Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
09
Set 16

110820151545-133-enfermeirosdescontentes.jpg

Integrado no Plano Nacional de Lutas promovido pelo Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, os enfermeiros da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, EPE, estão hoje em greve durante os turnos da manhã e da tarde.

Em causa está, designadamente, a discriminação negativa por parte do Ministério da Saúde/ Conselho de Administração que teima em manter 40 horas semanais de trabalho aos enfermeiros com contrato de trabalho para funções públicas (vulgo contrato individual de trabalho).

Para além deste são ainda motivos para a greve:

A acumulação de horas trabalhadas além das 140 ou 160 horas, que deveriam ser pagas como trabalho extraordinário;

Os feriados acumulados e dos quais exigimos o seu gozo (apenas no serviço de Medicina existem 164 por gozar);

A sobrecarga por ausência do número de enfermeiros suficientes e a pouca disponibilidade para os admitir;

A reposição do valor integral das “Horas de Qualidade” (DL 62/79)

A Direção Regional do Alentejo do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses promove hoje pelas 11 horas junto à entrada principal do Hospital de Beja uma conferência de imprensa para explicar as razões e fazer o balanço da greve.

Ler e ouvir declarações do dirigente sindical Edgar Santos AQUI.

publicado por Zé LG às 08:27
Greve.
Não vejo os enfermeiros em Beja mal na vida, saem sempre de carros novos cada vez que vou lá, audis, bmws, não sei do que se queixam, já sei o que é, é não fazerem os que os médicos lhe mandam e depois refilam, pronto é isso!Esquecem-se que são enfermeiros. Apenas isso
Carlos a 10 de Setembro de 2016 às 11:06
Ufffff!?
Anónimo a 10 de Setembro de 2016 às 15:33
(definitivamente trata-se de um néscio, de facto)
Só pode!
Anónimo a 10 de Setembro de 2016 às 20:55
As virgens ofendidas.
Pronto 1200€, olha eu ganho 500€ ,faço horas, e trabalho sábados e domingos, e não faço greves, sabes porque, porque tenho uma familia para sustentar.
Estudaste para isso?! Eu tambem estudei e não trabalho para aquilo que me formei, queixas-te por 1200€, e andas de audi.
As verdades custam a engolir, por isso se enervam tão facilmente.
Calma que o enegurmero não faz o barulho que voçês fazem.
Carlos a 12 de Setembro de 2016 às 09:42
"olha eu ganho 500€ ,faço horas, e trabalho sábados e domingos, e não faço greves". Está explicada a patologia do Carlos. Não é do foro psiquiátrico, é mesmo dor de corno.
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 10:52
Vão lá ver se não há doentes na urgência para atender.
carlos a 12 de Setembro de 2016 às 10:59
"Há gente muito ruim. Há uns tempos dois auxiliares e um enfermeiro do serviço que dirijo foram apanhados a dormir durante um turno de uma noite calma. Um chibo qq veio meter-me no cu através de uma caixa de comentários de um blog, caso eu não soubesse. Lixou-se, eu não só sabia como sabia dito pelos próprios. Claro que foi feita a notificação da ocorrência aos canais necessários e que os putos assumiram de imediato as eventuais consequências da falha profissional. Quem nunca dormiu durante um turno noturno calmo que atire a primeira pedra. Orgulho neles, nojo do chibo."

A lavar a roupinha no facebook
Cada tiro cada merlo
Dorme já.
Pedro a 12 de Setembro de 2016 às 09:50
Quem anda a dormir é vexa, parece-me, a dormir e a remexer no vómito requentado já profusamente discutido por aqui.
Gosto mesmo de fazer cócegas em patetinhas querelantes, são todos iguais, tão óbvios, enjoativamente normopatas.
Não remexi em nada, apenas é um facto. Cócegas?? acaba de me dar razão. Vai já dormir e fazer mais uma greve para eu te pagar o ordenado com os meus descontos para o estado.
Ass: Pedro Alves
Pedro a 12 de Setembro de 2016 às 10:41
Afinal não é privação do sono, é mesmo burrice e desinformação.
Tive a ver a minha folha de salário, desconto para si 91,69€.
Desinformados andam vocês, que jogam areia para os olhos uns dos outros. Por ser óbvio é que vos doi a alma, mas continuem que estão muito bem e recomenda-se.
Pedro a 12 de Setembro de 2016 às 10:50
Sr. Pedro, o que desconta é para a sua reforma. A sua contribuição para os ordenados da função pública são os impostos que paga - IVA e IRS, percebe?
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 12:02
Percebo tão bem que desconto aquilo que lhe disse.
pedro a 12 de Setembro de 2016 às 12:08
eu retiro os 0,69€, está melhor assim?
Pedro a 12 de Setembro de 2016 às 12:09
Está mesmo a ver-se que não percebe. Se consumir mais vai "descontar" mais. Se tiver aumento de rendimentos vai "descontar" mais. Mas se adoecer, o que custar o que for necessário para tratá-lo será pago por todos os que "descontam"...
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 12:14
Claro desconto para o estado, para pagar salários certo??
Pedro a 12 de Setembro de 2016 às 12:17
Ou cai do céu?
Pedro a 12 de Setembro de 2016 às 12:18
Se desconto logo tenho direitos como todos os cidadãos, mas do meu desconto também sai para salários ou não?
pedro a 12 de Setembro de 2016 às 12:20
Sr. Pedro: mesmo que não desconte, também tem direitos, porque temos um sistema tendencialmente solidário. Se assim não for, os pobres não teriam direito a nada.
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 12:31
Mais um recado para o Sr. Pedro: neste sistema, para todos terem os mesmos direitos, isso custa mais a uns do que a outros...
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 12:33
http://www.ordemenfermeiros.pt/sites/centro/informacao/JornalCRC/jcrc36/files/assets/common/downloads/page0004.pdf

Pronto lê lá o documento para te dar razão.

Ups, é da ordem dos enfermeiros.
Pedro a 12 de Setembro de 2016 às 11:03
oh dr ANP, ké isso de normopatas, é gente com patas normais? è normal até que numero?
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 19:19
Serão os que têm a mania de ser normais?
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 19:22
Por sermos normais é que as carapuças vos servem!
Carlos a 13 de Setembro de 2016 às 09:18
Es 1 besta 2. oh Carlos, só pode!
1200.eurois por 160horas, manhas tardes noites, sábados, domingos feriados... Es uma besta 2
Anónimo a 10 de Setembro de 2016 às 21:49
Não me digas que não folgas e trabalhas esses dias todos, estou estupefato. Super enfermeiro.
Carlos a 12 de Setembro de 2016 às 10:44
E esse Edgar é do tipo Carlos, mais bronco seria dificil encontrar, como querem eles que as coisas mekhorem qdi os seus sindicalisfas são edgares, não dá!!
Anónimo a 10 de Setembro de 2016 às 22:35
Ser enfermeira ou enfermeiro, não é fácil.
Até porque mais do que uma profissão técnica, que sem dúvida a é, é sobretudo uma profissão humanista e de dedicação extrema aos doentes. Nuns tempos de calculismo em que a saúde se transformou num negócio de milhões.
Pelo que infelizmente, já desde há muito tempo, e os antigos enfermeiros foram os primeiros a reconhecê-lo. Quem regra geral vai para enfermagem, não o faz já por aquele desidrato filosófico e ancestral da função. Mas sim, por outros motivos muito mais práticos do nosso dia-a-dia.
Daí muitos dos desajustes que se observam nestas e nestes profissionais, que são sem dúvida um pilar da nossa sociedade, e que vou aqui evitar de enumerar.
Isto além de terem um sindicato e uma ordem profissional com uma cultura de reivindicação tal, que não param de andar sempre a fazer barulho e protestar por tudo e mais alguma coisa, chateando tudo e todos.
Anónimo a 11 de Setembro de 2016 às 15:02
Concordo com o Carlos, é tudo gente que quer receber sem trabalhar num país que está em crise. É por isso que o país não anda para a frente. Reinam os direitos! Só se olha para o nosso umbigo e o resto que se lixe...e atenção que estamos a falar da saúde...
Miguel a 12 de Setembro de 2016 às 11:28
Fazem horas a mais e sao pagos para isso... Vão mas e trabalhar que nao sao mais que os outros que também andam penando, o trabalho de enfermeiro é duro, mas a dos outros portugueses também e nao é por isso que se fazem greves... Se fossem do privado mesmo que fossem mal pagos nao andavam passeando nas greves...
Antonio a 12 de Setembro de 2016 às 12:19
sr. Miguel não aperte muito com eles que começam a espernear.

carlos a 12 de Setembro de 2016 às 12:22
Este Pedro deve ser político...é o que digo...como vai o país para a frente com gente desta que vem falar dos descontos...amigo abra os olhos...há que trabalhar!!! Eu não tenho filhos, estou há 4 anos numa das maiores empresas do país, estou efectivo e bastante estável, o patrão gosta do meu trabalho e valorizado, trabalho cerca de 11 horas por dia e sabem o que me acontece se for falar em greves?! Sou encostado e por fim despedido...o Vosso mal é terem um patrão que se chama Estado onde todos querem mamar o mais que podem fazendo o menos possível. Os descontos eu também os faço e provavelmente mais que vocês, sendo que não me queixo...vocês estão é mal habituados!!
Miguel a 12 de Setembro de 2016 às 12:34
Voces falam de fartos!!! Nunca estao contentes!!! Ganham 10 mas gastam 100 depois choram que trabalham muito e recebem pouco .... voces trabalham e pouco e gastam muito !!!! Trabalhem que enquanto trabalham nao estao a gastar mais teem....agora trabalham 5 dias aparecem 15 em punta cana espojados!!!
Alberto a 12 de Setembro de 2016 às 12:35
Querem mamar, vão mamar noutra teta que a do Estado ja nao tem mais nada para vos dar...
Antonio a 12 de Setembro de 2016 às 12:54
O estado serve de regulador, não para sustentar os vossos vícios!
Carlos a 12 de Setembro de 2016 às 14:07
Parece que as carapuças serviram na perfeição
Carlos a 12 de Setembro de 2016 às 14:09
Os funcionários da limpeza do hospital ganham o ordenado mínimo e fazem 40 horas semanais, mas como pertencem a empresas privadas nao fazem greves... E secalhar até teem mais razoes de queixa que os enfermeiros... Igualdade mas é a olhar para o próprio umbigo...
Antonio a 12 de Setembro de 2016 às 14:41
É por isto que gosto do facebooki, nã dizem tantas alarvidades, com medo de um dia levar uma injecção mal dada, ou um par de sopapos...
nurse a 12 de Setembro de 2016 às 15:40
É por isso que existein bloguis, e não redes socialis para lavari a rôpah..
Vai nascer o primêro para darii um pari de supapos...
Carlos a 12 de Setembro de 2016 às 15:52
Parece que os grevistas sobre os funcionários não tem nada a dizer.
É privado e não interessa.
Carlos a 12 de Setembro de 2016 às 15:49
Carlos, nunca é tarde para pedir ajuda!!!!
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 16:15
Nunca é tarde para nada "anónimo"..
Carlos a 12 de Setembro de 2016 às 17:59
a isto é que se pode chamar uma parelha ::)):)
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 19:12
pelo ajuntamento que se ve na foto a greve foi um sucesso.
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 19:22
Uns de óculos escuros outros de costas voltadas...
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 19:23
O que é que o sindicato dos enfermeiros pretende afinal no meio disto tudo?
Queriam as 35 horas, já aí as têm.
Anónimo a 12 de Setembro de 2016 às 19:41
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Isto é o lado perverso.
A tradição já não é o que foi...
Temos deputado.O PCP depois candidata-o à Câmara ...
E não será assim sempre? Os anteriores e anteriore...
“ISTO É O ALVITRANDO”
Pobreza e torpeza.
Aí que pobreza de comentarios!É o conhecimento bej...
O Coxo até vai começar a andar melhor quando se ap...
Esse velho agora comenta os post's dos outros no f...
A pouca vergonha que se passou na Cooperativa do P...
"Pode nascer um país do ventre de uma chaimite." (...
A chaimite era peça fundamental para o desenvolvim...
Sei o que se passa mas não digo.
Corrijam aí o "gato", senhores da RVP, não é "Inte...
Brindemos à saúde dos amigos!
blogs SAPO