Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
09
Jan 18

cannabis.jpg

Cerca de cem os subscritores defendem a legalização da cannabis para fins medicinais, pedindo aos políticos que tornem “esta medida possível”. Lembram que vários países já legalizaram o uso da planta e os seus derivados e salientam a existência de evidência científica que mostra que existe benefícios no tratamento de sintomas como a dor, falta de apetite, efeitos secundários provocados pelo tratamento do cancro.

A psiquiatra e directora do Serviço de Psiquiatria do Hospital de Beja, Ana Matos Pires, afirma que: “Não é a primeira vez que usamos substâncias com risco para fins terapêuticos”, salienta, dando o exemplo da morfina. Por isso, este não poderá ser um argumento de quem estiver contra a medida.

“Não podemos fazer juízos morais quando falamos de problemas de saúde”. “O conhecimento actual, e é assim que se faz medicina, evoluiu e mostra que há vantagens terapêuticas no uso de canabinoides e não faz sentido que em Portugal não possamos deitar mão a essa terapêutica.”

Reconhecendo que o uso de forma acrítica da cannabis pode trazer riscos psiquiátricos a quem a consome, Ana Matos Pires salienta que o que aqui está em causa é “o uso controlado sob supervisão médica”. Enquanto cidadã, salienta, considera que “é de uma hipocrisia absoluta” Portugal ter plantações autorizadas de cannabis para fins medicinais que depois são exportadas e que o país não as possa usar.

publicado por Zé LG às 13:58
Essa terapêutica será feita por que via: intramuscular, endovenosa, subcutânea, sublingual, transdérmica, intratecal, endorretal ou... inalatória?
Anónimo a 9 de Janeiro de 2018 às 17:21
Faltaram as vias oral e por sonda gástrica, sr. Enfermeiro.
Anónimo a 9 de Janeiro de 2018 às 17:23
Obrigado. Ainda há endotraqueal e intracardíaca.
Anónimo a 9 de Janeiro de 2018 às 19:09
Atão e as pomadas?
Anónimo a 9 de Janeiro de 2018 às 19:11
É apenas o primeiro passo para a sua legalização nas formas recreativas.
Seria impossível se se avançasse logo de uma vez no sentido da sua total legalização.
Até porque se vive neste momento um surto regozijo dos defensores da dita pela sua legalização total na Califórnia.
É preciso dar tempo ao tempo.
Anónimo a 9 de Janeiro de 2018 às 22:33
Rebuçados da felicidade...
Anónimo a 9 de Janeiro de 2018 às 23:31
Não é "será feita", antes "como já é feita". Basta googlar. De nada.
Podia adiantar que doentes beneficiam? Com Parkinson?
Anónimo a 10 de Janeiro de 2018 às 02:00
Anda por aí alguém que muito se agita com o que se passa no Alvitrando, imaginando estratégias conspirativas. Vai um cheirinho?
Anónimo a 10 de Janeiro de 2018 às 02:12
Do lado da neurologia é a espasticidade o sintoma que mais responde, como diz o Bruno na peça jornalística (o Bruno é neurologista) "Bruno Maia dá como exemplo os doentes que lhe aparecem no consultório com esclerose lateral amiotrófica, ou com esclerose múltipla ou ainda os doentes com AVC, que ficaram com espasticidade."
É uma espécie de relaxante muscular?
Anónimo a 10 de Janeiro de 2018 às 09:12
A Graça Freitas é a favor. O Goulão refere a necessidade do controle de qualidade, como de todos os medicamentos. Vasinhos em casa é que não.
Anónimo a 12 de Janeiro de 2018 às 17:36
Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Relamente... como foram muito audaciosos!!! Só a g...
Então mas afinal quem é que fala verdade?http://ww...
A montra de uma conhecida loja no centro de Beja a...
Já agora alguém sabe que Beja vai receber o campeo...
Vao buscar o Zandinga para adivinhar o que se vai ...
Quem será o caudilho?
Concordo.Dentro de 4 anos, se o executivo do PS nã...
A CDU nunca mais voltará a ganhar na Câmara. Acred...
De acordo. O Mercado Público está moribundo
Pelo menos nos ultimos 20 anos todas as candidatur...
Presidenta nova.
Isto é o lado perverso.
A tradição já não é o que foi...
Temos deputado.O PCP depois candidata-o à Câmara ...
blogs SAPO