Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
10
Nov 17

DA.jpg

publicado por Zé LG às 08:47
tags: , ,
Boa entrevista do novo presidente Paulo Arsénio.
Anónimo a 10 de Novembro de 2017 às 12:20
O estado de graça habitual!...são 4 anos (4 apenas) para passar das palavras aos actos!...não é nada de novo, é o recorrente, sempre que há mudanças dos actores políticos! formulam-se desejos, fazem-se promessas, arranjam-se argumentos para legitimar um novo arranque- e daqui a 4 anos voltamos provavelmente ao ponto de partida!...ou no limite, iremos assistir a um novo ciclo, que se poderá perpetuar até que o mesmo acuse o desgaste habitual!...veremos!
Valentim a 10 de Novembro de 2017 às 20:48
Epá......eu nem votei no novo presidente da CMB, mas fiquei agradávelmente surpreendido, porque não o conheço, com a forma pragmática, honesta, directa e penso que sincera, como respondeu a todas as perguntas do entrevistador que, como deve ser, algumas delas traziam rasteira.
Anónimo a 10 de Novembro de 2017 às 14:35
Temos uma nova cegueira e gente acrítica. Então o homem diz que vai fazer habitações sociais na Praça e parece-vos uma boa entrevista?
Anónimo a 10 de Novembro de 2017 às 17:10
Com o PCP derrotado e demonstrando pouca capacidade de recuperação para que se consiga ainda a tempo refazer.
P. Arsénio tem quatro anos para mostrar o que vale.

Poucos lhe irão perdoar se falhar, ou seja resumir-se sobretudo a festas como o seu antecessor ou a obras de fachada como o anterior do PS de JPV.
Mesmo com um "batalhão" de apoiantes a escreverem pós verdades e a sobrevalorizarem as suas ações nas redes sociais.

Beja e o seu distrito, quer e exige-lhe mais, muito mais.
Acessibilidades, industrias e agroindústrias, recuperação do centro histórico e uma linha férrea eletrificada para transporte ferroviário que a ligue a Évora para escoar os seus produtos.

Se falhar, não tenho a mínima dúvida, que tal como sucedeu agora em Portalegre, daqui a quatro anos teremos uma lista de independentes do Beja Merece ou de outro qualquer movimento a ganhar as eleições autárquicas.

Pois a população já percebeu e bem, que com a dependência e até subserviência dos executivos locais afetos aos partidos às suas respetivas direções e seus objetivos e interesses centralistas, passam-se os anos e nunca mais iremos a lado algum.
Anónimo a 11 de Novembro de 2017 às 10:24
Espera... o que ninguém fez em 40 anos vai o Paulo Arsénio fazer em 4.
Parece que há mais um a engrossar o batalhão das pós-verdades.
Milagreiro a 12 de Novembro de 2017 às 16:11
Infelizmente não há só mais um.
Há mais, muitos mais, e em todos os quadrantes políticos.
Anónimo a 12 de Novembro de 2017 às 21:47
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
A demagogia é tanta que até altos responsáveis do ...
Quanta pressa!
Não podia estar mais de acordo, 4 meses é muito po...
Sinceramente julgo que 4 meses não será ainda temp...
Por opções pessoais, claro.
Os melhores internos formados no Hospital de Beja ...
É de reler.
Que lhe assenta bem, na figura esquálida.
Nope, Área Metropolitana do Porto.
ena, ena, mudei de petit nom
Ah ah ah! Associação dos Municípios Portugueses.
"A AMP ficou encarregada de estudar dossiês como a...
ao menos isso, você poe uma foto da barragem e dep...
Requalificacao? Mas que requalificacao? A verdadei...
Por quem sois, mande sempre.
blogs SAPO