos temas da ULSBA. Sinceramente nem parece do Lopes Guerreiro, passo de quando em vez por aqui e é mau de mais. Mas alguém no seu perfeito juizo acredita que essas duas pessoas pretendem tão só e unicamente alertar para supostas irregularidades que se passam ou passaram na ULSBA? Mas alguém no seu perfeito juizo pensa que o fazem (exclusivamente) em prol do serviço púplico? Portalegre, Portimão, Beja, essa senhora por onde tem passado tem sido um foco de problemas e desestabilização. E o Dr. Munhoz Frade cujas capacidades e competências técnicas, garanto-vos, não são assim tão reconhecidas pelos seus pares. É pá, não sejam ridiculos e não vão atrás de tudo o que contam e mais vos digo. O Pedro do Carmo dá com cada tiro nos pés que nem vos conto. Que queiram questionar medidas e o rumo adoptado na gestão da ULSBA é uma coisa, ao ponto de contestarem a permanência do actual Conselho de Administração mas apoiarem-se nessas duas pessoas e nas mentiras que têm sido publicadas é de bradar aos céus e revela uma terrivel falta de argumentação! Passem bem...»

Comentário de o que assiste e ri a 14 de Julho de 2016 às 01:58, AQUI.

publicado por Zé LG às 12:49
Estes dois senhores esqueceram-se que estão sujeitos ao Estatuto Disciplinar dos Funcionários e Agentes da Administração Pública através das suas ações e conduta, e que têm deveres gerais a cumprir.

Diz o Artigo 3.º (Infração disciplinar) do EDFAAP

1 - Considera-se infração disciplinar o facto, ainda que meramente culposo, praticado pelo funcionário ou agente com violação de algum dos deveres gerais ou especiais decorrentes da função que exerce. 2 - Os funcionários e agentes no exercício das suas funções estão exclusivamente ao serviço do interesse público, tal como é definido, nos termos da lei, pelos órgãos competentes da Administração. 3 - É dever geral dos funcionários e agentes atuar no sentido de criar no público confiança na Acão da Administração Pública, em especial no que à sua imparcialidade diz respeito. 4 - Consideram-se ainda deveres gerais: a) O dever de isenção; b) O dever de zelo; c) O dever de obediência; d) O dever de lealdade; e) O dever de sigilo; f) O dever de correção; g) O dever de assiduidade; h) O dever de pontualidade. 5 - O dever de isenção consiste em não retirar vantagens diretas ou indiretas, pecuniárias ou outras, das funções que exerce, atuando com independência em relação aos interesses e pressões particulares de qualquer índole, na perspetiva do respeito pela igualdade dos cidadãos. 6 - O dever de zelo consiste em conhecer as normas legais regulamentares e as instruções dos seus superiores hierárquicos, bem como possuir e aperfeiçoar os seus conhecimentos técnicos e métodos de trabalho de modo a exercer as suas funções com eficiência e correção. 7 - O dever de obediência consiste em acatar e cumprir as ordens dos seus legítimos superiores hierárquicos, dadas em objeto de serviço e com a forma legal. 8 - O dever de lealdade consiste em desempenhar as suas funções em subordinação aos objetivos do serviço e na perspetiva da prossecução do interesse público. 9 - O dever de sigilo consiste em guardar segredo profissional relativamente aos factos de que tenha conhecimento em virtude do exercício das suas funções e que não se destinem a ser do domínio público. 10 - O dever de correção consiste em tratar com respeito quer os utentes dos serviços públicos, quer os próprios colegas quer ainda os superiores hierárquicos. 11 - O dever de assiduidade consiste em comparecer regular e continuamente ao serviço. 12 - O dever de pontualidade consiste em comparecer ao serviço dentro das horas que lhes forem designadas.

Qualquer um deles tem atropelado na ultima década, seja em Beja, Portalegre, Santiago do Cacém ou Portimão esses deveres.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 12:59
Essa não é a redação atual do Estatuto Disciplinar. E o que está em causa não é matéria disciplinar, mas o exercício de direitos políticos.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 13:04
Há quantos anos o Dr. Munhoz Frade escreve artigos de opinião críticos da política de saúde sem que nunca lhe tivessem levantado qualquer processo? Antes pelo contrário, chegou a ter um louvor escrito e assinado pelo Dr. Horácio Flores!
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 13:34
Para que não se deixem intimidar, falemos dos deveres dos trabalhadores que exercem funções públicas:
Comecemos pelo dever de prossecução do interesse público: "consiste na sua defesa, no respeito pela Constituição, pelas leis e pelos direitos e interesses legalmente protegidos dos cidadãos".
O dever de isenção é assim caracterizado na Lei (2008): "consiste em não retirar vantagens, diretas ou indiretas, pecuniárias ou outras, para si ou para terceiro, das funções que exerce".
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 14:22
"É natural que o que se faz ao longo de 36 anos num hospital seja desconhecido dos que mais recentemente chegaram. Sendo um veterano, só os mais velhos poderiam testemunhar aos mais novos o muito que foi feito. Mas alguma arrogância pueril impede que os jovens reconheçam o papel dos mais velhos. Recordo que fiz parte de uma fase de pioneirismos. Vou citar algumas técnicas de diagnóstico e terapêutica em que fui pioneiro no Hospital de Beja. Pleurodese Química. Diálise Peritoneal. Biópsia Óssea. Ecocardiografia (as primeiras feitas no Hospital). Colocação de pace-maker provisório (os primeiros realizados no Hospital). Fui o primeiro médico de sala da Hemodiálise, sendo também na altura o único a colocar os catéteres centrais para o acesso vascular a essa técnica. Para além da atividade clínica, os interessados na reflexão poderiam apreciar muita matéria de âmbito organizativo, que espraiei por dezenas de artigos no Diário do Alentejo. É certo que a minha independência, dos grupos e de pensamento, levou a que fosse sistematicamente preterido, mas isso resultou de opções e riscos que assumo por inteiro. Assim, meus caros, sinto-me em condições de experiência e moralidade bastantes para contribuir para debates públicos. Não gostam? Tenho pena."

(Munhoz Frade, abril de 2016)
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 14:48
ò dr munhoz, assim j+a comprendemos porque há tantos anos que nada faz.. escalfou-se no inicio!
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 21:50
1 - Essa Mariana é mesmo uma oportunista que quer "tacho" há muitos anos. É uma mulher... execrável!

2 - O Munhoz Frade pode ser um tipo competente e tudo o mais que quiserem... mas o seu percurso recente é miserável. Ofereceu-se para ser candidato a deputado, oferece-se para ser presidente do CA da ULSBA... enfim, não tem absolutamente credibilidade nenhuma.

3 - A administração do Hospital e a actual presidente em particular há muito que deveriam estar "na rua". a senhora (com s pequenino) é de uma arrogância e altivez que mete medo.

4 - Quanto ao resto... Beja, como sempre, tem o que merece porque tem as pessoas que tem. E está como está (e vai estar sempre!!!) por causa disso... ou ainda não perceberam????
riodejaneiro a 14 de Julho de 2016 às 16:30
E ia para lá o Riodejaneiro que não é oportunista,execrável e miserável. Deve ser é um dos grandes medíocres funcionários públicos da ULSBA que nada cumpre as suas funções.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 16:47
Calma Marianita.
Não se excite que já não tem idade para isso.
Rio de JAneiro a 14 de Julho de 2016 às 17:08
Ponderação caro Munhoz.
Isto da geringonça, paesar de você ter a escola comunista, não lhe dá o direito de ser alarve.
Rio de Janeiro a 14 de Julho de 2016 às 17:11
Quando começam os insultos é para acabar com o esclarecimento público.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 17:13
Você é alarve ou já não tem idade... caro anónimo que todos sabem quem é????????
Rio de Janeiro a 14 de Julho de 2016 às 17:16
Esteja calado Sr. Rio de Janeiro..... você quer é manter o taxo na ULSBA. Pensa que não sabemos que está a mando da doutoreca que manda no hospital.... disfarçou isso no seu comentário mas a gente sabemos quem voçê é.... se o Monteverde pegasse naquilo ficava tudo em pratos limpos....
Barba Ruiva a 14 de Julho de 2016 às 17:21
Ena que isto por aqui está bem quente.
Tenho sobretudo pena de que M. Frade se tenha deixado entalar, e que o seu nome ande por aqui a ser badalado e sabe Deus mais por onde.
Não é por se desejar muito algo, que ele acontece. Aliás, é exatamente ao contrário. E ninguém melhor do que ele sabe isso de cor.
Quando era militante do PCP, foi convidado e rejeitou ser deputado. Tendo depois sido convidado e aceitou fazer parte do CA do Hospital.
Agora no PS, ninguém o convida para nada, mas auto propõe-se ele para as mesmas idênticas funções.
Não será tempo de parar com estes dislates, até porque a sua reforma se aproxima e pôr um ponto final nestas veleidades politicas de uma vez por todas?
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 17:18
Não foi convidado a fazer parte do CA. Foi eleito pelos colegas.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 17:20
Não é a mesma coisa?
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 17:24
Ou pelo menos, vai dar ao mesmo.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 17:25
Ainda bem que esclareceu que foi eleito... Dr. Munhoz F.
Fica-lhe bem estar sempre atento aqui neste bolgue... minuto a minuto. É aqui que tudo se decide, mesmo com anonimato.
Rio de Janeiro a 14 de Julho de 2016 às 17:25
Há mais quem tenha memória.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 17:28
Temos aqui um "amigo da onça" a convidar o Frade para... desistir!
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 17:25
Não temos aqui um amigo de longa data do Dr Frade, que lhe custa vê-lo fazer figuras tristes nesta fase da sua vida.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 17:30
Oooooooooh!...
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 17:47
Ai,tantos Merdosos... sexto piso está impregnado e os boys do passado são mais que muitos.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 19:34
Veremos quem são os verdadeiros amigos...
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 20:17
Muito bem! Então não há alternativa e dormimos com os bandidos, é isso que propõe?
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 22:04
puxa eu acabei de me propor como alternativa, eu e o meu "bando", vamos identificar-nos como a 6 ª alternativa (mariana 1, ramoa 2, margalha 3, frade 4, diniz 5,)... vamos ganhar!
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 22:11
Os trabalhadores e utentes da ULSBA já perceberam quem brinca com coisas sérias.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 22:21
totalmente de acordo consigo . Efectivamente a Mariana Raposo é doentiamente execrável bamboleando-se entre o PSD e o PS. O Dr. Frade tem-se bamboleado entre PCP e PS. Por fim os actuais membros do CA poderiam ser jugados dos gabinetes do 6 º andar do Hospital que não se perdia nada.
São todos é uma grande cambada de oportunistas que se estão absolutamente c........ para os utentes do Hospital.

Ana Matos Pires as ameijoas estavam boas ?
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 22:37
Fica você , a AMP e o engenherolas! Tudo gente de categoria.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 22:44
Esquecia me da malta da Preguicinha. Alargam o CA aqueles. trabalhadores valentões.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 22:50
O que está aqui em causa não são filiações ou simpatias partidárias mas sim a defesa do interesse público, do SNS.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 22:44
Excelentes, carnudinhas, e o estramelo (é assim que se diz?) com que as acompanhei também, obrigada.

PS: Para a próxima apresente-se para o(a) poder cumprimentar.
Entendam-se. Afinal são boys do PS que pretendem entrar para o CA ou não são boys? Esses dois aqui tanto badalados são capazes de fazer pontes com vários partidos? E isso é mau?
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 20:28
Por saúde esta gerigonça de esquerda agravou a divida em 274 milhões de euros, até o fim do ano ainda vai muito tempo e por este andar vão levar os hospitais a falência.Estamos a ser desgovernados e por loucos!
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 19:55
Aí estamos, estamos,principalmente nos hospitais!
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 20:12
Tanto moralista que aqui aparece! Passam a vida a lamber as botas dos capatazes e vêm cuspir veneno contra quem não se verga às arbitrariedades. Nojo!
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 21:36
Nojo, são aqueles que andam por trás a incentivar uns quantos para darem a cara e se queimarem publicamente. Para depois eles, os resguardados, tomarem as posições e aparecerem aos olhos de todos como impolutos e intocáveis.
Alguém acredita aqui que a Raposo e o M. Frade já serão alguma coisa naquele hospital?
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 21:45
Em qualquer circunstância, quem tem luz própria sempre brilha.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 21:49
Quem avalia essa luz não são os próprios. Antes pelo contrário.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 19:41
Quem se lembra?

«JOSÉ JORGE MUNHOZ FRADE, LICENCIADO EM MEDICINA, PORTADOR DA CÉDULA PROFISSIONAL Nº 21433, EXERCENDO EM REGIME DE EXCLUSIVIDADE AS FUNÇÕES DE ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO DE MEDICINA INTERNA NO HOSPITAL JOSÉ JOAQUIM FERNANDES – BEJA, VEM, POR IMPERATIVO DEONTOLÓGICO E PERANTE A ACTUAL INEXISTÊNCIA, NA UNIDADE LOCAL DE SAÚDE DO BAIXO ALENTEJO, DO RESPECTIVO ÓRGÃO TÉCNICO DIRIGENTE DE TOPO HIERÁRQUICO – DIRECÇÃO CLÍNICA – PUBLICAMENTE DECLARAR NÃO ESTAREM GARANTIDAS NO HOSPITAL DE BEJA AS CONDIÇÕES NECESSÁRIAS AO ADEQUADO TRATAMENTO DE DOENTES ONCOLÓGICOS, DESIGNADAMENTE QUANDO O SEU INTERNAMENTO EM SERVIÇO ESPECÍFICO É IMPRESCINDÍVEL.
BEJA, 3 DE SETEMBRO DE 2013»
Munhoz Frade a 3 de Setembro de 2013 às 09:58, in: http://alvitrando.blogs.sapo.pt/2515181.html?view=5692653#t5692653

Obrigado, Munhoz Frade, pela tua persistência no esclarecimento da opinião pública sobre o que se está a passar no nosso Hospital e que tantos problemas poderá trazer a uma população tão carenciada, como é a da nossa região!
Quando muitos (quase todos) se calam e se acomodam como se nada de grave se estivesse a passar e, apesar, da tentativa de te calarem, tu não te calas perante o que consideras ser uma maldade que nos estão a fazer.
Vamos ver quem, perante mais este teu grito de alerta, vai reagir na defesa das condições necessárias ao adequado tratamento de doentes - oncológicos hoje, amanhã de qualquer outra especialidade.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 21:44
Querem melhor exemplo do que se diz no comentário anterior a este?
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 21:46
Há que queira que isso caia no esquecimento. Não lhes convém que a coragem seja reconhecida.
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 21:47
temos que acabar com esta palhaçada, vamos encontrar uma outra via, eu estou disponivel, e olhem que não ficam mal, de todo acreditem!
Anónimo a 14 de Julho de 2016 às 21:53
É pá. Ponham-me lá a mim, e pronto. Fica tudo resolvido.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 00:50
Raposo e M. Frade não fazem parte da solução para os problemas do Hospital. Fazem parte dos problemas do Hospital.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 09:11
Não há nada como pôr as coisas ao contrário!
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 09:42
éhéheéheéhe.......
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 15:28
O problema nao são esses dois funcionários nem qualquer outro.O Problema são os incompetentes gestores, boys e afins, que o estado nomeia.
João a 15 de Julho de 2016 às 16:52
Não. Estes dois também são culpados.
Não é desta forma que se resolvem os graves problemas do hospital de Beja, que já vêm bem de trás, e onde os partidos do poder têm culpas acrescidas.
Pois estes apenas pretendiam continuar com o mesmo regafobe politico dos últimos tempos que foi aquele CA, com gente de duvidosa competência técnica. Saíam de lá agora os colocados pelo governo do PSD/CDS e iam para lá eles do PS, só porque tinham o cartão do partido.
Daí, que honra seja feita ao atual ministro da saúde, que não alinha nesta sucessão de boys uns atrás dos outros se necessário atropelando-se uns aos outros.
O importante era saírem de lá estes, para entrarem lá outros, e mais nada. E a competência para os cargos que fosse às urtigas.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 19:40
Fiquem descansados que o PS nao põe lá Pina Maniques, Miguel Góis e companhia para suceder ao Conde.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 20:04
Que grandes crimes cometeram! Vejam bem que se atreveram a pensar coisa diferente para a ULSBA, quando o que todo o funcionário tem de fazer é aceitar sem pestanejar o rumo que os dirigentes imprimem à empresa, mesmo que o caminho seja para o abismo...
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 20:25
Isto é uma grande palhaçada! Pca e restantes membros,por favor, demitam-se ! Nao destruam mais o hospital ! Não sentem o odio e o gozo dos profissionais!? E dos utentes!? Nao percebem que não possuem competencias para o lugar !? Porquê esse amor pelo poder!?Mentem tanto...fazem tantas asneiras...Estou a ficar farta e qualquer dia conto tudo ! Dados não me faltam
Xx a 15 de Julho de 2016 às 14:52
Parece que o problema está bem diagnosticado. É o CA.
Já se lembraram de um inquerito anónimo,para saber que votava a favor? É fácil adivinhar!
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 18:23
Por aqui se vê que este é mesmo um forum de gente interessada na saúde. No dia em que é tornado público que foi aprovada uma candidatura para aquisição de todo o equipamento de imagiologia para o HJJF nem uma palavra sobre o assunto. Eu teria tristeza se tivesse um blog assim.

http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=9534
Bejense a 15 de Julho de 2016 às 15:07
Foi preciso que o Secretário de Estado Manuel Delgado resolvesse o que o CA da ULSBA não soube fazer.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 15:19
Não percebes nada do funcionamento do estado. E querias tu ir para o CA?
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 15:30
Não sejas tótó. O Secretário de Estado não determina (mesmo que quisesse) a aprovação de candidaturas aos fundos comunitários. E mesmo que intercedesse favoravelmente era preciso que a candidatura estivesse elaborada, apresentada, verba inscrita em orçamento, etc,etc. não percebes mesmo nada disto!
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 16:04
Já que sabes tanto disso, explica lá porque andou a candidatura tão enrolada.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 16:20
Pergunta a alguém do anterior CA pode ser que te respondam.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 17:09
Hoje foi um dia de glória para o atual CA e em particular a sua Presidente.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 19:44
O "canto do cisne"? Tic Tac Tic Tac
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 20:23
Mas a quem? O antigo enfermeiro director sabe disso?
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 20:06
Já não é o cherne que vai para a Goldman-Sachs. É a princesa da Ulsbónia.
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 15:34
Eu, sem ter posição por nenhuma administração, tenho assistido a este lavar de roupa suja. Ainda hoje é uma vergonha o que se publicou no Diário do Alentejo, pela presidente(não tinha nada que publicar aquilo, porque quem está no poder tem de resistir a estas pressões, sem qualquer contraditório, caso contrário não faz mais nada que perder tempo com isto e ficar a gestão para traz). Eu acho que o hospital está cheio de muitos problemas.

- Temos um CA, que só pensa na imagem e neles próprios;
- Temos os profissionais desmotivados;
- Temos um lavar de roupa suja, que não passa disso;
- Temos a ULSBA, sem prestar contas, pelo menos, não publicaram o Relatório Contas (não o vejo na internet);
- Temos incumprimentos estatutários;
- Temos incompetentes chefias de serviços;
- Ninguém gosta deste CA, nem os utentes;
- Temos perseguições politicas, que atentam o Estado Democrático de Direito;
- Temos a degradação dos serviços;
- Uma psiquiatra, chefe de serviço, que vem aqui fazer estes comentários que todos sabemos e é uma das causadoras de este CA se manter no poder.

Só para dizer algumas das coisas que se passam no hospital, e cada vez se degradam mais, porque os deputados do distrito não têm força para mudar a administração, a ARS tem Boys, e o poder político está a ler este país a uma nova falência, mais que provável.

Face a isto, dou um conselho sábio a esta administração, porque apesar de não saírem pela porta grande, ainda podem ter alguma dignidade. Demitam-se, porque a pressão nesse sentido é grande e já não têm condições para continuar à frente dos destinos da saúde deste Distrito. Deixem trabalhar outros em prol de novas ideias. Caso contrário, vão sair pela porta pequena e vai sobrar para a ARS e para o Ministro da Saúde. Há coisas que são obvias e não tenho bola de cristal!

-
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 23:42
"Uma psiquiatra, chefe de serviço, que vem aqui fazer estes comentários que todos sabemos e é uma das causadoras de este CA se manter no poder." ahahahahahhahahahahahahahahahhahahahahahahahahahahhahahahahahahahahahahahahahahahhahahahahahahahahahahah

PS1: a que comentários se refere, já agora?
PS2: já não existe o título "chefe de serviço", agora o grau é de assistente hospitalar graduado sénior.
PS3: Deixe-me informar vexa que, em mais de 10 anos de blogs e redes sociais, NUNCA fiz um post em qq dos blogs em participo ou participei nem NUNCA fiz um comentário a qualquer post ou outra qualquer forma de comunicação virtual sem assinar com o meu nome.
Não é só esse projecto que precisamos no hospital.E os Centros de Saúde ?
O CA já mandou fazer mais projectos e submete los a aprovação? Ou está à espera de os criticarmos por aqui no blog e vir o Secretário de Estado outra vez para trabalharem e fazerem alguma coisa?
Anónimo a 16 de Julho de 2016 às 10:14
O anterior merdoso? Sabe do que? Sabe como este... Enquanto director foi fazer especialidade e mais uns cursinhos...farinha do mesmi saco..interesseiros e oportunistas!
Anónimo a 15 de Julho de 2016 às 23:42
Chega de pessoas que vêm para o Conselho de Administração para fazerem cursos e cursinhos porque quando ali chegam não tem nem saber nem formação para a gestão. Fazem currículo com o dinheiro do erário público até fartar.Vejam só o conde a fazer um curso de gestão hospitalar quando está em idade de se reformar e de sair de vez da saúde, onde nunca ter ia entrado se não fosse o amiguinho do Mario Simões.
Chega de gente que é escolhida para fazerem pouco ou nada e não incomodarem os instalado deste podre sistema.
Chega de escolhas para dirigirem a saúde no nosso Distrito de gente que precisa de um emprego melhor do partido, ganhar mais umas massas e meter as cunhas para o voto futuro.
Chega de gente incompetente e que não deu provas de trabalho nesta casa, como essa PCA que sempre chegou depois de almoço e não se lhe reconhecia profissionalismo nenhum.
Chega de Directores Clínicos dos Cuidados Primarios, como este que aqui puseram, que nem sequer sabe o que assina de cruz ou põem um carimbo.
Chega de Directores Clínicos do hospital que só querem o lugar para serem prepotentes com os colegas, sem capacidade para a gestão , que levam o tempo fazendo cursos em Lisboa à custa do que é de todos.
Chega de enfermeiros directores que nem conhecem a casa e que vão para lá para irem todos os dias ao estudo em Lisboa, a quem os colegas não reconhecem qualquer qualidade de trabalho e mérito.
Temos o direito de dizer chega ao que nos tem batido à porta nos últimos anos.

Anónimo a 16 de Julho de 2016 às 08:49
Julho 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Isto é o lado perverso.
A tradição já não é o que foi...
Temos deputado.O PCP depois candidata-o à Câmara ...
E não será assim sempre? Os anteriores e anteriore...
“ISTO É O ALVITRANDO”
Pobreza e torpeza.
Aí que pobreza de comentarios!É o conhecimento bej...
O Coxo até vai começar a andar melhor quando se ap...
Esse velho agora comenta os post's dos outros no f...
A pouca vergonha que se passou na Cooperativa do P...
"Pode nascer um país do ventre de uma chaimite." (...
A chaimite era peça fundamental para o desenvolvim...
Sei o que se passa mas não digo.
Corrijam aí o "gato", senhores da RVP, não é "Inte...
Brindemos à saúde dos amigos!
blogs SAPO