Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
14
Jan 18

703a7778.jpg

A ATLA – Associação Transfronteiriça Lago Alqueva apresentou em Reguengos de Monsaraz uma estratégia de "eficiência coletiva para a implementação de projetos que desenvolvam o recurso endógeno Alqueva em todas as suas valências".

Esta estratégia tem o "objetivo de fomentar a competitividade desses espaços através da dinamização de atividades inovadoras e fundamentadas na valorização de recursos endógenos do território e tendencialmente inimitáveis".

José Calixto, presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz e Presidente da ATLA, declarou ao TA que “os objetivos estratégicos da associação visam o desenvolvimento de uma candidatura aos PROVERE (os Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos), para valorizar as fileiras do turismo e da agricultura, a inovação, transformação e comercialização, a qualificação do território, a capacitação e formação dos agentes do território, a valorização de recursos territoriais e de base local, a animação e dinamização, a comunicação e o marketing territorial”.

publicado por Zé LG às 10:33
Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Camaradas vocemecês não eram para estar reunidos a...
A CIMBAL deveria fazer um esforço para sair do "se...
são mesmo uns tristes...insistem na conversa de me...
chega-lhes roupa, não sejes cagarolas
Esta Câmara de CABELEIREIRAS, ESTETICISTAS, PROFES...
Os "outros" prometeram, "estes" vão fazer... Esper...
A estratégia é disparar em todas as direcções! An...
Deserto de ideias e iniciativas já é.
Mais que o centro do sul esta camara de cabeleirei...
Nã leio o dalentejô. Só veijo a capa! falari, fala...
atã nã fali do que nã sabi
nã sabe leri?
E a ETAR de Vales Mortos? E as não obras na escola...
blogs SAPO