Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
06
Out 17

22195763_1500726046686203_1042211819300434409_n.jp

publicado por Zé LG às 08:56
tags: , ,
vamos ver o que o PS vai fazer com o Diário do Alentejo e com a sua privatização que sempre quis.
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 09:56
Vão fazer o mesmo que o Pulido fez ao Museu deixando tudo à fome
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 10:00
Sr/a anónimo das 10.00, efetivamente o Pulido não fez grande coisa pelo Museu, simplesmente não quis incorporar mais alguns funcionários na autarquia, que representariam também certa carga salarial - há ali gente a receber bem mais do que muito licenciado! E o que fez o executivo que agora termina? Apenas empurra o museu e os seus funcionários para a Cimbal, a qual, convenhamos, não tem qualquer perfil ou qualificação gerir e dinamizar espaços museológicos. O museu continua uma lastima, os funcionários são os mesmos de sempre, recrutam, de tempos a tempos, desempregados sem qualquer vocação ou formação; o museu estagnou, não serve para o que é e deveria ser, ... enfim .... o Rocha e o seu executivo tb se mostraram incapazes de resolver a situação do museu, e este está no estado em que está!
Anónimo a 7 de Outubro de 2017 às 03:07
Saber vencer é o mesmo que saber estar!
Fui dos que votei PS e acredito numa mudança mas também sou dos que gostam de educação e não me revejo nalgumas coisas!Numa foto publicada em varias apoiantes do PS, supostamente num jantar do somos Beja de comemoração colocam uma foto claramente a gozar com o Rocha, se de uma figura presente não me surpreende, já a de outra pessoa foi uma grande desilusão por ser minha amiga e das que me levou a votar, cara amiga como escreveste numa pagina de um apoiante do Rocha, não vale tudo, os caracteres também se revelam assim!
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 10:30
Uns possivelmente não sabem ganhar, já o PCP não sabe perder, as incríveis declarações de Jerónimo de Sousa nos últimos dias , são disso a melhor prova..
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 11:33
Anónimo das 10:30: tudo isso são águas já passadas, e esse tipo de comportamentos ainda bem que são detectados.
Pois todos ficam a saber com o que contam vindo dessas pessoas.
Olhando agora para o futuro próximo, e é isso a única coisa que interessa, é bom que o atual executivo e seus apoiantes estejam bem atentos.
É que agora já não têm margem para desculpa alguma.
O PS domina o aparelho do estado e as instituições locais. E estas, ao contrário do "segurista" do Pedro do Carmo, têm todas à sua frente "costistas".
De modo que não vale dizer que não há condições para a instalação empresas, recuperação do centro histórico como muito bem o anterior executivo vinha fazendo, a eletrificação da linha férrea e a melhoria do serviço de comboios, o IP 8 chegar até ao aeroporto, a rentabilização deste último,.. enfim, para o crescimento sustentado da cidade e da região com vista a saírem do ciclo de atraso e antidesenvolvimento em que se encontram desde há décadas.
E que não se fiquem apenas pela substituição e colocação dos seus boys, e pouco mais. como pessoas como eu temem, e que nos levou a não votar no P. Arsénio.
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 11:34
Cada vez mais vemos o número de "costistas" aumentar, graças à recuperação da economia. Pelas nossas bandas as mudanças fazem-se mais devagar, será que agora saltámos para o comboio?
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 11:42
Eu sou militante do PS e estou "seguro" de que não tenho dor de "costas"...essa conversa é a mesma coisa que dizer que os udp's do Bloco detestam os trotskistas do Bloco ou que o Antonio Capucho nunca regressará ao psd...deixe o Rui Rio chegar e logo vê...costistas e seguristas ...blah...
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 19:35
não sei porque anonimo das 10:30, as pessoas em questão fizeram a campanha por puro divertimento, para aparecer e continuam o gozo! São pessoas que não sabem estar!
Mas o Paulo Arsenio vai ter de pagar esse apoio!
Estejamos atentos a novos cargos e contratações na camara!
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 21:50
É engracado que percebo que andam por aí uns ressabiados que ainda nao digeriram bem o sapo e que querem que o homem faça tudo numa semana o que o rocha nao foi capaz de fazer em 4 anos. Alguem viu algum interesse da autarquia nas questoes de IP8, aeroporto, etc ? Andaram mudos e com festas e foguetes 4 anos! O problema é que nunca puseram a hipótese de perder e assim amarga mais. Votei no PA e tenho a certeza que nao me vou arrepender. O homem agora vai arrumar a casa que deve estar linda deve.....daqui a 4 anos levam outro baile.
Jorge a 6 de Outubro de 2017 às 13:09
Ressabiados!
Quais ressabiados?
O homem, J. Rocha, está morto politicamente e bem morto. Pois com a idade que tem, nada mais já poderá fazer.
Agora e por favor " não batam mais no ceguinho". Já chega.

Olhe-se é em frente e bem em frente. E P. Arsénio e sus muchachos não têm, ou melhor, não devem ter muito tempo para celebrar.
Têm uma cidade e uma região, que é agora ou nunca mais, que sai da cepa torta.
Esta é pois uma oportunidade única, com Alqueva e os investimentos na agricultura que estão a chegar, para se poder inverter o ciclo de anti-desenvolvimento e queda acentuada demográfica em curso.
Até porque não tenho mínima dúvida que se nada de concreto for feito além das obrinhas de fachada d que JPV foi exemplo, P.Arsénio seguirá o mesmo caminho que os últimos três presidentes da autarquia.
Ao fim dos quatro anos de mandato, ala que se faz tarde.
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 15:41
O jornal teve um comportamento exemplar nestas eleições com muita informação antes das mesmas e com noticias no facebook na noite das eleições. Fiquei a saber da vitória do PA no facebook do Diário e hoje não li mas já vi, mais uma vez parece independente por muito que custe a alguns que falam muito e criticam tudo.
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 13:10
Pois, com essa conversa so pode ser um desses.
Jorge a 6 de Outubro de 2017 às 16:20
PA vence as eleicoes por total demerito do adversario (PC) e nao por merito proprio.A lista de PA e pauperrima ,sem pessoas com capacidade e competencias para liderar seja o que for ,muito menos a CMB.
Seria bom para Beja e para o Bejenses que eu esteja enganado.
Anonimo a 6 de Outubro de 2017 às 16:56
Fui votante do Paulo Arsênio mas também partilho dessa opinião.
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 17:24
a lista do PCP estava cheia de génios da gestão autárquica pelos vistos...
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 19:56
muda de óculos urgentemente...
Anónimo a 6 de Outubro de 2017 às 19:39
Uma grande verdade. Um Presidente completamente inexperiente sem um apoio maioritário da Assembleia Municipal pode significar (esperemos que não!) quatro anos de estagnação ainda maior do que aquela que hoje acontece ...
maria a 7 de Outubro de 2017 às 00:24
A falar sobre as eleições do dia 1, um amigo lembrava-me um ditado que diz que Beja é boa madrasta mas má mãe.
Como Bejense e a fazer vida em Beja já tenho passado também por maus bocados e suponho que outros sintam o mesmo.
O facto é que a cidade não consegue fixar ou atrair pessoas. Grande parte dos nossos jovens tem de procurar vida noutras paragens.
É também um facto que, comparada a outras capitais de distrito, Beja estagnou.
A desculpa do executivo camarário ser da CDU não serve, porque se olharmos para Évora vemos que esta se desenvolveu nos últimos anos.
Acho que já era a hora dos Bejenses exigirem uma mudança.
O próximo executivo tem de ter a prioridade de voltar a por Beja no mapa, e não me refiro a eventos.
Para fixar pessoas é necessário criar postos de trabalho, tarefa nada fácil.
Temos de conseguir transformar Beja numa cidade de interesse turístico. Há aqui muito a fazer porque as igrejas, as praças, o castelo, as ruínas, a gastronomia, os azulejos, já ai estão há muito tempo.
A cidade tem de ter a capacidade de atrair investimento pela instalação de grandes, pequenas ou médias industrias.
Não podemos continuar a criticar o aeroporto, lembrem-se quanto tempo levou o Alqueva e a diferença que faz depois de estar construído.
Também temos o direito de sonhar, quando se fala em comboios, uma linha rápida colocava turistas em Lisboa em pouco mais de 1 hora.
Ligação Sines /Aeroporto, exportação de produtos.
Acho que não é assim tão disparatado.
Já basta de dizer mal de tudo e todos. Agora temos de apoiar quem quer dar volta a isto.
Se Beja é má mãe está na hora de nós provarmos que conseguimos ser bons filhos.
Por Beja a 6 de Outubro de 2017 às 18:06
E, ideologias e partidos políticos à parte,nada disso vai mudar grandemente nem com PA nem com outro qualquer. O Alentejo não dá votos e é absolutamente irrelevante a nível nacional. Goste-se ou não o Alentejo para se fazer ouvir tem de falar a uma só voz e todo o desenvolvimento tem de ser feito a partir da capital em Évora.
maria a 7 de Outubro de 2017 às 00:30
Acredito nas pessoas, nos Alentejanos, seja o PA ou outro.
Beja é capital do Baixo Alentejo, Não tenho nada contra Évora, muito pelo contrário, mas colocar Évora como a capital de onde devem ser tomadas as decisões já representa uma visão politica que não compartilho.
Do mesmo modo que não compartilho essa imagem resignada que o Alentejo não tem importância só por não ter votantes.
Não está escrito em nenhum lado, e muito menos na constituição da republica que as regiões estão divididas por numero de votantes.
De uma coisa tenho a certeza, má língua, pessimismo, derrotismo, resignação, submissão, falsidade ideológica é que não nos leva a lado nenhum.
Alentejano de Beja a 7 de Outubro de 2017 às 00:55
Não, nada disso. E era bom que se deixasse Évora e os eborenses em paz e sossego. O problema é apenas tão e somente de Beja, dos bejenses e do seu distrito.
A única diferença é que dantes tínhamos pela frente o centralismo de Lisboa. E agora com esta pseudorregionalização, temos pela frente o centralismo de Lisboa e de Évora. Evidentemente com seus manifestos interesses.
Agora e quanto a nós, acabamos de trocar um convencido e prepotente, mas com experiência e saberes. Por uma pessoa excelente, simples e afável, mas sem experiencia alguma nas matérias , rodeado por outros que ainda sabem e tem menos experiencia do que ele.
De modo que Évora nada tem que vir para aqui chamada.
Anónimo a 7 de Outubro de 2017 às 17:04
Como se diz aqui em Beja, " para os conheceres tão bem deves ter andado com eles à escola".
Anónimo a 7 de Outubro de 2017 às 18:44
Só um cegueta é que não vê.
Anónimo a 8 de Outubro de 2017 às 12:01
Eu diria que até um cegueta vê.
Anónimo a 8 de Outubro de 2017 às 14:47
Deixe-se dessas maniqueices, e discuta o assunto com serenidade e respeito.
Pois as dúvidas que se levantam em relação à experiencia e preparação dos agora eleitos, até mesmo aqui neste blog, foram assumidas e por pessoas sem dúvida da área socialista. Aliás e como se sabe, o processo de escolha interna destes candidatos agora eleitos, foi longe de ser pacifico e consensual.
E não é por agora terem ganho a eleições, que por toque de magia, tudo já se mudou, e se tornaram pessoas experientes nas matérias e com sobejas provas dadas.
Daí que uns mais e outros menos, muitos dos cidadãos de Beja estão algo apreensivos com os quatro anos que aí vêm.
Ceguetas e não ceguetas.
Anónimo a 8 de Outubro de 2017 às 16:56
E pronto, mais um projeto "na rua" - assinatura do protocolo "Saúde Mental no Local de Trabalho - Consulta de Psiquiatria do Trabalho na ULSBA", entre a Direção Geral da Saúde e a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo. A assinalar as comemorações nacionais do dia Mundial da Saúde Mental, promovidas pelo Programa Nacional para a Saúde Mental.
Porque o Baixo Alentejo merece. https://drive.google.com/file/d/0B_jdEFYwHI5vdm5NYkpscGdLeFU/view
Ana Matos Pires a 8 de Outubro de 2017 às 23:44
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Mandou fazer o tubinho e comprou caixas de Rennie!...
A morte de uma cidade! Só não vê quem não quer!
Já tem um tubo e uma máquina de alcatrão não chega...
os tubinhos foi onde os outros gastaram o dinheiro...
Que boa noticia para os colaboradores da EMAS. Já ...
Já se começa a notar a mão do Eng.º Rui Marreiros....
Em Beja já aconteceu e ê só descer degraus.Nao vee...
Sempre tem a asfaltadeira do Rocha para ir tapando...
Meninos mimados e guerrilhas há em todo o lado, se...
O que se passa aqui e um reflexo de tudo o resto, ...
Tudo bem, mas por favor não misture com o que se p...
Parvoíce é o silêncio de que devia de andar indign...
Querer comparar o que se passa a nível autárquico,...
Pelo menos,já devia ter organizado uma festinha te...
... E assim é esta a forma cordial entre eles que ...
blogs SAPO