Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
31
Out 15

2015-10-31 021.jpg

Esta tarde, meia centena de apoiantes da Candidatura de Sampaio da Nóvoa à Presidência da República reuniram, em Beja, num Encontro Inter-Noncelhio para analisarem o trabalho desenvolvido e aprovarem a estrutura organizativa e um plano de iniciativas visando a promoção da candidatura no Distrito de Beja e concelhos alentejanos do Litoral do Alentejo.

2015-10-31 024.jpg

O Encontro, que teve muitas intervenções, realizou-se sob o signo da confiança na vitória desta candidatura independente e da cidadania e alcançou os objetivos previstos na sua convocatória.

publicado por Zé LG às 23:19
A candidatura de Maria Lurdes Pintassilgo, trinta anos depois no masculino.
Não terá mais do que os 7,4 % dos votos.
Anónimo a 31 de Outubro de 2015 às 23:50
Vivemos um outro tempo, uma nova circunstância, nada se repete. Todos/as já sofremos com a austeridade e temos aprendido muito. É o tempo de voltar à política, no sentido mais amplo e ético que ela tem, o tempo do "governo da polis", da causa comum - o tempo da cidadania.
Margarida Belchior a 1 de Novembro de 2015 às 00:03
Bora lá.

(Estava em Beja mas de urgência, com pena não fui)
Ana Matos Pires a 1 de Novembro de 2015 às 00:22
Uma iniciativa de grande interesse para a implementação da candidatura de Sampaio da Nóvoa no Distrito de Beja e nos concelhos alentejanos do Distrito de Setúbal.
Os assuntos tratados, e devidamente discutidos, asseguram que o trabalho futuro vai de certeza contribuir para difundir as mensagens desta candidatura, na qual me revejo sem qualquer dúvida.
Sampaio da Nóvoa, e a sua candidatura, são bem a imagem dos novos tempos, da nova esperança, do entusiasmo com que acompanhamos os momentos históricos consubstanciados nas conversações entre o PS, BE e PCP para a construção de uma alternativa de governo para Portugal.
Pode mesmo dizer-se que o Professor Sampaio da Nóvoa, ao apresentar a sua candidatura à Presidência da República, antecipou-se ao que veio a ser os princípios de uma nova modernidade política no nosso País.
Carlos Arbués Moreira a 1 de Novembro de 2015 às 07:56
Não me tendo sido possível estar presente, venho manifestar o meu apoio, por um Presidente que faça a diferença.
Munhoz Frade a 1 de Novembro de 2015 às 08:13
Parece que não se aprendeu nada com a lição na altura da candidatura de Maria de Lurdes Pintassilgo. Isto porque me parece, que até há muitas pessoas que estiveram naquela candidatura e agora estão com Sampaio da Nóvoa.
A lição que me ficou na altura, foi que o poder dos partidos e das nomenclaturas que os dominam, é determinante neste tipo de eleição. Ao contrário do que sucede por exemplo nas autarquias.
E estas candidaturas da área da esquerda, tirando o seu lirismo, apenas servem para a dividir ainda mais.
Disto e do facto de como tudo indica, de que iremos ter um governo apoiado por todos os partidos de esquerda. Como contraponto, e para que o poder não caia todo nesta área.
Tudo se conjuga, para que o único candidato de direita, Marcelo Rebelo de Sousa. Seja eleito na primeira volta e com muitos votos do sector moderado do PS.
Isto mesmo com a candidatura de Maria de Belém Roseira, a qual com um governo com as características do próximo do PS, até haverá socialistas a votarem em Marcelo logo na primeira volta.
Daí que ninguém pode censurar António Costa de ter suspendido o seu apoio a Sampaio da Nóvoa.
Pois a fazê-lo, estaria aí sim, a entregar a presidência da República ao candidato da direita.
Logo e a meu ver, e peço desculpa se estou a melindrar aqui muitas pessoas, a atitude a meu ver mais correcta, seria a desistência deste candidato e o seu apoio à candidata do PS.
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 09:05
Para rever a aprendizagem, lamento a insistência em comparações remotas, quando temos experiências mais recentes. Veja-se o caso da última candidatura de Manuel Alegre
Zulmira a 1 de Novembro de 2015 às 09:52
Faço notar que não existe uma "candidatura do PS", Maria de Belém não tem o apoio institucional do partido, a decisão foi não apoiar expressamente nenhum candidato. Aliás, conto com MB para retirar votos a MRS e impedi-lo de ganhar as eleições na primeira volta, tal é a proximidade do perfil de candidatura e de apoiantes - tome-se como exemplo Vítor Melícias http://www.tsf.pt/politica/interior/maria-de-belem-e-o-anjo-da-guarda-da-familia-4831336.html
Ana Matos Pires a 1 de Novembro de 2015 às 11:29
Não precisa de pedir desculpa porque creio que foi cordial ao ponto de não melindrar ninguém.
Se esta candidatura desistisse muitos dos seus apoiantes votariam possivelmente em Edgar Silva, em Marisa Matias e alguns em Maria de Belém (e abstenção ou voto branco).
Mas o facto de congregar pessoas de sensibilidades de esquerda tão diferentes é a melhor prova de que faz muita falta nesta caminhada e de que é necessária.
Desistir numa 1.ª volta para uma outra candidatura que ainda por cima se apresentou muito mais tarde, não faria o menor sentido.
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 12:53
Devias tar sempre de urgência minha cuscovilheira, fazias lá tanta falta como a fome
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 11:11
Pronto, pronto, pegue lá o biscoitinho, em homenagem ao Pavlov você merece.
Ana Matos Pires a 1 de Novembro de 2015 às 11:19
Pensava eu que os médicos estavam de urgência porque faziam falta para atenderem os doentes urgentes. Será que no Hospital de Beja não fazem falta como diz este anónimo? Não acredito! Deve imperar o bom senso , nestas circunstâncias, porque falamos de médicos e de doentes.
Maria a 1 de Novembro de 2015 às 12:06
eheheheh estamos mesmo perante uma questão do domínio das capacidades cognitivas com dificuldade na escrita, Maria.
Drª Pires tome um calmentezeco pois anda muito nervosa. Tenha calma e não entre em trocas de galhardetes inuteis.
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 14:35
Grata pela sua preocupação com a minha saúde mas não preciso, obrigada. São vícios blogosféricos que me divertem, assim esteja para aí virada - tenho esta terrível mania de fazer o que me apetece e quando me apetece em assuntos que só a mim dizem respeito.

Nota: "patologizar" o quotidiano é sempre uma má opção, diminui a consideração que os doentes psiquiátricos nos merecem e permite reforça comportamentos que devem ser desconsiderados em quem usa o (pseudo)diagnóstico para obter ganhos secundários.
inuteis? não diria tal! Diria sim que seriam muito uteis, como ela há por ai aos pontapes, tivemos foi azar, so uma parece ter tido sorte, será mesmo que teve?
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 16:28
É qualis?
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 17:43
eheheheheheh um(a) pândego(a).

E deixar-se de meias tintas cobardolas explicando-se preto no branco? Assim dá ares de ter para aí um pêlo encravado na goela.
Ana Matos Pires a 2 de Novembro de 2015 às 10:29
És de uma vulgaridade confrangedora!
💩
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 11:48
Raparigas da minha terra, tenham lá calma.
E respeitem as pessoas que vêm de fora e que ainda não perderam toda a vontade de desopilar daqui.

Ninguém deste desterro, cada vez mais isolado e empobrecido, e a perder todos dias as suas já poucas mais-valias, consegue que se mude o país.
Veja-se a última. Até o helicóptero daqui desandou.
E estamos todos os dias à espera que suceda o mesmo aos comboios.

O que aqui se trata é de um debate, que se quer sereno, sobre se Sampaio da Nóvoa trás alguma mais valia com esta sua candidatura a Presidente da República.
Já que a semelhança com a candidatura em 1986 de Maria de Lurdes Pintassilgo é um facto, a ponto de grande parte dos seus apoiantes na região, serem os mesmos.

Eu penso que tal como aconteceu com as duas eleições ganhas por Cavaco Silva, embora se trate de um bom exercício de democracia e de sentido cívico, concordo que apenas leva à fragmentação da esquerda e à eleição do candidato da direita.
A quem a evolução politica pós eleições legislativas e a formação de um governo das esquerdas, apenas vem simplificar mais a sua eleição.

Assim continuando, não tenho a mínima duvida que o próximo Presidente da República e eleito na primeira volta das eleições, é o prof. Marcelo Rebelo de Sousa.
Disse...
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 13:04
O mais engraçado é que este conjunto de intelectuais caviar até no fundo se sentem bem com MRS, só andam por aqui porque é fixe, o homem é prof. e então fica-se com a nota de pessoas acima da média, mais espertos que os outros, quando isto depois dá a volta é vê -los a voltar ao ninho de onde saíram "PC".
anonima a 1 de Novembro de 2015 às 15:17
Só disparates...há intelectuais em todos os partidos e cantos. É preciso ê que o sejam de facto.
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 17:32
OK. Também é isso. Aliás faz parte do ser humano, tal como ele é, e sempre foi e será.
É bom ter conhecimentos com um prof. que já foi reitor da maior universidade do país.

Mas o maior problema que agora enfrentam, é que fazia todo o sentido a sua candidatura num quadro de um governo de centro-direita, apologista da austeridade, de politicas liberais e das privatizações.
Só que o governo irá dar uma pirueta de 180º, passando de uma ponta para a outra do espectro politico.
E agora o que menos falta faz nesse contexto, é um candidato independente das "esquerdalhas". (as minhas desculpas pela terminologia)

Assim, o que fazer então agora com esta candidatura?
Ou melhor, onde é que se deve situar, para ter alguma eficácia futura?

Começar a enrolar a língua, como alguns comentadores políticos já dizem que começou a fazer, e tentar conquistar votos ao centro?
Ou manter-se na sua linha e disputar os votos da esquerda com que sempre se identificou (Zeca Afonso/Sérgio Godinho), com os candidatos da nomenclatura do BE e do PCP, e esperar por alguns apoios da ala esquerda do PS; mesmo já sabendo de antemão dos apoios de alguns históricos a Maria de Belém?

Vamos aguardar, sobretudo pelas informações que LG aqui nos faculta, e obviamente das acções de campanha, quer a nível nacional do candidato e staff de apoio, mas sobretudo aqui na nossa região, dele e dos outros cinquenta que ali estiveram reunidos e de outros que "não puderam ir".( perdoem-me mais uma vez a velhaquice. Qualquer dia tenho de deixar de escrever aqui.)
Anónimo a 1 de Novembro de 2015 às 17:13
Uma Nódoa, este Sampaio.

Para que é que andam a gastar rios de dinheiro se já sabem o desfecho final?

Oferecessem esse dinheiro a uma instituição de Solidariedade Social que teria muito melhor proveito. Assim é só para almoçaradas de alguns....

Já agora, o que é um (e cito)"...Encontro Inter-Noncelhio..."?
Jasmim a 2 de Novembro de 2015 às 09:34
Dinheiro? Almoçaradas? Deve haver confusão quanto à candidatura.
Anónimo a 2 de Novembro de 2015 às 09:53
Não, não há dinheiro!

As deslocações são de borla.

Ninguém almoça nem janta, pois todos trazem umas sandes da casa.

Tão fácil fazer campanhas sem dinheiro!

Líricos, estes moços!
jasmim a 2 de Novembro de 2015 às 10:03
Tanta lábia.., baaa , conversa, a ausência de matriz cognitiva vê se sistemáticamente nas respostas que escreve, fraca a capacidade de encaixe minha pandega..
Anónimo a 3 de Novembro de 2015 às 06:56
Pode sempre haver um plano B, está na moda juntarem-se todos contra quem ganha, e chamam-lhe democracia...
confuso a 3 de Novembro de 2015 às 08:45
Outubro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
O Oliveira foi sacudido ainda antes das eleicoes.
Só espero que tem dinheiro para receber não veja i...
O acolhimento politico e pessoal do executivo às i...
Como foi possível proceder a um aumento salarial c...
O vereador que não fazia parte do CA da EMAS é que...
P'ra parceiros até que não se dão mal!
O novo executivo tomou posse há um mês, depara-se ...
Isso foi já com a máquina do alcatrão ou essa foi ...
Então o picado assume que usam a Emas para fazer r...
O vitor, se optasse pelo silêncio ganhava mais.
Estava tão bem que a dias das eleições ...
Então mas não estava tudo bem?
Por cá temos uma colecção de personagens que conse...
É a mesma pessoa! o eng.º José Velez ex-vereador d...
Excelente debate que já há bastante tempo se impun...
blogs SAPO